Tragédia de Entre-os-Rios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Ponte após o colapso
Monumento em homenagem da tragédia de Entre-os-Rios

Ficou conhecido como Tragédia de Entre-os-Rios um acidente, ocorrido a 4 de março de 2001, às 21:15 horas, que consistiu no colapso da Ponte Hintze Ribeiro, inaugurada em 1887, e que fazia a ligação entre Castelo de Paiva e a localidade de Entre-os-Rios.

A Ponte Hintze Ribeiro foi projetada pelo engenheiro António de Araújo Silva e a sua construção iniciou-se em 1884, tendo a empreitada ficado a cargo da empresa belga "Société Anonyme Internationale de Construction et Entreprise de Travaux Publics", de Braine-le-Comte. O nome da ponte ficou a dever-se a Hintze Ribeiro, primeiro-ministro de Portugal nos períodos 18931897, 19001904 e durante 2 meses em 1906.

Do acidente resultou a morte de 59 pessoas, incluindo os passageiros de um autocarro e três carros que tentavam alcançar a outra margem do rio Douro1 .

O desastre levou a acusações quanto a negligência do governo português, levando à demissão do Ministro do Equipamento Social da altura, Jorge Coelho2 .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  1. Entre-os-Rios: Seis técnicos na barra do tribunal amanhã in Diário Digital, 18 de Abril de 2006 - acesso a 15 de Março de 2008
  2. Guterres aceita demissão de Jorge Coelho in "Diário Digital", 5 de Março de 2001 - acesso a 15 de Março de 2008
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.