Trainspotting (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Trainspotting
Trainspotting (PT)
Trainspotting - Sem Limites (BR)
Cartaz de lançamento no Reino Unido
Reino Unido
1996 • Cor • 94 min 
Direção Danny Boyle
Produção Andrew Macdonald
Roteiro John Hodge
Baseado em Trainspotting de Irvine Welsh
Elenco Ewan McGregor
Jonny Lee Miller
Robert Carlyle
Ewen Bremner
Kelly Macdonald
Género Drama
Idioma inglês
Direção de fotografia Brian Tufano
Figurino Rachael Fleming
Edição Masahiro Hirakubo
Estúdio Channel Four Films
Figment Films
The Noel Gay Motion Picture Company
Distribuição PolyGram Filmed Entertainment
Lançamento 23 de fevereiro de 1996

Trainspotting é um filme britânico de 1996, do gênero drama, dirigido por Danny Boyle e com roteiro baseado em livro homônimo de Irvine Welsh.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme conta as histórias de viciados em heroína que vivem num subúrbio de Edimburgo, Escócia, narradas do ponto de vista de um deles, Renton.

Ele próprio resolve interromper o vício mas sempre acaba retornando, Spud tenta arrumar emprego mas não consegue, e Sick Boy é um especialista em filmes de James Bond. Além deles, também integram o mesmo grupo, mas não são viciados, Tommy, que acaba eventualmente seguindo o mesmo caminho dos amigos, e Begbie, intempestivo e violento.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Filmado com locações em Glasgow, Edinburgo e Londres. Irvine Welsh, autor do livro que deu origem ao filme, atuou no papel de Mikey Forrester.

Crítica[editar | editar código-fonte]

O filme causou polêmica em alguns países, incluindo no Reino Unido e Estados Unidos, devido às alegações de que ele promovia o uso de drogas. O senador estadunidense Bob Dole o criticou duramente durante a campanha eleitoral para a presidência de 1996, apesar de ter admitido que de fato não chegou a assistir ao filme.[carece de fontes?]

Retratando o movimento clubber no Reino Unido, foi considerado pelo The New York Times em 2004 como um dos 1000 melhores filmes já produzidos.[1]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora foi lançada pela gravadora EMI Records.[2] Integra a lista elaborada pela revista Rolling Stone das vinte e cinco melhores trilhas sonoras de todos os tempos.[3]

N.º Título Artista Duração
1. "Lust For Life"   Iggy Pop 05:11
2. "Deep Blue Day"   Brian Eno 03:56
3. "Trainspotting"   Primal Scream 10:33
4. "Atomic"   Sleeper 05:08
5. "Temptation"   New Order 06:59
6. "Nightclubbing"   Iggy Pop 04:12
7. "Sing"   Blur 06:00
8. "Perfect Day"   Lou Reed 03:43
9. "Mile End"   Pulp 04:30
10. "For What You Dream"   Bedrock, com KYO 06:24
11. "2:1"   Elastica 02:32
12. "A Final Hit"   Leftfield 03:15
13. "Born Slippy"   Underworld 09:43
14. "Closet Romantic"   Damon Albarn 03:08

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1997
  • Indicado na categoria de melhor roteiro adaptado.
BAFTA[desambiguação necessária] 1996
  • Venceu na categoria de melhor roteiro adaptado.
  • Indicado nas categorias de melhor filme britânico (Prêmio Alexander Korda).
Prêmio Bodil 1997
  • Venceu na categoria de melhor filme não-americano.
Brit Awards 1997
  • Venceu na categoria de melhor trilha sonora.
Independent Spirit Awards 1997
  • Indicado na categoria de melhor filme estrangeiro.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote