Transformers (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Transformers
Transformers - O Filme (PT)
Transformers (BR)
 Estados Unidos
2007 • cor • 144 min 
Direção Michael Bay
Roteiro John Rogers
Roberto Orci
Alex Kurtzman
Elenco Shia LaBeouf
Megan Fox
Josh Duhamel
Tyrese Gibson
Jon Voight
John Turturro
Gênero Ação
Aventura
Ficção científica
Idioma Inglês
Estúdio Paramount Pictures
DreamWorks
Distribuição di Bonaventura Pictures
Hasbro
Lançamento Brasil 18 de julho de 2007
Orçamento US$ 150 milhões
Receita US$ 709.709.780[1]
Cronologia
Último
Último
Transformers: Revenge of the Fallen
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Transformers (no Brasil, Transformers; em Portugal, Transformers - O Filme) é um filme estadunidense de ação de 2007, baseado na série de desenho animado homônima. Dirigido por Michael Bay e com produção executiva de Steven Spielberg, foi lançado em Julho de 2007. Está entre as 60 maiores bilheterias do cinema. O sucesso levou à continuação Transformers: Revenge of the Fallen em 2009.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme começa com Optimus Prime, líder heroico dos robôs Autobots, descrevendo a destruição do planeta dos Transformers, Cybertron. Este havia sido destruído pelo malvado líder Decepticon Megatron ao este tentar tomar posse do "All Spark", um cubo com poder para gerar vida. Os Autobots querem encontrar o All Spark e utilizá-lo para reconstruir Cybertron e acabar com a guerra entre os Autobots e os Decepticons. Já os Decepticons querem usá-lo para destruir os Autobots e dominar o universo. Megatron tinha conseguido localizar o All Spark na Terra, mas caiu no Círculo Ártico e congelou no gelo. Após cair acidentalmente em cima de seu corpo congelado em 1897, o explorador capitão Archibald Witwicky, acidentalmente, ativou o sistema de navegação de Megatron e teve impresso, em seus óculos, as coordenadas da localização do All Spark. O incidente o deixou cego e mentalmente instável. O Setor 7, uma organização governamental secreta criada pelo presidente estadunidense Herbert Hoover, descobriu o All Spark no rio Colorado e construiu a Represa Hoover em torno dele para disfarçar as suas emissões de energia. O ainda congelado Megatron foi transferido para a represa e usado para avançar a tecnologia humana por meio de engenharia reversa.

Nos dias atuais, um grupo de Decepticons composto de Blackout, Scorponok, Frenzy, Barricade, Starscream, Brawl e Bonecrusher desembarcou na Terra e assumiu o disfarce de veículos terrestres (exceto Scorponok, que ficou na forma de um escorpião robótico). Blackout e Scorponok atacam a base de operações U.S. Soccent no Catar e tentam invadir a rede militar americana para encontrar a localização de Megatron e do All Spark. Sua missão é frustrada quando o pessoal da base corta as conexões dos cabos de rede. Enquanto Blackout destrói o restante da base, Scorponok persegue um pequeno grupo de sobreviventes liderados pelo capitão William Lennox e pelo sargento Robert Epps, que tem provas fotográficas dos robôs. Scorponok é finalmente repelido e se esconde na areia após os humanos danificarem a sua cauda. Durante esta batalha, o exército descobre que a única arma eficaz contra a blindagem dos Decepticons é a munição pesada Sabot.

Após o fracasso de Blackout, Frenzy se infiltra no Air Force One para novamente invadir a rede militar, plantando um vírus de computador. Ele encontra o mapa impresso nos óculos do capitão Witwicky. Enquanto o Pentágono interfere com o plano de Frenzy, ele descobre que o descendente de Witwicky, Sam Witwicky, pretende vender os óculos no eBay. Frenzy e Barricade começam a rastrear a localização de Sam. Enquanto isso, Sam compra o batedor Autobot Bumblebee, no disfarce terrestre de um Camaro 1976, como seu primeiro carro. Após Bumblebee ajudar Sam a cortejar sua amada, Mikaela Banes, ele foge à noite para transmitir um sinal de localização para o resto dos Autobots. Sam persegue Bumblebee, pensando que alguém está roubando o seu carro, mas fica chocado ao descobrir que o seu carro é um robô gigante, que ele considera, a princípio, mau. Sam é detido e fica preso. Na delegacia de polícia, tenta explicar ao policial o que aconteceu, mas o oficial apático e impassível acredita que ele está alucinado sob a influência de drogas. Quando Bumblebee (em modo de carro) retorna no dia seguinte, Sam foge, acreditando que o carro está perseguindo ele. Correndo, Barricade ataca Sam e ferozmente o interroga sobre os óculos de seu avô. Bumblebee salva Sam. Sam se encontra com Mikaela e ambos fogem com Bumblebee.

No caminho, eles encontram Barricade, que luta com Bumblebee. Durante a luta, Mikaela corta a cabeça de Frenzy, mas ele se transforma em seu celular e se esconde em sua bolsa. Eles fogem para se reunirem com o resto da equipe Autobot: Optimus Prime, Jazz, Ironhide e Ratchet, que desembarcaram na Terra e tomaram formas de veículos terrestres também. Enquanto vão ao encontro da equipe de elite dos Autobots, Mikaela comenta que, para um carro tão poderoso, Bumblebee era muito velho. Bumblebee (que, por um erro no sistema de voz, só consegue falar pelo rádio), ouvindo a crítica, expulsa Sam e Mikaela de dentro do carro e escaneia a forma de um Camaro SS que passava em um túnel. Sam, Mikaela e os Autobots retornam à casa de Sam, conseguindo os óculos; entretanto, agentes do Setor 7 chegam e levam Sam e Mikaela em custódia. Os Autobots intervêm, mas o Setor 7 captura Bumblebee e leva Sam e Mikaela embora.

Sam e Mikaela são levados para a Represa Hoover, assim como Lennox e Epps, sob as ordens de secretário de defesa John Keller. Frenzy alerta os outros Decepticons e invade o sistema de tecnologia, libertando Megatron de seu estado congelado. Sam convence os agentes do Setor 7 a libertar Bumblebee para que ele possa levar o All Spark a Optimus Prime. A invasão eletrônica de Frenzy desligou as comunicações do governo, mas Keller, dois hackers, Maggie e Glen, e o agente do Setor 7 Seymour Simmons conseguem mandar um sinal para a Força Aérea a fim de apoiar o comboio dos humanos e Autobots que foram para Mission esconder o AllSpark. Os Decepticons atacam. Bonecrusher, Frenzy, Jazz, Brawl, Barricade e Blackout são mortos durante a batalha. Em meio à batalha, parte da energia do All Spark é liberada, transformando um volante de carro, uma unidade central de processamento e uma máquina de refrigerantes em Transformers, que somem em meio à batalha.

Sam, que havia sido instruído a colocar o All Spark no peito de Optimus Prime caso Megatron prevalecesse (e, assim, destruir tanto o All Spark quanto Optimus Prime), mas optou por colocar o cubo All Spark no peito de Megatron. O All Spark desintegra e seu poder mata Megatron. Optimus pega um fragmento do All Spark do cadáver de Megatron, mas admite que, com a sua destruição, seu planeta Cybertron não poderá ser restaurado. O governo estadunidense ordena que o Setor 7 feche e despeja os corpos de Megatron e seus Decepticons no Abismo Laurenciano. Lennox e Epps se reúnem com suas famílias, e Sam e Mikaela iniciam um relacionamento. Optimus transmite uma mensagem para todos os Autobots sobreviventes no espaço, dizendo-lhes que eles têm um novo lar na Terra. Durante os créditos, Starscream, um único sobrevivente Decepticon além de Scorponok, foge para o espaço.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Autobots[editar | editar código-fonte]

  • Optimus Prime (Caminhão modelo 379 Peterbilt) Lider dos Autobots, chega à Terra para procurar o All Spark
  • Bumblebee (Chevrolet Camaro em dois modelos - segunda geração e quinta) Guardião de Sam, não fala pois seu processador vocal foi danificado durante sua viagem de refúgio no espaço até o planeta Terra.
  • Jazz (Pontiac Solstice) É o primeiro tenente de Optimus. Luta bravamente contra Brawl e contra Megatron. É morto, partido ao meio, por Megatron.
  • Ironhide (Pick Up Truck GMC Topkick) Oficial de armas de Optimus, pregou um susto ao Sam quando o ameaçou "Quer tentar a sorte muleque?".No filme de 2007, Ironhide vêm para a Terra junto com os Autobots ao receber o sinal de Bumblebee, ele aparece já transformado em uma Pick-up modelo GMC Topkick , logo depois ele vai ao encontro de Sam junto com os outros Autobots depois. Ele luta com Brawl e carrega os restos de Jazz.
  • Ratchet (Veiculo de procura e resgate Hummer H2) Oficial médico de Optimus. Examina Sam e Bumblebee.

Decepticons[editar | editar código-fonte]

  • Megatron("jato" Cybertroniano) Lider dos Decepticons, despreza Starscream. Congela ao pousar na Terra e é encontrado pelo capitão Archibald Witwicky. É descongelado por Frenzy, mata Jazz e é morto por Sam quando ele destroça o Cubo no peito de Megatron.E após a morte é jogado ao mar azul em alto mar para não ser achado.
  • Starscream (F-22 Raptor) É o segundo em comando nos Decepticons, é desprezado por Megatron mas parece ser fiel à seu mestre. Não morre nesse filme.
  • Barricade(carro policial Saleen S281 Extreme[3] ) É o segundo Decepticon a aparecer e ataca Sam, é parcialmente morto por Bumblebee mas aparece quando Starscream chama os Decepticons e depois junto com os outros Decepticons, depois não é visto mais.
  • Frenzy (CD player, Celular) É o "bichinho de estimação" de Barricade, sua cabeça é arrancada por Mikaela e se transforma no celular desta. É morto por um de seus Shurikens.
  • Bonecrusher (veículo militar Buffalo H) Odeia a todos e também a Megatron, mas tem medo de ser morto por este. É morto com sua cabeça rasgada no meio por Optimus Prime.
  • Blackout (Sikorsky MH-53 Pave Low) É o primeiro Decepticon a aparecer nesse filme, abriga Scorponok nas suas costas.Leva um tiro de Willian Lenox com três tiros de lança granadas e morre.
  • Scorponok (escorpião mecânico) É o "bichinho de estimação" de Blackout, é resistente e por isso não morre nesse filme.
  • Brawl (tanque de guerra M1 Abrams) É forte e resistente, luta bravamente com Ironhide, Jazz, Ratchet e Bumblebee, sendo morto com um tiro no peito por Bumblebee.

Vozes dos Transformers[editar | editar código-fonte]

Dublagem brasileira[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

O camião Peterbilt usado pra Optimus Prime

Em 2002, a Hasbro começou a negociar direitos de adaptação de seus brinquedos. O produtor Don Murphy queria adaptar Comandos em Ação, mas a Hasbro sugeriu Transformers após a invasão do Iraque em 2003. Steven Spielberg, um fã dos brinquedos, juntou-se ao projecto em 2004, e convenceu Michael Bay, que inicialmente rejeitara a produção, a dirigir o filme.

O design dos robôs iniciou-se em 2005. Bay exigira que os robôs não alterassem os tamanhos durante as transformações, e duas alterações em modos alternativos: Megatron não virar uma arma (tornou-se um jato extraterrestre) e Bumblebee deixar de ser um Fusca/Carocha, para evitar comparações com Herbie. Bumblebee acabou por se tornar um Chevrolet Camaro, e assim conseguiram acordo com a General Motors para os outros Autobots (exceto Optimus Prime, que se tornou um Peterbilt 379 por ser a maior camião disponível).

Shia LaBeouf fora escolhido por improvisar piadas e lembrar Bay de um jovem Tom Hanks. LaBeouf e Fox malharam para se adequar ao físico do papel, e Duhamel e Gibson foram mandados para um acampamento militar.

As filmagens ocorreram em 83 dias, entre Abril e Outubro de 2006, enquanto os primeiros testes de efeitos visuais foram em 2005, comandados pela Industrial Light & Magic, empresa de George Lucas.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Transformers foi bem nas bilheterias, com receita de mais de 300 000 000 de dólares estadunidenses nos Estados Unidos e de mais de 700 000 000 de dólares estadunidenses mundialmente.[4] No Brasil, atraiu mais de 1 900 000 espectadores.[5] As críticas, no geral, foram mistas. Com ressalvas para o roteiro em geral, principalmente as tramas humanas. Com o tomatometer de 57% em base de 219 críticas, o Rotten Tomatoes publicou um consenso: "Enquanto personagens verossímeis são difíceis de encontrar em Transformers, os efeitos são surpreendentes e a ação é emocionante".[6]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

  1. Linkin Park - What I've Done
  2. Smashing Pumpkins - Doomsday Clock
  3. Disturbed - This Moment
  4. Goo Goo Dolls- Before It’s Too Late (Tema de Sam e Mikaela)
  5. The Used - Pretty Handsome Awkward
  6. HIM - Passion’s Killing Floor
  7. Taking Back Sunday - What It Feels Like To Be A Ghost?
  8. Styles Of Beyond - Second To None
  9. Armor For Sleep - End Of The World
  10. Idiot Pilot - Retina and the Sky
  11. Julien-K - Technical Difficulties
  12. Mute Math - Transformers Theme[7]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Transformers (2007). Box Office Mojo. Página visitada em 30 de junho de 2013.
  2. Transformers (em português). InterFilmes. Página visitada em 25 de fevereiro de 2014.
  3. IMCDb - Saleen S281 Extreme in Transformers (...). Página visitada em 3 de outubro de 2011.
  4. Transformers (em inglês). Box Office Mojo. Página visitada em 25 de fevereiro de 2014.
  5. Bilheterias no Brasil (em português). Epipoca.uol. Página visitada em 25 de fevereiro de 2014.
  6. Transformers (em inglês). Rotten Tomatoes. Página visitada em 25 de fevereiro de 2014.
  7. Transformers (em português). iTunes. Página visitada em 25 de fevereiro de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.