Transparência no mercado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em economia, diz-se que há trasparência no mercado se todos os agentes econômicos têm amplo conhecimento sobre a oferta de bens e serviços negociados no mercado - incluindo as características intrínsecas desses bens ou serviços, disponibilidade, preço e localização.

No mundo empresarial, a transparência é definida como "acessibilidade, pelos stakeholders, às informações institucionais referentes a assuntos que afetem seus interesses". [1] O conceito ganhou destaque na abertura do século XXI, depois de rebentar mais uma "bolha especulativa" histórica, com o seu cortejo de escândalos empresariais. A transparência tornou-se então a força motriz de mudanças no mundo empresarial. [2]

No Brasil, a questão da transparência do mercado ganhou destaque e maior peso na decisão de analistas de investimento depois das perdas bilionárias de empresas como a Aracruz, em operações desconhecidas pelo público, envolvendo derivativos cambiais e que renderam prejuízo de 2,1 bilhões de dólares a uma companhia tida como referência em termos de governança.[3]

Referências

  1. TAPSCOTT, Don; TICOLL, David. A Empresa Transparente: Como a Era da Transparência Revolucionará os Negócios. Editora MBooks, 2005. 358p.
  2. Transparência é a palavra de ordem desta época, por Don Tapscott.
  3. Falta transparência às empresas abertas

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.