Transtorno de personalidade narcisista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Transtorno de personalidade Narcisista é um transtorno de personalidade catalogado no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders – DSM-IV).[1] Quem sofre do transtorno tende a se preocupar obsessivamente com a maneira com que os outros o enxergam, e também com aspectos que possam influir de algum modo na percepção de sua imagem, tais como poder, prestígio, vaidade, e até mesmo martírio.

Narciso contemplando seu reflexo, de Caravaggio.

Diagnóstico[editar | editar código-fonte]

O diagnóstico da condição por profissionais raramente acontece e vários fatores contribuem para isso.

Na quase totalidade dos casos, o narcisista não consegue perceber ou reluta muito para admitir que tem algum problema, podendo se sentir até mesmo muito ofendido com qualquer sugestão nesse sentido. Quem acaba procurando o primeiro apoio psicológico, na maioria dos casos, são as pessoas que convivem com ele.

Outro fator importante que colabora para a dificuldade dos diagnósticos é que a patologia frequentemente acontece de forma concomitante com outros transtornos de personalidade do tipo dramático (Grupo B). [2]

Sintomas[editar | editar código-fonte]

Parte das pessoas diagnosticadas com o transtorno demonstram comportamento extremamente centrado, pouca empatia, necessidade de admiração e possível megalomania.

Os sintomas, conforme definido no DSM-IV incluem:

  • Expectativa de reconhecimento sem atributos correspondentes;
  • Demanda por constante atenção;
  • Inveja crônica e crença de ser alvo de inveja;
  • Obsessão por fantasias de poder, genialidade, beleza ou riqueza;
  • Dificuldade em nutrir empatia pelos outros;
  • Atitudes arrogantes;
  • Exigência de tratamento especial sem fundamento.

Outros sintomas, além daqueles definidos no manual podem incluir: comportamento manipulador, problemas em manter relacionamentos funcionais, melindres extremos, aparência de frieza e distância, tende a se impor metas pouco realistas.

O transtorno de personalidade narcisista é marcado por um comportamento dramático e emotivo, bem como um comportamento extremamente egocêntrico, o que o coloca na mesma categoria dos transtornos borderline e antissocial.[1]

Além desses sintomas, quem sofre do transtorno pode ter atitudes arrogantes e buscar poder de várias formas (reputação, status, prestígio, etc.). [3] Os sintomas do transtorno de personalidade narcisista não raro são similares aos traços de personalidade de pessoas com boa auto-estima e confiança; a diferença ocorre quando as estruturas psicológicas subjacentes a esses traços são consideradas patológicas.[4] Os narcisistas se dão um elevado valor e comumente se enxergam como essencialmente melhores do que os outros, quando na realidade têm uma auto-estima frágil, lidam mal com críticas. Frequentemente, eles tentam compensar essa fragilidade interior por meio de ataques aos outros que funcionam como elogios a si mesmos: maledicência com o objetivo de se promover. [5]

Outro sintoma é a falta de empatia, e o narcisista não consegue compreender o sentimento alheio. Em vez de se comportar de um modo que demonstra como eles se sentem, eles se comportam como acham que deveriam ou, pior, de modo a conseguir atenção. [6]

Sintomas característicos do narcisismo, como sentimentos de grandiosidade, são comuns em crianças e partes do desenvolvimento psíquico normal. Os mais novos normalmente não conseguem perceber a diferença entre a sua própria pessoa idealizada e a pessoa real, o que causa uma percepção idealizada do "self". Depois dos oito anos, a maioria consegue enxergar os próprios defeitos e qualidades ao se comparar com os pares, e se tornam mais realistas. Nesse estágio, tanto o excesso de atenção quanto a falta dela podem levar alguém a permanecer enxergando um "self" idealizado.

Uma pesquisa americana encontrou co-ocorrência entre transtorno de personalidade narcisista e outros problemas, especialmente no caso de homens: abuso de substâncias como álcool e drogas, distúrbios emocionais, ansiedade crônicas, transtorno bipolar, transtorno de stress pós-traumático, transtorno esquizóide e limítrofe, dentre outros. [7]


Causas[editar | editar código-fonte]

Não se conhece a causa do transtorno, de acordo com Groopman and Cooper. No entanto, eles listam fatores identificados por vários pesquisadores que podem contribuir para a condição.[8]

  • Temperamento de nascença muito sensível
  • Valorização excessiva de talentos ou da beleza física pelos responsáveis
  • Admiração excessiva por parte dos pais, a ponto de a criança perder a conexão com a realidade
  • Crianças muito mimadas ou supervalorizadas pelos pais
  • Abuso emocional severo durante a infância
  • Comportamento caótico e imprevisível dos pais durante a infância
  • Uso da criança como meio para regular a auto-estima de pais inseguros

Referências

  1. a b Narcissistic personality disorder - Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders Fourth edition Text Revision (DSM-IV-TR) American Psychiatric Association (2000)
  2. [1] - Comorbidity of DSM-IV Personality Disorders in unipolar and bipolar affective disorders: a comparative study - 2004.
  3. [2]-Ronnigstam E. (2011). "Narcissistic personality disorder: A clinical perspective". Journal of Psychiatric Practice 17 (2): 89–99. Ronningstam, E. (2011). "Narcissistic Personality Disorder". Journal of Psychiatric Practice 17 (2): 89–99.
  4. [3]-Narcissistic personality disorder: Symptoms – MayoClinic.com." Mayo Clinic. N.p., n.d. Web. 2 Dec. 2011.
  5. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21430487
  6. Freeman, Arthur; Angela Breitmeyer, Melissa Flint (N/A). "The Challenges in Diagnosing Narcissistic Personality Disorder: Difficult to Define, but "We Know It When We See It"". Clinical Forum N/A.
  7. Stinson FS, Dawson DA, Goldstein RB, Chou SP, Huang B, Smith SM, Ruan WJ, Pulay AJ, Saha TD, Pickering RP, Grant BF.. (July 2008). "Prevalence, correlates, disability, and comorbidity of DSM-IV narcissistic personality disorder: results from the wave 2 national epidemiologic survey on alcohol and related conditions". J Clin Psychiatry 69 (7): 1033–45. DOI:10.4088/JCP.v69n0701. PMID 18557663.
  8. Narcissistic Personality Disorder Personality Disorders - Narcissistic Personality Disorder. Armenian Medical Network (2006). Página visitada em 2007-02-14.