Tratado anglo-afegão de 1919

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Tratado Anglo-Afegão de 1919[1] [2] , também conhecido como o Tratado de Rawalpindi, foi um armistício feito entre o Reino Unido e o Afeganistão durante a Terceira Guerra Anglo-Afegã.[3] Foi assinado em 8 de agosto de 1919 em Rawalpindi, Índia britânica (atual Paquistão). Pelo documento, um tanto ambíguo, o Reino Unido reconheceu a independência do Afeganistão, concordou que a Índia britânica nunca iria ampliar os territórios para o Passo Khyber, e pôs fim aos subsídios britânicos ao Afeganistão.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Adamec, Ludwig W.. In: Ludwig W.. Historical Dictionary of Afghanistan. [S.l.]: Scarecrow Press, 2011. 656 pp. p. 49. ISBN 0-8108-7957-3 Página visitada em 2012-06-26.
  2. N. A. Khalfin, "Anglo-Afghan Treaties and Agreements of the 19th and 20th Centuries" Retrieved 26 June 2012.
  3. Third Afghan War (1919). National Army Museum. Página visitada em 2012-06-26.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]