Tratado de Adis Abeba de 1972

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Tratado de Adis Abeba, também conhecido como Acordo de Adis Abeba, foi uma série de compromissos firmados em 27 de fevereiro de 1972, com o objetivo de apaziguar os líderes da insurreição no sul do Sudão, após a primeira guerra civil sudanesa se mostrar muito dispendiosa para o governo no norte. Neste acordo foi garantida autonomia ao Sudão do Sul, pondo fim a 17 anos de conflito entre o Anya Nya e o exército sudanês. Se seguiram uma década de relativa paz. Em 1983 este acordo foi rompido pelo ex-presidente do Sudão, Gaafar Nimeiry, quando este impôs a sharia a todo o território do país.[1] [2]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.