Tratado de Corbeil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Através do tratado de Corbeil em 1258, Jaime renunciou às pretensões dos antigos condes de Barcelona sobre a Occitânia. Em contrapartida, São Luís de França renunciou aos seus direitos, como descendente de Carlos Magno, sobre os condados catalães, herdeiros da Marca Hispânica.

Castela havia submetido o reino de Múrcia à vasalagem em 1243, mas estes rebelaram-se com o apoio do reino de Granada e dos governantes do Norte de África em 1264. Então, a rainha Violante de Aragão, esposa de Afonso X de Leão e Castela, pediu ajuda ao seu pai Jaime I. Tropas comandadas pelo infante Pedro de Aragão conquistaram Múrcia ao mouro Muhammad ibn Hud Biha al-Dawla em 1265-66, deixando mais de 10.000 aragoneses na região apesar de, segundo o tratado de Almizra, Múrcia ter sido atribuída a Castela.