Treehouse of Horror XIV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Treehouse of Horror XIV"
Episódio de The Simpsons
Treehouse of Horror XIV - segmento 1.jpg

Imagem promocional do primeiro segmento.
Episódio nº 314
Título no Brasil "A Casa da Árvore dos Horrores XIV"[1]
Título em Portugal "No Dia das Bruxas XIV"[2]
Código de produção EABF21
Estreia original 2 de novembro de 2003[3] [4]
Produtor(es) Gouge Eyer
Decadent Dave Mirkin
Abbott & Costello Meet Mike Reiss
Mark "O.J." Willmore
Joel "Halloween Apples" Cohen
Produtores Executivos
Al "Halloween Names Are Back" Jean
James "Just One Hug" Brooks
Bat Groening
Sam "Sayonara Simon.
Escritor(es) John Swartzwelder
Diretor(es) Steven Dean Moore
Convidado(s) Jerry Lewis como pai do Professor Frink
Dudley Herschbach como ele mesmo
Jennifer Garner como ela mesma
Oscar De La Hoya como ele mesmo

Elenco
Dan (Your Ad Here) Aneta
Kadaver Kavner
Blood Curdling Cartwright
crab noodle
Hanged Azaria
Harry "I Want to Own All the Media in the World" Shearer
Pamela Hellraiser Hayden
Terror MacNihil
"Maggoty" Roswell
Russi "I'm in the Well" Taylor
The Lurker
Temporada 15ª temporada[5] [6] [7]
Couch gag Não teve
Frase do quadro negro Não teve[8]
Cronologia de episódios de The Simpsons
Último
Último
"Moe Baby Blues"
"My Mother the Carjacker"
Próximo
Próximo

"Treehouse of Horror XIV" ("A Casa da Árvore dos Horrores XIV" no Brasil, e "No Dia das Bruxas XIV" em Portugal)[1] [2] é o primeiro episódio da décima quinta temporada de The Simpsons, e o décimo quarto episódio de Dia das Bruxas da série. Sua estreia aconteceu em 2 de novembro de 2003, nos Estados Unidos, através da rede de televisão FOX. O episódio teve participações especiais de Jerry Lewis, Oscar de la Hoya, Jennifer Garner e Dudley Herschbach.[6]

O enredo é, assim como os demais especiais de Dia das Bruxas, dividido em três histórias:[9] "Reaper Madness", em que a Morte aparece na casa dos Simpsons para levar Bart; "Frinkstein", em que o Professor Frink ressuscita o seu pai; e "Stop the World, I Want to Goof Off", em que Bart e Milhouse encontram um relógio que para o tempo.[6] [10] "Treehouse of Horror XIV" foi escrito por John Swartzwelder e dirigido por Steven Dean Moore.

Cada segmento possui várias referências populares, desde o título. O primeiro refere-se a Reefer Madness, "Frinkstein" a Frankenstein, e no enredo, como em "Stop the World, I Want to Goof Off", referente a Clockstoppers.[11] [6] [5] [12] O episódio foi visto por 16,22 milhões de telespectadores na sua noite de estreia, e foi indicado ao Emmy Award no ano seguinte.[13] [12]

Produção[editar | editar código-fonte]

"Treehouse of Horror XIV" foi escrito por John Swartzwelder e dirigido por Steven Dean Moore. O episódio também contou com participações especiais de Jerry Lewis, Oscar De La Hoya, Jennifer Garner e Dudley Herschbach, sendo o primeiro como Pai do Professor Frink e os demais como eles mesmos.[6] [12] O título original do primeiro segmento, "Reaper Madness", é uma sátira do filme de propaganda Reefer Madness; enquanto o do segundo, "Frinkstein", é uma referência à figura popular Frankenstein; e a sinopse do terceiro, "Stop the World, I Want to Goof Off", é uma referência a Clockstoppers.[11] [12] [5] A participação de Dudley no episódio foi planejada por Matt Warburton, um dos escritores da série, que indicou o professor ao papel. Entretanto, Herschbach não gostou do fato de a sua aparição no episódio ser resumida a 14 palavras, e teve de grava-las vinte vezes, com entonações diferentes, até que a última versão foi escolhida para aparecer no episódio. Na cena, ambos Dudley e Garner aparecem lado a lado, mas um só viu o outro na hora da exibição do episódio; não houve contato durante as gravações.[14] Além disso, o professor comentou, sobre sua aparição no episódio, ao ABC News: "eu acho importante que as pessoas entendam que cientistas se divertem".[15] No final do episódio, os nomes da equipe de produção e do elenco são colocados em formas "assustadoras", o que é característico dos especiais de Dia das Bruxas da série, como "Al 'Scary Names Are Back' Jean" (Al Jean) e "Everybody Loves Mike Scully" (Mike Scully).[12]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo.

O enredo do episódio é, assim como os outros episódios de Dia das Bruxas, dividido em três histórias. Na sequência de abertura, Bart, vestido de Charlie Brown, e Lisa, vestida de Lucy van Pelt, ficam discutindo sobre os doces que conseguiram no Dia das Bruxas, até que acabam brigando e, acidentalmente, acertam Homer, que amplia a confusão. Marge então atira, fora da tela, no marido, e o sangue mostra na parede o título do episódio. Kang e Kodos observam do espaço, e comentam sobre a atitude de mostrar um episódio de Dia das Bruxas em novembro, e que já têm a decoração de natal pronta.[8] [12]

Escreveu Não Leu o Mau Comeu[editar | editar código-fonte]

A Morte aparece na casa dos Simpsons para levar Bart, que tenta fugir em estilo Benny Hill. Para evitar a morte do filho, Homer acaba "matando a morte".[12] Quando ele veste o manto dela, acidentalmente se torna a nova morte. Agora, Homer tem que matar pessoas no seu "novo emprego", até que Marge é a próxima da lista.[6] Para salvar a esposa e voltar à sua antiga vida, ele tenta enganar Deus, ao matar Patty, uma das irmãs de Marge, e oferecê-la no lugar da sua verdadeira vítima.[10] [12]

Frinkstein[editar | editar código-fonte]

Uma ligação é feita para Homer, informando-o que ganhou o prêmio Nobel, quando, na verdade, a ligação era destinada ao Professor Frink. Ao saber da notícia, o professor fica triste, pois seu pai não está lá para celebrar o prêmio; e seu corpo, inanimado, estava sendo mantido congelado. Então, Frink reanima o corpo de seu pai, que escapa do local atrás de órgãos, para os repor em seu corpo.[10] [5] [12] Na audiência de premiação, o pai do professor tenta se desculpar com o filho, até que ele, novamente, parte para uma caça de órgãos na plateia. O professor consegue impedir o seu pai de causar mais estragos, mas mantém a sua alma consigo.[12]

Pare o Mundo, Quero Ficar à Toa[editar | editar código-fonte]

Bart e Milhouse compram um relógio de bolso que tem a capacidade de controlar o tempo.[6] A dupla se diverte com o aparelho, mas, ao correr de uma multidão furiosa com os acontecimentos, eles acabam quebrando o relógio, deixando o resto do mundo congelado no tempo.[12] [10] [8] Então cabe a eles consertar o tempo, e, após quinze anos de tentativas, conseguem consertar o aparelho, mas quase deixam suas vidas de volta ao normal.[12] [8]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Referências culturais[editar | editar código-fonte]

Imagem promocional de Frinkstein, sátira de Frankenstein.

"Treehouse of Horror XIV" possui diversas referências em todo o episódio. Na sequência de abertura, Bart e Lisa aparecem vestidos de Charlie Brown e Lucy van Pelt, respectivamente.[8] O título "Reaper Madness" é uma sátira do filme Reefer Madness e o enredo é semelhante ao episódio "Death Is a Bitch", de Family Guy, e também com o livro de 1983, On a Pale Horse. Durante o segmento existem várias outras referências; a fala "Eu sou a morte!" ("I am Death!" no original) é feita de forma semelhante a Monty Python's Meaning of life. Em seguida é feita uma sequência de perseguição no estilo Benny Hill; e quando Homer se torna a Morte após colocar sua roupa, a cena é parecida com a de The Santa Clause, em que Scott "ganha os poderes" do Papai Noel após vestir seus trajes.[12]

Em "Frinkstein", cujo título é uma referência a Frankenstein, Homer faz uma referência ao segmento anterior, dizendo "Eu sinto saudade de ser a morte", o que não havia sido feito em outros especiais de Dia das Bruxas.[11] [12] Em "Stop the World, I Want to Goof Off", o enredo do segmento é uma paródia de Clockstoppers, e também é semelhante ao do episódio de The Twilight Zone, "A Kind of Stopwatch". Também existe um enredo voltado a um relógio que para o tempo no filme de 1980, The Girl, The Gold Watch and Everything. É feita uma referência ao Quarteto Fantástico, quando Lisa usa o relógio e acidentalmente transforma Homer, Marge, Maggie e Bart em Coisa, Tocha Humana, Mulher Invisível e Sr. Fantástico, respectivamente. A versão adulta de Bart que aparece no final do episódio é igual ao que se vê em "Bart to the Future".[12]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

"Treehouse of Horror XIV" teve 16,22 milhões de telespectadores em sua noite de estreia, em 2 de novembro de 2003, ficando em 8° lugar entre os episódios mais assistidos do dia. Além disso, o episódio atingiu 8,8 pontos de audiência entre os telespectadores de 13 anos.[13] Ainda no dia de estreia, alguns alunos do campus de Harvard e outros alunos que estavam na Lowell E Entryway assistiram ao episódio, sem saber da aparição de Dudley. A participação do professor causou susto nos alunos. Um deles disse, sobre a aparição do professor, "Nós não imaginávamos" e "Nós reconhecemos o nome, mas nenhum de nós tinha o professor em mente".[14] Além disso, alguns sites avaliaram o episódio; o Journal Star deu nota 2 (numa escala de 0 a 10) e disse que não havia um 'melhor momento' nele.[16] O Splitsider avaliou todos os segmentos da linha "Treehouse of Horror XIV" em 66 colocações, e "Reaper Madness", "Frinkstein" e "Stop the World, I Want to Goof Off" ficaram nas 22ª, 35ª e 54ª colocações, respectivamente.[17] A Nature, uma revista científica, classificou a cena da participação de Dudley como um dos "dez melhores momentos em The Simpsons".[18] O episódio foi indicado a um Primetime Emmy Award, em 2004, de Melhor Composição Musical para uma Série (Trilha Dramática), mas o perdeu para Star Trek: Enterprise.[12] [19]

Referências

  1. a b Episódios - Os Simpsons (em português) Canal FOX.
  2. a b The Simpsons Archive: Lista de Episódios dos Simpsons Snpp.com.
  3. Treehouse of Horror XIV; The Simpsons: Season 15, Episode 1501 IGN. Visitado em 21 de agosto de 2012.
  4. Treehouse of Horror XIV (Halloween Special) Yahoo! TV. Visitado em 21 de agosto de 2012.
  5. a b c d The Simpsons Archive: Episode Guide - 15th Season (em inglês) Snpp.com.
  6. a b c d e f g The Simpsons Season 15 Episode 1 - Treehouse of Horror XIV TVRage.
  7. 15.01 - Treehouse Of Horror XIV Minha Série. Visitado em 21 de agosto de 2012.
  8. a b c d e The Simpsons Season 15 Episode 1 Treehouse of Horror XIV (vídeo) (em inglês).
  9. Episode: Treehouse of Horror XIV moviemistakes.com. Visitado em 21 de agosto de 2012.
  10. a b c d The Simpsons - Series 15 - Episode 1 - Treehouse of Horror XIV (em inglês) Channel4.
  11. a b c Basile, Nancy. "The Simpsons" Treehouse of Horror XIV About.com.
  12. a b c d e f g h i j k l m n o p The Simpsons - Season 15, Episode 1: Treehouse of Horror XIV TV.com.
  13. a b Adam. Ratings: Treehouse of Horror Simpsons Channel.
  14. a b Friedman, Claire G. Chem Professor Nets “Simpsons” Cameo The Harvard Crimson.
  15. Phillips, Ashley (26 de julho de 2007). Science and 'The Simpsons': A Match Made in Springfield (notícia) ABC News.
  16. "Treehouse of Horror": Scary good or scary bad? Journal Star.
  17. Kurp, Joshua (31 de outubro de 2011). Ranking Every Simpsons Treehouse of Horror Segment, From Worst to First Splitsider.
  18. Michael Hopkin. Box 1: Science in comedy: Mmmm... pi Nature.
  19. Adam (13 de setembro de 2004). No Emmy For The Simpsons Simpsons Channel.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]