Treze Colônias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Em 1775 os britânicos reclamavam soberania sobre as áreas a vermelho e a rosa. A Espanha dominava as áreas a laranja.

A ocupação da América do Norte foi marcada por intensos conflitos entre os ingleses e os povos indígenas da região. Um exemplo: o povoado de Jamestown, na Virgínia (1607), primeiro povoado inglês bem-sucedido na América do Norte, foi erguido nas terras tomadas dos índios Powhatan, que foram dizimados pelos ingleses.

No início do séc.XVII, duas companhias de comércio foram autorizadas a empreender a colonização da América do Norte. Para atrair as pessoas, essas companhias lançaram uma propaganda prometendo terras férteis àqueles que embarcassem para a América. Na Inglaterra, essa propaganda atraiu degredados, aventureiros, mulheres pobres(vendidas aos colonos como esposas) e camponeses sem terra que vinham trabalhar como servos temporários (camponeses que se comprometiam a trabalhar gratuitamente por 4 ou 5 anos na propriedade americana da pessoa que havia pago sua passagem para a América. Durante todo o séc.XVII, os servos temporários constituíam a maioria dos trabalhadores das colônias inglesas da América do Norte). Mas a colonização da América se fez também com grupos protestantes (puritanos, batistas, presbiteriano, anglicanos e outros) que fugiam da Europa devido à perseguição política e religiosa movida pelo diferentes governos dos seus países. Para a América do Norte foram não só ingleses, como também franceses, holandeses, escoceses, irlandeses e alemães; esses grupos juntos formaram as Treze Colônias da América do Norte, que podem ser divididas em três grupos: colônias do Norte ou Nova Inglaterra, colônias do centro e colônias do Sul.

As demais colônias britânicas na América do Norte não aderiram imediatamente ao movimento de independência.

As Treze Colônias Britânicas[editar | editar código-fonte]

Bandeira desenhada por Betsy Ross, com 13 estrelas e 13 faixas, representando as Treze Colônias.

As colônias foram fundadas entre 1607 (Virgínia) e 1733 (Georgia). Documentos contemporâneos geralmente listam as 13 Colônias Norte-Americana do Reino da Grã-Bretanha em ordem geográfica, do Norte ao Sul:

História[editar | editar código-fonte]

As colônias inglesas da América do Norte eram bem diferentes da maioria das colônias existentes no mundo. Apesar de estarem divididas, de um modo geral, tinham certa autonomia em relação a metrópole.

As colônias do Norte eram tipicos os povoamentos, utilizando mão-de-obra assalariada, tendo liberdade de comercializar seus produtos, já que não havia nenhum interesse da coroa inglesa em explorar tal região em virtude de terem as mesmas condições climáticas da metrópole. Com isso, qualquer produto cultivado naquele local também poderia ser cultivado e produzido na Inglaterra. As colônias do Sul, consideradas de exploração, utilizavam mão-de-obra escrava, visavam o mercado externo e tinham uma relação comercial mais estreita com a metrópole.

Mesmo assim, não havia um controle tão rigido da Inglaterra com relação a essas colônias de exploração, do sul, como geralmente existe. O "Pacto Colonial" existia somente na teoria visto que a Inglaterra já se sentia satisfeita em ter relação comercial com o sul, consumindo os produtos tropicais, sem se preocupar em impor às 13 colônias, o cumprimento do "Pacto", no qual elas deveriam consumir produtos manufaturados somente da sua metrópole.

As colônias localizadas ao centro, tinham características variadas, sofrendo influência tanto das colônias do Norte, quanto das do Sul.

Como podemos perceber, durante muito tempo, a Inglaterra era bastante negligente com relação às suas colônias na América do Norte, permitindo que os colonos cuidassem de si próprios, sem seguir regras impostas pela metrópole, visto que não havia muito interesse econômico nessa região.

Outras divisões antes de 1730[editar | editar código-fonte]

Criada pelo Rei James II com a consolidação de Maine, New Hampshire, Colônia da Baía de Massachusetts, Colônia de Plymouth, Rhode Island, Connecticut, Província de Nova Iorque, Jérsei do Oeste e Jérsei do Leste em uma grande colônia em 1685. A experiência foi descontinuada com a Revolução Gloriosa de 1688-1689, e as nove colônias restabeleceram suas próprias identidades em 1689.

Estabelecida em 1622 (uma tentativa inicial para estabelecer a Colônia de Popham na ilha de Sagadahoc, Maine, em 1607, foi abandonada depois de um ano). A Colônia da Baía de Massachusetts invadiu Maine durante a Guerra Civil Inglesa, mas, com a Restauração, a autonomia retornou a Maine em 1664. Maine foi oficialmente unido à Colônia da Baía de Massachusetts com a emissão da Carta da Baía de Massachusetts de 1691.

Estabelecida em 1620 pelos Peregrinos, Plymouth foi absorvida pela colônia da baía de Massachusettss, com a emissão da Carta da baía de Massachusetts em 1691.

Estabelecida no fim de 1637, New Haven foi absorvida pela colônia de Connecticut, com a emissão da Carta de Connecticut (1662), parcialmente como uma punição imposta pelo rei Carlos II da Inglaterra, por abrigar os juízes regicidas, que sentenciaram Carlos I à morte.

Nova Jérsei foi dividida em duas colônias separadas em 1674. As Jérseis foram reunidas em 1702.

Fundada em 1663, a colônia de Carolina foi dividida em Carolina do sul e Carolina do sudeste em 1715. Ambas colônias se tornaram colônias reais em 1829.

Os fatores que influenciaram o movimento de emancipacão das treze colônias foram principalmente:

  • o descontentamento das colonias, já que a metrópole cobrava impostos abusivos, determinava o toque de recolher e fazia julgamentos arbitrários;
  • a necessidade de participar na guerra dos 7 anos , apoiando a Inglaterra contra a França.

As treze colônias decidem pela independencia e inicia-se uma guerra contra a metrópole com o apoio francês e espanhol. Como resultado, surgiram os Estados Unidos, que foram o primeiro país a adotar a república presidencialista.

Crescimento populacional[editar | editar código-fonte]

Ano População
1625 1,980
1641 50,000
1688 200,000
1702 270,000
1715 434,600
1749 1,046,000
1754 1,485,634
1765 2,240,000
1775 2,418,000

[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Vermont foi disputado entre as colônias de Nova Iorque e New Hampshire. De 1777 a 1791 existiu uma República de Vermont independente "de facto".
  2. Greene, Evarts Boutelle et al., American Population before the Federal Census of 1790(trad. Pt: "População Norte-Americana antes do Census Federal de 1790"), (em inglês), 1993, ISBN 0806313773