Tribunal da Função Pública da União Europeia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde outubro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Tribunal da Função Pública da União Europeia é um tribunal especializado dentro do quadro institucional da União Europeia. Foi criado em 2 de dezembro de 2005.

Observações gerais[editar | editar código-fonte]

O Tratado de Nice prevê a criação de câmaras jurisdicionais em determinadas áreas específicas. O Conselho da União Europeia, em 2 de Novembro de 2004, aprovou, nessa base, uma decisão que institui o Tribunal da Função Pública da União Europeia. O novo tribunal especializado, composto por sete juízes, é chamado a decidir sobre os litígios entre a União Europeia e a sua Função Pública, competência até então exercida pelo Tribunal de Primeira Instância. As suas decisões estão sujeitas a recurso apenas ao Tribunal de Primeira Instância e, em casos excepcionais, a fiscalização do Tribunal de Justiça Europeu.

Presidência[editar | editar código-fonte]

Ano Presidentes
2005–presente Reino Unido Paul J. Mahoney

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a União Europeia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.