Tribuno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Tribuno, na Roma Antiga, era um magistrado eleito como chefe de cada uma das tribos, e possuía atribuições de diversos caracteres:

  • Administrativas
  • Económicas (cobrança dos tributos)
  • Militares (recrutar as levas de contingente que cada tribo deveria aportar)
  • Civis.

Além destas, poderia vetar as resoluções do senado e propor plebiscitos.

Esta organização administrativa era comum a todos os cidadãos romanos, patrícios e plebeus, pois que uns e outros conviviam nas mesmas tribos. Em 495 a.C., segundo Tito Lívio, o número de tribos romanas era vinte e uma: quatro urbanas e dezessete rurais.

Ver também[editar | editar código-fonte]