Trigun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Trigun
トライガン
(Toraigan)
Gênero aventura, faroeste, drama
Mangá
Autor Yasuhiro Nightow
Editora(s) Japão Tokuma Shoten
Editora(s)
lusófonas(s)
Brasil Panini Comics
Revista Monthly Shōnen Captain
Público-alvo Shōnen
Data de publicação Fevereiro de 1996 – Fevereiro de 1997
Volumes 3
Mangá
Trigun Maximum
Autor Yasuhiro Nightow
Editora(s) Japão Shōnen Gahōsha
Editora(s)
lusófonas(s)
Brasil Panini Comics
Revista Young King OURs
Público-alvo Seinen
Data de publicação 1998 – 2008
Volumes 14
Anime
Direção Satoshi Nishimura
Estúdio Madhouse
Exibição original 1 de abril de 1998 – 30 de setembro de 1998
Emissoras de TV Japão TV Tokyo, Animax
Emissoras lusófonas Brasil Cartoon Network, PlayTV, I-Sat
Nº de episódios 26
Filme
Trigun: Badlands Rumble
Lançamento 24 de abril de 2010
Duração 90 min.
Diretor Satoshi Nishimura
Estúdio Madhouse
Roteiro Yasuko Kobayashi
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Trigun (トライガン, Toraigan?) é uma série de mangá de Yasuhiro Nightow, lançada em 1995 e adaptada numa série de anime em 1998. Conta a história do tufão humanóide Vash the Stamped (バッシュ ザ スタンピード bashu za sutanpido), ou Estouro da Boiada na versão brasileira. Vash é o pistoleiro mais temido de uma terra desértica, com uma recompensa de 60 bilhões duplos por sua cabeça, e tido como responsável pela destruição completa da Cidade de Julho. Entretanto Vash é um pacifista ferrenho que evita agressão ao máximo e não admite matar em hipótese alguma.

Independente de gostar de violência ou não, ela o persegue: os lugares visitados por Vash são sempre arrasados por suas intervenções bem-intencionadas ou por pessoas buscando a recompensa. Uma dupla de agentes da companhia de seguros Bernadelli — Meryl Strife e Milly Thompson — o segue tentando minimizar os estragos provocados por sua passagem.

A série é pontilhada por eventos como duelos ou tiroteios em ambientes com uma estética de western futurista.

No Brasil, foi exibida entre junho a setembro de 2006 no Cartoon Network e entre maio de 2007 a fevereiro de 2008, era exibido todas as quintas-feiras na TV aberta pelo canal PlayTV no bloco Otacraze junto com Ranma 1/2, Love Hina e Samurai Champloo.

Cenário[editar | editar código-fonte]

Em um planeta desértico, sobreviventes de um naufrágio espacial vêm desenvolvendo uma rústica sociedade, que só consegue sobreviver no ambiente seco graças a resquícios da tecnologia das naves caídas. A água tem de ser retirada de poços dos poucos veios subterrâneos disponíveis e a eletricidade é produzida por seres orgânicos que haviam sido criados com esse fim específico.

Nesse mundo onde a subsistência é difícil, muitos optam pelo crime, por isso há muitos pistoleiros, ladrões e mesmo mercadores de escravos, e como conseqüência há também caçadores de recompensa que os perseguem.

As cidades são poucas e muito distantes umas das outras. As maiores têm nomes de meses (Agosto, Maio e Julho, que foi destruída). O transporte entre elas é feito através de estranhos animais bípedes para as curtas distâncias, ônibus e carros para as médias e grandes locomotivas que não precisam de trilhos — os navios do deserto — para as grandes.

A água é obtida através de poços artesianos, e a série mostra ao menos uma cidade em que é usada como meio de extorsão da população. As áreas cultiváveis são igualmente raras e disputadas e demandam muito esforço para produzirem. A Tecnologia Perdida é também responsável pela produção de comida, água, etc.

Tanto o mangá quanto o anime mostram que todas as cidades humanas fazem parte de um governo federativo de tipo marcial que porém tem pouca autoridade não só porque existem demasiados vilarejos em partes remotas onde o exército não tem acesso mas também por causa dos ladrões que frequentemente tem habilidades fora do comum. A Companhia de Seguros Bernardelli, onde trabalham Meryl e Milly, é mostrada como a única organização que é aceitada e que consegue chegar aos vilarejos pequenos.

Trigun conta a história de Vash The Stampede, um pistoleiro nômade que viaja de cidade em cidade e tem um passado duvidoso. Toda cidade pela qual esse homem passa é totalmente devastada, causando prejuízos imensos, sendo esta a causa de seu apelido Tufão Humanóide (Estouro da boiada na versão brasileira).

É justamente por todo esse prejuízo que a Agência de Seguros Bernadelli manda 2 de suas agentes, Meryl Strife e Milly Thompson, para achar Vash e minimizar o estrago que ele sempre faz por onde passa. E as duas acabam descobrindo que Vash na verdade não é tão mau assim como conta sua lenda e que as cidades sempre são destruídas por motivos diversos, quase ao acaso.

Vash, o personagem principal da série, esconde um segredo que aos poucos vai sendo revelado durante o anime. Sempre procura evitar um dano letal. E apesar de atirar como ninguém, ele é extremamente desastrado e as vezes faz parecer que seu golpe de mestre não passou de um golpe de sorte. Sempre leva tudo com humor e adora crianças. Pórem possui uma fama terrível, a ponto de esvaziar uma praça só dizendo seu nome.

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Vash, the Stampede: protagonista. Vash estava presente no naufrágio das naves que iniciou a colonização do planeta desértico. Apesar de ser uma criatura orgânica, sua origem é artificial, mesmo tendo raciocínio e sentimentos como qualquer humano. Ele é como os seres que geram a energia das usinas de força da tecnologia perdida. Apesar disso foi criado como uma criança comum, sendo tutorado por Rem, uma das tripulantes da nave. Vash foi fortemente influenciado pelas crenças pacifistas e indulgentes de Rem. Depois do naufrágio continuou seguindo sua linha de pensamento, entretanto anseia fortemente por destruir Knives. Um dos braços de Vash foi arrancado por Knives e substituído por uma prótese com uma arma embutida. Vash é um exímio atirador graças a seus reflexos não-naturais.
  • Million Knives: irmão de Vash, também não é um homem comum. Mas, diferente dele, crê que a humanidade deva ser destruída. Knives encara a humanidade como uma grande decepção, uma espécie estúpida a ponto de destruir seu planeta natal e que por isso não merece espalhar-se pelo espaço. Ele foi o responsável pelo naufrágio, que teria causado a morte de toda a tripulação não fosse a intervenção de Rem.
  • Meryl Strife, também chamada Derringer Merryl: é a mais racional e profissional das duas agentes mandadas pela Seguradora Bernadelli para minimizar os danos causados por Vash. Usa duas pistolas Derringer (no anime, várias).
  • Milly Thompson, também chamada de Stun Gun Milly: é o coração da dupla. É muito alta e possui traços um pouco masculinos, inclusive seu apetite (em especial por pudim). É ingênua, mas às vezes aparece dando conselhos sábios. Usa uma arma de impacto que dispara enormes projéteis meramente atordoantes.
  • Legato Bluesummers: serve como uma espécie de emissário de Knives, comandando os demais Gung Ho Guns. Possui poderes psíquicos de controle de mente e telecinese.
  • Nicolas D. Wolfwood: um ex-padre e Gung Ho Gun desistente. Após uma infância pobre, juntou-se aos Gung Ho Guns assumindo uma postura de justiceiro. Tem um caráter melhor do que o dos outros membros do grupo, mostrando-se generoso e preocupado em mais de uma situação. Ainda assim, não compartilha dos ideais de não-violência de Vash. Ajudou o protagonista em mais de um momento. Carrega uma grande cruz, com várias armas embutidas e que é, ela própria, uma metralhadora disfarçada e um lança foguetes. No mangá é revelado que ele faz parte de uma seita chamada Eye of Michael, e modificado geneticamente, o que lhe deu capacidades regenerativas, é assassinado pelo seu mestre que foi controlado por Legato.
  • Gung Ho Guns: espécie de gangue a serviço de Knives, reúne membros com poderes excêntricos, como a hipnótica Dominique Cyclops. Nenhum se provou um desafio a altura para Vash. Apenas Monev e Legato levaram um tempo maior para ser derrotados, mesmo assim em grande parte pelo fator surpresa e por usarem ameaça a vidas de civis como forma de distração.
  • Rem Saverem: tutora de Vash e Knives morreu evitando que o naufrágio das naves-colônias fosse uma catástrofe ainda maior. É a principal inspiração ideológica de Vash.
  • Gato Preto: Personagem não muito importante mas interessante, que aparece em situações inusitadas.

Versão Brasileira[editar | editar código-fonte]

Trigun foi exibido no Brasil pelo canal de TV por assinatura Cartoon Network em 2006. Sua estreia gerou muita controvérsia, já que o animê, apesar de ter um ótimo tratamento, só era exibido nas madrugadas de segunda a quinta, no bloco Toonami. Foi também exibido no canal PlayTV, todas as sextas-feiras às 23:30h.

A série, distribuída pela americana Cloverway na América Latina, recebeu uma dublagem diferente do convencional. Como o estúdio normalmente contratado pela distribuidora estava indisponível por excesso de trabalho, optou-se por utilizar a Som de Vera Cruz, estúdio carioca sem experiência anterior com animes. Com um orçamento modesto, o estúdio desempenhou bem seu papel, fugindo do lugar-comum de outras dublagens. A direção de dublagem ficou por conta de Élcio Romar, marcando ao mesmo tempo cuidado e descontração. Nos papéis principais, Sylvia Salustti como Meryl, Christiano Torreão como Wolfwood, Clécio Souto como Legato e Alexandre Moreno como o protagonista Vash, num trabalho excepcional de interpretação do extremamente irreverente ao drama profundo.

No mesmo estúdio ainda foram dublados Samurai Champloo e GunGrave.

Diferenças entre o anime e o mangá[editar | editar código-fonte]

Há algumas diferenças entre os mangas de Trigun e a adaptação para animação. Curiosamente, essas diferenças vão em direção contrária ao usual para adaptações de mangás para as telas: muito material foi acrescentado, não subtraído.

  • No anime a infância de Vash e Knives é contada com mais detalhes, sendo inclusive mostrados outros personagens da tripulação além de Rem. Um deles, o temperamental Steve, inspirou a repulsa de Knives pelas pessoas normais.
  • Foi acrescentado um romance entre Wolfwood e Milly que não aparece no mangá, e também uma sobrevivente da cidade de Julho que quer vingar-se de Vash.
  • Só no anime há uma referência verbal direta ao fato de Vash e Knives serem "usinas" (feita por Knives); no mangá esse fato só é explicitado quando Vash tranqüiliza a usina do navio do deserto, e quando faz brotar asas de suas costas.
  • A localização da cidade onde Vash morou por um tempo foi modificada. Enquanto no mangá ela ficava em meio a um "mar" de areia movediça, no anime ela é mostrada como uma cidade flutuante.
  • O "Braço de Anjo" — a manifestação que dá a Vash e Knives o poder de devastar cidades — aparece como uma habilidade nata no mangá. Já no anime, ele depende das armas forjadas por Knives para funcionar.

Filme[editar | editar código-fonte]

Trigun: Badlands Rumble

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Nas capas das revistas os personagens aparecem em poses heróicas com suas armas, mas a folha de rosto é sempre uma sátira dessa primeira imagem (com armas trocadas por cabides, instrumentos de cozinha, etc.) na qual os personagens aparecem espantados com a troca.
  • O nome de Rem pode tanto ser uma referência a banda homônima quanto a fase do sono em que se sonha (rapid eye movement).
  • Assim como Wolfwood se veste como padre, seu ex-mestre veste-se como um agente funerário. Ambos usam armas em forma de cruz, mas só o mestre faz uso de um caixão.
  • Brad, um dos moradores da cidade onde Vash morou por um tempo, lembra muito o personagem Kazuma Kuwabara de Yuyu Hakusho.
  • Em todos os episódios da série aparece um gato preto(aparentemente sem nenhum motivo).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.