Trioleína

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Fevereiro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Trioleína
Alerta sobre risco à saúde
Triolein.PNG
Nome IUPAC 2,3-Bis[[(Z)-octadec-9-enoyl]oxy]propyl (Z)-octadec-9-enoate
Identificadores
Número CAS 122-32-7
PubChem 5497163
ChemSpider 4593733
MeSH Triolein
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular C57H104O6
Massa molar 885.432 g/mol
Densidade 0.95 g/cm3
Ponto de fusão

5 °C, 278 K, 41 °F

Ponto de ebulição

554 °C, 827.4 K, 1030 °F

Compostos relacionados
Compostos relacionados Triestearina (saturado)
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.


Trioleína é o triacilglicerol formado a partir do ácido oleico, sendo, portanto, uma gordura insaturada ômega 9.

A trioleína é usada em membranas semipermeáveis para coletar compostos orgânicos como uma forma de amostragem passiva, para análise da água.[1]

A trioleína é produzida a partir do óleo de oliva.[2]

A mistura, na proporção 4:1, de trioleína e trierucina, o triacilglicerol derivado do ácido erúcico, forma o óleo de Lorenzo.[2] .

Referências

  1. [1] F. Stuer-Lauridsen, Review of passive accumulation devices for monitoring organic micropollutants in the aquatic environment; Env. Poll. 136 (2005) 503-524
  2. a b Shankar Vedantam. "A Real-Life Sequel to 'Lorenzo's Oil' - washingtonpost.com", Washington Post 2007-01-28, pp. A01. Página visitada em 2007-12-10.