Triptamina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Fevereiro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Triptamina
Alerta sobre risco à saúde
Tryptamine structure.png
Tryptamine-3d-sticks.png
Nome IUPAC 2-(1H-indol-3-yl)ethanamine
Identificadores
Número CAS 61-54-1
PubChem 1150
SMILES
Propriedades
Fórmula química C10H12N2
Massa molar 160.22 g mol-1
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Triptofol (-NH2 trocado por -OH)
Triptaminas relacionados N,N-dimetiltriptamina
Alfa-metiltriptamina (1-(Indol-3-il)propano-2-amina)
Serotonina (5-Hidroxitriptamina)
Compostos relacionados Triptofano
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Triptamina é um alcalóide monoamínico bioativo encontrado em plantas, fungos, e animais. É baseado na estrutura em anel do indol, e é quimicamente relacionado ao aminoácido triptofano, do qual seu nome é derivado. Triptamina é encontrada em quantidades de traços nos cérebros de mamíferos e tal presença é atribuida a um papel como um neuromodelador ou neurotransmissor.[1]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. >Jones R.S.. (1982). "Tryptamine: a neuromodulator or neurotransmitter in mammalian brain?". Progress in neurobiology 19: 117–139. DOI:10.1016/0301-0082(82)90023-5.