Troféu da Copa do Mundo FIFA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Troféu da Copa do Mundo FIFA
Descrição Vencedor da Copa do Mundo FIFA de Futebol
Apresentação FIFA
País Alemanha Alemanha Ocidental
Primeira cerimónia 1974
Detentor Bandeira da Alemanha Alemanha

O Troféu da Copa do Mundo FIFA é um troféu de ouro dado aos vencedores de cada edição da competição. Desde o início da Copa do Mundo FIFA de 1930 houve dois troféus dados aos campeões.

Taça Jules Rimet[editar | editar código-fonte]

A "Taça Jules Rimet" era o prémio original da Copa do Mundo FIFA. Originalmente nomeada de "Vitória", mas conhecida simplesmente como Taça do Mundo ou Coupe du Monde (em francês), foi oficialmente renomeada em 1946 em honra ao presidente da FIFA, Jules Rimet. Criado por Abel Lafleur, feito de ouro e liga de prata numa base azul de lápis-lazúli, medindo 35 cm e pesando 3,8 kg.[1] Tinha a forma de uma taça octogonal, apoiado por uma figura alada representando Nice, deusa grega da vitória (em grego, Νίκη, Níkē).

Durante a Segunda Guerra Mundial o troféu ficou com a seleção da Itália. Ottorino Barassi, o vice-presidente da FIFA e presidente da Federação Italiana de Futebol, escondeu-a numa caixa de sapatos debaixo de sua cama temendo que ela fosse roubada pelos nazis.

Contudo, a taça acabou por ser roubada duas décadas depois, durante uma exibição pública no Westminster Central Hall, Inglaterra, quatro meses antes da Copa do Mundo FIFA de 1966. A taça só foi encontrada sete dias depois, embalada num jornal numa cerca-viva de um jardim em South Norwood, Londres, por um cão chamado "Pickles".[2] Por uma medida de segurança a FIFA secretamente criou uma réplica da taça para ser usada nas celebrações pós-partida final. A réplica também foi usada em ocasiões subsequentes até 1970. A mesma foi vendida num leilão em 1997 por £254,500, comprada pela FIFA e depois exibida no Museu Nacional de Futebol em Preston.

A seleção brasileira ganhou o troféu pela terceira vez em 1970, ganhando por isso o direito da posse permanente. Contudo, a taça foi roubada em 1983 no Rio de Janeiro e nunca foi recuperada; acredita-se que os ladrões a tenham derretido para vendê-la.[3] A Confederação Brasileira de Futebol então se autorizou de fazer uma réplica. A mesma foi criada por Eastman Kodak, que usou 1.87523 quilogramas (3.97 libras) de ouro, terminando-a em 1986.

Taça FIFA[editar | editar código-fonte]

Taça FIFA, apresentada na Copa do Mundo FIFA de 1974. Criada por Silvio Gazzaniga e produzida por Milano Bertoni, mede 36,5 cm e é feita de 5 kg de ouro 18-quilates (75%) sólido com uma base (13 cm de diâmetro) contendo duas camadas de malaquita. A taça, que pesa 6,17 kg, tem duas figuras humanas segurando o planeta Terra. A taça tem a inscrição "Copa do Mundo FIFA" (em inglês - original - FIFA World Cup) gravada em sua base. Além disso, o nome de cada país ganhador deste troféu, o que exclui os ganhadores da Jules Rimet dado aos vencedores da Copas de 1930 a 1970, tem o nome escrito na parte de baixo da taça. Até o momento seis campeões foram gravados: Alemanha (1974, 1990, 2014), Argentina (1978, 1986), Brasil (1994, 2002), Itália (1982, 2006), Espanha (2010) e França (1998). Não se sabe ainda se a FIFA vai aposentar a taça após todos os espaços serem preenchidos na base; isso só ocorrerá em 2038.

Ao contrário da "Taça Jules Rimet", a chamada "Taça FIFA" e/ou "Mister-Ball"("Senhor Bola", segundo o escultor, em homenagem aos inventores do "Foot-ball"), e confirmado também conforme mídia futebolística do primeiro jogo de disputa da mesma), não ficará em definitivo com nenhuma seleção mesmo que ganhe três campeonatos consecutivos ou cinco alternados. A taça poderá ser trocada quando forem ocupadas todas as placas com os nomes dos países campeões, assim sendo ela ficará em poder da FIFA.

Antes que isso aconteça, o campeão do torneio fica com o troféu por quatro anos e após isso recebe uma réplica da original.

Campeões[editar | editar código-fonte]

Taça Jules Rimet[editar | editar código-fonte]

Taça FIFA[editar | editar código-fonte]


Total de títulos[editar | editar código-fonte]

Seleção Taça Jules Rimet Taça do Mundo FIFA Total
Brasil Brasil 3 2 5
Bandeira da Alemanha Alemanha 1 3 4
Flag of Italy.svg Itália 2 2 4
Flag of Uruguay.svg Uruguai 2 0 2
Flag of Argentina.svg Argentina 0 2 2
Flag of England.svg Inglaterra 1 0 1
Bandeira da França França 0 1 1
Flag of Spain.svg Espanha 0 1 1

Observações[editar | editar código-fonte]

  • Somente Brasil, Alemanha (ainda como Alemanha Ocidental) e Itália conseguiram conquistar tanto a Taça Jules Rimet como a Taça FIFA. O Brasil, que ganhou a Jules Rimet por três vezes, conquistou o direito de ficar com o troféu em definitivo.
  • Em termos de vice-campeonatos da Jules Rimet, tivemos Hungria (1938, 1954) Tchecoslováquia (1934, 1962), Alemanha (1966), Argentina (1930), Brasil (1950), Itália (1970) e Suécia (1958). Na disputa da Taça FIFA os perdedores foram Alemanha (1982, 1986, 2002), Holanda (1974, 1978, 2010), Argentina (1990, 2014), Brasil (1998), França (2006) e Itália (1994).
  • Mesmo sempre apontada como uma das forças do futebol mundial, a Holanda jamais conquistou uma Copa do Mundo, apesar de ter chegado a três finais, sendo duas consecutivas em uma ocasião(1974-1978) .
  • Apesar do grande crescimento de Portugal no futebol mundial, o país jamais disputou uma final de Copa do Mundo.
  • Seis países europeus disputaram finais da Jules Rimet: Alemanha, Hungria, Inglaterra, Itália, Suécia e Tchecoslováquia.
  • Três sul-americanos lutaram pela taça: Argentina, Brasil e Uruguai.
  • Cinco países europeus jogaram finais da Taça FIFA. Alemanha, Espanha, França, Holanda e Itália.
  • Dois sul-americanos foram a finais desta taça: Argentina e Brasil.

Referências[editar | editar código-fonte]

Referências citadas

  1. [1]
  2. (em inglês) Pickles is top dog, por David Barber, TheFA.com.
  3. (em inglês) Jules Rimet Cup, sítio oficial da Copa do Mundo FIFA.

Referências gerais[editar | editar código-fonte]

Ratificar a questão do Uruguai, afinal ele foi 4 vezes campeão do mundo. As duas olimpíadas que ganhou contavam como mundiais.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]