Trogon viridis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaSurucuá-grande-de-barriga-amarela
Surucuá-grande-de-barriga-amarela macho em Bertioga, Estado de São Paulo, Brasil

Surucuá-grande-de-barriga-amarela macho em Bertioga, Estado de São Paulo, Brasil
Surucuá-grande-de-barriga-amarela fêmea em Bertioga, Estado de São Paulo, Brasil
Surucuá-grande-de-barriga-amarela fêmea em Bertioga, Estado de São Paulo, Brasil
Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Trogoniformes
Família: Trogonidae
Género: Trogon
Espécie: T. viridis
Nome binomial
Trogon viridis
(Linnaeus, 1766)

O surucuá-grande-de-barriga-amarela ou surucuá-de-barriga-dourada (Trogon viridis) é uma espécie de ave da família Trogonidae.

Características[editar | editar código-fonte]

Mede aproximadamente 30 cm de comprimento e pesa 82 gramas. Apresenta dimorfismo sexual: o macho possui cabeça e parte superior do peito azul-escuros, pálpebra-azul clara e dorso verde, tornando-se mais azulado próximo do uropígio; as fêmeas possuem cabeça, peito e costas acinzentadas e a cauda barrada de negro.

Sua alimentação consiste basicamente de frutos, sendo complementada com a ingestão de artrópodes. Nidifica em ninhos de cupins ou em ocos de árvores, principalmente durante o verão, onde deposita de dois a três ovos brancos. O período de incubação é de aproximadamente 16 dias.

Vive em matas úmidas ou secas, tanto em baixadas como nas montanhas. Ocorre do Panamá e Trinidad à Bolívia, e do Brasil amazônico e oriental para o sul até o litoral norte de Santa Catarina.

Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.