Tropa de elite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tropa de elite é um termo normalmente utilizado para designar unidades militares com treinamento excelente e armamento superior, destinadas a agir de forma decisiva em ações militares.

Em épocas passadas, compunha a guarda pessoal de grandes figuras do Estado, como, por exemplo, os mosqueteiros dos reis da França, ou a guarda pretoriana do imperador romano, ou ainda as cortes urbanas da Roma republicana. Atualmente, compõe unidades militares dos exércitos dos Estados, com função de manter o território nacional a salvo, guardando e fiscalizando áreas estratégicas, além de intervir em casos de emergência. Além disso, formam a inteligência e a contra-espionagem.

A maiorias das forças de elite da europa são especializadas em contraterrorismo, e ultimamente vem ganhando respeito em grandes operações, como o avião sequestrado com 220 passageiros do vôo 8969 da Air France, caso solucionado pelo GIGN com a morte de todos os terroristas, o sequestro de um avião da KLM em Dusselfdorf solucionado pelo GSG 9 sem dar um único tiro e vários outros.

As forças de elite no geral são extremamente difíceis de ingressar, e quando ingressa, o praça deve passar por um treinamento longo, geralmente de tiro, resistência física e psicológica, lógica e estratégia, combates urbanos e em selva, montanhismo, luta, etc.

Nos países[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.