Tsiklon (satélite)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde julho de 2013). Ajude e colabore com a tradução.

Tsiklon (código GRAU: 11F617), em russo Циклон que significa "Ciclone", é a designação do primeiro satélite de navegação desenvolvidos na antiga União Soviética e hoje em dia operados pela Força Espacial Russa.

Entre 1967 e 1978 um total de 31 satélites Tsiklon foram lançados a bordo de foguetes Kosmos-3 e Kosmos-3M, a partir dos cosmódromos de Kapustin Yar e Plesetsk. O projeto foi concebido no final dos anos 50 e aprovado em 1962, mas só entrou em operação no final daquela década, como solução temporária enquanto o Parus não ficava pronto. Ele foi retirado de serviço no final da década de 70.[1]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A necessidade de um sistema de navegação por satélite se manifestou na União Soviética desde os anos 50. O primeiro projeto foi apresentado em 1962, para a Marinha e para a Força Espacial Soviética. O primeiro lançamento, ocorreu em 15 de Maio de 1967 (Kosmos 158), e o último em 27 de Julho de 1978 (Kosmos 1027).[1]

Operação[editar | editar código-fonte]

Esses foram os lançamentos do satélite Tsiklon:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Wade, Mark. Tsiklon Encyclopedia Astronautica. Visitado em 01/08/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre satélites é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.