Tumor facial do diabo-da-tasmânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O tumor facial causa tumorações em torno da boca, levando o animal a morte.

Tumor facial do diabo-da-tasmânia ou Cancro facial do diabo-da-tasmânia (TFDT) é uma neoplasia (câncer) transmissível, agressiva e não-viral que afeta diabos-da-tasmânia.1 O primeiro registro oficial foi feito em 1996 na Tasmânia. No decorrer dos anos, a doença devastou as populações selvagens de diabos, com uma estimativa de declínio de 20% a 50%, em aproximadamente 65% da ilha.2 3 Populações altamente afetadas sofrem até 100% de mortalidade entre 12 a 18 meses.4 A patologia tem maior incidência na metade leste da Tasmânia. Os sinais do TFDT iniciam-se como lesões e nódulos ao redor da boca. Estes se desenvolvem em tumores cancerígenos que se espalham para toda a face e eventualmente pelo corpo. Os tumores interferem na alimentação, levando o animal a morte por inanição. O tumor facial é originário das células de Schwann.5 6


Referências

  1. Zimmer, Carl. "Findings on Origin of a Cancer in Tasmanian Devils", New York Times, 31 de dezembro de 2009. Página visitada em 2009-12-31.
  2. DPIWE. 2005. Devil Facial Tumour Disease – Update June 2005
  3. DPIWE. 2005. Tasmanian Devil Facial Tumour Disease, Disease Management Strategy
  4. DPIWE. Disease Affecting Tasmanian Devils
  5. Loh, Richmond. 2003. Tasmanian Devil (Sarcophilus harrisii) facial tumour (DFT). Paper prepared for the Devil Facial Tumour Disease Workshop, Sir Raymond Ferrall Centre, University of Tasmania, Newnham, 14 October 2003, p. 2.
  6. Experts tackle the devil's tumour, BBC News, 20 February 2007.
Ícone de esboço Este artigo sobre Patologia (doença) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.