Tumor filoide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tumor filoide
Tumores filoides possuem grandes fendas e um estroma celular mixoide. Micrografia. Coloração H&E.
Classificação e recursos externos
CID-10 C50, D24, D48.6
CID-9 217
DiseasesDB 3396
eMedicine med/500
MeSH D003557
Star of life caution.svg Aviso médico

Tumor filoide (do Grego: phyllon folha), também conhecido como cistosarcoma filoide, é uma massa tipicamente grande, de crescimento rápido que se formam a partir das células estromais periductais da mama. Eles contribuem para menos de 1% de todas as neoplasias da mama.

Apresentação[editar | editar código-fonte]

Este é um tumor predominantemente de mulheres adultas, com muitos poucos exemplos relatados em adolescentes.

As pacientes tipicamente apresentam uma massa palpável firme, móvel, de consistência duro-elástica e com limites bem definidos.[1] Estes tumores crescem muito rapidamente, podendo aumentar muito de tamanho em poucas semanas. A ocorrência é mais comum entre os 40 e 50 anos, antes da menopausa. O tumor acontece geralmente 15 anos mais tarde do que a idade típica dos pacientes com fibroadenoma, uma condição com a qual o tumor filóide pode ser confundido por ser clinicamente indistinguível deste.

Tratamento[editar | editar código-fonte]

O tratamento comum para o tumor filoide é a excisão local ampla. Além da cirurgia, não há outra cura para o tumor, já que a quimioterapia e a radioterapia não são efetivas. O risco de desenvolvimento de recorrência local ou metástases é relacionado com o grau histológico.

Um estudo sugeriu que a mastectomia total é mais efetiva que a cirurgia conservadora de mama.[2]

Referências

  1. Carlos H. Menke e cols.. Rotinas em Mastologia. [S.l.]: Artmed, 2006. ISBN 9788536307343.
  2. Belkacémi Y, Bousquet G, Marsiglia H, et al.. (2007). "Phyllodes Tumor of the Breast". Int J Radiat Oncol Biol Phys 70: 492. DOI:10.1016/j.ijrobp.2007.06.059. PMID 17931796.