Línguas tupis-guaranis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Tupi-guarani)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A família linguística tupi-guarani é uma das mais importantes da América do Sul. Engloba várias línguas indígenas, das quais a mais representativa atualmente é o guarani, um dos idiomas oficiais do Paraguai. Grande parte das tribos indígenas que habitavam o litoral brasileiro, quando da chegada dos portugueses ao Brasil em 1500, falava línguas pertencentes a esta família. A família está compreendida num grupo linguístico maior, o tronco tupi.

Línguas da família tupi-guarani[editar | editar código-fonte]

Empréstimos ao português brasileiro[editar | editar código-fonte]

Um grande número de palavras das línguas tupi-guaranis foram passadas ao português brasileiro na forma de empréstimo. Os termos mais emprestados dizem respeito à fauna e flora locais, desconhecidas dos colonizadores.

Palavras como pitanga, caju, jararaca, pereba, xará, sucuri e diversas outras são exemplos de palavras da família tupi-guarani que passaram ao português.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikilivros Livros e manuais no Wikilivros

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Etnolingüística: línguas indígenas da América do Sul. "Nheengatu".
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.