Turismo na América do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão. (desde janeiro de 2010)
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.

O turismo na América do Sul é uma das áreas que mais cresce na economia sul-americana. Com a maior floresta tropical do mundo (Amazônia), o maior rio do mundo (Amazonas), a segunda maior cadeia de montanhas (Andes), ilhas oceânicas isoladas (Galápagos, Ilha de Páscoa e Fernando de Noronha), praias paradisíacas (litoral do Nordeste Brasileiro), desertos (Atacama), paisagens glaciais (Patagônia e Terra do Fogo), a mais alta cachoeira do mundo (Salto Angel, com 979m de queda, na Venezuela) e as quedas com o maior volume de água (Cataratas do Iguaçu), dentre muitos outros monumentos naturais e criados pelo homem que atraem turistas de todo o mundo.

Além disso, a mão do homem deixou preciosidades no continente: ruínas de civilizações antigas (Machu Picchu e outras cidades construídas pelos Incas, Moais da Ilha de Páscoa), metrópoles de influência mundial (São Paulo, Buenos Aires e Rio de Janeiro), obras arquitetônicas geniais (Brasília), as pinturas rupestres mais antigas do continente americano (Serra da Capivara), manifestações da cultura negra (Salvador), indígena (Belém, Manaus, Cuzco, Lima, La Paz) e oriental (São Paulo), misturadas à matriz ibérica dos colonizadores, um dos monumentos mais conhecidos do planeta (Cristo Redentor, no Rio), a cidade mais meridional do mundo (Ushuaia, na Argentina) e algumas das maiores festas populares do globo (Carnaval de Salvador, São Paulo e do Rio de Janeiro, Círio de Nazaré em Belém), além da Parada do orgulho LGBT de São Paulo, a maior parada LGBT do planeta.

Argentina[editar | editar código-fonte]

A Argentina é um dos países mais mais visitados da américa. Muito conhecido pela sua diversidade cultural e natureza exuberante, o país recebe turistas de várias partes do mundo. Tem destaque para a capital e maior cidade, Buenos Aires, um dos mais importantes pólos econômicos sul-americanos, e de uma intensa diversidade cultural. A Cordilheira dos Andes, a Terra do Fogo a região da Patagônia, no sul do país, três dos principais atrativos da natureza no país. O Tango, a dança mais famosa e típica do país, conhecida internacionalmente. E ainda, Bariloche, muito famosa pelos parques nacionais e esportes na neve.

Bolívia[editar | editar código-fonte]

A Bolívia é um país multi-étnico e multi-cultural, oque atrai muitos visitantes. Conta com muitas maravilhas naturais como, Salar de Uyuni, Lago Titicaca (junto com o Peru), a Floresta Amazônica (junto a outros países), a Cordilheira dos Andes (atravessa também outros países sul-americanos), etc.

Sua capital e centro financeiro é a cidade de La Paz, também um de seus principais pontos receptores de turismo no país.

Brasil[editar | editar código-fonte]

O turismo no Brasil é uma das principais fontes de renda de diversas regiões do país. É muito diversificado, oferecendo ao turista, tanto nacional quanto estrangeiro, várias opções de entretenimento, tendo destaque para o lazer, negócios, ecoturismo e cultura. É um dos países mais visitados do continente americano, tendo seus principais pólos turísticos concentrados no Rio de Janeiro, São Paulo, Foz do Iguaçu, Fernando de Noronha, Salvador, Belo Horizonte, Brasília e muitas outras localidades. Tem como seus principais cartões-postais o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar no Rio de Janeiro, o centro de São Paulo, tendo destaque para a Avenida Paulista e o centro antigo, em São Paulo, as Cataratas do Iguaçu em Foz do Iguaçu, a Floresta Amazônica, além do extenso litoral, que conta com diversos tipos de praias, e dos grandes marcos da arquitetura, muitos projetados por Oscar Niemeyer, instalados em Brasília, a capital, e em muitos outras cidades do país. Também destaca-se o Pantanal sul matogrossense, com lindos e exóticos animais como a sucuri, a arara azul e o símbolo pantaneiro conhecido como tuiuiu, alé de belas cidades com rios cristalinos como Bonito e Jardim, que são conhecidos mundialmente por sua beleza e tradição.

Chile[editar | editar código-fonte]

Chile, um dos países mais desenvolvidos do continente, com boa qualidade de vida e uma forte economia entre os países do continente. O país recebe turistas de todas as partes do mundo, atraidos principalmente por suas belezas naturais, como: a Ilha de Páscoa, a ilha Sala y Gómez, o Arquipélago Juan Fernández, as Ilhas Desventuradas, o Cabo Horn, a ponta sul da América do Sul, local mais próximo da Antártida no continente, o Deserto do Atacama, com 200 km de extensão, localizado em San Pedro do Atacama, considerado o local mais seco do planeta, a Cordilheira dos Andes, entre muitas outras atrações da natureza. Sua capital, maior cidade e centro financeiro, Santiago, é referência turística entre as metrópoles sul-americanas, contando com uma cultura diversificada, vários monumentos, mas principalmente, o contraste entre o antigo e o moderno.

Colômbia[editar | editar código-fonte]

A Colômbia é um dos maiores países da América do Sul, sendo também um dos mais populosos. Seus principais centros turísticos são belezas naturais como os Andes colombianos, o litoral, ilhas e picos, que variam muito em na sua natureza. Suas maiores cidades também são centros receptores de turistas, como Bogotá, centro financeiro e político do país, Cartagena, Medellín, Cali, e Barranquilla.

Equador[editar | editar código-fonte]

Equador, um dos menores países do continente, mas que possui uma grande biodiversidade em seu território. Conta com a Cordilheira dos Andes, que também está presente em outros países sul-americanos, os Patrimônios Mundiais da UNESCO como: as ilhas Galápagos, um belo arquipélago localizado a 1.000 km da costa oeste do país, Centro Histórico de Santa Ana de los Ríos de Cuenca, Parque Nacional Sangay, localizado no centro do Equador, além de sua capital, Quito.

Sua maior cidade, Guayaquil, também é referência no país, sendo um pólo financeiro e contando com importantes monumentos. Outro atrativo do Equador é a Amazônia, que pertence também à outros países da América do Sul.

Guiana[editar | editar código-fonte]

Guiana, um dos menores e menos povoados países da América do Sul. Sua capital e maior cidade é Georgetown. Os principais atrativos que atraem turistas para o país são suas belezas naturais, além de suas cidades médias e pequenas, ja que a maior delas, também sua capital, não tem mais de 300.000 habitantes.

Paraguai[editar | editar código-fonte]

Rio Paraguai, com Assunção ao fundo.

Paraguai, um dos únicos países do continente sem acesso ao mar. Muito conhecido e visitado pelo forte comércio da região, belezas naturais como, rios, florestas e parques. Sua capital, Assunção, é um dos principais centros turísticos do país, contando com museus, parques, igrejas e diversidade cultural. Seu centro histórico é o principal ponti turístico de Assunção.

Peru[editar | editar código-fonte]

Peru, um dos países mais conhecidos e famosos da América do Sul. Possui diversos atrativos, começando pela natureza abundante, um relevo diversificado, além de muitos outros pontos de interesse. Lima, sua capital e maior cidade, conta com muitos pontos turísticos, como monumentos, hotéis e diversas formas de entretenimento.

Conta com muitos símbolos da natureza sul-americana, como a Cordilheira dos Andes e o Lago Titicaca. Porém, é reconhecida em todo o mundo por Machu Picchu.

Suriname[editar | editar código-fonte]

O Suriname é um dos menores países do continente sul-americano. É muito visitado devido a sua cultura, que envolve: artesanato, biografia, cibercultura, cinema, esporte, entretenimento, folclore, gastronomia, passatempos, jogos, misticismo, mitologia, ocultismo e religião. Suas belezas naturais também são muito apreciadas pelos turistas.

Uruguai[editar | editar código-fonte]

O Uruguai é um dos países mais desenvolvidos da América do Sul, muito conhecido por ser a sede do Mercosul. O país é um dos principais receptores de turistas do continente sul-americano, tendo com chamativo para os visitantes pontos naturais como o Rio da Prata ou áreas urbanas como Montevidéu, sua capital e maior cidade, a qual abriga a sede de Mercosul e conta com diversos atrativos como: monumentos, praias, cultura e várias formas de entretenimento.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Turismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.