Turismo na Grécia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O turismo na Grécia contribui com 15% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, e atrai mais de 16 milhões de turistas a cada ano. O país tem atraido visitantes estrangeiros desde a Antiguidade pela sua rica e longa história e, mais recentemente, pelas suas magníficas praias mediterrânicas. Em 2005, somente a capital, Atenas, recebeu mais de seis milhões de turistas.

Visitantes[editar | editar código-fonte]

Em 2004, o país recebeu mais de 16,5 milhões de turistas.

A ilha de Rodes é um dos lugares mais visitados no mar Mediterrâneo. De acordo com uma pesquisa realizada na China em 2005, a Grécia foi votada como a escolha número um do povo chinês para destino turístico. Além disso, a Grécia tem tentado ativamente obter uma grande parcela anual de turistas chineses, com destaque para a grande presença de informativos turisticos gregos na Beijing International Tourism Expo, em 2006. A Grécia teve a maior participação de um país na Beijing Tourism Expo com um espaço total de exposição de mais de 1.152 m², mais do que o de qualquer outra nação. Em novembro de 2006, a Áustria, como a China, anunciou que a Grécia era o destino favorito para o turismo, o que trouxe esperanças otimistas para o futuro. De acordo com estas observações, o Ministro do Turismo da Grécia Aris Spiliotopoulos anunciou a abertura de um escritório da GNTO em Xangai até 2010. A fim de promover o fluxo de turistas chineses à Grécia, a Air China tem agora estabelecido voos diretos provenientes da China à Grécia.

Impacto económico[editar | editar código-fonte]

Ao mesmo tempo, o consumo turístico aumentou consideravelmente desde a virada do milênio, de 17,7 bilhões de dolares em 2000 para 29,6 bilhões em 2004. Mais de 600 mil postos de trabalho eram ligados direta ou indiretamente ao setor do turismo neste ano, o que representou 16,5% do emprego total do país.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Embora a Grécia tenha sido sempre um destino turístico popular, tem sido muitas vezes criticada por ficar atrás de outras nações da Europa Ocidental, em termos de infraestrutura turística. No entanto, esta foi muito melhorada desde os Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004.

Hotéis[editar | editar código-fonte]

Segundo a Câmara Helénica de Hotéis e o Serviço Nacional de Estatística da Grécia, os hotéis e leitos no país estavam assim distribuídos, no ano de 2006: atenas(50 hoteis)

Marinas[editar | editar código-fonte]

A Grécia tem 51 marinas e 14.661 pontos de amarração que oferecem serviços como beliches, combustível, água e eletricidade, telefonia, e reparo das embarcaçoes. Algumas das mais desenvolvidas e movimentadas marinas na Grécia estão a poucos quilómetros do centro de Atenas. As marinas de Alimos e Flisvos, na costa sul de Atenas, têm uma capacidade agregada de mais de 1.800 navios.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Turismo na Grécia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikivoyage
O Wikivoyage possui o guia Grécia


Flag-map of Greece.svg Grécia
História • Política • Regiões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Grécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.