Turismo no Norte do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Monte Roraima, no estado homônimo: uma das formações geológicas mais antigas da Terra, com dois bilhões de anos.
O encontro do rio Solimões [a sul] com o rio Negro [a norte], visto do espaço. Suas águas correm lado-a-lado, sem misturar-se, por vários quilômetros. Às margens do segundo vê-se em branco a cidade de Manaus, encravada na floresta.

Por ser uma região pouco habitada e de ocupação mais tardia, o ecossistema da região Norte do Brasil encontra-se preservado, o que propicia as atividades de ecoturismo.

Como parte do recente planejamento de desenvolvimento sustentável, a exploração do turismo cresce a cada dia com mais infra-estrutura para os turistas.

Atrações turísticas[editar | editar código-fonte]

Principais destinos visitados pelos turistas estrangeiros na Região Norte do Brasil em 2005[1]
Ranking dos 10 mais populares segundo o motivo da viagem
Lazer Negócios,
eventos e convenções
Outros
Posição
(2005)
Destino % Posição
(2005)
Destino % Posição
(2005)
Destino %
Manaus 24,6 Manaus 37 Manaus 33,7
Belém 21,4 Belém 31,5 Belém 30,4
Santarém 9,7 Palmas 7,3 Parintins 6,4
Parintins 8,3 Boa Vista 5,4 Santarém 6,3
Rio Branco 8,2 Porto Velho 4,1 Rio Branco 5,1
Macapá 7,4 Rio Branco 3,9 Palmas 4,6
Boa Vista 6,4 Marabá 3,5 Porto Velho 4,0
Porto Velho 5,8 Itacoatiara 3,0 Salinópolis 3,6
Palmas 5,4 Santarém 2,5 Bragança 3,4
10º Presidente Figueiredo 2,8 10º Araguaína 1,8 10º Iranduba 2,5

A Região Norte tem especial vocação no eco-turismo, por abrigar a maior parte da mais colossal floresta tropical do planeta — a Floresta Amazônica — tendo em seu pacote sua vasta flora, fauna, corredeiras, contatos com indígenas primitivos e trilhas; abrange ainda os maiores rios do mundo, em especial o rio Amazonas, que chega a alcançar cinqüenta quilômetros de largura durante o período chuvoso.

Estados[editar | editar código-fonte]

Estados da região norte do Brasil:

Referências

  1. EMBRATUR (2006). Anuário Estatístico Volume 33 2006 (em português) Ministério do Turismo. Página visitada em 22 de junho de 2008.

Ver também[editar | editar código-fonte]