Turma da Mônica - O Filme: Uma Aventura no Tempo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Fevereiro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Uma Aventura no Tempo
 Brasil
2006 • cor • 80 min 
Direção Maurício de Sousa
Produção Diler Trindade
Roteiro Didi Oliveira
Emerson Bernardo de Abreu
Flavio de Souza
Maurício de Sousa
Elenco Marli Bortoletto
Angélica Santos
Paulo Cavalcante
Elza Gonçalves
Sibele Toledo
Bianca Rinaldi
Maurício de Sousa
Género animação
comédia
aventura
Idioma Português
Música Márcio Araújo
Danilo Adriano
Direção de arte Silvio Ribeiro
Direção de fotografia César Moraes
Edição João Paulo Carvalho
Rafael Gomes
Estúdio Warner Bros. Pictures
Diler & Associados
Paramount Pictures
Maurício de Sousa Produções
Distribuição Village Roadshow Pictures
Brasil Paris Filmes
Brasil Paramount Pictures
Brasil Warner Home Video
Lançamento 17 de fevereiro de 2006
Cronologia
Último
Último
Cine Gibi 2 - O Filme (2005)
Cine Gibi 3 - Planos Infalíveis (2007)
Próximo
Próximo
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Turma da Mônica - Uma Aventura no tempo é um filme brasileiro de 2006. Dirigido por Maurício de Sousa, produzido por Diler Trindade e co-dirigido por Cleverson Saremba, André Passos e Rodrigo Gava, com direção de animação de Zé Brandão. É o décimo filme baseado nos personagens das revistas em quadrinhos da Turma da Mônica. O roteiro é de Emerson Bernardo de Abreu, Didi Oliveira, Flavio de Souza, e Maurício de Sousa. O longa estreou nos cinemas brasileiros no dia 17 de fevereiro de 2006.

Resumo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme começa com a abertura, e em seguida, Franjinha diz que quando quatro elementos (fogo, água, terra e ar) forem sintetizados com mais uma de suas invenções: um super-hiper-ultra-mega-power-computador, ia criar uma função super contutora que gera o quinto elemento que diz, que era a chave que abria o portal do tempo e diz pra Bidu que um gênio como ele teria criado o super-hiper-ultra-mega-power-computador.

No campinho, Mônica e Magali iam fazer um piquenique e Mônica diz a Magali que Cebolinha e Cascão não vieram. Atrás de uma moita, Cascão diz ao Cebolinha: "Cebolinha, você acha mesmo que esse plano infalível vai dar certo?". Cebolinha explica o plano, ficando assim: Cascão ia mostrar a língua pra Mônica e chamar ela de dentuça, gorducha e baixinha e ele também diz que Mônica ia correr atrás de Cascão e enquanto isso, Cebolinha ia estar com sapatos de mola nos seus pés, e atrás de Cebolinha, ia ter um enorme buraco e numa árvore, ia ter uma colméia de marimbondos e Cebolinha ia fazer uma careta pra Mônica e Mônica ia ficar possuída da Silva e ia ir pra cima de Cebolinha e Cebolinha ia dar um salto mortal e duas piruetas quando Mônica cair no buraco e Cebolinha ia pegar Jurumeia, a minhoca adestrada de Cebolinha e Cebolinha ia jogar Jurumeia no buraco e disse que Cascão ia ficar protegido com um aquário sem água, porque Cebolinha disse que era Cascão que ia cutucar a colméia de marinbondos no buraco e Cebolinha disse que Mônica ia entrar em pânico e surdar geral, invortecer e ela ia jogar Sansão pra fora e tudo estava confirmado no plano: A casa de Jurumeia era uma caixa de fósforos, os patins, os sapatos de mola, a vara era um graveto e Cascão também trouxe o aquário.

No laboratório de Franjinha, Franjinha diz para Bidu: "Muita calma nesta hora, Bidu. Agora eu vou juntar os quatro elementos. Se alguma coisa der errado nesta parte da expêriencia, pode acontecer muita confusão.". Mônica e Magali brigam por uma banana e o plano infalível de Cebolinha dá errado: Primeiro, Jurumeia estava na roupa de Cebolinha e este chuta o aquário na cabeça de Cascão e Cebolinha derruba Cascão no buraco. Segundo, Cebolinha avança para o buraco e acaba tirando a colméia de marimbondos e os marimbondos, atacam Cebolinha e Cascão e por terceiro, Cebolinha bate no Cascão quebrando o aquário, tirando os sapatos de mola e deixando cair o graveto. Quando os marimbondos estavam correndo atrás de Cebolinha e Cascão, Mônica descobriu que tudo isso era um plano infalível e Cebolinha entra no laboratório e Cebolinha agarra Cascão no pescoço e Cascão diz que a invenção dele era pra controlar o tempo e fazer nunca mais chover e Cebolinha diz que o tempo de tempo é tempo de tempo.

Mônica seguiu o rastro do Cascão e diz a Magali: "Seguir o rastro do Cascão é a coisa mais fácil do mundo." e Magali diz a Mônica que se não tiver rastro nenhum, era só seguir o cheiro do Cascão. Quando Mônica entra no laboratório, ela vê a máquina do tempo e Magali diz a Franjinha se os elementos eram de comer e Franjinha diz que não e Cebolinha e Cascão se escondem no quadro de Franjinha e Mônica acha os dois e Mônica, correndo atrás de Cebolinha e Cascão quebrando tudo, e quando ela mira o alvo, ela erra e bate na máquina do tempo e Franjinha diz que se não recuperassem os quatro elementos, o tempo ia passar mais devagar até parar a turminha viaja no tempo atrás dos elementos e todos reconhecem as épocas menos cascão e magali.

2ª parte[editar | editar código-fonte]

Franjinha dá a turma um mini-rádio que permitia que viajassem no tempo e no espaço para procurar os quatro elementos, e quando eles entram na máquina do tempo, Bidu também vai.

Mônica e Bidu vão para a pré-história, e quando chegam lá, um tiranossauro ameaça eles.

Cebolinha vai para o futuro, e quando chega lá entra em uma nave e um cara bota ele numa maca.

Cascão vai para a época dos índios, e ele chega lá nas nuvens e ele assopra o seu guarda-chuva pra cima e pra baixo.

Magali vai para a época em que a turma era bebê e vai para o parque onde Mônica e Cebolinha iam.

Enquanto isso, Mônica e Bidu continuavam fugindo do tiranossauro e Magali acha as mamadeiras que ela bebia quando era bebê, mas quando ela está prestes a pegar uma, ela se encontra com sua mãe e a mãe da Magali acha que a Magali é uma adolescente chamada Roseli, a prima da mãe da Magali quando a Magali era bebê e a sua mãe anda com Magali de mãos dadas e Franjinha diz a Magali que, quando Mônica fez aquela confusão, deu pau no super-hiper-ultra-mega-power-computador e Mônica e Bidu estavam no fim da linha e aparece Piteco, um homem das cavernas que botou areia num dos olhos do tiranossauro e o Piteco estava na cauda do tiranossauro e o tiranossauro lança o Piteco.

Enquanto isso, Cascão ainda continuava ainda assoprando o seu guarda-chuva e o guarda-chuva fecha e ele cai num rio que perdeu a água e ele se encontra com dois índios com o nome de Papa-Capim e Cafuné que percebem que ele é um salvador e Cafuné diz a Papa-Capim: "Hum, ele não tem cheiro de salvador não, Papa-Capim." e levam ele para uma oca onde o Pajé diz que o Grande Rio (a piscina deles) é pra trazer a água de volta.

Enquanto isso, Mônica, Bidu e Piteco se escondem em uma moita e Piteco diz a Mônica que Thuga, uma mulher das cavernas, foi escolhida por um Deus chamado Deus do Fogo como oferenda e Piteco diz que o sacríficio de Thuga estava em um vulcão quando escurecer e eles estavam escalando o vulcão e o Deus do Fogo apareceu e ele avança o fogo para a corda e solta a corda e Mônica, Bidu e Piteco vão para um labirinto onde eles iam encontrar Thuga.

Enquanto isso, Cebolinha acorda e ele acha que foi capturado por E.T.s extraterrestres e quando o cara estava entrando, ele pensou que era do mal, mais era apenas um cara chamado Astronauta e Astronauta pergunta o que ele veio fazer e ele diz: "A tela está em peligo!" e ele diz que os piratas espaciais estavam atacando a nave de Astronauta e Cebolinha diz: "Socolo, Flanjinha! Eu tô numa nave espacial e tô sendo atacado por pilatas! Por favor, me tila daqui, vai."

Elenco (vozes)[editar | editar código-fonte]

Personagem Dublador(es)
Mônica Marli Bortoletto
Mãe da Mônica
Mãe do Cebolinha
Cebolinha Angélica Santos
Mãe do Cascão
Cascão Paulo Cavalcante
Magali Elza Gonçalves
Mãe da Magali
Franjinha Sibele Toledo
Dorinha
Bidu Mauricio de Sousa
Pai da Mônica
Cabeleira Negra Bianca Rinaldi
Papa-Capim Rita Almeida
Cafuné Pedro Leite
Bandeirante Didi Oliveira
Pitoco (Deus-do-Fogo) Serginho Leite
Pajé
Piteco Marcello Souza
Thuga Nany di Lima
Astronauta João Boy
Pai do Cascão
Luca Pedro Pinheiro de Souza

Canções[editar | editar código-fonte]

Máquina do Tempo (na abertura do filme) por 9 Volts
Triste Floresta (quando a história do Grande Rio foi contada)
Aventura no Tempo (nos créditos e o clipe nos créditos do filme)

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Esta é uma das raras vezes onde Franjinha inventa uma "máquina do tempo" que funciona de verdade. Outra história envolvendo o personagem e sua "máquina do tempo" é retratada em Cine Gibi 5: Luz, Câmera, Ação!, filme também da Turma da Mônica.
  • Foi o primeiro filme da Turma da Mônica em que os dubladores gravaram as vozes dos personagens antes da animação ser feita.
  • A Magali foi a única dos quatro personagens principais que não viajou para outra época considerada histórica (pois ela apenas foi recuperar o elemento terra na época em que ela e seus amigos ainda eram bebês).
  • O Cebolinha foi o único dos quatro personagens principais que não viajou para o passado, e sim para o futuro (Século XXX - Futuro)
  • É distribuido pela Buena Vista International.
  • Pela primeira vez, Luca e Dorinha aparecem em desenho animado
  • Quando Cebolinha, Cascão e Astronauta vão embora da nave da Cabeleira Negra, pode-se ver, entre os pertences roubados por ela, quadros criados pela Mauricio de Sousa Produções que fazem paródia de quadros famosos.
  • Quando as mães de Cebolinha e Mônica estão lendo o jornal no parquinho, são vistas fotos da roupa do Deus do Fogo (Pitoco) e do Anjinho Baby.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]