Turn on the Bright Lights

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Turn on the Bright Lights
Álbum de estúdio de Interpol
Lançamento 19 de agosto de 2002
Gravação Tarquin Studios, Bridgeport (Connecticut)
Gênero(s) Post-punk revival
Indie Rock
Duração 49:02
Gravadora(s) Matador Records
Produção Pete Katis, Gareth Jones
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Interpol
Último
Último
Antics
(2004)
Próximo
Próximo

Turn on the Bright Lights é o álbum de estreia lançado pela banda Interpol em 19 de agosto de 2002.

Foi bastante aclamado pela crítica, e é considerado por muitos como uma verdadeira obra-prima, tendo sido considerado o melhor álbum do ano pela Pitchfork, e também pelo crítico Michael Azerrad.

Além disso a Stylus colocou na 3º posição dos melhores álbuns de 2002,a NME na 10º posição , e o allmusic deu uma nota quase máxima de 4.5/5 estrelas, que, com a atualização feita pelo site para fazer as notas também corresponderem com a importância histórica dos álbuns, acabou se transformando em um 5/5.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as faixas por Interpol.

  1. "Untitled" – 3:56
  2. "Obstacle 1" – 4:11
  3. "NYC" – 4:20
  4. "PDA" – 4:59
  5. "Say Hello to the Angels" – 4:28
  6. "Hands Away" – 3:05
  7. "Obstacle 2" – 3:47
  8. "Stella Was a Diver and She Was Always Down" – 6:28
  9. "Roland" – 3:35
  10. "The New" – 6:07
  11. "Leif Erikson" – 4:00

Créditos[editar | editar código-fonte]

  • Paul Banks – Vocal, Guitarra
  • Daniel Kessler – Guitarra, vocal de apoio
  • Carlos D – Baixo, teclados
  • Samuel Fogarino – Bateria, percussão