Twisted Sister

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Twisted Sister
Ao vivo em Manchester, 2006
Informação geral
Origem Long Island, Nova York
País  Estados Unidos
Gênero(s) Heavy metal, glam metal, hard rock
Período em atividade 1972–1988
1997–1998, 2003-atualmente
Gravadora(s) Secret, Atlantic, Spitfire, Razor & Tie
Afiliação(ões) Van Helsing's Curse, Widowmaker, Desperado, Magellan, The Plasmatics, Hammerhead, Cities, Motionless in White
Página oficial www.twistedsister.com
Integrantes Dee Snider
Mark "The Animal" Mendoza
A. J. Pero
Eddie Ojeda
Jay Jay French

Twisted Sister é uma banda de heavy metal dos Estados Unidos, formada em 1972 na cidade de Nova York. A banda tinha um estilo caracerístico, em que a aparência e a apresentação ao vivo era tão importante quanto a música, e seus membros utilizavam batom, pó-de-arroz, sombra, rouge e roupas espalhafatosas, marcas registradas dos integrantes.

História[editar | editar código-fonte]

A cena de um moleque estourando o tímpano dos pais ao tocar rock and roll no volume mais alto do som ficou clássica com o Kiss, mas seus seguidores do Twisted Sister também merecem a analogia: o rock dos anos 70, misturado ao glam e ao grotesco, fez dos filhos de Alice Cooper e Kiss um outro clássico.

Jay Jay French (guitarra), Eddie "Fingers" Ojeda (guitarra) e Kenneth Harrison Neil juntaram-se em 75 e, embora French tenha criado o Twisted Sister em 1972 para fazer cover do glam rock, a banda completou-se em 1976 com a chegada do vocalista Dee Snider,[1] um garoto apaixonado por Led Zeppelin, AC/DC e hard rock em geral, e do baterista Tony Petri.

Em 79, Mark "Animal" Mendoza assumiu o baixo. Mas foi só em 1982 que eles conseguiram um contrato para o primeiro álbum, Under the Blade (com o baterista A. J. Pero), que conquistou os fãs do underground.

You Can't Stop Rock 'n' Roll, de 83, transformou-se em um clássico. Adicionando heavy metal ao seu som, o Twisted Sister consagrou-se na história do rock com o álbum Stay Hungry (84), que continha os hits I Wanna Rock, The Price e We're Not Gonna Take It que, de tão tocados nas rádios e na MTV, saturaram a imagem do grupo.

A banda tornou-se um símbolo para os adolescentes nos anos 80, chegando a ter tanta importãncia nos Estados Unidos que Dee Snider tornou-se garoto-propaganda do governo americano nos anos 80 numa campanha para encorajar jovens a ingressarem no Exército.

Devido a paixão desenfreada de alguns fãs mais afoitos, Dee chegou a fazer um seguro milionário de seus longos cabelos louros (seu cabelo ia abaixo da cintura) e alguns fãs tentavam arrancar mechas durante os shows da banda.

Dee também tem paixão por cinema, e investiu sua própria imagem e dinheiro num filme chamado Mórbido Silêncio, que foi lançado em esquema independente na época. O filme teve o roteiro escrito pelo próprio Snider e tornou-se cult. Robert Englund, o Freddy Krueger de A Hora do Pesadelo fez parte do elenco. Eles ainda lançaram Come Out and Play (85) e Love Is for Suckers, de 87, mas nunca mais alcançaram o sucesso de antes, colocando um fim na banda logo depois.

Em 1999, eles se reuniram para lançar material ao vivo do grupo e, em 2004, rearranjaram seus clássicos do Stay Hungry e os lançaram no álbum Still Hungry. Recentemente saiu um tributo a banda com importantes nomes do hard rock atual. Entre os fãs confessos da banda há nomes como Sebastian Bach, ex-Skid Row, Bret Michaels, do Poison e até Gene Simmons do KISS já teceu comentários elogiosos ao som do Twisted. Em 2007 a banda teve seu clássico I Wanna Rock presente no game Guitar Hero Encore:Rock's the 80'. I Wanna Rock também foi licenciada, em 2002 para o jogo G.T.A Vice City, podendo ser ouvida na própria rádio do game, V-ROCK.

Twisted Sister no Brasil[editar | editar código-fonte]

O Twisted Sister fez um show em São Paulo em novembro de 2009. Essa foi primeira vez que a banda veio ao Brasil. A turnê mundial do Twisted Sister celebrou os 25 anos do disco "Stay Hungry", que apresentou para o mundo clássicos como "We're Not Gonna Take It", "I Wanna Rock" e "The Price".[2]

Em 2010, em nova turnê, a banda retornou ao Brasil, realizando desta vez 2 shows, um em Curitiba/PR, em 26 de novembro, no Curitiba Master Hall e outro em São Paulo/SP, em 27 de novembro, no Via Funchal.[3]

Em 2013 a banda foi headliner do festival Live n' Louder, que ocorreu dia 14 de Abril no Espaço das Américas, São Paulo, SP. Angra, Molly Hatchet, Loudness, Sodom e Metal Church também tocaram no festival.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Dee Snider - vocal (1976–1987, 1997–presente)
  • Eddie Ojeda - guitarra solo & rítmica, backing vocal (1975–1987, 1997–presente)
  • Jay Jay French - guitarra solo & rítmica, backing vocal (1972–1987, 1997–presente)
  • Mark "The Animal" Mendoza - baixo, backing vocal (1978–1987, 1997–presente)
  • A. J. Pero - bateria, percussão (1982–1986, 1997–presente)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. O louco Twisted Sister 25 anos depois Estado de S. Paulo. Página visitada em 26 de julho de 2011.
  2. Twisted Sister chega ao Via Funchal em novembro Estado de S. Paulo. Página visitada em 26 de julho de 2011.
  3. Twisted Sister volta a SP sem a maquiagem dos anos 80 Estado de S. Paulo. Página visitada em 26 de julho de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Twisted Sister
Flag of the United States.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical dos Estados Unidos, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.