Classe IKL-209-1400

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de U-209 (submarino))
Ir para: navegação, pesquisa
Submarino SS-21 Simpson da Marinha chilena.
Submarino U-209/1200 ARA Salta (S-31) da Marinha Argentina.

A Classe IKL-209-1400 reune submarinos de propulsão diesel-elétrica projetados pela Ingenieur Kontor Lubeck (IKL). O projeto alemão do U-209 é um sucesso de exportações, apesar de não ser operado pela Marinha da Alemanha (Deutsche Marine).

Em 1982, a Marinha do Brasil optou pela proposta do consórcio IKL, iniciando o projeto nacional de construção de submarinos que deu origem as Classes Tupi e Tikuna.

Projeto e capacidades[editar | editar código-fonte]

Uma das características da estratégia comercial empregada pelo consórcio alemão é adequar a proposta as exigências de cada cliente e muitas atualizações locais foram realizadas posteriormente. Alguns U-209, por exemplo, podem lançar mísseis anti-navio, alguns desde sua construção (como na Turquia), outros por atualização (como na Grécia). Algumas marinhas mantém alto nível de prontidão, outras lutam contra a falta de recursos e de pessoal. Não há como determinar exatamente quais capacidades os U-209 possuem, adquiriram ou perderam. Sem dúvida o que impressiona é a durabilidade do projeto que tem gerado mais encomendas e recebido tantas atualizações. Todos os U-209 construídos até hoje estão em operação, com exceção do argentino San Luis que com pouco investimento poderia voltar a operar.

Operadores[editar | editar código-fonte]

Argentina - Classe Salta

Tipo Designação Nome Comissinado em
1200 S 31 Salta 1974
1200 S 32 San Luis[1] 1974

Brasil

Tipo Designação Nome Comissinado em
1400 S 30 Tupi 1989
1400 S 31 Tamoio 1994
1400 S 32 Timbira 1996
1400 S 33 Tapajó 1999
Tipo Designação Nome Comissinado em
1400Mod S 34 Tikuna 2005
1400Mod S 35 Tapuia cancelado

Chile - Classe Thompson

Tipo Designação Nome Comissinado em
1300 20 Thompson 1984
1300 21 Simpson 1984

Colômbia - Classe Pijao

Tipo Designação Nome Comissinado em
1200 S028 Pijao 1975
1200 S029 Tayrona 1975

Equador - Classe Shyri

Tipo Designação Nome Comissinado em
1200 S101 Shyri 1977
1200 S102 Huancavilca 1978

Grécia - Classee Glavkos[2] e Poseidon [2]

Tipo Designação Nome Comissinado em
1100 S 110 Glaukos 1971
1100 S 111 Nireus 1972
1100 S 112 Triton 1972
1100 S 113 Proteus 1972
1200 S 116 Poseidon 1979
1200 S 117 Amfitriti 1979
1200 S 118 Okeanos 1979
1200 S 119 Pontos 1979

Índia - Classe Shishumar

Tipo Designação Nome Comissinado em
1500 Shishumar S 44 1986
1500 Shankush S 45 1986
1500 Shalki[3] S 46 1992
1500 Shankul[3] S 47 1994

Indonésia - Classe Cakra

Tipo Designação Nome Comissinado em
1300 Cakra 401 1981
1300 Nanggala 402 1981

Peru[4] [5] [6]

Tipo Designação Nome Comissinado em
1200 SS31 Angamos 1980
1200 SS32 Antofogasta 1980
1200 SS33 Pisagua 1982
1200 SS34 Chipana 1983
1100 SS35 Islay 1975
1100 SS36 Arica 1975

África do Sul

Tipo Designação Nome Comissinado em
1400 S 101 Manthatisi
1400 S 102 Charlotte Maxeke 2007
1400 S 103 Queen Modjadji 2008

Coréia do Sul - Classe Jang Bogo[7]

Tipo Designação Nome Comissinado em
1200 Jang Bogo 061 1993
1200 Lee Chun 062 1994
1200 Choi Museon 1996
1200 Park Wi 065 1996
1200 Lee Jongmu 066 1996
1200 Jeong Un 067 1998
1200 Lee Sunsin 068 2000
1200 Na Daeyong 069 2000
1200 Lee Eokgi 070 2001

Turquia - Classes Atilay, Preveze[2] e Gür [2]

Tipo Designação Nome Comissinado em
1200 S 347 Atilay 1976
1200 S 348 Saldiray 1977
1200 S 349 Batiray 1978
1200 S 350 Yildiray 1981
1200 S 351 Doganay 1984
1200 S 352 Dolunay 1989
T1.1400 S 353 Preveze 1994
T1.1400 S 354 Sakarya 1995
T1.1400 S 355 18 Mart 1998
T1.1400 S 356 Anafartalar 1999
T2.1400 S 357 Gür 2005
T2.1400 S 358 Canakkale 2005
T2.1400 S 359 Burak Reis 2005
T2.1400 S 360 Birinci Inönü 2006

Venezuela - Classe Sabalo

Tipo Designação Nome Comissinado em
1300 S 31 Sabalo 1976
1300 S 32 Caribe 1977

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Não está em operação, mas ainda é possível sua recuperação
  2. a b c d Podem lançar o míssil sub Harpoon.
  3. a b construído localmente
  4. Existem divergências entre as fontes quanto a ordem de entrega, data de comissionamento e até mesmo na designação. Foram realizados três contratos diferentes, o que parece ser a fonte da confusão.
  5. Algumas unidades trocaram de nome. Blume se tornou Pisagua, o antigo Pisagua se tornou Chipana e o Casma, Angamos
  6. Algumas fontes colocam unidades na reserva. O que ocorre na verdade é um rodízio, havendo sempre quatro em operação. Este período é aproveitado para manutenção.
  7. As três últimas unidades podem lançar o míssil sub Harpoon.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre U-209 (submarino)