UFC 162

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UFC 162: Silva vs. Weidman
Detalhes
Promoção Ultimate Fighting Championship
Data 02013-07-06 6 de julho de 2013
Local MGM Grand Garden Arena
Cidade Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Público 12,399
Arrecadado $4,862,000
Cronologia
UFC 161: Evans vs. Henderson UFC 162: Silva vs. Weidman UFC on Fox: Johnson vs. Moraga

UFC 162: Silva vs. Weidman foi um evento de MMA promovido pelo Ultimate Fighting Championship, realizado em 02013-07-06 6 de julho de 2013, no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas, Nevada.[1]

Background[editar | editar código-fonte]

O UFC anunciou como luta principal do evento a defesa do Cinturão Peso Médio do UFC por Anderson Silva contra o invicto Chris Weidman.[2] O americano venceu a luta com um nocaute no segundo round após acertar um soco em Silva, enquanto o mesmo o provocava, tornando-se o novo campeão da categoria.[3]

Chan Sung Jung era esperado para enfrentar Ricardo Lamas no co-evento principal. Porém, com a lesão de Anthony Pettis que lutaria pelo Cinturão Peso Pena do UFC em 3 de Agosto de 2013 no UFC 163, Jung foi chamado para enfrentar o campeão José Aldo no evento. Lamas depois foi retirado do card.

A luta entre Rafael Cavalcante e Thiago Silva, que aconteceria nesse evento, foi passada para o UFC on Fuel TV: Nogueira vs. Werdum.

John Makdessi era esperado para enfrentar Edson Barboza no evento, porém uma lesão o tirou do evento. Seu substituto foi Rafaello Oliveira.[4]

Shane del Rosario era esperado para enfrentar Dave Herman no evento, porém, uma lesão o tirou do evento. Então, foi chamado Gabriel Gonzaga para enfrentar Herman.[5]

Repercussão do evento principal[editar | editar código-fonte]

Após a apresentação de Anderson Silva no evento, muitos fãs se mostraram indignados pela postura de Anderson na luta, que ficava apenas provocando o adversário e ficou apenas com a guarda baixa. Outros lutadores de MMA, como Wanderlei Silva, Jon Jones e Murilo Bustamante também se mostraram descontentes e criticaram Spider em suas redes sociais.[6]

Card oficial[editar | editar código-fonte]

Card principal
Categoria Vencedor Perdedor Método Round Tempo Notas
Médios Estados Unidos Chris Weidman derrotou Brasil Anderson Silva Nocaute (Socos) 2 1:18 a[›]
Penas Estados Unidos Frankie Edgar derrotou Brasil Charles Oliveira Decisão Unânime (30-27, 29-28 e 30-27) 3 5:00
Médios Estados Unidos Tim Kennedy derrotou Brasil Roger Gracie Decisão Unânime (30-27, 30-27 e 29-28) 3 5:00
Médios Estados Unidos Mark Muñoz derrotou Estados Unidos Tim Boetsch Decisão Unânime (30-26, 30-27 e 29-28) 3 5:00
Penas Estados Unidos Cub Swanson derrotou Alemanha Dennis Siver Nocaute Técnico (Socos) 3 2:24
Card preliminar (FX)
Médios Estados Unidos Andrew Craig derrotou Estados Unidos Chris Leben Decisão Dividida (29-28, 28-29 e 30-27) 3 5:00
Leves Irlanda do Norte Norman Parke derrotou Japão Kazuki Tokudome Decisão Unânime (30-27, 30-27 e 29-28) 3 5:00
Pesados Brasil Gabriel Gonzaga derrotou Estados Unidos Dave Herman Nocaute Técnico (Socos) 1 0:17
Leves Brasil Edson Barboza derrotou Brasil Rafaello Oliveira Nocaute Técnico (chutes nas pernas) 2 1:44
Card preliminar (Facebook)
Meio Médios Estados Unidos Brian Melancon derrotou Estados Unidos Seth Baczynski Nocaute (Socos) 1 4:59
Meio Médios Estados Unidos Mike Pierce derrotou Estados Unidos David Mitchell Nocaute Técnico (Socos) 2 2:55

^ a: Pelo Cinturão Peso Médio do UFC.

Bônus da Noite[editar | editar código-fonte]

  • Luta da Noite: Estados Unidos Frankie Edgar vs. Brasil Charles Oliveira e Estados Unidos Cub Swanson vs. Alemanha Dennis Siver
  • Nocaute da Noite: Estados Unidos Chris Weidman
  • Finalização da Noite: Não houve lutas terminadas em finalização nesse evento.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]