USS George Washington Parke Custis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
USS George Washington Parke Custis

Em 1861, durante a Guerra Civil Americana a Marinha da União adquiriu um batelão de transporte de carvão para o transformar em pontão de apoio para as operações de observação dos movimentos dos Confederados e para a direcção de tiro através dos aeróstatos.

O George Washington Parke Custis foi modificado pela Washington Navy Yard para receber uma gerador de gás através de uma mistura de limalhas de ferro e ácido sulfúrico, processo inventado por Thaddeus S. C. Lowe e posteriormente aperfeiçoado por John Dahlgren.

Em Novembro de 1861, o pontão foi rebocado ao longo do Mattawomen Creek, um afluente do Potomac, onde Thaddeus Lowe realizou uma série de ascensões durante as quais observou as forças confederadas. O balão mantinha-se a uma altitude de 300 m, de modo a ficar fora do alcance dos tiros inimigos. Em 1865 voltou a ser usado como batelão para o transporte de carvão.1

Características[editar | editar código-fonte]

  • Tipo: pontão norte-americano de apoio a aeróstatos
  • Deslocamento: 122 t
  • Dimensões: 24,3 m x 4,4 m x 1,7 m
  • Lançamento à água: 1855

Referências

  1. Navios e Veleiros, Planeta diAgostini, Lisboa, 1994
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.