USS Norton Sound (AVM-1)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde dezembro de 2013). Ajude e colabore com a tradução.
Wiki letter w.svg
Por favor melhore este artigo, expandindo-o. Mais informação pode ser encontrada no artigo «USS Norton Sound (AVM-1)» na Wikipédia em inglês e também na página de discussão. (fevereiro de 2015)
USS Norton Sound (AVM-1)
O USS Norton Sound.
Carreira   Bandeira da marinha que serviu Estados Unidos
Operador  Marinha dos Estados Unidos
Fabricante Los Angeles Shipbuilding and Drydock Company
Homônimo Norton Sound
Batimento de quilha 7 de setembro de 1942
Lançamento 28 de novembro de 1943
Comissionamento 8 de janeiro de 1945
Descomissionamento 10 de agosto de 1962
11 de dezembro de 1986
Estado Reclassificado como AVM-1 em 8 de agosto de 1951, retirado do registro em 26 de janeiro de 1987
Fatalidade Disponibilizado por troca da Administração Marítima em 20 de outubro de 1988
Características gerais
Tipo de navio Navio auxiliar porta-hidroaviões
Classe Classe Currituck
Deslocamento 14 000 t (30 900 000 lb) (carregado)
Comprimento 164,72 m (540 ft)
Boca 21,11 m (69,3 ft)
Calado 6,78 m (22,2 ft)
Propulsão Turbinas a vapor
4 x caldeiras
2 x eixos
2 x hélices
12 000 hp (8 950 kW)
Velocidade 18 kn (33,4 km/h)
Tripulação 1247 quando comissionado, 540 antes da conversão para AVM-1

O USS Norton Sound (AV-11/AVM-1) foi construído originalmente como um navio auxiliar para aviões anfíbios pela Los Angeles Shipbuilding and Drydock Company de Los Angeles, na Califórnia. Ele foi batizado em homenagem ao golfo Norton Sound da região Oeste do Alasca.

Sua construção teve início em 7 de Setembro de 1942 e foi lançado em 28 de Novembro de 1943. Participou de missões no Oceano Pacífico durante a Segunda Guerra Mundial, tendo recebido duas condecorações por essa atuação. Em 1946 ele passou por uma reforma e se juntou à frota do Atlântico, onde permaneceu até Outubro de 1947, quando voltou à San Diego para se juntar novamente à frota do Pacífico.

Durante o ano de 1948, o USS Norton Sound sofreu modificações para passar a atuar como plataforma de lançamento de mísseis na Philadelphia Naval Shipyard.

Em Fevereiro de 1949, depois que foram instalados equipamentos para lançamento do foguete Aerobee[1] na Long Beach Naval Shipyard, ele se deslocou para águas equatoriais distantes da costa da América do Sul e lançou dois foguetes Aerobee. Os experimentos desses lançamentos retornaram informações sobre o cinturão de radiação da Terra.

Depois de mais uma série de modificações em Fevereiro e Março de 1950 na San Francisco Naval Shipyard, o Norton Sound lançou um foguete Viking de cinco toneladas em 11 de Maio. Esse foguete levou uma carga útil de 230 kg a uma altitude de 169 km, e forneceu dados sobre raios cósmicos, encerrando a primeira fase das atividades do Norton Sound como plataforma de lançamento de mísseis.

Nas décadas seguintes, 60, 70 e 80, o USS Norton Sound continuou a ser usado como plataforma de testes da vários sistemas de controle e lançamento de mísseis, até ser retirado de serviço em 11 de Dezembro de 1986.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Armitage, John. Britannica Book of the Year 1950. [S.l.]: Encyclopaedia Britannica Limited., 1950. Página visitada em 28/12/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.