USS Pennsylvania (BB-38)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
USS Pennsylvania
Carreira   Bandeira da marinha que serviu
Fabricante Northrop Grumman Newport News
Homônimo Pensilvânia
Data de encomenda 25 de agosto de 1912
Batimento de quilha 27 de outubro de 1913
Lançamento 16 de março de 1915
Comissionamento 12 de junho de 1916
Descomissionamento 29 de agosto de 1946
Patrono Elizabeth Kolb
Vitórias 8 estrelas de batalha e 1 Navy Unit Commendation
Estado Retirado em 19 de fevereiro de 1948
Fatalidade Usado como alvo para testes de armas nucleares em 10 de fevereiro de 1948
Características gerais
Tipo de navio Encouraçado
Classe Classe Pensilvânia
Deslocamento 31 900 t (70 300 000 lb)
Comprimento 185 m (607 ft)
Boca 26,6 m (87,3 ft)
Calado 8,8 m (28,9 ft)
Propulsão 4x Turbinas Curtiss / Westinghouse
12 Caldeiras Babcock (antes da SGM)
1 Caldeira Bureau Express e 5 caldeiras White-Foster
4 hélices
Velocidade 21 nós (39 km/h)
Blindagem De 76 mm (2,99 in) a 410 mm (16,1 in)
Armamento Antes da SGM:
12 canhões de 360 mm (14,2 in)
14 canhões de 130 mm (5,12 in)
4 canhões anti-aéreos de 76 mm (2,99 in)
2 tubos de torpedos de 530 mm (20,9 in)
Durante a SGM:
12 canhões de 360 mm (14,2 in)
14 canhões de 130 mm (5,12 in)
12 canhões anti-aéreos de 130 mm (5,12 in)
4 armas de 47 mm (1,85 in)
Sensores CXAM-1 radar (a partir de 1940
Aeronaves 2 hidroaviões; 2 catapultas aéreas
Tripulação Antes da Segunda Guerra
56 oficiais
72 fuzileiros
1031 jaquetas azuis (marinheiros)
Durante a SGM:
1358 oficiais e alistados

O USS Pennsylvania foi um encouraçado norte-americano que operou na Primeira e Segunda Guerra Mundial.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Ele foi construído no estaleiro naval Newport News Shipbuilding and Dry Dock Company em 16 de março de 1915 no estado da Virgínia. Esta navio esteve em um dos mais famosos ataques, o ataque a Pearl Harbor, base atacada por japoneses, esta base se localiza próxima a Honolulu, Havaí este ataque resultou em várias perdas norte americanas e perdas mínimas japonesas. No ataque, o USS Pennsylvania recebeu danos leves, ele recebeu vários tiros de metralhadoras em sua ponte de comando resultando na morte se seu capitão Henry B.Wilson. Depois o ataque imfame japones, o navio passou por reparos e ficou operante até o final da guerra. Depois que a guerra se encerrou, o Pennsylvania foi usado como alvos em testes atomicos americanos no atol de Bikini. Ele sobreviveu aos testes mas foi novamente bombardeado no atol Kwajalein um atol próximo ao de Bikini, por causa da grande contaminação no navio.[2]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Breyer, Siegfried (1973). Battleships and Battle Cruisers 1905–1970. Doubleday and Company. ISBN 0-385-07247-3.
  • Gardiner, Robert; Gray, Randal (1985). Conway's All the World's Fighting Ships: 1906–1921. London: Conway Maritime Press. ISBN 0-87021-907-3.
  • Taylor, Michael J.H. (1990). Jane's Fighting Ships of World War I. Studio. ISBN 1-85170-378-0.
  • Jane's Fighting Ships of World War II. Studio. 1989. ISBN 978-1-85170-194-0.
  • Smith, Myron J., Jr. (1983). Keystone Battlewagon U.S.S. Pennsylvania (BB-38). Pictoral Histories Publishing Company, Inc.. ISBN 0-933126-27-1.

Referências

  1. USS Pennsylvania (BB-38, originally Battleship # 38), 1916-1948 (em inglês). Naval History & Heritage Command. Página visitada em 16 de dezembro de 2012.
  2. USS Pennsylvania (em inglês). Página visitada em 16 de dezembro de 2012.
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre USS Pennsylvania (BB-38)