Ubisoft

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ubisoft
Tipo Sociedade anônima
Fundação 1986
Sede FrançaMontreuil, França
Pessoas-chave Yves Guillemot, CEO
Yannis Mallat, CEO do Montreal Studio
Michel Ancel, Game Designer
Empregados Acima de 9.200, sendo 7.800 dedicados totalmente em trabalhos de produção [1]
Produtos Rayman
Beyond Good & Evil
Brothers in Arms
Far Cry
From Dust
Myst
Pool of Radiance: Ruins of Myth Drannor
Prince of Persia
Assassin's Creed (série)
Watch Dogs
The Division
Tom Clancy's Ghost Recon
Tom Clancy's Rainbow Six
Tom Clancy's Splinter Cell
Just Dance (jogo eletrônico)
Driver (série)
The Crew
Renda líquida Prejuízo € 1.007 bilhões (2013)[1]
Página oficial www.ubi.com
www.ubisoftgroup.com

Ubisoft Entertainment S.A. é uma empresa publicadora de jogos eletrônicos, com sede em Montreuil, na França. A empresa tem uma presença mundial com 26 estúdios em 19 países.[2] O nome "Ubi" vem da sigla Union des Bretons Indépendants. O maior estúdio de desenvolvimento da empresa é a Ubisoft Montreal, no Canadá, que atualmente emprega cerca de 2.100 pessoas.[3] Yves Guillemot é o presidente e CEO da Ubisoft. A partir do ano 2008-2009, a receita da Ubisoft foi de €1.058 bilhões, chegando a 1 bilhão de euros pela primeira vez em sua história. Ubisoft criou sua própria divisão de filmes chamada Ubisoft Motion Pictures, que irá criar shows e filmes baseados em seus jogos.[4]

A Ubisoft é uma das maiores publicadoras do mundo, sendo eleita pela revista norte-americana Game Developer a quarta maior empresa neste ramo em 2007. A empresa inclusive publicou episódios de importantes franquias produzidas por outras grandes empresas, como Resident Evil 4, uma produção da Capcom, para PC, e Innocent Life: A Futuristic Harvest Moon para PlayStation 2 e Harvest Moon Online, episódio da série Harvest Moon, produzidas pela Marvelous Interactive Inc.. Ubisoft tem como mascote o carismático Rayman.

A Ubisoft também é uma grande desenvolvedora, tendo entre suas franquias mais famosas as séries Assassin's Creed, Far Cry, Driver, Just Dance, Rayman, Myst, Splinter Cell, Imagine, Prince of Persia e uma franquia nova Watch Dogs.

História[editar | editar código-fonte]

Os cinco irmãos da família Guillemot fundaram a Ubisoft como uma empresa de publicação de games para computador em março de 1986 na França. O nome é um trocadilho com as palavras, "Ubi" que significa em Latin "onde" ou "where" em inglês. sendo assim Ubisoft significa "Softwhere" ou em português "Softonde". Yves Guillemot logo fez acordos com a Eletronic Arts, Sierra online e Micropose para distribuir seus jogos na França. No fim da década, a Ubisoft começou expandir seu mercado, incluindo os Estados Unidos, O Reino Unido e a Alemanha.

Empresas compradas pela Ubisoft[editar | editar código-fonte]

A Ubisoft já comprou várias empresas em toda a sua história

Em 2000 a Ubisoft adquiriu a Red Storm Entertainment

Em fevereiro de 2001, ela passou a possuir Dusseldorf. k Em março de 2001, foi vendida a divisão "The Learning Company", pela "Gores Technology Group" para a Ubisoft. Junto incluía direitos dos jogos: Prince of Persia e Myst.

Em outubro de 2001, eles adquiriram a empresa "Gamebusters" e realocaram ela para a Alemanha.

Depois de 1990 e antes de 2000, a Ubisoft se comprometeu para jogos online com "Uru: Ages Beyond Myst" e "The Matrix Online", além da operação Européia e Chinesa EverQuest. Em fevereiro, porém, cancelou as ligações com os dois projetos. Mais tarde anunciou a aquisição da "WolfPack Studios", produtora de "ShadowBane".

Em dezembro de 2004, uma rival da Eletronic Arts comprou 19% das ações da empresa, uma ação da EA(Eletronic Arts) considerada hostil para a Ubisoft.

Em março de 2005, a Ubisoft adquiriu parte da empresa "MC2-Microds" que foi integrada dentro da Ubisoft Montreal.

Em julho de 2006 a ubisoft trouxe "Driver" franquia da Atari por 24 milhões de dolares. Embora não conseguiu todos os direitos da empresa, os membros da criação de Driver tornaram-se empregados da Ubisoft. E o grupo foi chamado de "Ubisoft Reflections"

Em 11 de abril de 2007, A Ubisoft comprou a empresa alemã "SunFlowers" e a japonesa "Digital Kids".

Em 2008 a Ubisoft adquiriu a "Hybrid Tecnologies".

Em dezembro de 2008, A Ubisoft comprou a "Massive Entertainment" da Activision.

Em outubro de 2009 comprou a também francesa "Nadeo"

No Início de 2013 adquiriu o estúdio THQ Montreal

Em outubro de 2013 comprou a "Future Games of London"

Ubisoft no Brasil[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2008 a Ubisoft inaugurou uma filial para produção de jogos em São Paulo. Inicialmente com apenas vinte funcionários (entre brasileiros e estrangeiros), a Ubisoft São Paulo trabalhará, em um primeiro momento, no desenvolvimento de jogos para Nintendo DS voltados ao público "tween" (mistura dos termos "teen", que significa "adolescente" em inglês, e "between", que pode ser traduzido pela preposição "entre" em inglês) que corresponde a meninos e meninas entre 8 e 14 anos. Estima-se que em doze meses o número de funcionários dobre e que em três ou quatro anos aumente para 200, tornando possível o desenvolvimento de jogos para plataformas mais avançadas, como Wii, Playstation 3 e Xbox 360. Faz parte dos planos da empresa ainda criar filiais em outras cidades brasileiras, sendo o Rio de Janeiro, Porto Alegre e Florianópolis as mais cogitadas.

Entre 1999 e 2003 foi aberto um centro de distribuições de jogos em São Paulo, destinado a estabelecer os canais de distribuição da companhia na América Latina. No entanto, foi um investimento de caráter temporário e não voltado a produção de jogos, como o feito em 2008. Por isso é nesse ano que o Brasil recebe seu primeiro estúdio transnacional de produção de jogos eletrônicos.

Em 20 de Janeiro de 2009 foi anunciada a compra da Southlogic Studios, como parte da expansão de desenvolvimento de jogos eletrônicos pela empresa no Brasil.[5] Em 30 de Setembro de 2010 a Ubisoft anunciou o fim das atividades de desenvolvimento no Brasil, e com isso o fechamento do estúdio.[6]

A Ubisoft recentemente se tornou conhecida no Brasil pelo fato de trazer seus jogos excelentemente dublados e legendados em português; prática que, desde o jogo Assassin's Creed III, vem sendo seguida fielmente em todos os seus jogos. Apoio este que trouxe resultado a empresa, pois de acordo com estudo publicado pela empresa de consultoria GFK 18.9% dos jogos comprados para consoles no Brasil, são da Ubisoft a tornando líder neste seguimento no país[7]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre empresa e/ou corporação de jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.