Uhuru

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uhuru
Uhuru (X-ray Explorer Satellite)

Operação Estados UnidosNASA
Tipo de missão Observação espacaial
Satélite da Terra
Lançamento 12 de dezembro de 1970 às 10:53:00 UTC
Local QuéniaCentro Espacial Luigi Broglio, Quênia
Veículo de Lançamento Scout
Duração da missão 3 anos
Massa 141.5 kg
Site oficial NASA NSSDC Master Catalog
Elementos orbitais
Excentricidade 0.0029559999238699675
Inclinação 3,0º
Apoastro 572.0 km
Periastro 531.0 km
Período orbital 95.69999694824219 minutos
Instrumentos
All-Sky X-Ray Survey O instrumento de raios-X a bordo de SAS-A (Explorer 42) consistia de dois lados quase idênticas, tanto física como eletronicamente. Cada lado continha um sistema de detecção de raios-X de um composto colimador, contadores proporcionais, a electrónica de processamento associados, e um sistema de detecção de aspecto.

Uhuru foi o primeiro satélite lançado especificamente para pesquisas astronômicas na banda de raios-X. Ele também é conhecido como X-ray Explorer Satellite, SAS-1, ou Explorer 42.

Este observatório espacial foi lançado em 12 de dezembro de 1970 sendo colocado em um órbita de 560 km de apogeu, 520 km de perigeu e 3° de inclinação, com um período orbital de 96 minutos. A missão terminou em março de 1973. Ela realizou o primeiro levantamento de fontes de raios-X compreendendo o céu inteiro. Muitas centenas de fontes foram identificadas e analisadas.

O nome do satélite, "Uhuru", é a palavra Swahili para "liberdade". Ele recebeu este nome em reconhecimento da hospitalidade dos povos do Quénia onde estava base de onde foi lançado.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências