Ultramen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ultramen
Ultramen (banda).jpg
Apresentação da banda em 2007.
Informação geral
Origem Bandeira do Rio Grande do Sul.png Porto Alegre, RS
País  Brasil
Gênero(s) Rap rock
Funk
Hip hop
Metal alternativo
Samba-rock
Reggae
Hardcore punk
Período em atividade 19912008
2013 (reunião parcial)
Gravadora(s) Orbeat Music, Rocklt!, Independente
Afiliação(ões) DeFalla, Da Guedes, Comunidade Nin-Jitsu, Papas da Língua, O Rappa, Marcelo D2, Planet Hemp, Black Alien
Página oficial www.ultramen.com.br
Integrantes
Tonho Crocco
Júlio Porto
Pedro Porto
Malásia
Anderson
Marcito
Zé Darcy
Leonardo Boff
Ex-integrantes
Perú
Alexandre Guri

A Ultramen é uma banda brasileira de rock and roll, formada em Porto Alegre, RS[1] em 1991, integrada por por Tonho Crocco (vocal), Julio Porto (guitarra), Pedro Porto (baixo), Zé Darcy (bateria), Marcito e Malásia (percussão), Dj Anderson (scratches), e Leonardo Boff (teclados), a banda começou fim de unir elementos musicais distintos. Como por exemplo a black music, o samba rock, o soul, além de reggae, hip hop, rap, e heavy metal. De início, a banda gravou uma fita demo e abria shows de artistas como Raimundos e Planet Hemp.

Biografia[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

A Ultramen iniciou suas atividades em Porto Alegre no ano 1991. Na época era um trio: Zé Darcy (bateria), Júlio Porto (guitarra) e Pedro Porto (baixo). A idéia inicial era misturar som pesado (Sepultura, Slayer, Anthrax) com balanço black (James Brown, Sly and the Family Stone) e vocais rap (Public Enemy, Beastie Boys). Essa formação chegou a gravar uma demo com duas músicas, com o Zé nos vocais. As primeiras letras eram em inglês. O Tonho apareceu pra ocupar a vaga de vocalista. Na seqüência entraram o Malásia (percussão) e o Perú (sax). Essa formação fez os primeiros shows em Porto Alegre e interior do estado. Também foi como sexteto que a Ultramen gravou as duas fitas-demo oficiais. Através desses shows e divulgação das demos, a banda começou a se firmar como uma das principais bandas da cena portoalegrense, chamando atenção a nível nacional, sendo convidada a participar de festivais como o Superdemo (Rio de Janeiro e Curitiba, 1995) e shows em outros estados, como Santa Catarina, Espírito Santo e Bahia. Em 1996, ocorre uma mudança na formação: sai Perú e entra Marcito (percussão). Mais ou menos nessa fase, outras influências começaram a aparecer com força na mistureba musical do grupo, como a música brasileira e o reggae.

Em 1997, a Ultramen entra em estúdio para gravar seu primeiro CD. Sete anos após sua criação em 1998, a Ultramen, começou a gravar seu primeiro disco homônimo, em parceria com a gravadora Rocklt!, do ex-guitarrista da Legião Urbana, Dado Villa-Lobos. A música “Bico de Luz” fez grande sucesso país afora, o que rendeu ao conjunto shows por todo Brasil. Em 2000, sai o segundo CD da banda, cujo nome é Olelê, gravado nos estados do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Após isso, a Ultramen lançou os álbuns O Incrível Caso da Música que Encolheu e Outras Histórias (2002), Acústico MTV: Bandas Gaúchas (em 2005, ao lado de Bidê ou Balde, Cachorro Grande e Wander Wildner), e “Capa Preta” (2006), seu último CD. Em 2008 a banda pára por tempo indeterminado e sem previsão de voltar. Sete anos após sua criação em 1998, a Ultramen, começou a gravar seu primeiro disco homônimo, em parceria com a gravadora Rocklt!, do ex-guitarrista da Legião Urbana, Dado Villa-Lobos. A música “Bico de Luz” fez grande sucesso país afora, o que rendeu ao conjunto shows por todo Brasil. Em 2000, sai o segundo CD da banda, cujo nome é Olelê, gravado nos estados do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Após isso, o Ultramen lançou os álbuns O Incrível Caso da Música que Encolheu e Outras Histórias (2002), Acústico MTV: Bandas Gaúchas (em 2005, ao lado de Bidê ou Balde, Cachorro Grande e Wander Wildner), e Capa Preta (2006), seu último CD. Em 2008 a banda pára por tempo indeterminado. Em 2013 a banda volta, o primeiro show do retorno de Tonho Crocco, Pedro Porto, Marcito, Malásia, Zé Darcy, DJ Anderson, Alexandre Guri e Leonardo Boff foi no dia 7 de março no Opinião, em Porto Alegre, mesmo local onde se apresentaram pela última vez, em 2008.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio
  • 1998 - Ultramen
  • 2000 - Olelê
  • 2002 - O Incrível Caso da Música que Encolheu e Outras Histórias
  • 2006 - Capa Preta
Ao vivo
DVDs

Formação[editar | editar código-fonte]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ultramen no Dicionário Cravo Albin de Música Popular Brasileira

Ligações externas[editar | editar código-fonte]