Unconquered

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Unconquered
Inconquistáveis (PT)
Os Inconquistáveis (BR)
 Estados Unidos
1947 • Technicolor • 146 min 
Direção Cecil B. DeMille
Produção Cecil B. DeMille
Roteiro Charles Bennett
Fredric M. Frank
Jesse Lasky Jr.
Neil H. Swanson (romance)
Elenco Gary Cooper
Paulette Goddard
Howard Da Silva
Boris Karloff
Cecil Kellaway
Ward Bond
Virginia Campbell
Gênero faroeste
Idioma inglês
Distribuição Paramount Pictures
Página no IMDb (em inglês)

Unconquered (Os Inconquistáveis (título no Brasil) ou Inconquistáveis (título em Portugal)) é um filme estadunidense de 1947, do gênero faroeste, dirigido por Cecil B. DeMille e estrelado por Gary Cooper e Paulette Goddard, a atriz favorita do diretor na década de 1940.[1] Tudo é superlativo nesta produção que traz DeMille em todo seu esplendor: o filme foi o mais longo do ano (cento e quarenta e seis minutos), o de filmagem mais demorada (cento e dois dias), e o de maior orçamento (cinco milhões de dólares, uma fortuna na época). Além disso, trinta extras foram parar no hospital durante os ensaios para o clímax, o cerco de um forte com flechas incendiárias e granadas.[2] Ao fim e ao cabo, de mais significativo faroeste do diretor[1] a raso e apático,[3] a crítica ficou dividida, mas o público compareceu em massa.

Paulette Goddard sofria tanto (vendida como escrava em leilão, enfrentando a correnteza de um rio em uma canoa, escapando de uma estaca de tortura, tomando banho em barril etc), que alguns engraçadinhos em Hollywood apelidaram o filme de "Os Perigos de Paulette",[2] numa óbvia alusão tanto ao longa-metragem The Perils of Pauline, lançado no mesmo ano, quanto ao seriado do mesmo nome, de 1914.

Unconquered recebeu uma indicação ao Oscar, na categoria de Efeitos Especiais e foi o último filme de Gary Cooper na Paramount Pictures, depois de vinte anos no estúdio.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Condenada à morte por um crime que não cometeu, na Inglaterra da segunda metade do século XVIII, Abby Hale acaba comprada como escrava pelo Capitão Christopher Holden em Norfolk, Virgínia, nos EUA. Abby é desejada pelo vilão Garth, que vende armas para os índios e conspira com dezoito nações indígenas para varrer do mapa todas as colônias em solo norteamericano. Garth consegue que o capitão seja preso como traidor, porém Abby ajuda-o a escapar. Enquanto se apaixonam, os dois têm de vencer muitos obstáculos e perigos, até o final, quando tentam impedir o massacre de um forte.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Gary Cooper Capitão Christopher Holden
Paulette Goddard Abby Hale
Howard Da Silva Garth
Boris Karloff Guyasuta, chefe índio
Cecil Kellaway Jeremy Love
Ward Bond John Fraser
Virginia Campbell Esposa de John Fraser
Katherine DeMille Hannah
Henry Wilcoxon Capitão Steele
C. Aubrey Smith Juiz
Lane Chandler Membro da Corte Marcial (não-creditado)
Al Ferguson Estrela de londres (não-creditado)
Francis Ford Homem no telhado do forte (não-creditado)
Crauford Kent[4] Capelão (não-creditado)

Principais premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Situação
Oscar Melhores Efeitos Especiais Indicado

Referências

  1. a b FINLER, Joel W., The Movie Directors Story, Nova Iorque: Crescent Books, 1985 (em inglês)
  2. a b EAMES, John Douglas, The Paramount Story, Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)
  3. HARDY, Phil, The Encyclopedia of Western Movies, Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)
  4. Crauford Kent no IMDB

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • EAMES, John Douglas, The Paramount Story, Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)
  • FINLER, Joel W., The Movie Directors Story, página 34, Nova Iorque: Crescent Books, 1985 (em inglês)
  • HARDY, Phil, The Encyclopedia of Western Movies, Londres: Octopus Books, 1985
  • SILVA, Divino Rodrigues da, Os Filmes da Paramount no Período de 1945 a 1949, in MATINÊ 14, Ribeirão Preto, SP: Divino Rodrigues da Silva, 1995, trimestral

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]