The Undertaker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Undertaker)
Ir para: navegação, pesquisa
The Undertaker
Undertaker no Royal Rumble de 2010.
Nome(s)
no ringue
(The) Undertaker
Deadman
"Mean" Mark Callous[1]
Punisher Dice Morgan
The Punisher[1]
Texas Red[1]
The Master of Pain[1]
The Phenom[1]
Altura 2,10 m
Peso 150 kg
Nascimento 24 de março de 1965 (49 anos)[2]
Houston, Texas
Residência Austin, Texas
Anunciado de Death Valley[3]
Treinado por Don Jardine[4]
Estreia 1984[5]

Mark William Calaway (Houston,24 de março de 1965)(49 anos)[2] é um lutador estadunidense de wrestling profissional semi-aposentado, mais conhecido pela alcunha de The Undertaker. Ele trabalhava para a WWE, sendo o lutador ainda sob contrato mais antigo da companhia, apesar de estar inativo. Mark Calaway começou sua carreira na World Class Championship Wrestling (WCCW) em 1984, sendo contratado pela World Championship Wrestling (WCW) como "Mean" Mark Callous cinco anos mais tarde. Em 1990, Calaway não teve seu contrato renovado, sendo contratado pela World Wrestling Federation (hoje, WWE) como "The Undertaker".

The Undertaker teve gêneros diferentes como: Deadman, um morto-vivo sombrio que possui duas versões, e um agente funerário.

Em novembro de 1990 e o líder do Ministry of Darkness em setembro de 1999, antes de retornar como o Deadman em março de 2004. Por um tempo ficou conhecido como o American Bad Ass, um motociclista, de maio 2000 até novembro de 2003. Outra importante é seu meio-irmão Kane, que estreou em outubro de 1997 e com quem teve rivalidades e formou uma dupla conhecida como "Brothers of Destruction".

The Undertaker possui um recorde de vitórias na WrestleMania, o principal pay-per-view da WWE, com 21 vitórias e uma derrota.

Durante sua carreira Calaway foi oito vezes campeão mundial, tendo ganho o WWF/E Championship quatro vezes e o World Heavyweight Championship três vezes , e o USWA Unified World Heavyweight Championship uma vez sendo conhecido naquela época como Master of Pain. The Undertaker também ganhou sete títulos de duplas: seis vezes o WWF Tag Team Championship e uma vez o WCW Tag Team Championship. The Undertaker foi o vencedor do Royal Rumble de 2007, se tornando a primeira pessoa a entrar por último na luta e vencer. Calaway é o único lutador da WWE a ter aparecido no primeiro episódio do Raw ainda em atividade. The Undertaker é considerado por muitos o maior lutador da história da WWE.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início (1984–1989)[editar | editar código-fonte]

Mark Calaway estreou em 1984 , em Dallas , Texas , na companhia World Class Championship Wrestling (WCCW), sob o nome de "Texas Red". Sua primeira luta profissional foi contra Bruiser Brody . Em 1988 , ele deixou o WCCW e lutou em várias promoções com personalidades e nomes diferentes, principalmente no Estados Unidos Wrestling Association , onde ele ganhou o World Heavyweight Championship USWA Unified seu primeiro campeonato de wrestling profissional, em 01 de abril de 1989 , derrotando Jerry "The King" Lawler .

World Championship Wrestling (1989–1990)[editar | editar código-fonte]

Em 1989, Calaway foi contratado pela World Championship Wrestling, onde se uniu ao grupo Skyscrapers, substituindo o lesionado Sid Vicious. Calaway adotou, então, o nome de "Mean" Mark Callous. O novo grupo ganhou notoriedade no Clash Of The Champions X, quando derrotaram os Road Warriors após uma luta.[6] No entanto, o parceiro de Callous Dan Spivey deixou a WCW antes de uma Chicago Street Fight contra os Warriors no WrestleWar 1990. Callous e um Skyscraper mascarado foram derrotados na luta e se separaram logo depois.[7] Individualmente, Callous passou a ser mentorado por Paul E. Dangerously, derrotando Johnny Ace no Capital Combat e Brian Pillman no Clash of the Champions. Em julho de 1990, no The Great American Bash, ele foi derrotado por Lex Luger em uma luta pelo NWA United States Heavyweight Championship. O contrato de Caloway não foi renovado.

Calaway lutou por pouco tempo na New Japan Pro Wrestling como Punisher Dice Morgan. Ele retornou à USWA para participar de um torneio pelo USWA Unified World Heavyweight Championship; ele derrotou Bill Dundee na primeira rodada, mas foi derrotado por Jerry Lawler na quarta-de-final. Em outubro de 1990, ele foi contratado pela World Wrestling Federation (WWF).

World Wrestling Federation / World Wrestling Entertainment / WWE (1990-presente)[editar | editar código-fonte]

Estreia e várias rivalidades (1990–1994)[editar | editar código-fonte]

Calaway estreou na WWF como "The Undertaker"[8] no WWF Superstars de 19 de novembro de 1990.[9] O conceito de The Undertaker, no entanto, não foi apresentado à Calaway até ele ser contratado. A primeira persona e aparência de Undertaker foi o de um agente funerário de filmes de faroeste, usando um casaco, chapéu, luvas e botas negras. Calaway estreou no Survivor Series, como um vilão, como parceiro do time de Ted DiBiase, sendo chamado Kane the Undertaker.[10] Na luta, The Undertaker eliminou Koko B. Ware e Dusty Rhodes, antes de ser eliminado por contagem. Após o evento, ele passou a ser chamado apenas de The Undertaker. Ele abandonou Brother Love como manager em favor de Paul Bearer — um fantasmagórico e histriônico personagem que carregava uma urna, que daria poder a Undertaker, o revitalizando durante lutas.[11]

Ele fez sua estreia no WrestleMania no WrestleMania VII, derrotando "Superfly" Jimmy Snuka.[12] A vitória foi a primeira de seu recorde. Sua primeira grande rivalidade foi contra The Ultimate Warrior, tendo o atacado durante um segmento de entrevista com Bearer. Após um ano enfrentando Warrior, Randy Savage,[10] Sid Justice, Sgt. Slaughter e Hulk Hogan, ele derrotou o último para ganhar seu primeiro WWF Championship no Survivor Series com a ajuda de Ric Flair, se tornando o mais jovem Campeão da WWF da história, até 1993, quando Yokozuna se tornou campeão.[13] Ele perdeu o título para Hogan seis dias depois, no This Tuesday in Texas.[13]

Em fevereiro de 1992, o aliado de Undertaker Jake "The Snake" Roberts tentou atacar a esposa de Savage, Miss Elizabeth, com uma cadeira. Undertaker o impediu, se tornando um mocinho. Undertaker derrotou Roberts no WrestleMania VIII.[12] Ele começou uma rivalidade com os lutadores associados a Harvey Wippleman, como Kamala, Giant González e Yokozuna. Ele teve a luta principal do primeiro episódio do Monday Night Raw em 11 de janeiro de 1993, derrotando Damien Demento.[14] Ele enfrentou González no WrestleMania IX, vencendo por desqualificação após o uso de clorofórmio. Ele enfrentou Yokozuna no Royal Rumble de 1994. Durante a luta, Yokozuna e outros vilões selaram Undertaker em um caixão. Ele apareceu no telão, dizendo que retornaria.[15]

Retorno; diversas rivalidades (1994–1997)[editar | editar código-fonte]

Paul Bearer traiu Undertaker ao lhe atacar usando a urna.

Após o WrestleMania X, Ted DiBiase reintroduziu Undertaker à WWF. Esse Undertaker, no entanto, era um impostor criado por Brian Lee: o original retornou no SummerSlam, derrotando o falso Undertaker.[15] No Survivor Series, The Undertaker derrotou Yokozuna. Durante a maior parte de 1995, The Undertaker manteve uma rivalidade com os membros da Million Dollar Corporation. No WrestleMania XI, enquanto Undertaker enfrentava King Kong Bundy, Kama roubou a urna de Undertaker, a derretendo e fazendo dela um colar de ouro.[15] Undertaker derrotou Kama no SummerSlam.[15] Várias semanas depois, Undertaker lesionou um osso perto do olho, retornando apenas no Survivor Series.

Ele retornou usando uma máscara de O Fantasma da Ópera.[15] Na luta principal do Royal Rumble de 1996, The Undertaker foi desmascarado durante uma luta pelo WWF Championship contra Bret Hart, quando Diesel interferiu, atacando Undertaker.[16] Uma revanche no Raw de 5 de fevereiro teve uma interferência similar.[17] No In Your House: Rage in the Cage, enquanto Diesel enfrentava Hart em uma luta Steel Cage, The Undertaker saiu de dentro do ringue, puxando Diesel.[16] A rivalidade culminou em uma luta no WrestleMania XII, onde Undertaker derrotou Diesel.[12]

Mankind fez sua estreia interferindo em uma luta entre Undertaker e Justin Hawk Bradshaw. Nas semanas seguintes, Mankind continuou a interferir em lutas de Undertaker.[16] Mankind custou a Undertaker uma luta pelo WWF Intercontinental Championship no In Your House 8: Beware of Dog, ajudando Goldust a derrotar Undertaker. No SummerSlam, Mankind e Undertaker se enfrentaram em um Boiler Room Brawl. O vencedor seria aquele que pegasse a urna com Paul Bearer. Undertaker alcançou Bearer, mas este se recusou a lhe dar o objeto, o traindo e lhe atacando com o mesmo.[16] Mankind e Undertaker se enfrentaram novamente no In Your House: Buried Alive, em uma luta Buried Alive. Após interferência de The Executioner, The Undertaker foi "enterrado vivo".[16]

Ele retornou no Survivor Series novamente enfrentando Mankind, com Paul Bearer pendurado em uma jaula à 20 ft (6,10 m) de altura. Se Undertaker vencesse a luta, ele poderia atacar Bearer. Ele ganhou a luta, mas Executioner conseguiu salvar Bearer.[18] The Undertaker começou uma rivalidade com Executioner, o derrotando no In Your House: It's Time, em uma luta Armageddon Rules.[18] Ele começou outra rivalidade com Vader, sendo derrotado por ele no Royal Rumble de 1997 após interferência de Bearer.[18] Ele enfrentou Bret Hart, Vader e Stone Cold Steve Austin em uma luta pelo WWF Championship no In Your House 13: Final Four, mas não venceu.[19] Ele ganharia o título no mês seguinte, derrotando Sycho Sid no WrestleMania 13.[20]

Hell in a Cell e Brothers of Destruction (1997–1998)[editar | editar código-fonte]

No Raw de 12 de maio, Mankind reintroduziu Paul Bearer, que havia sido atacado por Undertaker no In Your House 14: Revenge of the 'Taker. Bearer tentou se aliar novamente a The Undertaker, o chantageando e ameaçando revelar um segredo. Com o tempo, Bearer revelou que, quando criança, Undertaker havia incendiado a casa funerária de sua família, matando seus pais e seu meio-irmão. Bearer anunciou que o irmão de Undertaker, Kane, havia sobrevivido e criado por Bearer. Em resposta, Undertaker afirmou que Kane fora o incendiário.

The Undertaker em 1997.

Enquanto isso, Undertaker começou uma rivalidade no SummerSlam, quando o árbitro convidado Shawn Michaels acidentalmente acertou Undertaker com uma cadeira durante uma luta com Bret Hart, fazendo-o perder o WWF Championship.[20] Após um empate por dupla contagem no Ground Zero: In Your House, Undertaker desafiou Michaels para a primeira Hell in a Cell, no Badd Blood: In Your House. Durante a luta, Kane fez sua estreia, arrancando a porta da cela e atacando Undertaker, dando a vitória à Michaels.[20] Com o progresso da história Kane, representado por Bearer, desafiou The Undertaker para lutas, as quais recusou. O último encontro entre Michaels e Undertaker aconteceu no Royal Rumble. Na semana anterior, Kane se aliou havia se aliado ao irmão contra a D-Generation X. No entanto, no Royal Rumble, Kane prendeu Undertaker em um caixão, dando novamente a vitória à Michaels. Quando o caixão foi reaberto, Undertaker havia desaparecido.[21] Após dois meses, The Undertaker retornou e derrotou Kane no WrestleMania XIV.[21] Os dois se enfrentaram novamente na primeira luta Inferno, no mês seguinte, no Unforgiven: In Your House, com Undertaker vencendo.[21]

A rivalidade entre The Undertaker e Mankind foi renovada, com os dois se enfrentando em uma Hell in a Cell no King of the Ring. Durante a luta, Undertaker atirou Mankind do topo da cela, a 16 ft (4,88 m) de altura, na mesa dos comentaristas. Ele mais tarde aplicou um Chokeslam em Mankind, quebrando o teto da cela e vencendo a luta.[21]

Brothers of Destruction mais tarde na carreira, após Kane ter sido desmascarado.

No Fully Loaded, The Undertaker e Stone Cold Steve Austin derrotaram Kane e Mankind para ganhar o WWF Tag Team Championship.[21] O reinado durou apenas dois meses, com Kane e Mankind conquistando o título de volta no Raw is War.[22] The Undertaker se tornou o desafiante pelo WWF Championship de Austin no SummerSlam. Pouco tempo antes do SummerSlam, Undertaker anunciou que ele e Kane estavam trabalhando juntos como irmãos, mas alertou Kane para que ele não interferisse na luta entre ele e Austin. No SummerSlam, Undertaker foi derrotado.[21] Em setembro, a história continuou, com Undertaker mostrando características vilanescas ao se aliar a Vince McMahon contra Austin. No Breakdown: In Your House, The Undertaker e Kane enfrentaram Austin pelo WWF Championship; McMahon, no entanto, proibiu os irmãos de fazerem o pinfall um no outro. Undertaker e Kane fizeram um pinfall simultâneo em Austin após um chokeslam duplo.[21] McMahon, então, deixou o título vago, o que os levou a uma luta no Judgment Day: In Your House, com Austin como árbitro. Durante a luta, Undertaker e Paul Bearer traíram Kane, lhe atacando com uma cadeira. Austin atacou Undertaker, acabando a luta por dupla contagem.[21] Undertaker se tornou um vilão no Raw is War pela primeira vez em seis anos, se reconciliando com Bearer e fundando o Ministry of Darkness. Seguindo a história, ele admitiu que havia incendiado a casa funerária.[22]

Após o Survivor Series, The Undertaker voltou suas atenções à Austin, o atacando com uma durante uma luta contra The Rock. McMahon marcou uma luta Buried Alive entre Austin e Undertaker no Rock Bottom: In Your House. Nas semanas anteriores à luta, Undertaker tentou embalsamar Austin vivo, tentou internar Kane em um manicômio e fez seus druidas acorrentarem Austin.[22] The Undertaker, no entanto, perdeu a luta no Rock Bottom após interferência de Kane.[23]

Ministry of Darkness (1999)[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 1999, The Undertaker retornou e formou o grupo Ministry of Darkness, desenvolvendo um personagem mais malévolo e satânico. Ele afirmava que recebia ordens do "Higher Power" ("Poder Maior"). Com a ajuda de seus servos, Undertaker tentava deixar outros lutadores maus. O Ministry logo se uniu à The Corporation, formando o Corporate Ministry.[24] Nessa época, The Undertaker derrotou Austin pelo WWF Championship no Over the Edge, com a ajuda do árbitro especial Shane McMahon.[25] Duas semanas depois, foi revelado no Raw is War que Vince McMahon era o "Higher Power". Após Undertaker perder o título para Austin uma noite após King of the Ring,[24] e ser derrotado em uma luta First Blood no Fully Loaded, cortou relações com os McMahons, com a facção acabando.

The Undertaker se aliou à The Big Show, dupla conhecida como The UnHoly Alliance, ganhando o WWF Tag Team Championship duas vezes. Em setembro de 1999, The Undertaker se lesionou, deixando a WWF por quatro meses. Ele deveria voltar no Royal Rumble, mas se lesionou novamente.

American Bad Ass e Big Evil (2000–2003)[editar | editar código-fonte]

Undertaker no WrestleMania XIX

The Undertaker assumiu um diferente personagem, o de um motoqueiro de óculos escuros e bandana. Sua música de entrada passou a ser populares canções de rock, como "American Bad Ass" de Kid Rock, mas sempre com a tradicional abertura do gongo.

Ao retornar em maio de 2000, ele atacou todos os membros da McMahon-Helmsley Faction, se tornando um mocinho. Ele também criou uma rivalidade com o líder do grupo, o Campeão da WWF Triple H. No King of the Ring, The Undertaker se aliou a The Rock e Kane para derrotar Triple H, Shane McMahon e Vince McMahon.[26] Ele e Kane derrotaram Edge e Christian, ganhando uma chance pelo título de duplas na semana seguinte, mas foram derrotados. Kane traiu The Undertaker, o aplicando dois chokeslams em 14 de agosto, no Raw is War.[27] Eles se enfrentaram SummerSlam, que acabou sem vencedor após Kane fugir do ringue ao ter sua máscara removida por Undertaker.[26]

The Undertaker desafiou Kurt Angle pelo WWF Championship no Survivor Series.[28] Angle, no entanto, derrotou The Undertaker após trocar de lugar com seu irmão, Eric Angle. The Undertaker exigiu, então, uma vaga na Hell in a Cell de seis lutadores pelo WWF Championship no Armageddon, durante a qual aplicou um chokeslam em Rikishi do alto da cela.[28]

Em 2001, Undertaker reformou os Brothers of Destruction, desafiando pelo WWF Tag Team Championship. Eles receberam uma luta no No Way Out, enfrentando Edge e Christian e os campeões Dudley Boyz, mas não venceram.[28] No WrestleMania X-Seven, ele derrotou Triple H.[12] Após os Brothers of Destruction ganharem o WWF Tag Title de Edge e Christian,[29] Triple H derrotou Kane no Backlash, com os Brothers of Destruction perderem os títulos.[30] Com Kane lesionado, The Undertaker começou uma rivalidade com Steve Austin pelo WWF Championship, mas foi derrotado no Judgment Day.[30]

Durante a "The Invasion", The Undertaker começou uma rivalidade com Diamond Dallas Page, que perseguia obsessivamente a esposa de Undertaker, Sara.[30] Mark e Sara se casaram realmente durante a história.[31] No SummerSlam, os Campeões de Duplas da WCW The Undertaker e Kane derrotaram Page e Chris Kanyon e uma luta steel cage para ganhar o WWF Tag Team Championship.[30] No Survivor Series, The Undertaker, Kane, The Rock, Chris Jericho e The Big Show derrotaram Steve Austin, Booker T, Rob Van Dam, Shane McMahon e Kurt Angle.[30] Undertaker se tornou um vilão novamente ao forçar o comentarista Jim Ross a beijar o traseiro de Vince McMahon.[32] A partir de então, ele passou a deixar os cabelos curtos e referir-se a si mesmo como "Big Evil". No Vengeance, The Undertaker derrotou Van Dam para ganhar o WWF Hardcore Championship.[33]

The Undertaker como "Big Evil"

No Royal Rumble de 2002, Undertaker foi eliminado por Maven. Irado, Undertaker eliminou Maven e o atacou brutalmente nos bastidores.[33] Em um episódio do SmackDown!, The Rock zombou da eliminação de Undertaker no Royal Rumble. The Undertaker respondeu ao custar uma luta que faria de The Rock o desafiante pelo WWF Undisputed Championship.[34] The Rock, então, fez The Undertaker perder o Hardcore Championship para Maven.[35] Os dois se enfrentaram no No Way Out, com Undertaker sendo derrotado após interferência de Ric Flair.[33] Flair decidiu não enfrentar Undertaker no WrestleMania X8,[36] e, como resultado, ele atacou David Flair, filho de Ric.[37] Flair aceitou enfrentar Undertaker após este ameaçar atacar a filha de Ric.[37] Mesmo sem desqualificações, Flair foi derrotado.[12]

Após a história com Flair, The Undertaker derrotou Stone Cold Steve Austin no Backlash para se tornar o desafiante pelo WWF Undisputed Championship. Na mesma noite, ele ajudou Hulk Hogan a ganhar o título de Triple H.[33] The Undertaker derrotou Hogan para ganhar o título no Judgment Day. Na noite seguinte, Rob Van Dam o derrotou Undertaker pelo título. A luta foi imediatamente reiniciada por Flair e Undertaker reconquistou o títuloh.[38] No Raw de 1 de julho, Undertaker se tornou um mocinho após derrotar Jeff Hardy em uma ladder match e levantar a mão de Hardy em sinal de respeito. The Undertaker, no entanto, perdeu o título para The Rock no Vengeance, em uma luta que também envolveu Kurt Angle.[38] The Undertaker foi transferido do Raw para o SmackDown! com Brock Lesnar, Chris Benoit e Eddie Guerrero. The Undertaker desafiou Lesnar para uma luta pelo título no Unforgiven, luta que acabou em dupla desqualificação.[38] Eles se enfrentaram no No Mercy em uma Hell in a Cell, com Undertaker sendo derrotado após lutar com uma mão quebrada.[38]

The Undertaker deixou o wrestling após ser jogado do palco por Big Show.[39] Ele retornou no Royal Rumble de 2003[40] , imediatamente começando uma rivalidade com Show e o derrotando por submissão no No Way Out. A-Train tentou atacar The Undertaker após a luta, mas Nathan Jones o salvou.[40] Undertaker passou a treinar Jones para enfrentar, com ele, A-Train e Show no WrestleMania XIX.[12] Jones, no entanto, foi removido da luta, que se tornou um combate 2-contra-1. Undertaker venceu com a ajuda de Jones.[40]

Pelo resto do ano, Undertaker manteve uma rivalidade com John Cena, tendo lutas pelo WWE Championship duas vezes. A primeira, no SmackDown! de 4 de setembro, contra Kurt Angle, acabou sem vencedor após interferência de Brock Lesnar.[41] A segunda, no No Mercy, foi uma luta com o uso legal de uma corrente de motocicleta. Lesnar venceu após interferência de Vince McMahon.[42] . No final do ano, The Undertaker teve que derrotar Big Show e Brock Lesnar numa Handicap Match sem desqualificações por três vezes, para ganhar uma oportunidade pelo WWE Champion no Survivor Series, porém, após o combate terminar com a vitória de The Undertaker, o mesmo voltou a ser atacado por Big Show e Brock Lesnar, com o apoio de Vince McMahon, o que fez The Undertaker mudar de ideia, e desafiar McMahon para uma Buried Alive no Survivor Series. Apesar de The Undertaker dominar quase todo o combate, o mesmo acabou sendo derrotado por Vince McMahon após interferência de Kane.[42] The Undertaker desapareceu após a luta, com Kane afirmando que ele estava "morto e enterrado para sempre."[43]

Retorno do Deadman (2004–2007)[editar | editar código-fonte]

The Undertaker fazendo sua entrada no SmackDown!.

Antes do WrestleMania XX, Kane foi perseguido por vídeos que promoviam o retorno de Undertaker. No Royal Rumble, o gongo de Undertaker soou, distraindo Kane e permitindo sua eliminação por Booker T.[42] No WrestleMania XX, The Undertaker, acompanhado por Paul Bearer e usando o personagem gótico, retornou e derrotou Kane.[44] No Judgment Day, The Undertaker derrotaria Booker T. Três meses depois, Bearer foi sequestrado pelos Dudley Boyz sob comando de Paul Heyman,[45] que passou a controlar Undertaker.[46] No The Great American Bash, The Undertaker enfrentou os Dudleys em uma luta 2-contra-1, com a estipulação de que se ele não permitisse que os dois o derrotassem, Heyman enterraria Bearer em cimento. Ele derrotou os Dudleys e impediu que Heyman enterrasse Bearer, o fazendo ele mesmo, dizendo que não precisava mais dele.[44]

Após derrotar os Dudley Boyz, The Undertaker desafiou o Campeão da WWE John "Bradshaw" Layfield (JBL) para uma luta no SummerSlam, sendo derrotado por desqualificação.[44] No No Mercy, The Undertaker e JBL participaram da primeira luta "Last Ride", com The Undertaker sendo derrotado após interferência de Heidenreich.[44] Após uma breve rivalidade com Heidenreich,[47] The Undertaker, com Eddie Guerrero e Booker T, enfrentou JBL no Armageddon, novamente perdendo após interferência de Heidenreich.[47] Os dois se enfrentaram no Royal Rumble, onde Undertaker venceu após prender o oponente em um caixão.[47]

Logo depois, Randy Orton desafiou The Undertaker para uma luta no WrestleMania 21.[48] Mesmo com a ajuda de seu pai, "Cowboy" Bob Orton, Randy foi derrotado por The Undertaker, que aumentou seu recorde para 13–0.[47] Ele retornou no SmackDown! de 16 de junho, sendo derrotado por JBL, após interferência de Randy Orton.[49] Após o The Great American Bash, The Undertaker se tornou o desafiante pelo World Heavyweight Championship. Ele perdeu o direito após ser derrotado por JBL, novamente após interferência de Orton.[50] Not SummerSlam, Orton derrotou The Undertaker.[51] Os dois passaram a provocar o outro com caixões, se enfrentando em uma luta de caixões no No Mercy, com Undertaker sendo derrotado por Randy e Bob Orton.[51] Após a luta, os Ortons atearam fogo ao caixão, de onde Undertaker havia desaparecido. Ele retornou no Survivor Series, saindo de um caixão em chamas.[52] The Undertaker voltou ao SmackDown! no início de dezembro, desafiando Orton para uma Hell in a Cell no Armageddon.[53] Após vencer a luta,[52] Calaway deixou o wrestling por um tempo.

The Undertaker foi mencionado novamente apenas no SmackDown! de 5 de maio, com Theodore Long desafiando Khali em nome de Undertaker para uma luta no Judgment Day.[54] The Undertaker foi derrotado por Khali,[55] [56] só aparecendo novamente no SmackDown! de 4 de julho, aceitando um desafio de Khali para uma luta Punjabi Prison no The Great American Bash.[57] Khali, no entanto, foi removido da luta e substituído pelo Campeão da ECW The Big Show, que foi derrotado. Long havia substituído Khali como punição por ter atacado Undertaker antes do evento.[55] Khali foi desafiado para uma luta Last Man Standing no SummerSlam após interferir em uma luta entre Undertaker e King Booker.[58] Khali negou o desafio, mas Long oficializou a luta no SmackDown! de 18 de agosto. Undertaker acabou vencendo a luta.[59]

The Undertaker no WrestleMania 22.

No Royal Rumble de 2006, The Undertaker retornou durante a celebração de Kurt Angle, que havia derrotado Mark Henry. The Undertaker foi derrotado por Angle no No Way Out. Undertaker teve sua revanche pelo World Heavyweight Championship contra Angle no SmackDown!, mas foi derrotado após um ataque de Henry. No WrestleMania 22, Undertaker derrotou Henry em uma luta de caixões, elevando seu recorde para 14-0. Durante uma revanche no SmackDown!, The Great Khali fez sua estreia, atacando Undertaker.

A próxima luta de Undertaker foi contra o Campeão dos Estados Unifos Mr. Kennedy no No Mercy, na qual foi desqualificado após usar o cinturão contra Kennedy.[60] No SmackDown! de 3 de novembro, Undertaker se reuniu a Kane como os Brothers of Destruction, derrotando Mr. Kennedy e MVP.[61] Kennedy derrotou The Undertaker em uma luta First Blood no Survivor Series após interferência de MVP,[60] mas derrotou Kennedy em uma luta Last Ride no Armageddon.[60] Kennedy custou a Undertaker duas oportunidades por luta pelo World Heavyweight Championship que aconteceria no Royal Rumble.[62] [63]

Campeão Mundial dos Pesos-Pesados (2007–2010)[editar | editar código-fonte]

The Undertaker ganhou seu primeiro Royal Rumble no evento de 2007,[63] se tornando o primeiro lutador a entrar como número 30 e vencer o combate.[64] Ele começou, então, uma rivalidade com Batista, quem derrotou no WrestleMania 23 para ganhar seu primeiro World Heavyweight Championship. No Backlash, em uma luta Last Man Standing, uma revanche entre os dois acabou em empate, já que nenhum dos dois respondeu à contagem de dez do árbitro. No SmackDown! de 11 de maio, Undertaker e Batista se enfrentaram em uma luta Steel Cage, que acabou novamente em empate após os dois homens deixarem a jaula ao mesmo tempo. Após o combate, Mark Henry fez seu retorno, atacando Undertaker. Imediatamente após o ataque, Edge utilizou seu contrato de Money in the Bank, derrotando Undertaker e ganhando o título. Após o segmento, druidas carregaram Undertaker aos bastidores.

Durante a reabilitação de Calaway, Henry passou a derrotar lutadores locais e se gabar do ataque a Undertaker, até que vídeos promocionais sobre o retorno de Undertaker passaram a ser exibidos. Ele fez seu retorno durante o Unforgiven, derrotando Henry, o fazendo novamente no SmackDown! duas semanas depois.[65] Batista e The Undertaker se enfrentaram no Cyber Sunday, com os fãs tendo escolhido o árbitro, Stone Cold Steve Austin, mas Batista manteve seu World Heavyweight Championship.[66] Eles se enfrentaram novamente em uma luta Hell in a Cell no Survivor Series, onde Edge retornou e interferiu na luta, fazendo Batista manter seu título.[67] Em resposta, The Undertaker aplicou um Tombstone Piledriver em Vickie Guerrero, namorada de Edge, no SmackDown! seguinte. No Armageddon, Edge derrotou Batista e Undertaker para ganhar o título.

No No Way Out, The Undertaker derrotou Batista, Finlay, The Great Khali, Montel Vontavious Porter e Big Daddy V em uma Elimination Chamber, se desafiando pelo World Heavyweight Championship de Edge no WrestleMania XXIV. Ele derrotou Edge, ganhando o título e aumentando seu recorde para 16–0.[68] The Undertaker voltou a derrotar Edge no Backlash.[69] Vickie Guerrero baniu, então, o movimento Hell's Gate de Undertaker, retirando seu título. No Judgment Day, Undertaker derrotou Edge por contagem em uma luta pelo título vago. Vickie, no entanto, manteve o título vago. Eles se enfrentaram pelo título novamente no One Night Stand, em uma Tables, Ladders, and Chairs, com Undertaker sendo derrotado após interferência de La Familia. Pela estipulação da luta, Undertaker deixaria a WWE.

The Undertaker, após derrotar Shawn Michaels no WrestleMania XXV.

No SmackDown! de 25 de julho de 2008, Guerrero anunciou que havia recontratado Undertaker, e que ele enfrentaria Edge em uma luta Hell in a Cell no SummerSlam,[70] luta vencida por Undertaker que, após a luta, aplicou um chokeslam em Edge do alto de uma escada, abrindo um buraco no ringue.[71] Durante o Unforgiven, The Undertaker tentou colocar Guerrero em um caixão. Big Show apareceu para ajudá-lo, mas o traiu e o atacou.[72] Como resultado, The Undertaker e Big Show se enfrentaram no No Mercy, com Big Show nocauteando Undertaker.[73] No Cyber Sunday, The Undertaker derrotou Show em uma luta Last Man Standing.[74] The Undertaker voltaria a derrotar Show no Survivor Series, em uma luta de caixões.[75] Undertaker participou da Elimination Chamber pelo WWE Championship no No Way Out. Sem vencer o combate, Undertaker começou uma rivalidade com Shawn Michaels, envolvendo o recorde no WrestleMania e o fato de que Undertaker nunca derrotara Michaels. Ele o fez no WrestleMania XXV, aumentando seu recorde para 17–0.[76] A partir de 25 de abril de 2009, Undertaker entrou em um novo hiato.

Após quatro meses, The Undertaker retornou no SummerSlam em agosto, atacando CM Punk, que acabara de ganhar o World Heavyweight Championship de Jeff Hardy em uma luta Tables, Ladders, and Chairs.[77] No Breaking Point, The Undertaker enfrentou Punk em uma luta de submissão pelo título. Ele venceu a luta usando um Hell's Gate, mas o combate foi reiniciado por Theodore Long, que anunciou que o movimento ainda estava banido por Vickie Guerrero. Punk aplicou, então, um movimento de submissão em Undertaker, que não desistiu. Mesmo assim, o árbitro Scott Armstrong encerrou a luta, recriando o Montreal Screwjob.[78] No SmackDown de 25 de setembro, Long foi aprisionado em um caixão por Undertaker, acabando com o banimento do movimento.[79] No Hell in a Cell, The Undertaker ganhou o World Heavyweight Championship de Punk em uma luta Hell in a Cell.[80] The Undertaker defendeu seu título contra CM Punk no SmackDown, em uma luta Fatal Four Way no Bragging Rights e em uma luta Triple Threat no Survivor Series.[81] [82] Ele enfrentou Batista no TLC: Tables, Ladders & Chairs e ganhou após a luta ser reiniciada por Long, por Batista ter aplicado um golpe baixo.[83]

Undertaker defendendo o World Heavyweight Championship|Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados no Royal Rumble de 2010.

No Elimination Chamber, um defeito na pirotecnia momentaneamente incendiou as roupas de Undertaker durante sua entrada.[84] Ele perdeu o World Heavyweight Championship para Chris Jericho após interferência de Shawn Michaels.[85] Undertaker negava o pedido de uma revanche contra Michaels no WrestleMania, mas aceitou após o ataque de Shawn, com a condição de que, se Michaels perdesse, deveria se aposentar.[86] No WrestleMania XXVI, The Undertaker derrotou Michaels em uma luta sem desqualificação para encerrar a carreira do oponente.[87]

Undertaker durante o seu terceiro reinado como World Heavyweight Championship|Campeão Mundial dos Pesos-Pesados.

Após um hiato (que incluiu duas lutas no Raw), ele retornou no SmackDown de 28 de maio, derrotando Rey Mysterio para se qualificar para uma luta no Fatal 4-Way pelo World Heavyweight Championship.[88] Durante a luta, The Undertaker sofreu uma concussão, um osso orbital e o nariz quebrado.[89] Kane revelou que The Undertaker havia sido encontrado em estado vegetativo;[90] Mysterio assumiu seu lugar na luta e ganhou o World Heavyweight Championship. Enquanto tentando descobrir quem havia atacado The Undertaker, Kane derrotou Mysterio para ganhar o World Heavyweight Championship. Kane e Mysterio continuaram a se enfrentar, com cada um acusando o outro pelo ataque.[91]

No SummerSlam, Undertaker retornou para confrontar Kane e Rey Mysterio, sendo atacado pelo primeiro.[92] Com Kane revelado como o atacante, os dois mantiveram uma rivalidade nos meses seguintes pelo World Heavyweight Championship. Após ser derrotado por Kane no Night of Champions, Undertaker introduziu de volta Paul Bearer como seu aliado.[93] No entanto, Bearer traiu Undertaker e se aliou a Kane no Hell in a Cell. A rivalidade acabou no Bragging Rights, quando o Nexus ajudou Kane a enterrar Undertaker em uma luta Burried Alive.

Defendendo o recorde de vitórias no WrestleMania (2011-2014)[editar | editar código-fonte]

Entrada de The Undertaker no WrestleMania XXVII.
Entrada de The Undertaker no WrestleMania 29.

Após o Royal Rumble de 2011, vídeos promocionais promovendo o retorno de Undertaker passaram a ser exibidos. No Raw de 21 de fevereiro, Undertaker retornou. No entanto, antes que ele pudesse falar, foi interrompido pelo também retornante Triple H, que apontou para o símbolo do WrestleMania, marcando, sem falar, uma luta para o WrestleMania XXVII, onde Undertaker derrotou Triple H em uma luta No Holds Barred, elevando seu recorde para 19–0. Após o combate, Undertaker foi carregado para fora da arena em uma maca.[94]

Undertaker fez seu retorno durante o Raw de 30 de janeiro, interrompendo um segmento entre Triple H e John Laurinaitis. Dessa vez, Undertaker apontou para o símbolo do WrestleMania XXVIII, mas Triple H lhe deu uma palmada no ombro antes de deixar o ringue.[95] Após cortar seus próprios cabelos, Undertaker convenceu Triple H a enfrentá-lo no WrestleMania, em uma luta Hell in a Cell com Shawn Michaels como árbitro.[96] No WrestleMania XXVIII, Undertaker derrotou Triple H, aumentando seu recorde para 20-0. Após a luta, Undertaker e Shawn Michaels carregaram Triple H até o palco de entrada, onde se abraçaram.

Entrada de The Undertaker no WrestleMania 30.

No milésimo episódio do Raw, em 23 de julho, Undertaker retornou, reunindo-se a Kane contra Hunico, Camacho, Curt Hawkins, Tyler Reks, Drew McIntyre e Jinder Mahal, que tentavam atacá-lo. Em 23 de fevereiro de 2013, Undertaker fez uma aparição em um evento não-televisionado em Waco, Texas, aliando-se a Sheamus para derrotar Damien Sandow e Wade Barrett.[97] Seu retorno televisivo aconteceu no Raw Old School, em 4 de março, quando abriu o evento fazendo sua entrada característica. Mais tarde naquela noite, CM Punk derrotou Randy Orton, Big Show e Sheamus para tornar-se o desafiante de Undertaker no WrestleMania 29.[98] Os dois se confrontaram na semana seguinte, quando Punk interrompeu a homenagem de Undertaker ao recém-falecido Paul Bearer. Depois, Undertaker fez com que Punk fosse derrotado por Kane. No WrestleMania 29, Undertaker derrotou Punk, elevando seu recorde para 21–0. No Raw após o WrestleMania, Undertaker quase foi atacado pelo grupo The Shield, mas foi salvo por Team Hell No (Kane e Daniel Bryan). Undertaker lutou no Raw pela primeira vez em três anos no episódio de 22 de abril, aliando-se a Kane e Bryan em uma luta contra Shield, sendo derrotado.[99] Quatro dias depois, ele fez sua primeira luta no SmackDown em três anos, derrotando Dean Ambrose por submissão. Após o combate, Undertaker seria atacado por Ambrose e o resto da Shield.[100]

No Raw de 24 de fevereiro, Undertaker interrompeu Brock Lesnar e Paul Heyman, desafiando o primeiro para uma luta no WrestleMania XXX ao enfiar uma caneta em sua mão e aplicar-lhe um chokeslam em cima de uma mesa. Lesnar derrotou Undertaker no WrestleMania XXX, acabando com o recorde de vitórias. Undertaker está entre os cinco melhores do mundo que já estiveram na WWE.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Munich Olympic Walk of Stars em 2004

Calaway se formou na Waltrip High School em 1983, onde foi membro do time de basquete.[101] Calaway casou-se com sua primeira esposa, Jodi Lynn, em 1989 e, em 1993, o casal teve seu primeiro filho, Gunner. O casamento acabou seis anos depois. Calaway casou-se com sua segunda esposa, Sara em 21 de julho de 2000. [carece de fontes?] Os dois tiveram duas filhas: Chasey (nascida em 21 de novembro de 2002) e Gracie (nascida em 15 de maio de 2005). [carece de fontes?] Em 2007, ele e Sara se divorciaram. Calaway se casou com a lutadora Michelle McCool em 26 de junho de 2010. Os dois tiveram uma filha, Kaia Faith Calaway, em 28 de agosto de 2012.[102] [103]

Calaway é um ávido fã de boxe e carregou a bandeira dos Estados Unidos para o Time Pacquiao durante a luta Pacquiao vs. Velázquez em 2005.[104] Calaway também é um fã de mixed martial arts e assistiu a diversos eventos do Ultimate Fighting Championship, tendo, certa vez, confrontado Brock Lesnar. Durante uma entrevista após o UFC 121, Lesnar cruzou com Calaway que, após encarar Lesnar, perguntou "quer fazer isso?".[103] [105] Ele é bom amigo dos lutadores Pat Miletich, Jeremy Horn, Matt Hughes e do ator Tony Longo. [103]

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Calaway fez sua estreia no cinema em Suburban Commando, de 1991, com Hulk Hogan e Christopher Lloyd. Ele filmou participações em Poltergeist: The Legacy, onde interpretou Soul Chaser Demon e Celebrity Deathmatch. Em 2001, Calaway apareceu no programa canadense Off the Record with Michael Landsberg.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filme
Ano Filme Papel Notas
1991 Suburban Commando Hutch Estreia
1999 Beyond the Mat Ele mesmo Documentário
Televisão
Ano Título Papel Notas
1999 Poltergeist: The Legacy Soul Chaser Demon Episódios: "Brothers Keeper" / "The Mephisto Strain" (Flashbacks)
Downtown The Undertaker (voz) Episódio: "The Con"
Celebrity Deathmatch The Undertaker (voz) Episódio: "Halloween Episode I"
2001 Off the Record with Michael Landsberg Ele mesmo 1 episódio
2002 America's Most Wanted

No wrestling[editar | editar código-fonte]

Undertaker aplicando um Hell's Gate em Edge.
Undertaker aplicando um Tombstone Piledriver em Edge.
Undertaker aplicando um guillotine leg drop em Mark Henry.
Undertaker aplicando um Old School em Heidenreich.


Títulos e prêmios[editar | editar código-fonte]

1 Vencido durante a The Invasion.
2 O quarto reinado foi como Campeão Undisputed.

Streak[editar | editar código-fonte]

# Luta Estipulação Evento
1 - 0 Derrotou Jimmy Snuka Luta individual WrestleMania VII
2 - 0 Derrotou Jake Roberts Luta individual WrestleMania VIII
3 - 0 Derrotou Giant Gonzales (com Harvey Wippleman) por DQ Luta individual WrestleMania IX
4 - 0 Derrotou King Kong Bundy (com Ted DiBiase) Luta individual com Larry Young de árbitro especial WrestleMania XI
5 - 0 Derrotou Diesel Luta individual WrestleMania XII
6 - 0 Derrotou Sycho Sid (c) Luta sem desqualificação pelo WWF Championship WrestleMania 13
7 - 0 Derrotou Kane (com Paul Bearer) Luta individual WrestleMania XIV
8 - 0 Derrotou The Big Boss Man Hell in a Cell WrestleMania XV
9 - 0 Derrotou Triple H Luta individual WrestleMania X-Seven
10 - 0 Derrotou Ric Flair Luta sem desqualificação WrestleMania X8
11 - 0 Derrotou Big Show e A-Train Handicap match WrestleMania XIX
12 - 0 Derrotou Kane Luta individual WrestleMania XX
13 - 0 Derrotou Randy Orton (com "Cowboy" Bob Orton) Luta individual WrestleMania 21
14 - 0 Derrotou Mark Henry Luta de caixões WrestleMania 22
15 - 0 Derrotou Batista (c) Luta individual pelo World Heavyweight Championship WrestleMania 23
16 - 0 Derrotou Edge (c) por submissão Luta individual pelo World Heavyweight Championship WrestleMania XXIV
17 - 0 Derrotou Shawn Michaels Luta individual WrestleMania XXV
18 - 0 Derrotou Shawn Michaels Luta Streak vs. Carreira WrestleMania XXVI
19 - 0 Derrotou Triple H por submissão Luta No Holds Barred WrestleMania XXVII
20 - 0 Derrotou Triple H Hell in a Cell com Shawn Michaels como árbitro especial WrestleMania XXVIII
21 - 0 Derrotou CM Punk (com Paul Heyman) Luta individual WrestleMania 29
21 - 1 Foi derrotado por Brock Lesnar Luta individual[125] WrestleMania XXX
(c) – Campeão antes da luta


[editar | editar código-fonte]

Comemoração do recorde de 20-0.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre The Undertaker

Referências

  1. a b c d e Wrestling Information Archive – WWE Real Names List. 100megsfree4.com. Retrieved on 2011-04-02.
  2. a b Texas Births 1926–1995 "Family Tree Networks".
  3. a b c d WWE Bio World Wrestling Entertainment. Visitado em 2008-03-31.
  4. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v Wrestler Profiles: The Undertaker Online World of Wrestling. Visitado em 2007-12-09.
  5. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas accelerator
  6. prowrestlinghistory.com. NWA Clash of the Champions Results (X). Visitado em 16 de abril de 2007.
  7. prowrestlinghistory.com. NWA WrestleWar Results (1990). Visitado em 16 de abril de 2007.
  8. WWF Update on Kane The Undertaker.
  9. The History of WWE – 1990 results[ligação inativa]
  10. a b 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards", p. 88–89.
  11. About.com: Top 10 Scariest Wrestlers Prowrestling.about.com (2010-09-24). Visitado em 2011-10-24.
  12. a b c d e f WrestleMania Legacy World Wrestling Entertainment. Visitado em 2008-07-10.
  13. a b PWI Staff. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards", p. 89–90.
  14. Raw 1993 results Online World of Wrestling. Visitado em 2011-12-07.
  15. a b c d e PWI Staff. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards", p. 92–94.
  16. a b c d e 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.95)
  17. Raw 1996 results Online World of Wrestling. Visitado em 2011-12-07.
  18. a b c PWI Staff. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.96–97)
  19. Final Four results Wrestling Supercards and Tournaments (1997-02-16). Visitado em 2011-12-07.
  20. a b c 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.98–99)
  21. a b c d e f g h PWI Staff. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.100–101)
  22. a b c Raw 1998 results Online World of Wrestling. Visitado em 2008-07-10.
  23. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.102)
  24. a b Raw 1999 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  25. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.103)
  26. a b PWI Staff. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.106)
  27. Raw 2000 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  28. a b c 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.107)
  29. World Tag Team Title History World Wrestling Entertainment. Visitado em 2009-06-21.
  30. a b c d e 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.108–109)
  31. Online World of Wrestling.
  32. Raw – November 26, 2001 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  33. a b c d 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.109–110)
  34. Michael McAvennie. "WWE The Yearbook: 2003 Edition", Pocket Books, p. 52.
  35. Michael McAvennie. "WWE The Yearbook: 2003 Edition", Pocket Books, p. 56.
  36. McAvennie, Michael. "WWE The Yearbook: 2003 Edition", Pocket Books, pp. 79–80.
  37. a b Michael McAvennie. "WWE The Yearbook: 2003 Edition", Pocket Books, pp. 80–81.
  38. a b c d PWI Staff. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.110–111)
  39. McAvennie, Michael. "WWE The Yearbook: 2003 Edition", Pocket Books, p. 288.
  40. a b c 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.112–113)
  41. SmackDown-September 4, 2003 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  42. a b c PWI Staff. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.113–114)
  43. SmackDown-November 20, 2003 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  44. a b c d 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.115–116)
  45. SmackDown-May 27, 2004 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  46. SmackDown-June 17, 2004 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  47. a b c d PWI Staff. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.116–117)
  48. Raw-March 7, 2005 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  49. SmackDown-June 16, 2005 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  50. SmackDown-July 28, 2005 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  51. a b PWI Staff. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.118)
  52. a b 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.119)
  53. SmackDown-December 2, 2005 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  54. SmackDown-May 5, 2006 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  55. a b 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.121)
  56. Ed Williams III (2006-05-21). The Great Khali makes Undertaker rest in peace World Wrestling Entertainment. Visitado em 2008-01-05.
  57. SmackDown-July 4, 2006 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01. Cópia arquivada em 2008-01-10.
  58. SmackDown-August 4, 2006 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  59. SmackDown-April 18, 2007 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  60. a b c PWI Staff. 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.122)
  61. SmackDown-November 3, 2006 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  62. SmackDown-January 12, 2007 Results Online World of Wrestling. Visitado em 2007-05-01.
  63. a b 2007 Wrestling almanac & book of facts. "Wrestling’s historical cards" (p.130)
  64. Dee, Louie (2007-01-28). A Phenom-enal Rumble World Wrestling Entertainment.com. Visitado em 2007-08-23.
  65. Unforgiven 2007 Results World Wrestling Entertainment. Visitado em 2007-09-16.
  66. Cyber Sunday 2007 Results PWWEW.net. Visitado em 2007-11-19.
  67. Dee, Louie (2007-11-18). On the Edge of Hell World Wrestling Entertainment. Visitado em 2007-11-19.
  68. Dee, Louie (2008-02-17). No Way Out Match results World Wrestling Entertainment. Visitado em 2008-02-17.
  69. Dee, Louie (2008-04-27). Second verse, same as the first World Wrestling Entertainment. Visitado em 2008-05-02. Cópia arquivada em 2008-05-01.
  70. SmackDown: A woman's scorn, a Deadman reborn. Visitado em 2008-06-25.
  71. DiFino, Lennie (2008-08-17). Unleashed in Hell World Wrestling Entertainment. Visitado em 2008-08-18. Cópia arquivada em 2008-08-22.
  72. Big Show lends Guerrero a giant hand World Wrestling Entertainment (2008-09-07). Visitado em 2008-09-07.
  73. Burdick, Michael (2008-10-05). The knockout heard ‘round the WWE Universe World Wrestling Entertainment. Visitado em 2008-10-06.
  74. Passero, Mitch (2008-10-26). Deadman’s revenge World Wrestling Entertainment. Visitado em 2009-09-17.
  75. DiFino, Lennie (2008-11-23). Beantown burial World Wrestling Entertainment. Visitado em 2009-09-16. [ligação inativa]
  76. Adkins, Greg (2009-05-09). Deadman Alive World Wrestling Entertainment. Visitado em 2009-09-17. [ligação inativa]
  77. Murphy, Ryan (2009-08-23). CM Punk comes out on top World Wrestling Entertainment. Visitado em 2009-09-17. [ligação inativa]
  78. Tello, Craig (2009-09-13). Hell's Gate-crasher World Wrestling Entertainment. Visitado em 2009-09-26.
  79. Preview:Undertaker vs. World Heavyweight Champion CM Punk (Hell in a Cell Match) World Wrestling Entertainment (2009-10-04). Visitado em 2009-10-04. [ligação inativa]
  80. Sokol, Brian; Sokol, Chris (2009-10-05). Title changes highlight Hell in a Cell Slam Wrestling Canadian Online Explorer. Visitado em 2009-10-05.
  81. Bishop, Matt (2009-10-25). Cena, Smackdown earn Bragging Rights Slam! Sports Canadian Online Explorer. Visitado em 2010-02-01.
  82. Plummer, Dale; Tylwalk, Nick (2009-11-23). Lots of wrestlers per match but no title changes at Survivor Series Slam! Sports Canadian Online Explorer. Visitado em 2010-02-01.
  83. Kapur, Bob (2009-12-14). New champs at strong WWE TLC show Slam! Sports Canadian Online Explorer. Visitado em 2010-02-01.
  84. "Pro wrestler suffers minor burns in mishap", Sports Illustrated, 2010-02-23. Página visitada em 2010-02-24. [ligação inativa]
  85. Plummer, Dale; Tylwalk, Nick (2010-02-22). Batista, Jericho and Michaels capitalize on Elimination Chamber opportunities Slam! Sports Canadian Online Explorer. Visitado em 2010-02-24.
  86. Plummer, Dale (2010-02-22). RAW: Finding a Jewel on the Road to Wrestlemania Slam! Sports Canadian Online Explorer. Visitado em 2010-04-01.
  87. Plummer, Dale; Tylwalk, Nick (2010-03-29). Undertaker ends Shawn Michaels' career in thrilling rematch to cap off Wrestlemania XXVI Slam! Sports Canadian Online Explorer. Visitado em 2010-04-01.
  88. WWE "Back in black" Wwe.com. Visitado em 2011-10-24.
  89. Inside Pulse Wrestling | Undertaker Injured, WWE Fatal 4 Way Main Event In Jeopardy Wrestling.insidepulse.com. Visitado em 2011-10-24.
  90. WWE "Unnatural Phenom-enon" Wwe.com (2010-06-04). Visitado em 2011-10-24.
  91. Brandon Stroud %BloggerTitle% (2010-07-18). WWE Money in the Bank 2010 Results: New Champion Cashes In Aolnews.com. Visitado em 2011-10-24.
  92. WWE Bragging Rights Preview: 10 Reasons Undertaker Will Top Kane Bleacher Report (2010-10-22). Visitado em 2011-10-24.
  93. Hillhouse, Dave (2010-09-25). Smackdown: Kickin' it old school Slam! Sports Canadian Online Explorer. Visitado em 2010-10-04.
  94. Results:The Undertaker def. Triple H (No Holds Barred Match) World Wrestling Entertainment. Visitado em 2011-04-05.
  95. Passero, Mitch. WWE Raw SuperShow results: The Undertaker returned with his sights set on Triple H! WWE. Visitado em 31 de janeiro de 2012.
  96. Passero, Mitch. Raw SuperShow results: Triple H accepts Undertaker's WrestleMania challenge WWE. Visitado em 23 de fevereiro de 2012.
  97. The Undertaker Makes Surprise Return to WWE at Live Event in Texas Bleacher Report (2013-02-24).
  98. The Undertaker rises again and CM Punk punches his WrestleMania ticket WWE.com (2012-03-04). Visitado em 2013-03-05.
  99. CALDWELL'S WWE RAW RESULTS 4/22 (Second Hour): Shield vs. The Undertaker six-man tag match, Ryder squashed.
  100. PARKS' WWE SMACKDOWN REPORT 4/26: Complete coverage of the loaded Friday night show, including Undertaker vs. Ambrose, Henry vs. Orton.
  101. Waltrip trivia page Waltrip High School.
  102. Martin, Adam (2010-06-29). Report: WWE stars wed this past week WrestleView. Visitado em 2010-07-05.
  103. a b c Batista, Julio (2011-09-05). Report: Mark Calaway's Biography on IMDB imdb. Visitado em 2011-09-0.
  104. Martin, Adam (2005-09-02). The Undertaker to lead Pacquiao's entourage WrestleView.
  105. WWE's Undertaker Confronts Brock Lesnar Following UFC 121 Mmafighting.com (2011-07-14). Visitado em 2011-10-24.
  106. Undertaker def. Mark Henry (Casket Match) WWE. Visitado em 2008-07-15.
  107. Burdick, Michael (2009-02-27). No Cena Allowed WWE. Visitado em 2009-03-02. [ligação inativa]
  108. a b c d e f g The Undertaker Wrestling-Caricatures. Visitado em 2008-03-31.
  109. a b c d e Reynolds, R. D.. The WrestleCrap Book of Lists!. [S.l.]: ECW Press, 2007. p. 21. ISBN 1-55022-762-9.
  110. 'Mania Matches That Made Us Sweat: 1: Batista vs. Undertaker World Wrestling Entertainment. Visitado em 2009-01-14.
  111. Undertaker Last Outlaw Authentic T-Shirt. WWEShop. Retrieved on 2011-04-02.
  112. Rafael Nadal, Arsenal and sport's top 10 winning streaks – News. MirrorFootball.co.uk (2002-02-10). Retrieved on 2011-04-02.
  113. Pro Wrestling Illustrated Award Winners Feud of the Year Wrestling Information Archive. Visitado em 2009-02-03.
  114. Pro Wrestling Illustrated Award Winners Match of the Year Wrestling Information Archive. Visitado em 2009-02-03.
  115. (2010) "". Pro Wrestling Illustrated 31 (3): 78–79.
  116. Pro Wrestling Illustrated Top 500–2002 Wrestling Information Archive. Visitado em 2009-02-03.
  117. Pro Wrestling Illustrated's Top 500 Wrestlers of the PWI Years Wrestling Information Archive. Visitado em 2010-09-15.
  118. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas wcwa
  119. World Heavyweight Title (WWE Smackdown!) history At wrestling-titles.com
  120. WWWF/WWF/WWE World Heavyweight Title history At wrestling-titles.com
  121. WCW World Tag Team Title history At wrestling-titles.com
  122. WWWF/WWF/WWE World Tag Team Title history At wrestling-titles.com
  123. WWF/WWE Hardcore Title history At wrestling-titles.com
  124. a b c d e f g h i {{cite
      • Luta do Ano (2012) Undertaker Vs Triple H Hell In Cell Match Shawn Michaels Guest Special Referee
    journal|last=Meltzer|first=Dave|authorlink=Dave Meltzer|date=January 26, 2011|title=Biggest issue of the year: The 2011 Wrestling Observer Newsletter Awards Issue|periodical=Wrestling Observer Newsletter|publication-place=Campbell, CA|pages=1–40|issn=10839593}}
  125. Clapp, John. The Undertaker vs. Brock Lesnar (em Inglês) WWE. Visitado em 24 de fevereiro de 2014.