União Esporte Clube (Itapecerica)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
União
Nome União Esporte Clube (Itapecerica)
Alcunhas Galo do Arranca-tôco
Tricolor
O Mais Querido
Mascote Galo
Fundação 15 de agosto de 1938 (75 anos)
Estádio Hélio Gondim (Monumental da Avenida)
Capacidade 5.000
Presidente Brasil Carlos Roberto Lima (Beto)
Treinador Kelison Ailton Santos Trindade (Kilinho)
Competição Campeonato Municipal de Itapecerica
Copa-Centro Oeste Mineiro
Website [1]
Kit left arm red black whitestripes.png Kit body red black whitestripes.png Kit right arm red black whitestripes.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm.png Kit body red and black stripes.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
editar

Fundado União Sport Club, é um clube brasileiro de futebol, sediado na cidade Itapecerica, no Estado de Minas Gerais.

Manda seus jogos no Estádio Hélio Gondim. Com a conquista de 10 títulos, o Tricolor é exaltado por sua torcida como O Mais Querido da Cidade.

Rivalidade[editar | editar código-fonte]

Em termos locais, o União tem como grande rival o São Bento Esporte Clube. De 1950 até 1976 os clubes realizavam uma disputa, no sistema de "melhor de três pontos", a fim de apontar o campeão local. Infelizmente o São Bento tem o maior número de conquistas. Nesse aspecto, se temos que dizer que perdemos para nosso maior adversário, é preciso fazê-lo com veracidade, ainda que isto doa em cada Tricolor. E a recíproca é igualmente verdadeira. Entretanto, ultimamente, devido à decadência vivida pelo Alvirrubro, os duelos entre União e Boaviagense têm agitado a cidade.

História[editar | editar código-fonte]

Fundado em 15 de agosto de 1938 pela "união" de jogadores do extinto Brasil e de de renegados do São Bento, adotou as cores vermelha (do São Bento), branca (do Brasil e do São Bento) e preta (do União). Teve seu grande reconhecimento nos gramados Itapecericanos em 1953 quando foi campeão da cidade, fazendo seus 3x0 e o glorioso 5x0 em cima do São Bento. Várias vezes campeão da cidade, o clube considera o título de 1976 como o mais importante pois venceu o São Bento após anos. Foi neste ano também, quem o esquadrão imbatível do União trouxe um título inédito para cidade, Campeão Regional 1976. Muitas das vezes o Tricolor não participava das disputas da melhor de três como exemplo nos anos 1960, ocasiões em que o São Bento enfrentava o Independente.

Em 1964 o União teve o privilégio de ter como goleiro do ano, Fábio, jogador profissional do Cruzeiro que no ano seguinte foi convocado para a Seleção Brasileira.

O União também participou de duelos contra várias equipes: Guarani, Athletic Club, América, Juventus e, inclusive, já enfrentou o Cruzeiro na categoria de juniores.

Contudo, o Galo Itapecericano atingiu seu apogeu no fim dos anos 80 e início dos 90, oportunidade em que conquistou seu Tetracampeonato Municipal Invicto (1988/1989/1990/1991).

De 1938 até a presente data, excetuando-se o período de 1976 à 1987, o União sempre esteve em atividade realizando partidas amistosas e participando de competições locais ou regionais. Importante registrar sua participação no afamado Torneio Sulmineiro na década de 1960, no Torneiro José Pinto Fiusa e no Torneio do Oeste na década de 1970, no Torneio Classista na década de 1980 e recentemente em 2008. No ano de 1991, época em que o Tricolor estava em seu grande desempenho de retorno, o União participou do Campeonato Mineiro de Juniores, chegando a vencer o Cruzeiro de 2x0. Também participou da edição de 1996.

Atualmente[editar | editar código-fonte]

Após o título de 2005, o União apresentou altos e baixos. Em 2006 foi vice-campeão quando, apesar de perder o título para a Boaviagense, eliminou o seu maior rival São Bento na semifinal. Em 2007, o pior desempenho do clube em sua história do Campeonato da Cidade: União eliminado na primeira fase pelo modestíssimo Maringá.

Porém, no ano de 2010, o Tricolor foi o grande campeão do Campeonato Itapecericano. Com apenas uma derrota, o "Mais Querido" conseguiu vencer o São Bento com uma virada. Na semi-final passou fácil pelo XV de Maio e na grande decisão superou a Associação Atlética Boaviagense, conquistando e assim o seu tão esperado Octacampeonato Legítimo.

Em 2011 o União participou do campeonato regional Copa Centro-Oeste, onde foi o vencedor de seu grupo, vencendo o São Bento por 2 x 1 de virada. Foi classificado para as semi-finais, sendo eliminado "invicto" nas penalidades máximas. Em 2012 está em preparo para a nova temporada do Campeonato da Cidade previsto para estrear em agosto.

Na manhã do dia 7 de junho de 2012 o Tricolor perde um grande ídolo, morre Hélio Gondim. A massa Tricolor dá seu adeus ao mestre, que com total dedicação fez da história do União junto a seus companheiros uma potência no futebol da região.

70 Anos de Glórias[editar | editar código-fonte]

Em 18 de agosto de 2008, o União Esporte Clube completou 70 anos de glórias. Uma festa ao mérito do clube foi comemorada na Associação Comercial e Industrial de Itapecerica (ACII) para alegrias da história Tricolor. Presenças ilustres foram marcadas como o exemplo do atual presidente Beto (2007-presente), do saudoso Hélio Gondim e família, Marcão Federracha e família, pelo mérito de melhor artilheiro Tricolor e Itapecericano, entre outros.

Foi lançado o livro documentário União Esporte Clube - Retratos de uma História de autoria de Constantino Barbosa com a história do futebol Itapecericano e do próprio Tricolor é claro. Com imagens ilustrativas, valiosas e gloriosas para mostrar a importância do clube na história futebolística de Itapecerica. Com vendagem superior a 5 mil cópias e uma boa recepção de público e crítica, o livro mostra que para ser ter garra, amor, paz títulos e glórias, não basta ser o melhor torcedor, mais sim um torcedor Tricolor.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Municipais[editar | editar código-fonte]

  • Campeão Regional 1976.

Ídolos[editar | editar código-fonte]

  • Marco Antônio Ribeiro (Marquinho/Marcão Federracha)
  • André Guimarães (Pé de Broa)
  • Danga
  • Quelsen
  • Marcos Antônio (Totonho)
  • Juninho Mesquita (Juninho do Maré)
  • Hélio Gondim
  • Zé Gondim
  • Luizinho Federracha
  • Luís Macota
 
  • Jovane do Maré
  • Ademir (a alegria da galera)
  • Zezé
  • Adeílson
  • Fabrício
  • Éder
  • Leco
  • Matheus (Marreco)
  • Lauro Gondim
  • Paulo Duarte (Tubica)
 
  • Saulo
  • Gilberto
  • Heitor
  • Gleyser
  • Eduardo

Torcidas organizadas[editar | editar código-fonte]

  • Elite Tricolor, liderada pelo próprio clube, torcedores, pelas famílias Gondim, Lolota e Federracha, em atividade desde 17 de abril de 1988.
  • Raça Tricolor, liderada pelo próprio clube e torcedores. Teve vida curta entre 1988-1992.
  • Dragões Tricolor, liderada pelo Toninho, uma grande personalidade da nossa massa Tricolor, em 1991-1992.