Unicelular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um organismo unicelular é um organismo que consiste em apenas uma célula, ao contrário de um organismo pluricelular que consiste de várias células. Os organismos unicelulares que se movem são às vezes referidos como "mônadas".[1] Os principais grupos de organismos unicelulares são as bactérias, a archaea, os protozoários, as algas e os fungos unicelulares. Os organismos unicelulares se dividem em duas categorias gerais: organismos procariotas e organismos eucariótica. Acredita-se que os organismos unicelulares sejam a forma de vida mais antiga, possivelmente existindo há 3,8 bilhões de anos.[2]

Os procariotas, a maior parte dos protistas e alguns fungos são unicelulares. Apesar de alguns destes organismos viverem em colônias, eles ainda são unicelulares. Estes organismos vivem em conjunto e cada célula na colónias é a mesma. No entanto, cada célula deve realizar todos os processos vitais a fim de que a célula sobreviva. Em contraste, mesmo as mais simples organismos multicelulares têm células que dependem umas das outras para sobreviver.

Alguns organismos são parcialmente uni e multicelulares, como o Dictyostelium discoideum. Outros podem ser unicelulares e multinucleados, como Myxogastria e o Plasmodium.

A maioria dos organismos unicelulares são microscópicos, portanto, são classificados como microorganismos. No entanto, alguns protistas unicelulares e bactérias são macroscópicos, visíveis a olho nu.[3] Exemplos incluem:

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Paul C. Baumann; United States. Environmental Protection Agency. Office of Research and Development. Biological investigations of Lake Wingra. For sale by the Supt. of Docs., U.S. Govt. Print. Off.; 1973. p. 27.
  2. ThinkQuest, An Introduction to Cells
  3. Max Planck Society Research News Release Accessed 21 May 2009
  4. Researchers Identify Mysterious Life Forms in the Extreme Deep Sea. Accessed 2011-10-24.
  5. Bauer, Becky. "Gazing Balls in the Sea", October 2008. Página visitada em 27 August 2010.
  6. John Wesley Tunnell, Ernesto A. Chávez, Kim Withers. Coral reefs of the southern Gulf of Mexico. [S.l.]: Texas A&M University Press, 2007. p. 91. ISBN 1-58544-617-3.
  7. http://www.wisegeek.com/what-is-the-largest-biological-cell.htm