Unidades Territoriais Estatísticas de Portugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As Unidades Territoriais Estatísticas de Portugal designam as sub-regiões estatísticas em que se divide o território português, de acordo com o Regulamento (CE) n.º 1059/2003 do Parlamento Europeu e do Conselho de 26 de Maio de 2003.[1] O Regulamento instituiu uma Nomenclatura Comum das Unidades Territoriais Estatísticas (NUTS).

As sub-regiões estatísticas de Portugal são de três níveis - NUTS I, NUTS II e NUTS III:

NUTS I
NUTS II
NUTS III


Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Divisões administrativas
Para cidades: Aldeia | Bairro | Borough | Cidade | Cidade independente | Comuna | Concelho | Condado | Conselho | Departamento | Freguesia | Hamlet | Localidade | Município | Prefeitura | Paróquia | Posto administrativo | Povoação / Povoado / Vilarejo | Shire |Subprefeitura | Unidade de vizinhança | Unidade residencial | Vila
Para países: Bailiado | Cantão | Estado | Província | República | Território | Voivodia
Autônomos: Cidade | Comunidade | Condado | Prefeitura | Província | Região | República
Federal: Distrito federal
Metropolitano: Condado
Rural: Concelho / Município | Distrito
Urbano: Distrito urbano | Distrito municipal
Fins Estatistícos: NUTS | Região censitária | Cidade de recenseamento
Termos relacionados: Circunscrição | Distrito | Gueto | Listas de divisões administrativas | Lista de termos | Periferia | Região | Região administrativa | Subdistrito | Subdivisão de país | Território