Unikonta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaUnikonta
Animal cell structure pt.svg

Classificação científica
Domínio: Eukaryota
(sem classif.) Unikonta
Supergrupos
Opisthokonta

Bikonta
Amoebozoa

Unikonta é um organismo Eukaryota unicelular que possui um único flagelo, pelo menos ancestralmente. Pesquisas científicas recentes sugerem que estes são os ancestrais dos Opisthokonta e Amoebozoa, e os Bikontas (organismos unicelulares Eukaryotas com dois flagelos) são os antepassados dos Archaeplastida, Excavata, Rhizaria e Chromalveolata.

Os organismos Unikonta igualmente se caracterizam por tripla fusão de genes que não existe nos Bikonta, assim como um único centríolo (Cavalier-Smith, 2002, 2006). Alguns Unikonta apresentam dois centríolos, porém sua origem difere evolutivamente dos Bikonta, indicando aqui uma convergência evolutiva (Cavalier-Smith 2006). Os três genes que estão fundidos nos Unikonta, porém não nas bactérias e nem nos Bikonta, codificam as enzimas que intervêm na síntese dos nucleotídeos pirimidínicos carbamoil-fosfato sintase, dihidroorotase e aspartato carbamoiltransferase (Cavalier-Smith 2006). Parece provável que esta tripla fusão seja o resultado de duas duplas fusões sucessivas, uma corrente de eventos rara na evolução e com poucas possibilidades de se repetir. Este fato apoia a teoria que propõe um antepassado comum para Opisthokonta e Amoebozoa.

A seguinte árvore filogenética mostra as relações entre os principais grupos de Eukaryota segundo as propostas de Cavalier-Smith:

Eukaryota [A] 
 [B] [C] Bikonta 
 ?

Apusozoa


 [E] Corticata 
 [I] 

Archaeplastida


 [J] Chromalveolata 
 [M] 

Chromista



Alveolata




 [F] Cabozoa 
 [K] 

Rhizaria


 [L] 

Excavata




 [D] Unikonta 

Amoebozoa


 [G] [H] 

Opisthokonta




Legenda: [A] Eukaryota ancestral heterótrofo uniflagelado e unicentriolar; mitocôndrias com cristas tubulares. [B] Ancestral biflagelado. [C] Fusão de genes DHFR-TS. [D] Fusão tripla de genes da biossíntese da pirimidina. [E] Alvéolos corticais. [F] Aquisição de cloroplastos por endossimbiose secundária de uma alga verde (Viridiplantae). [G] Flagelo posterior e mitocôndrias com cristas planas. [H] Inserção de EF1-alpha. [I] Aparição dos cloroplastos por endossimbiose primária de uma Cyanobacteria. [J] Aquisição de cloroplastos por endossimbiose secundária de uma alga vermalha (Rhodophyta). [K] Inserção de poliubiquitina. [L] Sulco de alimentação ventral. [M] Cerdas tubulares em flagelos e plastos dentro do retículo endoplasmático rugoso.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências gerais[editar | editar código-fonte]

  • Thomas Cavalier-Smith. (2002). "The phagotrophic origin of eukaryotes and phylogenetic classification of Protozoa". Int. J. Syst. Evol. Microbiol. 52: 297–354.
  • Thomas Cavalier-Smith. (2006). "Protist phylogeny and the high-level classification of Protozoa". European Journal of Protistology 39 (4): 338-348.
  • Alexandra Stechmann and Thomas Cavalier-Smith. (2003). "The root of the eukaryote tree pinpointed". Current Biology 13 (17).