Voo 93 da United Airlines

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de United Airlines Flight 93)
Ir para: navegação, pesquisa
Voo 93 da United Airlines
Trajectória do voo a 11 de Setembro de 2001, descolando de Newark, New Jersey, até Stonycreek Township, Pensilvânia.
Sumário
Data Terça-feira, 11 de Setembro de 2001
Causa Sequestro
Local Campo perto de Diamond T. Mine, uma mina de carvão perto de Stonycreek Township, na Pensilvânia
Origem Aeroporto Internacional de Newark
Destino Aeroporto Internacional de São Francisco
Passageiros 37 (incluindo 4 sequestradores)
Tripulantes 7
Mortos 40 (incluindo 4 sequestradores)
Sobreviventes 0
Aeronave
Modelo Boeing 757-222
Operador Estados Unidos United Airlines
Prefixo N591UA
Primeiro voo 1996

O voo 93 da United Airlines foi um dos voos desviados de seus trajetos originais no dia 11 de setembro, quando ocorreram ataques terroristas contra os Estados Unidos. O avião caiu próximo a região de Shanksville, 81 minutos após decolar do Aeroporto Internacional de Newark.

A investigação do FBI concluiu que o avião fora sequestrado por quatro terroristas[1] , entretanto os passageiros tentaram recuperar o controle do avião e impedir a ação do terroristas, com conflito os terroristas teriam causado a queda do avião. Entre as evidências, há o registro de briga e gritos na caixa preta, declarações de parentes e amigos que conversaram com os passageiros por telefone e objetos encontrados nos destroços.[2]

Há versões extra-oficiais que afirmam que o avião supostamente foi atingido por um míssil do próprio governo americano, como um meio de proteger a sede do governo. Porém, não há evidências sólidas para sustentar essa possibilidade, as quais se argumenta que o governo teria escondido as evidências.

História[editar | editar código-fonte]

Conforme registros encontrados no site do FBI.[3] [4] O voo UA93, a bordo do 757-222 de matrícula N591UA, partiu da cidade de Newark (New Jersey) às 8h42 da manhã com destino à cidade de São Francisco (Califórnia) com 37 passageiros (incluindo os terroristas) e sete tripulantes (cinco comissários de bordo e dois pilotos).

Durante o voo, o avião desviou-se da rota de origem no momento em que terroristas assumiram o controle, após matar seus pilotos e ferir outros passageiros, como a nova direção de voo coincidia com a cidade de Washington supõe-se que a intenção era colidi-lo com o Capitólio ou com a Casa Branca.

Após os terroristas assumirem o voo, os passageiros teriam descoberto através de conversas com parentes e amigos por telefone sobre os sequestros dos outros três aviões, os quais já haviam colidido com as torres gêmeas do World Trade Center e com o Pentágono. Vários deles despediram-se de seus parentes antes da queda.

Como os terroristas já haviam matado os pilotos e sabendo de seu provável destino, os passageiros resolveram atacar os terroristas, tentando recuperar o controle da aeronave. O plano dos terroristas não teve sucesso, o avião ainda não havia atingido seu alvo e os terroristas acabaram por executar uma descida brusca do avião que ocasionou a sua queda em velocidade de cerca de 930 km/h.

Parte da fuselagem do avião.

A história do voo UA 93 encerra-se às 10h03 da mesma manhã, ao cair em uma área rural próxima da cidade de Shanksville (Pensilvânia).

Os passageiros do voo 93 tornaram heróis, sendo a história retrada em filmes e livros como United 93 (Voo United 93) que traz uma reconstituição cinematográfica da história e relatos da catastrófica situação que decorreu-se a bordo do voo 93.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

  • Capitão Jason Dahl
  • Primeiro Oficial Leroy Homer
  • Comissária de Bordo Lorraine G. Bay
  • Comissária de Bordo Sandra W. Bradshaw
  • Comissária de Bordo Wanda A. Green
  • Comissária de Bordo Ceecee Lyles
  • Comissária de Bordo Deborah A. Welsh

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Terroristas do voo 93. Visitado em 19 de março de 2013.
  2. Caixa negra do voo 93 da United Airlines revela luta entre sequestradores e passageiros. Visitado em 19 de março de 2013.
  3. FBI - The Flights. Visitado em 19 de março de 2013.
  4. FBI - Response and Recovery - Shanksville. Visitado em 19 de março de 2013.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Tonya Buell. The Crash of United Flight 93 on September 11, 2001. Rosen Publishing Group, 2003. [infantil]
  • Melodie Homer. From Where I Stand: Flight #93 Pilot's Widow Sets the Record Straight. Langdon Street Press, 2012.
  • Lisa D. Jefferson, Felicia Middlebrooks. Called: Hello, This Is Mrs. Jefferson. I Understand Your Plane Is Being Hijacked. 9:45 am, Flight 93, September 11, 2001. Northfield Publishers, 2006.
  • Glenn J. Kashurba. Courage After the Crash: Flight 93 Aftermath: An Oral and Pictorial Chronicle. Saj Publishing, 2002.
  • Jere Longman. Among the Heroes: The Story of Flight 93 and the Passengers Who Fought Back. Simon & Schuster, 2002.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikisource Textos originais no Wikisource
Commons Categoria no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre os ataques de 11 de setembro de 2001 é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.