Universidade Federal do Oeste da Bahia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UFOB
Universidade Federal do Oeste da Bahia
Fundação Agosto de 2011
Tipo de instituição Universidade Pública Federal
Reitor(a) Iracema Santos Veloso
Vice-reitor(a) Jacques Antônio de Miranda
Sede Barreiras
Campi Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Barra, Luís Eduardo Magalhães e Santa Maria da Vitória
Estado  Bahia
Página oficial http://www.ufob.edu.br/
Mapa dos municípios com campi (Barreiras na cor mais escura e outros três municípios mais claros).
Instituições de ensino superior do Brasil Brasil

A Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB[1] ) é uma instituição de ensino superior pública, sediada na cidade de Barreiras, Bahia.[2]

A UFOB é resultado do desmembramento do campus de Barreiras da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Foi anunciada em agosto de 2011[3] e finalmente sancionada pela lei nº 12.825 de 5 de junho de 2013[1] .

Enquanto o Instituto das Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável da Universidade Federal da Bahia, como campus de Barreiras da UFBA, oferece cursos de graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental, Geografia (Lic.e Bach.), Geologia Química (Lic. e Bach.), Engenharia Civil, Matemática (Lic. e Bach.), Ciências Biológicas (Lic. e Bach.), História (Licenciatura), Administração, BI em Ciência e Tecnologia e em Humanidade e mais recentemente foi aprovado o curso de Medicina.[4]

A UFOB tem em seu formato original a implantação de quatro campi nas cidades baianas de Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Barra e Luís Eduardo Magalhães. Depois de grande mobilização dos moradores da Bacia do Rio Corrente foi incluído um campi em Santa Maria da Vitória.[5]

Em 9 de setembro de 2014, foi dada a abertura do semestre letivo, que marcou o início da implantação de doze novos cursos que passaram a ser oferecidos nas cidades-sede da instituição.[6]

 História[editar | editar código-fonte]

O projeto de lei que criou a Universidade Federal do Oeste da Bahia foi sancionado no dia 05 de junho de 2013 pela presidenta Dilma Roussef[1] .  A cerimônia de assinatura dos documentos aconteceu  no Palácio do Planalto, em Brasília com a presença de várias autoridades como o Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, o governador da Bahia, Jaques Wagner e a Reitora da Universidade Federal da Bahia, Profª. Drª. Dora Leal Rosa, pois a UFBA é a tutora no processo de implantação da UFOB.

A Universidade tem sede em Barreiras (campus Edgard Santos), com campi nos municípios de Bom Jesus da Lapa, Barra, Santa Maria da Vitória e Luís Eduardo Magalhães.

Reitoria pro tempore[editar | editar código-fonte]

No dia 1 de julho de 2013, o  Ministro da Educação Aloísio Mercadante  nomeou a Profª. Drª. Iracema Santos Veloso como Reitora pro tempore da UFOB. Professora da Escola de Nutrição da UFBA e Pesquisadora do Programa Integrado em Saúde Ambiental e do Trabalhador, Iracema Veloso é graduada em Nutrição com mestrado e doutorado em Saúde Pública pelo Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia. Ainda na UFBA, foi Diretora da Faculdade de Nutrição e Pró-Reitora de Planejamento.

No dia 18 de julho, foi realizada a oficialização da instalação da UFOB, em uma reunião da congregação com o objetivo de recepcionar a professora Iracema Veloso que foi empossada como reitora pro tempore da nova universidade.  Ao lado da nova reitora, como vice-reitor, foi nomeado o diretor do antigo ICADS, Prof. Dr. Jacques Antônio de Miranda.    

 Cursos de graduação por campi[editar | editar código-fonte]

A UFOB ofereceu em seu primeiro processo seletivo 29 cursos de graduação, disponibilizando 474 vagas das 1195 autorizadas pelo MEC para o ingresso no nível superior. O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU) é a única forma de seleção de alunos para esses cursos, além da seleção interna de alunos dos Bacharelados Interdisciplinares (essa modalidade de bacharelado fornece uma formação generalizada em determinada área para posteriormente, a critério de escolha do aluno, prosseguir em algum curso vinculado mais específico ou não. O aluno adquire o diploma superior mesmo que não escolha outro curso ao final do primeiro ciclo).

Barra


Barreiras


Bom Jesus da Lapa


Luís Eduardo Magalhães


Santa Maria da Vitória


Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]