Unorthodox Jukebox

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Unorthodox Jukebox
Álbum de estúdio de Bruno Mars
Lançamento 7 de dezembro de 2012
(ver histórico de lançamento)
Gravação 2011-12
Gênero(s) Pop rock, R&B, pop[1]
Duração 34:57
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, download digital, LP
Gravadora(s) Atlantic, Warner Music
Produção The Smeezingtons, Jeff Bhasker, Emile Haynie, Mark Ronson, Dwayne "Supa Dups" Chin-quee, Diplo, Benny Blanco, Paul Epworth, The Futuristics, Major Lazer, Junior Blender
Cronologia de Bruno Mars
Último
Último
Doo-Wops & Hooligans
(2010)
Próximo
Próximo
Capa da edição especial da Target
Singles de Unorthodox Jukebox
  1. "Locked Out of Heaven"
    Lançamento: 1º de outubro de 2012
  2. "When I Was Your Man"
    Lançamento: 15º de janeiro de 2013
  3. "Treasure"
    Lançamento: 17º de junho de 2013
  4. "Gorilla"
    Lançamento: 10º de Setembro de 2013

Unorthodox Jukebox é o segundo álbum de estúdio do cantor e compositor estadunidense Bruno Mars, a ser lançado em 10 de dezembro de 2012 pela Atlantic Records.[2] As sessões de gravação do álbum foram realizadas entre os anos de 2011 e 2012 com a produção musical do trio The Smeezingtons, do produtor Mark Ronson, de Jeff Bhasker, Benny Blanco, Paul Epworth e outros.[2] O disco é o primeiro lançamento de Mars após Doo-Wops & Hooligans (2010), que gerou os hits "Just the Way You Are", "Grenade" e "The Lazy Song".[2]

O 1º single do disco divulgado por Mars foi "Locked Out of Heaven",[3] que chegou ao top 5 das mais tocadas e baixadas em vários países, incluindo os Estados Unidos, onde atingiu a 1ª posição da Billboard Hot 100.[4] Logo em seguida, foram liberados os singles promocionais "Young Girls", "Moonshine" e "When I Was Your Man", que foram disponibilizados para download digital pago através da iTunes Store.[5] [6] [7] Dentre estas, "When I Was Your Man" foi escolhida como o segundo single do álbum, sendo lançada oficialmente em 15 de janeiro de 2013.[8] .

Mars já realizou algumas performances para divulgar o disco, tendo apresentado-se na edição americana do Saturday Night Live,[9] durante a edição de 2012 do Victoria's Secret Fashion Show,[10] entre outros. Unorthodox Jukebox foi liberado para streaming através de sua página oficial em 4 de dezembro de 2012, há uma semana de seu lançamento, tendo previsão de permanência no website até a data de lançamento do disco nos Estados Unidos.[11]

Gravação[editar | editar código-fonte]

Eu estava pouco familiarizado com sua música. Mas então nós nos encontramos em Londres e a primeira coisa que ele me disse foi: 'Eu quero que essa parceria soe exatamente o oposto do que uma parceria entre Mark Ronson e Bruno Mars deveria soar'. Aquilo simplesmente me conquistou - e naquele momento eu percebi o quão talentoso ele é. Essa é a música mais progressiva na qual eu já trabalhei. Ela está prestes a desentupir as artérias e mudar a sonoridade da música.[12]

Mark Ronson, sobre o trabalho com Mars na produção do disco.

O álbum teve sua produção iniciada no ano de 2011, quando Mars já havia finalizado a divulgação de seu álbum anterior, Doo-Wops & Hooligans. Segundo o cantor e compositor, o álbum representa um novo nível de liberdade profissional em sua carreira, uma vez que no trabalho realizado nele Mars está "indo ao estúdio e gravando e compondo" tudo o que ele queria.[2] O cantor revelou que no início de sua carreira conheceu o presidente de uma grande gravadora que lhe disse: "Sua música é uma m*rda, você não sabe quem é, sua música já está por toda parte e nós não sabemos como comercializá-la. Escolha um estilo e volte aqui".[2] Sobre isso, ele afirmou: "Aquilo foi terrível para mim, por que eu não estava tentando ser uma atração circense. Eu ouço vários tipos de música, e quero ter a liberdade e o luxo de poder dizer 'Hoje eu quero gravar um hip-hop, um R&B ou um soul'".[2]

A produção do disco também possui diferenças em relação a seu trabalho anterior, devido o fato dele ter colaborado com outros produtores musicais com os quais não havia trabalhado antes. Quanto a isso, Mars declarou: "Convidamos alguns chefes de cozinha sem nem mesmo ter uma receita. Nós poderíamos ter transformado isso em um desastre, ou poderíamos ter transformado tudo em algo incrível. O que nós fizemos foi uma coisa cheia de alma, experimental, eletrônica e difícil de explicar. E essa é a explicação para o título do álbum".[2] Unorthodox Jukebox conta com a produção de Mark Ronson, Jeff Bhasker (responsável pela produção de "We Are Young", da banda Fun., e por diversos sucessos interpretados por cantores como Beyoncé e Kanye West), Emile Haynie, Diplo (conhecido por trabalhos com M.I.A., Beyoncé e Supa Dups), do trio The Smeezingtons (do qual Mars faz parte) e muitos outros.[2] Com Diplo, Mars procurou pelos sons que fizessem "a galera na balada enlouquecer", o que fez o DJ afirmar que "em nossa geração, ele é o cara mais talentoso com o qual já trabalhei".[12]

Ao falar sobre o disco em entrevistas, Mars notou que o álbum possui uma maior variedade musical e que nele ele se recusou a "escolher um único estilo musical".[2] Mars também esteve em estúdio com os produtores Benny Blanco e Paul Epworth (sendo o último um dos responsáveis por 21, álbum da cantora Adele que é um dos discos mais vendidos do século XXI). Sobre suas contribuições na produção do álbum, Blanco declarou: "Eu fiz uma música muito legal com ele. Eu e Paul [Epworth] simplesmente ficamos juntos e logo em seguida Bruno escreveu uma música incrível em cima disso. Tudo meio que veio junto".[13] Ao falar sobre a canção, ele afirmou: "Ela se parece com uma espécie de retrocesso de 'Sinnerman', da Nina Simone".[13] Apesar disso, ainda não se sabe se essa música estará presente no álbum.

Mars também trabalhou com a cantora Esperanza Spalding na faixa "Old & Crazy", presente em uma versão exclusiva do álbum.[14] Ele pediu a cada um dos produtores envolvidos no projeto para que "saíssem de sua zona de conforto", ou seja, para que produzissem algo diferente do que já haviam produzido.[12] Ao gravar a canção "When I Was Your Man", ele afirmou que não queria "gravar nenhuma outra balada", mas que "essa é visceral - é a coisa mais honesta e real que eu já cantei... Foi quando as apostas não eram mais seguras, quando senti meu sangue fluindo".[12]

Composição[editar | editar código-fonte]

Estilo musical e temas[editar | editar código-fonte]

Mark Ronson (foto) foi um dos artistas que colaboraram para as composições e produções de faixas do álbum.

A faixa de abertura do disco, "Young Girls", possui 3 minutos e 49 segundos de duração e apresenta influências da música pop.[5] Foi escrita por Mars, Philip Lawrence, Ari Levine, Jeff Bhasker e Emile Haynie, e tem como tema o amor de Mars pelas garotas.[15] Foi bem recebida pela crítica, que em um dos casos descreveu-a como "sólida" e "cativante".[16] A segunda faixa é "Locked Out of Heaven", lançada como 1º single do projeto e comparada ao trabalho de grandes artistas e grupos musicais como Michael Jackson e a banda The Police.[17] [18] Sua letra fala sobre uma mulher que faz Mars sentir-se realizado, e cujo sexo o leva ao paraíso.[19] Foi também muito bem recebida pela crítica, tendo sido descrita como "irresistível".[20] "Gorilla", a terceira faixa do álbum, possui 4 minutos e 4 segundos de duração e influências de Prince e Michael Jackson, tendo sido descrita pela crítica como "a música mais atrevida já feita por Mars".[21] Mars declarou que ela fala sobre "o bom e velho sexo animalesco", e que sua letra possui "um corpo cheio de licor e cocaína",[22] remetendo ao episódio de 2010 no qual ele foi detido pela polícia por porte de cocaína.[23] Sobre o ocorrido e sua menção na letra na música, ele declarou: "Apagar aquele momento da minha vida poderia acabar com a minha arte. Essa música precisava ter um senso de perigo".[22]

"Treasure" possui 2 minutos e 58 segundos e possui influências do cantor pop Michael Jackson, assim como "Locked Out of Heaven".[21] Sua letra fala sobre uma garota que Mars considera ser um "tesouro", e da qual ele quer ter "todo o amor".[24] Já "Moonshine" soa mais parecida com os trabalhos do cantor Phil Collins,[21] tendo como tema um espécie de "vício" do cantor, que fica subentendido como sendo ou no álcool ou em uma garota.[21] "When I Was Your Man", a sexta faixa do disco, é segundo Mars "uma confissão", sendo sua "canção mais honesta e real" e chegando a ser definida como "visceral".[12] Sua letra fala sobre um antigo amor do cantor que ele perdeu por não ter sido atencioso o suficiente, por nunca ter "comprado flores e segurado em suas mãos".[25] Possui uma produção grandiosa, sendo embalada apenas pelo som do piano, e trazendo os vocais de Mars de uma forma mais poderosa.

"Natalie" tem 3 minutos e 45 segundos de duração e fala sobre "uma garota que roubou seu dinheiro [o de Mars] e fugiu",[21] com sua personagem central, Natalie, sendo descrita como uma "má notícia - que vem com notícias ainda piores".[21] "Show Me", oitava faixa do álbum, possui influências claras do reggae e possui uma letra que fala sobre viver um bom momento ao lado de quem se ama.[26] A nona faixa, "Money Makes Her Smile", fala sobre uma garota maluca e interesseira, tendo sido escrita por Diplo e o trio The Smeezingtons para se tornar "um hino dos clubes de strip-tease".[12] Já a última faixa da edição padrão do álbum, "If I Knew", lembra o trabalho de Mars em seu álbum de estúdio anterior, Doo-Wops & Hooligans (2010), e sua letra fala sobre um amor que o cantor não sabia que poderia chegar em sua vida.[27] A faixa bônus do disco, "Old & Crazy", conta com a participação da cantora estadunidense Esperanza Spalding, e foi descrita pelo produtor Jeff Bhasker "maluquinha, um verdadeiro clássico jazz, parecida com 'Pennies from Heaven'".[12] Sobre ela, Bhasker ainda declarou: "Ela soa como uma música que você ouviria em um clube parisiense nos anos 20".[12]

Divulgação[editar | editar código-fonte]

A divulgação de Unorthodox Jukebox vem sendo feita através de diversas performances ao vivo executadas por Mars ao redor do mundo. A primeira delas ocorreu no dia 20 de outubro de 2012, quando o cantor performou os singles "Locked Out of Heaven" e "Young Girls" no humorístico estadunidense Saturday Night Live,[9] [28] além de ter sido o apresentador do episódio no qual a performance foi ao ar (e ter alcançado a melhor média de audiência da referente temporada do programa).[29] No dia 25 do mês seguinte, Mars apresentou novamente "Locked Out of Heaven", desta vez na edição britânica do reality show musical The X Factor.[30]

No dia 4 de dezembro, Mars performou novamente as canções "Locked Out of Heaven" e "Young Girls", desta vez durante a edição de 2012 do Victoria's Secret Fashion Show.[10] [31] Dois dias depois, Mars fez um pocket show exclusivo para a BBC Radio 1, no qual mais faixas de Unorthodox Jukebox foram performadas, além de cover's de Jimi Hendrix e da trilha sonora de "A Pequena Sereia".[32] No dia 8 de dezembro, Mars performou na edição de 2012 do Jingle Bell Ball, evento anualmente realizado pela Capital FM que aconteceu na O2 Arena, em Londres.[33]

Singles[editar | editar código-fonte]

Oficiais[editar | editar código-fonte]

  • "Treasure" foi lançada como terceiro single do disco em 10 de Maio de 2013.Nos EUA, a canção estreou na Billboard Bubbling Under Hot 100 Singles Chart no número 25 e no Canadá estreou no número 98. Na semana seguinte, a canção entrou na Billboard Hot 100, no número 76. Ele entrou no top 40 na sua segunda semana na parada e chegou ao número 5. Na semana seguinte, a canção ficou na mesma posição, mas ele entrou no top 10 das músicas de rádio , sendo mais um top 10 de Mars na Radio Songs, ao todo os 11 de suas que já atingiram o nível superior. A canção também chegou ao top 5 na Hungria no Canadá e em Israel e foi primeiro lugar no México.
  • A canção "Gorilla" foi lançada como quarto single do álbum

Promocionais[editar | editar código-fonte]

  • "Young Girls" foi liberada como primeiro single promocional do disco, tendo sido disponibilizada apenas para download digital no dia 6 de novembro do mesmo ano.[5] Durante o período em que foi lançada, a canção atingiu a 64ª posição da Canadian Hot 100, sendo essa sua única aparição em paradas musicais até então.[36] Mars revelou em entrevista à Capital FM que já imagina como será o videoclipe da faixa, e prometeu que no vídeo ele fará algo que nunca fez antes.[carece de fontes?]

Alinhamento de faixas[editar | editar código-fonte]

Edição Padrão
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Young Girls"   Bruno Mars, Philip Lawrence, Ari Levine, Jeff Bhasker, Emile Haynie The Smeezingtons, Jeff Bhasker, Emile Haynie 3:49
2. "Locked Out of Heaven"   Mars, Lawrence, Levine The Smeezingtons, Bhasker, Haynie, Mark Ronson 3:53
3. "Gorilla"   Mars, Lawrence, Levine Ronson, The Smeezingtons, Bhasker, Haynie 4:04
4. "Treasure"   Mars, Lawrence, Levine, Phredley Brown The Smeezingtons 2:58
5. "Moonshine"   Mars, Lawrence, Levine, Andrew Wyatt, Bhasker, Ronson The Smeezingtons, Bhasker, Ronson 3:48
6. "When I Was Your Man"   Mars, Lawrence, Levine, Wyatt The Smeezingtons 3:33
7. "Natalie"   Mars, Lawrence, Levine, Benjamin Levin, Paul Epworth The Smeezingtons, Benny Blanco*, Paul Epworth* 3:45
8. "Show Me"   Mars, Lawrence, Levine, Dwayne Chin-quee, Mitchum Chin The Smeezingtons, Dwayne "Supa Dups" Chin-quee 3:27
9. "Money Make Her Smile"   Mars, Lawrence, Levine, Christopher Brown The Smeezingtons, Diplo* 3:23
10. "If I Knew"   Mars, Lawrence, Levine The Smeezingtons 2:12
Duração total:
34:57

(*) denota co-produtor(es)
(**) denota produtor(es) de remixagem
(***) denota co-produtor(es) de remixagem

Nota
  • "Old & Crazy" contém elementos de "Japanese Sandman", interpretada por Django Reinhardt e escrita por Richard A. Whiting

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 73/100[39]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 2.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svg[1]
Entertainment Weekly (A-)[40]
Rolling Stone 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[41]

Unorthodox Jukebox foi recebido de forma positiva pela crítica especializada. O agregador de resenhas Metacritic, que calcula uma média de aprovação baseada nas avaliações dos críticas, deu ao álbum uma média de 73 pontos em 100, baseados em 13 críticas, o que indica "críticas geralmente favoráveis".[39] Tim Sendra, do AllMusic, deu ao disco 2 estrelas e meia de aprovação, indicando uma recepção mista à obra.[1] Ele criticou o conteúdo lírico do álbum por ter se distanciado do romantismo característico das letras de seu álbum de estreia, Doo-Wops & Hooligans (2010).[1] Sendra afirmou que o "coração do álbum" é "frio e sombrio", e que Unorthodox Jukebox é "um passo para trás em vários aspectos", e que esse regresso acaba "levando as pessoas que viram algo de promissor em sua estreia balançarem suas cabeças em reprovação, esperando que Mars consiga voltar a expressar seus sentimentos sobre as mulheres e se tornar novamente um romântico, ao invés de um odiável".[1] Melissa Maerz, do portal Entertainment Weekly, deu ao disco sua maior nota, um (A-), e afirmou que ele representa melhor a personalidade e o comportamento de Mars em sua vida pessoal que seu antecessor, uma vez que nele Mars "deixou o menino de ouro um pouco de lado, mas ao menos está sendo honesto".[40] Ela ainda notou que o cantor possui um "talento inegável para criar canções pop perfeitas em todos os estilos", vindo a destacar as faixas "Locked Out of Heaven" e "When I Was Your Man" como as melhores da obra.[40]

Jody Rosen, da edição norte-americana da revista Rolling Stone, deu ao álbum quatro entre cinco estrelas, e afirmou que "assim como em sua estreia em 2010, ele [Mars] funde sua músicas com um estilo vocal antiquado e clássico, como o de seus chapéus de abas largas", e que "o resultado é um disco que torna a competição musical triste e sedenta por comparações".[41]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

Unorthodox Jukebox estreou na 4ª posição da parada de álbuns da Irish Recorded Music Association (IRMA), da MegaCharts, da Media Control e da Ö3 Austria Top 40, que registram os 100 álbuns mais vendidos na Irlanda, nos Países Baixos, na Alemanha e na Áustria, respectivamente.[42] [43] [44] [45] Na Irlanda, o disco subiu até a 3ª posição da parada na semana seguinte.[46] Na Bélgica, onde as paradas são divididas entre as regiões de Flandres e da Valônia, o álbum estreou na 14ª e a 30ª posições, respectivamente, e na semana seguinte subiu até a 11ª e a 15ª colocações.[47] [48] Já no Reino Unido, Unorthodox Jukebox estreou na 1ª posição da lista dos mais vendidos, cumprindo a previsão feita pela Official Charts Company.[49] O álbum vendeu 136.391 cópias em sua semana de lançamento, tornando-se o álbum solo com a maior estreia do ano de 2012 no país, atrás apenas dos álbuns Babel, do grupo Mumford & Sons (que vendeu 158.923 cópias em sua semana de lançamento) e Take Me Home, da boyband One Direction (que vendeu 155.316 cópias em sua semana de lançamento).[50] [51] O índice de vendas registrado foi suficiente para assegurar um disco de ouro ao álbum, emitido pela British Phonographic Industry (BPI) e cujo nível indica vendas superiores a 100 mil cópias em território britânico.[52]

Na Suíça, o disco também chegou ao 1º lugar na lista dos mais vendidos, tornando-se líder da Schweizer Hitparade.[53] Na Hungria, o álbum atingiu a 2ª posição da lista dos mais vendidos.[54] Na França, Unorthodox Jukebox estreou na 7ª posição da lista dos álbuns mais vendidos divulgada pela Syndicat National de l'Édition Phonographique (SNEP).[55] Na Dinamarca, chegou a 6ª posição da parada da Hitlisten.[56] Na República Checa, atingiu o 21º lugar da lista dos mais vendidos.[57] Na Itália, atingiu a 24ª posição da lista divulgada pela Federazione Industria Musicale Italiana (FIMI) em sua semana de lançamento.[58] Na Noruega e na Suécia, atingiu a 23ª e a 38ª posições em sua semana de estreia, respectivamente.[59] [60] Na Polônia, ele estreou na 42ª colocação da lista liberada pela Związek Producentów Audio Video (ZPAV).[61] Na Finlândia, ele estreou na 45ª posição da lista dos mais vendidos e teve como pico a 34ª colocação.[62] [63]

Em Taiwan, ele estreou na 6ª e 3ª posições dos rankings internacional e western, e acabou chegando até o 5º e o 2º lugares de cada uma das listas na semana seguinte.[64] [65] Na Austrália e na Nova Zelândia, estreou na 8ª e na 9ª posições da ARIA Albums Chart e da RIANZ Albums Chart, respectivamente.[66] [67] Na Nova Zelândia, subiu uma posição em sua segunda semana de vendas e obteve um certificado de disco de ouro emitido pela Recording Industry Association of New Zealand (RIANZ), indicando vendas superiores a 7 mil e 500 unidades em território neozelandês.[67] Em sua terceira semana nas paradas da Austrália, o disco subiu até a 7ª posição do ranking, e na semana seguinte, até o 3º lugar.[68] Uma semana depois, chegou ao 1º lugar da lista, obtendo um disco de platina por vendas superiores a 70 mil unidades no país.[68] No Japão, Unorthodox Jukebox estreou na 11ª colocação da Oricon Albums Chart, com vendas de 18.414 cópias.[69] Na semana seguinte, vendeu adicionais 9.282 unidades, alcançando a 20ª posição da lista e acumulando o total de 27.696 cópias comercializadas.[70] Na Coreia do Sul, o álbum estreou na 2ª colocação do ranking geral e na 1ª do ranking internacional.[71] Na Argentina, o álbum fez sua entrada na 4ª posição do ranking da Cámara Argentina de Productores de Fonogramas y Videogramas (CAPIF).[44] No México, estreou no 26º posto da lista da Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas (Amprofon).[72]

Nos Estados Unidos, Unorthodox Jukebox estreou na segunda posição da Billboard 200, com vendas 192 mil cópias em sua semana de lançamento, superando as expectativas de venda previstas no início das vendas do disco, que variavam entre 140-150 mil unidades comercializadas.[73] [74] Na semana seguinte caiu uma posição no ranking, apesar de ter apresentado uma queda de apenas 8% nas vendas, que chegaram ao total de 178 mil unidades (somando cerca de 370 mil cópias vendidas em apenas duas semanas).[75] No Canadá, o álbum também atingiu a 2ª posição da Canadian Albums Chart em sua semana de lançamento.[76]

Posições nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

CD e download digital[editar | editar código-fonte]

Unorthodox Jukebox foi lançado nos formatos de CD e download digital entre os dias 7 e 13 de dezembro de 2012, através das gravadoras Atlantic Records e Warner Music Group.[95] [96] Na maioria dos países, apenas a edição padrão do disco foi disponibilizada para compra, sendo os Estados Unidos o único país a receber uma versão exclusiva do álbum, distribuída com exclusividade pela Target Corporation e que traz 5 faixas adicionais em seu conteúdo, incluindo o dueto "Old & Crazy" com Esperanza Spalding.[14]

LP[editar | editar código-fonte]

Em alguns países, Unorthodox Jukebox foi lançado no formato de LP (ou Vinil), direcionado para colecionadores. A versão foi distribuida entre o dia 7 de dezembro de 2012 e o ano de 2013,[133] e inclui somente as faixas da edição padrão. Apenas países europeus e norte-americanos receberam o material.[133] A distribuição do material também foi feita pelas gravadoras Atlantic Records e Warner Music Group.[133] [134]

País Data
 Alemanha[133] 7 de dezembro de 2012
 Finlândia[134]
 Irlanda[135] 10 de dezembro de 2012
 Itália[136] 11 de dezembro de 2012

Referências

  1. a b c d e Sendra, Tim. "Unorthodox Jukebox - Bruno Mars : Songs, Reviews, Credits, Awards" (em inglês) Rovi Corporation. AllMusic. Página visitada em 12 de dezembro de 2012.
  2. a b c d e f g h i "Bruno Mars to Release 'Unorthodox Jukebox' Dec. 11: Exclusive" (em inglês) Prometheus Global Media. Billboard (28 de setembro de 2012). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  3. a b Williott, Carl (1º de outubro de 2012). "Bruno Mars' "Locked Out Of Heaven": Hear The New Single" (em inglês) Idolator. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  4. a b "Locked Out of Heaven - Bruno Mars (Billboard Charts)" (em inglês) Prometheus Global Media. Billboard. Página visitada em 8 de dezembro de 2012.
  5. a b c "Young Girls - Single de Bruno Mars" Apple Inc.. iTunes Store (Brasil). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  6. "Moonshine - Single de Bruno Mars" Apple Inc.. iTunes Store (Brasil). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  7. "When I Was Your Man - Single de Bruno Mars" Apple Inc.. iTunes Store (Brasil). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  8. When I Was Your Man é lançada como segundo single =Cabo branco fm. Página visitada em 04 de março de 2013.
  9. a b Torres, Leonardo (1º de outubro de 2012). "Bruno Mars se apresentará no "Saturday Night Live" neste mês" MTV Brasil. POPLine (UOL). Página visitada em 8 de dezembro de 2012.
  10. a b Tolipan, Heloisa; Willmersdorf, Pedro (4 de dezembro de 2012). "Passarela estrelada: Justin Bieber, Rihanna e Bruno Mars participam de desfile!" Jornal do Brasil. Blog da Heloisa Tolipan. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  11. "Bruno Mars divulga novo álbum 'Unorthodox jukebox' em site; ouça" Globo.com. G1 (5 de dezembro de 2012). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  12. a b c d e f g h Diehl, Matt (21 de novembro de 2012). "Bruno Mars and Diplo Hit Paris Strip Club for 'Unorthodox' Inspiration" (em inglês) Rolling Stone. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  13. a b Horowitz, Steven J. (19 de julho de 2012). "Bruno Mars' New Music Has 'Throwback Nina Simone' Feel, Says Producer" (em inglês) Rolling Stone. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  14. a b c d "Bruno Mars – Unorthodox Jukebox Deluxe – with 5 bonus tracks – Only at Target" (em inglês) Target Corporation. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  15. "Young Girls - Bruno Mars (letra e vídeo)" Terra Networks. Letras (Terra). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  16. "(Review) Bruno Mars - Young Girls" (em inglês) The Pop Fairy. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  17. a b "New Music: Bruno Mars – 'Locked Out Of Heaven' (first single)" (em inglês) Toya'z World (2 de outubro de 2012). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  18. a b Lamb, Bill (3 de outubro de 2012). "Review: Bruno Mars - Locked Out Of Heaven" (em inglês) About.com. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  19. "Locked Out of Heaven - Bruno Mars (letra e vídeo)" Terra Networks. Letras (Terra). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  20. TJ (1º de outubro de 2012). "New Music: Bruno Mars Returns With New Single, "Locked Out Of Heaven"" (em inglês) Neon Limelight. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  21. a b c d e f Sager, Jessica (4 de dezembro de 2012). "Bruno Mars, 'Unorthodox Jukebox' - Album Review" (em inglês) PopCrush. Página visitada em 6 de dezembro de 2012.
  22. a b Diehl, Matt (13 de novembro de 2012). "Bruno Mars Recruits Dream Team of Producers for 'Unorthodox Jukebox'" (em inglês) Rolling Stone. Página visitada em 6 de dezembro de 2012.
  23. Faia, Amanda (20 de setembro de 2010). "OMG: Bruno Mars é preso por porte de cocaína" MTV Brasil. POPLine (UOL). Página visitada em 6 de dezembro de 2012.
  24. "Treasure - Bruno Mars (letra e vídeo)" Terra Networks. Letras (Terra). Página visitada em 6 de dezembro de 2012.
  25. "When I Was Your Man - Bruno Mars (letra e vídeo)" Terra Networks. Letras (Terra). Página visitada em 6 de dezembro de 2012.
  26. "Show Me - Bruno Mars (letra e vídeo)" Terra Networks. Letras (Terra). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  27. "If I Knew - Bruno Mars (letra e vídeo)" Terra Networks. Letras (Terra). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  28. "Com super banda, Bruno Mars faz performance de arrepiar no Saturday Night Live" MTV Brasil. POPLine (UOL) (21 de outubro de 2012). Página visitada em 8 de dezembro de 2012.
  29. Medeiros, Kavad (23 de outubro de 2012). "Bruno Mars dá ao Saturday Night Live a maior audiência de sua atual temporada" MTV Brasil. POPLine (UOL). Página visitada em 8 de dezembro de 2012.
  30. Faia, Amanda (26 de novembro de 2012). "Vídeo: Assim como Rihanna, Bruno Mars também canta novo single no "X-Factor UK" MTV Brasil. POPLine (UOL). Página visitada em 8 de dezembro de 2012.
  31. Faia, Amanda (5 de dezembro de 2012). "Bruno Mars canta "Locked Out Of Heaven" e "Young Girls" no desfile da marca Victoria's Secret" MTV Brasil. POPLine (UOL). Página visitada em 8 de dezembro de 2012.
  32. Torres, Leonardo (6 de dezembro de 2012). "Ouça o pocket show de sete músicas do Bruno Mars para a BBC Radio 1 Live Lounge, com cover do Jimi Hendrix" MTV Brasil. POPLine (UOL). Página visitada em 8 de dezembro de 2012.
  33. "Jingle Bell Ball 2012: Bruno Mars Dressing Room 360-Degree Tour" (em inglês) Capital FM (7 de dezembro de 2012). Página visitada em 8 de dezembro de 2012.
  34. a b Unterberger, Andrew (2 de outubro de 2012). "The Singles Bar: Bruno Mars' Funky New Wave Jam "Locked Out of Heaven"" (em inglês) Popdust. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  35. "Bruno Mars - Locked Out of Heaven" (em inglês) Australian-Charts.com. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  36. a b "Bruno Mars Album & Song Chart History on Canadian Hot 100" (em inglês) Prometheus Global Media. Billboard. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  37. "Bruno Mars: Locked Out Of Heaven - Media Forest" (em hebraico) Media Forest. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  38. When I Was Your Man é lançada como segundo single =Cabo branco fm. Página visitada em 04 de março de 2013.
  39. a b "Unorthodox Jukebox Reviews, Ratings, Credits, and More" (em inglês) CBS Interactive. Metacritic. Página visitada em 11 de dezembro de 2012.
  40. a b c Maerz, Melissa (5 de dezembro de 2012). "Unorthodox Jukebox - review - Bruno Mars Review" (em inglês) Entertainment Weekly. Página visitada em 11 de dezembro de 2012.
  41. a b Rosen, Jody (11 de dezembro de 2012). "Unorthodox Jukebox: Rolling Stone Review" (em inglês) Rolling Stone. Página visitada em 11 de dezembro de 2012.
  42. "Top 100 Artist Album, Week Ending 13 December 2012" (em inglês) Irish Recorded Music Association. GfK Chart-Track. Página visitada em 14 de dezembro de 2012.
  43. a b "MegaCharts - Bruno Mars: Locked Out of Heaven" (em neerlandês) Media Control GfK International. Dutch Charts. Página visitada em 14 de dezembro de 2012.
  44. a b c "Germany Albums Chart: Week of December 29, 2012" (em inglês) Prometheus Global Media. Billboard. Página visitada em 20 de dezembro de 2012.
  45. a b "Ö3 Austria Top 40 - Bruno Mars: Locked Out of Heaven" (em alemão) Ö3 Austria Top 40. Austrian Charts. Página visitada em 19 de dezembro de 2012.
  46. a b "Top 100 Artist Album, Week Ending 20 December 2012" (em inglês) Irish Recorded Music Association. GfK Chart-Track. Página visitada em 21 de dezembro de 2012.
  47. a b "Ultratop 200 Vlaanderen - Bruno Mars: Locked Out of Heaven" (em neerlandês) Ultratop. Página visitada em 21 de dezembro de 2012.
  48. a b "Ultratop 200 Wallonie - Bruno Mars: Locked Out of Heaven" (em francês) Ultratop. Página visitada em 21 de dezembro de 2012.
  49. Lane, Dan (12 de dezembro de 2012). "Bruno Mars grooving his way towards Number 1 with Unorthodox Jukebox" (em inglês) Official Charts Company. Página visitada em 14 de dezembro de 2012.
  50. "Official Albums Chart Analysis: Mars at No.1 with 136k first week sales" (em inglês) Music Week. News168 (17 de dezembro de 2012). Página visitada em 17 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2012.
  51. Kreisler, Lauren (16 de dezembro de 2012). "Bruno Mars’ Unorthodox Jukebox becomes fastest selling solo album of 2012" (em inglês) Official Charts Company. Página visitada em 16 de dezembro de 2012.
  52. a b "British Phonographic Industry - Certified Awards Search: Bruno Mars" (em inglês) British Phonographic Industry. Página visitada em 9 de março de 2013. "Para localizar o certificado, digite "Bruno Mars" em "Keywords", selecione a opção "Artist" na área "Search by" e em seguida pressione "Search"."
  53. a b "Schweizer Hitparade - Bruno Mars: Locked Out of Heaven" (em alemão) IFPI Schweiz. Schweizer Hitparade. Página visitada em 18 de dezembro de 2012.
  54. a b "Top 40 album - és válogatáslemez-lista: 2012. 12. 31. - 2013. 01. 06." (em húngaro) Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Página visitada em 13 de janeiro de 2013.
  55. a b "Le classement Albums fusionnés (physique & numérique): Semaine du 10/12/2012 au 16/12/2012" (em francês) Syndicat National de l'Édition Phonographique. Página visitada em 20 de dezembro de 2012.
  56. a b "Danish Charts - Bruno Mars: Locked Out of Heaven" (em dinamarquês) Hitlisten. Danish Charts. Página visitada em 13 de janeiro de 2013.
  57. a b "Bruno Mars - Unorthodox Jukebox - TOP50 Prodejní" (em checo) IFPI Česká Republika. Página visitada em 13 de janeiro de 2013.
  58. a b "FIMI Artisti: Classifica settimanale dal 10/12/2012 al 16/12/2012 " (em italiano) Federazione Industria Musicale Italiana. Página visitada em 20 de dezembro de 2012.
  59. a b "VG-lista - Bruno Mars: Locked Out of Heaven" (em norueguês) VG-lista. Norwegian Charts. Página visitada em 25 de dezembro de 2012.
  60. a b "Swedish Hitparade - Bruno Mars: Locked Out of Heaven" (em sueco) Sverigetopplistan. Página visitada em 25 de dezembro de 2012.
  61. a b "Oficjalna lista sprzedasy (OLiS): Sales for the Period 10.12.2012 - 16.12.2012" (em polaco) Związek Producentów Audio Video. Página visitada em 21 de dezembro de 2012.
  62. "Musiikkituottajat - Tilastot - Suomen virallinen lista - Albumit: Viikkoja 50, 2012" (em finlandês) The Finnish Group of IFPI. Página visitada em 16 de dezembro de 2012.
  63. a b "Musiikkituottajat - Tilastot - Suomen virallinen lista - Albumit: Viikkoja 1, 2013" (em finlandês) The Finnish Group of IFPI. Página visitada em 13 de janeiro de 2013.
  64. a b "G-Music 風雲榜 (外語榜) - 第49週計算時間: 2012/12/14 - 2012/12/20" (em mandarim) Billboard. G-Music. Página visitada em 21 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 21 de dezembro de 2012.
  65. a b "G-Music 風雲榜 (西洋榜) - 第49週計算時間: 2012/12/14 - 2012/12/20" (em mandarim) Billboard. G-Music. Página visitada em 21 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 21 de dezembro de 2012.
  66. "ARIA Australian Top 50 Albums: Week ending December 17, 2012" (em inglês) Australian Recording Industry Association. Página visitada em 16 de dezembro de 2012.
  67. a b c "NZ Top 40 Albums Chart: Week Ending 07 January 2013" (em inglês) Recording Industry Association of New Zealand. Página visitada em 13 de janeiro de 2013.
  68. a b c "ARIA Australian Top 50 Albums: Week ending January 07, 2013" (em inglês) Australian Recording Industry Association. Página visitada em 6 de janeiro de 2013.
  69. a b "CDアルバム 週間ランキング - ORICON STYLE ランキング: 2012年12月10日~2012年12月16日" (em japonês) Oricon. Página visitada em 19 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 19 de dezembro de 2012.
  70. "CDアルバム 週間ランキング - ORICON STYLE ランキング: 2012年12月17日~2012年12月23日" (em japonês) Oricon. Página visitada em 28 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 28 de dezembro de 2012.
  71. a b c "가온차트와 함께하세요 - 앨범 순위집계: 2012.12.09~2012.12.15" (em coreano) Gaon Music Chart. Página visitada em 20 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2012.
  72. a b "Top 100 México: Semana Del 17 al 23 de Diciembre del 2012" (em espanhol) Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas. Página visitada em 13 de janeiro de 2013. Cópia arquivada em 13 de janeiro de 2013.
  73. Caufield, Keith (19 de dezembro de 2012). "Bruno Mars Debuts at No. 2 as Taylor Swift's 'Red' Still Rules" (em inglês) Prometheus Global Media. Billboard. Página visitada em 19 de dezembro de 2012.
  74. Faia, Amanda (13 de dezembro de 2012). ""Unorthodox Jukebox": novo álbum do Bruno Mars deverá ficar entre os 5 mais vendidos dos EUA na próxima semana" MTV Brasil. POPLine (UOL). Página visitada em 14 de dezembro de 2012.
  75. Caufield, Keith (27 de dezembro de 2012). "T.I.'s 'Trouble Man' Debuts at No. 2 on Billboard 200, Taylor Swift Still Rules" (em inglês) Prometheus Global Media. Billboard. Página visitada em 28 de dezembro de 2012.
  76. a b "Canadian Albums Chart: Week of December 29, 2012" (em inglês) Prometheus Global Media. Billboard. Página visitada em 20 de dezembro de 2012.
  77. "CAPIF - Ranking Semanal Pop: 09/12/2012" (em espanhol) Cámara Argentina de Productores de Fonogramas y Videogramas. Página visitada em 21 de dezembro de 2012. "Para localizar o álbum no chart, deve-se selecionar a opção "Ranking Semanal Pop" na opção "Tipo" e "09/12/2012" na opção "Fecha""
  78. "2012-12-22 Top 40 Scottish Albums Archive" (em inglês) Official Charts Company. Página visitada em 16 de dezembro de 2012.
  79. "Top 100 Albumes - Semana 50: del 10.12.2012 al 16.12.2012" (em espanhol) Productores de Música de España. Página visitada em 19 de dezembro de 2012.
  80. "Billboard 200: Week of December 29, 2012" (em inglês) Prometheus Global Media. Billboard. Página visitada em 20 de dezembro de 2012.
  81. "2012-12-22 Top 40 Official UK Albums Archive" (em inglês) Official Charts Company. Página visitada em 16 de dezembro de 2012.
  82. "Bundesverband Musikindustrie: Gold/Platin-Datenbank (Bruno Mars, Unorthodox Jukebox)" (em alemão) Bundesverband Musikindustrie. Página visitada em 20 de abril de 2013.
  83. "ARIA Charts - Accreditations - 2013 Albums" (em inglês) Australian Recording Industry Association. Página visitada em 9 de março de 2013.
  84. Bruno Mars abpd.org.br/.. Página visitada em 28/02/2014.
  85. Bruno Mars - Unorthodox Jukebox (em inglês) Music Canada. Página visitada em 15 de Março de 2013.
  86. "Certificeringer (Side 37)" (em dinamarquês) Johan Schluter Advokatfirma. Página visitada em 20 de abril de 2013.
  87. "Unorthodox_Jukebox" "Unorthodox_Jukebox" (em inglês) riaa.com/.. Página visitada em 28/02/2014.
  88. "Certifications Albums Or - année 2012" (em francês) Syndicat National de l'Édition Phonographique. Página visitada em 9 de março de 2013.
  89. "Arany- és platinalemezek › Adatbázis" (em húngaro) Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Página visitada em 9 de março de 2013.
  90. "2012 Certification Awards - Platinum" (em inglês) Irish Recorded Music Association. Página visitada em 9 de março de 2013.
  91. "一般社団法人 日本レコード協会: ゴールドディスク認定作品一覧 2013年2月" (em japonês) Recording Industry Association of Japan. Página visitada em 9 de março de 2013.
  92. "NZ Top 40 Albums Chart: Week ending 28 January, 2013" (em inglês) Recording Industry Association of New Zealand. Página visitada em 9 de março de 2013. "Caso não consiga visualizar o certificado, basta clicar no botão "Text Version", que está localizado acima da tabela de posições."
  93. "Awards Search: Bruno Mars, Unorthodox Jukebox" (em alemão) IFPI Schweiz. Página visitada em 20 de abril de 2013.
  94. "ARIA Charts - End Of Year Charts - Top 100 Albums 2012" (em inglês) Australian Recording Industry Association. Página visitada em 13 de janeiro de 2013.
  95. a b "Unorthodox Jukebox: Bruno Mars" (em alemão) Amazon.com (Alemanha). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  96. a b "Unorthodox Jukebox (CD): Bruno Mars" (em francês) Amazon.com (França). Página visitada em 9 de dezembro de 2012.
  97. "Unorthodox Jukebox von Bruno Mars" (em alemão) Apple Inc.. iTunes Store (Alemanha). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  98. "Unorthodox Jukebox: Bruno Mars" (em inglês) Sanity. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  99. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em inglês) Apple Inc.. iTunes Store (Austrália). Página visitada em 5 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 5 de dezembro de 2012.
  100. "Unorthodox Jukebox: Bruno Mars" (em neerlandês) Standaard Boekhandel. Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  101. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em inglês) Apple Inc.. iTunes Store (Bélgica). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  102. "Mars, Bruno: Unorthodox Jukebox (CD)" (em finlandês) Levykauppa Äx. Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  103. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em inglês) Apple Inc.. iTunes Store (Finlândia). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  104. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em inglês) WOW HD (Irlanda). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  105. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em inglês) Apple Inc.. iTunes Store (Irlanda). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  106. "Unorthodox Jukebox - Mars, Bruno" (em inglês) JB Hi-Fi (Nova Zelândia). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  107. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em inglês) Apple Inc.. iTunes Store (Nova Zelândia). Página visitada em 6 de dezembro de 2012.
  108. "Unorthodox Jukebox van Bruno Mars" (em neerlandês) Apple Inc.. iTunes Store (Países Baixos). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  109. "Unorthodox Jukebox von Bruno Mars" (em alemão) Weltbild (Suíça). Página visitada em 10 de dezembro de 2012.
  110. "Unorthodox Jukebox von Bruno Mars" (em alemão) Apple Inc.. iTunes Store (Suíça). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  111. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em dinamarquês) Apple Inc.. iTunes Store (Dinamarca). Página visitada em 7 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2012.
  112. "Unorthodox Jukebox par Bruno Mars" (em francês) Apple Inc.. iTunes Store (França). Página visitada em 5 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 5 de dezembro de 2012.
  113. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em inglês) Apple Inc.. iTunes Store (Grécia). Página visitada em 7 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2012.
  114. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em inglês) Apple Inc.. iTunes Store (Hungria). Página visitada em 7 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2012.
  115. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em inglês) Apple Inc.. iTunes Store (Noruega). Página visitada em 7 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2012.
  116. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em inglês) Apple Inc.. iTunes Store (Polônia). Página visitada em 7 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2012.
  117. "Bruno Mars, Unorthodox Jukebox" Fnac (Portugal). Página visitada em 7 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2012.
  118. "Unorthodox Jukebox por Bruno Mars" Apple Inc.. iTunes Store (Portugal). Página visitada em 7 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2012.
  119. "Unorthodox Jukebox (Explicit Lyrics): Bruno Mars" (em inglês) Amazon.com (Reino Unido). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  120. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em inglês) Apple Inc.. iTunes Store (Reino Unido). Página visitada em 7 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2012.
  121. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars" (em checo) Apple Inc.. iTunes Store (República Tcheca). Página visitada em 7 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2012.
  122. "Unorthodox Jukebox av Bruno Mars" (em sueco) Apple Inc.. iTunes Store (Suécia). Página visitada em 7 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2012.
  123. "Unorthodox Jukebox: Bruno Mars" (em inglês) Amazon.com (Canadá). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  124. "Unorthodox Jukebox (CD): Bruno Mars" (em espanhol) Amazon.com (Espanha). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  125. "Bruno Mars - Unorthodox Jukebox - Standard CD" (em inglês) Bruno Mars Store. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  126. "Bruno Mars - Unorthodox Jukebox - Digital Album" (em inglês) Bruno Mars Store. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  127. "Unorthodox Jukebox: Bruno Mars" (em italiano) Amazon.com (Itália). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  128. "Unorthodox Jukebox di Bruno Mars" (em italiano) Apple Inc.. iTunes Store (Itália). Página visitada em 7 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2012.
  129. "Unorthodox Jukebox: Bruno Mars" (em espanhol) Mixup Music Store. Página visitada em 10 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2012.
  130. "Unorthodox Jukebox: 火星點唱機" (em mandarim) Warner Music Taiwan. Página visitada em 10 de dezembro de 2012.
  131. "ブルーノ・マーズ: アンオーソドックス・ジュークボックス (Limited Edition)" (em japonês) Amazon.com (Japão). Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  132. "Unorthodox Jukebox - Bruno Mars" Livraria Saraiva. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  133. a b c d "Unorthodox Jukebox (Vinyl LP): Bruno Mars" (em alemão) Amazon.com (Alemanha). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  134. a b "Mars, Bruno: Unorthodox Jukebox (LP)" (em finlandês) Levykauppa Äx. Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  135. "Unorthodox Jukebox by Bruno Mars (Vinyl Record)" (em inglês) WOW HD (Irlanda). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.
  136. "Unorthodox Jukebox (Vinile): Bruno Mars" (em italiano) Amazon.com (Itália). Página visitada em 7 de dezembro de 2012.