Urobilinogênio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Urobilinogênio
Alerta sobre risco à saúde
Urobilinogen.png
Identificadores
Número CAS 14684-37-8
PubChem 26818
MeSH Urobilinogen
Propriedades
Fórmula molecular C33H44N4O6
Massa molar 592.726
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Urobilinogênio é um produto incolor obtido através da redução da bilirrubina. Ele é formado nos intestinos pela ação bacteriana. Uma parte do urobilinogênio é reabsorvida, levada a circulação e excretada pelo rim. Lá o urobilinogênio é convertido a urobilina, substância presente na urina responsável por sua cor amarelada. Isto constitui o "ciclo enterohepático do urobilinogênio normal". O urobilinogênio remanescente no intestino(estercobilinogênio) é oxidado a estercobilina, substância de cor marrom que dá as fezes sua cor característica.

Uma quantidade aumentada de bilirrubina formada na hemólise, leva a uma concentração aumentada de urobilinogênio no intestino. Em doenças hepáticas (como a hepatite) o ciclo enterohepático do urobilinogênio é inibido, o que aumentada ainda mais os níveis intestinais de urobilinogênio.

Numa obstrução biliar, uma baixa quantidade de bilirrubina conjugada chega ao intestino para a conversão a urobilinogênio. Com uma limitada quantidade de urobilinogênio disponível para reabsorção e excreção, a quantidade de urobilina encontrada na urina é baixa. Altas concentrações, no fígado, de bilirrubina conjugada, que é solúvel, entram na circulação onde são excretadas através dos rins. Esses mecanismos são responsáveis pela urina escura e fezes claras observadas no obstrução biliar.

Valores anormais[editar | editar código-fonte]

Ausência de urobilinogênio na urina pode ser resultado de icterícia completa obstrutiva ou de tratamentos com antibióticos de amplo espectro, que destroem a flora bacteriana intestinal, além de uma falha na produção de bilirrubina ou obstrução de sua passagem.

Baixa concentração de urobilinogênio pode ser resultado de icterícia enzimática congênita (síndromes hiperbilirrubínicas) ou de tratamento com drogas que acidificam a urina, como ácido ascórbico ou cloreto de amônio.

Níveis elevados podem indicar icterícia hemolítica, sobrecarga hepática, quebra excessiva de hemácias, produção de urobilinogênio aumentada, reabsorção - um grande hematoma, função hepática comprometida, infecção hepática, envenenamento ou cirrose hepática.[1] [2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Urobilinogen. Family Health Information. Página visitada em 2008-03-30.
  2. Urobilinogen in urine. Home test kist. Página visitada em 2008-03-30.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]