Ursula K. Le Guin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ursula Kroeber Le Guin
Ursula K. Le Guin numa livraria, em Julho de 2004
Nascimento 21 de outubro de 1929 (85 anos)
Berkeley, Califórnia
Estados Unidos Estados Unidos
Nacionalidade americana
Cônjuge Charles Le Guin (1953–presente)
Ocupação escritora
Gênero literário Literatura fantástica, ficção Científica, fantasia
Magnum opus The Wizard of Earthsea
A Mão Esquerda das Trevas

Ursula Kroeber Le Guin (Berkeley, Califórnia, Estados Unidos, 21 de Outubro de 1929) é uma escritora norte-americana. Escreveu romances, ensaios, contos, poesia e literatura infantil, destacando-se na Fantasia e na Ficção Científica. Os seus primeiros trabalhos foram publicados em 1960 e, desde aí, as suas obras exploram, nomeadamente, aspectos do taoísmo, anarquismo, etnografia, feminismo, psicologia e sociologia.

O Ciclo de Terramar (no original Earthsea Cycle), composto por cinco volumes — "The Wizard of Earthsea" (1968), "The Tombs of Atuan" (1971), "The Farthest Shore" (1972), "Tehanu: The Last Book of Earthsea" (1990) e "The Other Wind" (2001) — e o romance "A Mão Esquerda das Trevas", parte do Ciclo de Hainish, outra de suas séries de alta fantasia, são as suas obras mais conhecidas.

Distinções[editar | editar código-fonte]

Ao longo da sua carreira, Le Guin foi distinguida diversas vezes. Recebeu, nomeadamente, cinco prémios Hugo, seis prémios Nebula[1] e nove prémios Locus, mais do que qualquer outro autor.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ursula K. Le Guin nasceu em Berkeley, na Califórnia, a 21 de Outubro de 1929. O seu pai era o eminente antropólogo Alfred L. Kroeber e a sua mãe era escritora e, também, antropóloga, Theodora Kracaw Kroeber Quinn. Desde pequena, foi educada num ambiente de interesse por mitos e lendas. O seu interesse pela literatura foi precoce: aos 11 anos de idade, enviou o seu primeiro conto para a revista Astounding Science Fiction, que foi recusado. Por volta de 1960, mostrou interesse pela Ficção Científica, começando a publicar regularmente. Em 1970 conseguiu reconhecimento mundial com a obra A Mão Esquerda das Trevas, vencedora dos prémios Hugo e Nebulosa.

Graduou-se no Radcliffe College, em 1951, e no ano seguinte especializou-se em línguas latinas pela Columbia University. Mais tarde, foi estudar para França, onde conheceu o historiador Charles A. Le Guin, com quem viria a casar em 1953.

De volta aos EUA, ensinou francês em várias universidades antes de se dedicar por completo à literatura. Para além das dezenas de títulos publicados, Le Guin também já realizou algumas traduções e contribuiu com inúmeros contos, em várias revistas.

Desde 1958, vive em Portland, no Oregon. Tem três filhos e quatro netos.

Hoje em dia, é considerada uma das melhores autoras vivas do gênero.

Bibliografia (incompleta)[editar | editar código-fonte]

Títulos traduzidos para o português[editar | editar código-fonte]

Portugal[editar | editar código-fonte]

Ciclo de Terramar[editar | editar código-fonte]
  • A Wizard of Earthsea (O Feiticeiro e a Sombra), 1968
  • The Tombs of Atuan (Os Túmulos de Atuan), 1971
  • The Farthest Shore (A Praia mais Longínqua), 1972 (Vencedor do National Book Award)
  • Tehanu: The Last Book of Earthsea (Tehanu, o nome da estrela), 1990 (vencedor do prémio Nebula, em 1990[3] , e do prémio Locus, em 1991[4] )
  • The Other Wind (Num Vento Diferente), 2001 (vencedor do World Fantasy Award, em 2002[5]
Ciclo de Hainish (Ecuménio)[editar | editar código-fonte]
  • Rocannon's World (O Mundo de Rocannon), 1966
  • Planet of Exile (Planeta do Exílio), 1966
  • City of Illusions (A Cidade das Ilusões), 1967
  • The Left Hand of Darkness (A Mão Esquerda das Trevas), 1969 (vencedor do prémio Hugo, em 1969[6] , e do prémio Nebula, em 1970[7] )
  • The Dispossessed: An Ambiguous Utopia (Os Despojados - volumes I e II), 1974 (vencedor do prémio Nebula, em 1974[8] , e dos prémios Hugo e Locus, em 1975[9] )
  • The Word for World is Forest (Floresta é o Nome do Mundo), 1976 (vencedor do prémio Hugo)
  • Four Ways to Forgiveness (O Dia do Perdão), 1995 (composto por quarto contos do Ecuménio)
Outra obras[editar | editar código-fonte]
  • The Lathe of Heaven (O Tormento das Trevas), 1971 (vencedor do prémio Locus, em 1972; adaptado para TV, em longa metragem, em 1980 e 2002)
  • The Beginning Place (Tembreabrezi - o Lugar do Início), 1980
  • Lavinia (Lavínia), 2008 (vencedor do prémio Locus, em 2009[10] )

Brasil[editar | editar código-fonte]

Colecção Catwings[editar | editar código-fonte]
  • Catwings (Gatos Alados), 1988
  • Catwings Return (Volta dos Gatos Alados), 1989
Outras obras[editar | editar código-fonte]
  • The Left Hand of Darkness (A Mão Esquerda da Escuridão), 1969 (vencedor dos prémios Hugo e Nebula)
  • The Dispossessed (Os Despojados), 1974 (vencedor dos prémios Hugo e Nebula)
  • The Ones Who Walk Away from Omelas (Os que se afastam de Omelas), 1974 (conto vencedor do Prémio Hugo e integrante da colectânea The Wind's Twelve Quarters - As Doze Quadras do Vento)

Referências

  1. Index to SF Awards: Ursula Le Guin.
  2. The Locus Index to SF Awards: Locus Awards Records and Tallies.
  3. 1990 Award Winners & Nominees Worlds Without End. Visitado em 2009-05-04.
  4. 1991 Award Winners & Nominees Worlds Without End. Visitado em 2009-05-04.
  5. 2002 Award Winners & Nominees Worlds Without End. Visitado em 2009-05-04.
  6. 1969 Award Winners & Nominees Worlds Without End. Visitado em 2009-05-04.
  7. 1970 Award Winners & Nominees Worlds Without End. Visitado em 2009-05-04.
  8. 1974 Award Winners & Nominees Worlds Without End. Visitado em 2009-05-04.
  9. 1975 Award Winners & Nominees Worlds Without End. Visitado em 2009-05-04.
  10. 2009 Award Winners & Nominees Worlds Without End. Visitado em 2009-05-04.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Ursula K. Le Guin