Usher

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Usher
Usher OMG Houston.jpg
Usher no OMG Tour
Informação geral
Nome completo Usher Raymond IV
Nascimento 14 de outubro de 1978 (35 anos)
Dallas, Texas
Origem Atlanta, Geórgia
País  Estados Unidos
Gênero(s) R&B, soul, pop, dance, hip-hop
Ocupação(ões) Cantor
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 1990–presente (cantor)
1998–presente (ator)
Gravadora(s) LaFace, Arista
Afiliação(ões) NuBeginnings, Alicia Keys,R.Kelly, Beyoncé, will.i.am, Nicki Minaj, Justin Bieber
Influência(s) Michael Jackson,
Página oficial UsherWorld.com

Usher Raymond IV (Dallas, 14 de Outubro de 1978), mais conhecido como Usher, é um cantor, dançarino e ator norte-americano. Usher, chegou à fama no final dos anos 90's com o lançamento de seu segundo álbum My Way, que gerou o seu primeiro hit número 1 na Billboard Hot 100, "Nice and Slow". Seu álbum seguinte 8701 , teve mais dois hits número um na Billboard Hot 100 "U Remind Me" e "U Got It Bad". Ambos os álbuns venderam mais de 8 milhões de cópias em todo o mundo, estabelecendo Usher como um dos melhores artistas de R&B em relação a vendas da década de 1990.[1]

O sucesso de Usher continuou com seu álbum de 2004, Confessions, que vendeu mais de 10 milhões de cópias nos Estados Unidos, e obteve a certificação de diamante pela RIAA. Confessions tem a maior primeira semana de vendas para um artista R&B da história,[2] e vendeu mais de 20 milhões de cópias no mundo todo. Ele gerou um recorde de quatro singles consecutivos no topo da Billboard Hot 100 "Yeah!","Burn","Confessions Part II" e "My Boo". O álbum de 2008 Here I Stand vendeu mais de 5 milhões de cópias em todo o mundo,[3] e o single "Love In This Club" atingiu um pico de número um na Billboard Hot 100.

Em 30 de março de 2010, Usher lançou seu sexto álbum de estúdio Raymond V. Raymond, que se tornou seu terceiro álbum consecutivo a estrear no número um nos Estados Unidos, na Billboard 200.[4] Foi certificado platina pela RIAA ,[5] e gerou outro hit número um na Hot 100 "OMG". A canção se tornou seu nono número um nos Estados Unidos, fazendo dele o primeiro artista da década colocando singles número um em três décadas consecutivas, e apenas o quarto artista de todos os tempos a alcançar esse feito. Mais tarde, ele lançou um Extended Play e a versão deluxe de "Raymond v. Raymond", intitulado Versus , que estreou no número quatro no Billboard 200. Seu primeiro single "DJ Got Us Fallin' in Love", alcançou sucesso internacional e chegou a número quatro no Billboard Hot 100.

A RIAA classifica Usher como um dos artistas que mais vendeu na história da música americana, tendo vendido mais de 23 milhões de cópias nos Estados Unidos.[6] Até hoje, ele já vendeu mais de 65 milhões de discos em todo o mundo,[7] [8] fazendo dele um dos artistas mais vendidos da música de todos os tempos. Usher, já ganhou inúmeros prêmios, incluindo sete prêmios Grammy,[9] quatro World Music Awards, seis American Music Awards, e 22 Billboard Music Awards.[10] Em 2008, Usher foi classificado como o vigéssimo primeiro artista mais bem sucedido na Billboard Hot 100 de todos os tempos pela revista Billboard.[11] A Billboard também classificou Usher o artista número um da Hot 100 na década de 2000.[12] O nomeando o segundo artista mais bem-sucedido em geral da década dos anos 2000,[13] com seu álbum de 2004 Confessions sendo classificado como o álbum solo superior e segundo álbum mais bem sucedido álbum da última década.[14] Em novembro de 2010, Usher foi o sexto classificado pela Billboard na lista dos 25 artistas Top R&B/Hip-Hop dos últimos 25 anos (1985-2010).[15] Vencendo maior do que qualquer outro artista de sua geração. Usher alcançou nove hits número um na Hot 100, todos como um artista principal.[16] [17] Além de sua carreira musical, ele é considerado como um símbolo sexual. Em 1998 as pessoas o nomearam o mais sexy artista de R&B vivo.[18] Em 2010, o Glamour o nomeou um dos 50 homens mais sexy ainda vivo.[19]

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Usher nasceu em Dallas, Texas, filho de Jonetta Patton e Usher Raymond III. Usher passou a maior parte de sua jovem vida em Chattanooga.

Seu pai abandonou a família quando Usher tinha um ano de idade. Usher cresceu com sua mãe, então padrasto, e o meio-irmão, James Lackey, nascido em 1984. Dirigido por sua mãe, Usher juntou-se ao coro de jovens da igreja local em Chattanooga, quando tinha nove anos de idade; lá, sua avó descobriu sua habilidade para cantar, embora não tenha sido até Usher se juntou a um grupo de cantores que ela considerou que ele poderia cantar profissionalmente. Na crença de que uma cidade maior forneceria mais oportunidades para mostrar seu talento, família Usher se mudou para Atlanta, Georgia, onde havia um ambiente mais propício para os cantores iniciantes. Enquanto que em Atlanta, Usher participaram North Springs alta Escola . O pai de Usher morreu de um ataque cardíaco em 21 de janeiro de 2008.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A atmosfera de Atlanta nos últimos anos exala tanto R&B e hip hop que os artistas de lá começam a gravar discos quando ainda são moleques, foi mais um deles. Descoberto em um sarau local por um executivo da gravadora La Face aos 14 anos, ele foi levado ao chefão da companhia, L.A. Reid, que contratou o menino Usher Raymond, recém-saído de corais gospel.

Adotando simplesmente o nome Usher, ele foi apresentado ao mundo em 1994, com Usher, em um álbum que contava com a produção executiva de Sean Combs (também conhecido como Puffy ou Puff Daddy). Logo no primeiro single, "Think of You", ele chegou às rádios de todo os Estados Unidos e virou mania nacional, gravou um jingle da Coca-Cola e integrou o projeto de R&B Black Men United, com vários outros cantores, que lançou o single "You Will Know", da trilha sonora do filme Jason's Lyric. Ao lado da cantora Monica, ele regravou "Let's Straighten It Out", de Latimore.

Seu segundo disco, foi lançado quando ele finalmente se formou na escola, My Way, de 1997, traz o rapaz mostrando suas habilidades de compositor em seis das nove canções, além de contar com produtores como Jermaine Dupri, Babyface e o velho amigo Combs novamente. O primeiro single do disco, "You Make Me Wanna", logo o levou novamente ao topo das paradas de R&B, além de promover o cruzamento para o mundo do pop. As canções "Nice & Slow" e "My Way" seguiram o mesmo caminho.

Enquanto isso, enveredou pela carreira dramática, aparecendo em The Faculty, um filme de terror adolescente, e o drama urbano Um Grito por Justiça. Não se esquecendo dos fãs, ele lançou um álbum ao vivo, chamado simplesmente Live, em 1999. Ele voltou aos discos em 8701, de 2001, que o estabelecia definitivamente como cantor de soul, não mais como prodígio adolescente. No mesmo ano, Usher ainda fez uma aparição no aniversário de 30 anos de carreira de seu ídolo Michael Jackson, cantando "Wanna Be Startin' Somethin'" ao lado de Mýa e Whitney Houston.

Usher chegar em Miami, Florida, para comparecer ao MTV Video Music Awards 2004.

No início de 2004, o single "Yeah!", produzido por Lil Jon, chegou às rádios. A canção, que tinha o cantor e amigo Ludacris como convidado, subiu como um foguete e levou consigo o álbum Confessions, que surgiu pouco depois. O disco mais maduro de Usher ganhou o Grammy de melhor disco de R&B contemporâneo.

Em 2005, foi indicado ao MTV Video Music Awards na categoria "melhor videoclipe masculino", com "Caught Up". Junto com ele, os cantores 50 Cent, Beck, John Legend, Kanye West, também concorreram ao VMA, na mesma categoria de Usher.

Usher durante uma perfomance, em novembro de 2008.

No dia 27 de maio, lançou seu novo álbum de estúdio, Here I Stand. Ele esteve no programa de televisão americano Total Request Live, quando foi entrevistado pelo apresentador, ele confirmou que seu álbum Here I Stand contaria com a participação do rapper Jay-Z e de Beyoncé. Em 3 de dezembro de 2008 foi o mestre de cerimônias do Victoria's Secret Fashion Show que teve como tema central o "Regresso ao Glamour". Cantou "Gone Too Soon" no evento memorial a Michael Jackson no Staples Center em 7 de julho de 2009. Ele foi o primeiro dos que se apresentaram a se aproximar e então tocar o caixão de Michael. Logo depois ele se juntou aos outros participantes do evento no palco para cantar a canção "We Are the World".

Raymond v. Raymond, seu sexto álbum de estúdio foi lançado no dia 30 de março de 2010 nos Estados Unidos, e estreou em primeiro lugar na Billboard 200, vendendo 329 mil cópias na sua primeira semana. Os três primeiros singles foram lançados, são eles "Hey Daddy (Daddy's Home)" que chegou na 22ª posição na Billboard Hot 100, "Lil Freak]" com participação da rapper Nicki Minaj que chegou à 40ª posição, "There Goes My Baby" que chegou em 1º na Hot R&B/Hip-Hop Songs e premaneceu no topo por quatro semanas consecutivas, e "OMG" com will.i.am que chegou à 1ª posição em países como Austrália, Reino Unido, Canadá, Alemanha e Estados Unidos. Usher fez um dueto com Pitbull com o tema intitulado "International Love".

Em 8 de julho, Usher anunciou que iria relançar o álbum numa versão estendida com oito faixas inéditas chamado Raymond v. Raymond Deluxe Edition e um primeiro EP chamado de Versus, em que estariam somente as oito faixas inéditas e o single "There Goes My Baby". Usher disse que Versus seria o último capítulo de Raymond v. Raymond.

O primeiro single lançado foi "DJ Got Us Fallin' in Love" com participação do rapper Pitbull, que foi lançado dia 13 de julho e alcançou 5ª posição na Billboard Hot 100 e a 1ª no Pop Songs. O segundo single foi "Hot Tottie" com participação do rapper Jay-Z, que foi lançado dia 9 de agosto e alcançou a 25ª posição na Billboard Hot 100 e 13ª na Hot R&B/Hip-Hop Songs.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Trilhas sonoras[editar | editar código-fonte]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Título Papel Notas
1997-1998 Moesha Jeremy
Filmes
Ano Título Papel Notas
1998 The Bold and the Beautiful Raymond
1998 The Faculty Gabe Santora
1999 She's All That Campos DJ
1999 Light It Up Lester DeWitt
2001 Texas Rangers Randolph Douglas Scipio
2005 In the Mix Darrell
2010 Killers Kevin

Referências

  1. Usher. Usher Biography People.. Página visitada em September 19, 2010.
  2. By Joe D'Angelo, with additional reporting by Shaheem Reid (March 31, 2004). Usher Makes Record-Breaking Debut Atop Albums Chart – Music, Celebrity, Artist News MTV. Página visitada em September 19, 2010.
  3. Usher | Q102 Wkrq.com. Página visitada em September 19, 2010.
  4. Usher Lands At No.1 On Billboard 200 With Raymond Vs. Raymond Album | Sound Off | BET.com Blogs.bet.com (September 15, 2010). Página visitada em September 19, 2010.
  5. Usher: Discography
  6. Top Selling Artists Recording Industry Association of America. Página visitada em November 15, 2009.
  7. Halperin, Shirley. "Justin Bieber Cover: The Team and Strategy Behind Making Him a Star", February 9, 2011. Página visitada em February 21, 2011.
  8. http://www.heraldsun.com.au/entertainment/music/usher-still-too-hot-to-handle/story-e6frf9hf-1226024719965
  9. Grammy Award Winners The Recording Academy. Página visitada em November 17, 2008.
  10. Usher to Perform at Summertime Ball – Tickets Online Zimbio. Página visitada em September 19, 2010.
  11. The Billboard Hot 100 All-Time Top Artists Billboard.. Página visitada em November 17, 2008.
  12. Hot 100 Artists-Decade End.
  13. http://www.billboard.com/#/charts-decade-end/artists-of-the-decade?year=2009
  14. http://www.billboard.com/#/charts-decade-end/billboard-200-albums?year=2009
  15. The Top 50 R&B / Hip-Hop Artists of the Past 25 Years.
  16. Wete, Brad (May 6, 2010). Usher earns ninth No. 1 Billboard Hot 100 single, Jay-Z gets 17th top 10 | EW.com Entertainment Weekly.. Página visitada em September 19, 2010.
  17. "[1]".
  18. Usher: Sexiest R&B Star – Sexiest Man Alive, Usher People. (November 16, 1998). Página visitada em September 19, 2010.
  19. By Glamour. 50 Sexiest Men of 2010 Results – Robert Pattinson, Ian Somerhalder, Taylor Lautner (Glamour.com UK) Glamourmagazine.co.uk. Página visitada em September 19, 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Usher