Usina Hidrelétrica de Xingó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Usina Hidrelétrica de Xingó
Usina Hidrelétrica de Xingó
Usina de Xingó
Rio Rio São Francisco
Localização Alagoas e Sergipe  Brasil
Coordenadas -9.620891,-37.79108
Inaugurada 1994
Informações Técnicas
Capacidade de geração 3162 MW
Unidades geradoras 6
Barragem
Altura 141 (150?) m
Comprimento 3623 (8100?) m
Reservatório
Área alagada 60 km²
Construção
Início da construção 1987
Operação e distribuição
Empresa Geradora CHESF
Site: http://www.chesf.gov.br

A Usina Hidrelétrica de Xingó está localizada entre os estados de Alagoas e Sergipe, situando-se a 12 quilômetros do município de Piranhas e a 6 quilômetros do município de Canindé de São Francisco.

A Usina de Xingó está instalada no São Francisco, principal rio da região nordestina, com área de drenagem de 609.386 km2 , bacia hidrográfica da ordem de 630.000 km2, com extensão de 3.200 km, desde sua nascente, na Serra da Canastra, em Minas Gerais, até sua foz, em Piaçabuçu/AL e Brejo Grande/SE.

A posição da usina, com relação ao São Francisco, é de cerca de 65 km à jusante do Complexo de Paulo Afonso, constituindo-se o seu reservatório, face as condições naturais de localização, num canyon, uma fonte de turismo na região, através da navegação no trecho entre Paulo Afonso e Xingó, além de prestar-se ao desenvolvimento de projetos de irrigação e ao abastecimento d’água para a cidade de Canindé/SE.

Compreendem o represamento de Xingó as seguintes estruturas:

  • barragem de enrocamento com face de concreto a montante com cerca de 140 m de altura máxima;
  • o vertedouro de superfície do tipo encosta com duas calhas e 12 comportas do tipo segmento com capacidade de descarga de 33.000 m3/s, situado na margem esquerda (AL);
  • os muros, tomada d’água, condutos forçados expostos, casa de força do tipo semi-abrigada, canal de restituição e diques de seção mista terra-enrocamento, situados na margem direita (SE); totalizando o comprimento da crista em 3.623,00 m.

A usina geradora é composta por 6 unidades com 527.000 kW de potência nominal unitária, totalizando 3.162.000 kW de potência instalada, havendo previsão para mais quatro unidades idênticas numa segunda etapa.

A energia gerada é transmitida por uma subestação elevadora com 18 transformadores monofásicos de 185 MVA cada um que elevam a tensão de 18 kV para 500 kV.

Ver também[editar | editar código-fonte]