Usuário(a):Quiumen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
segunda-feira, 28 de julho de 2014- hora atual: 07h02min (UTC). 833 906 artigos.
Faltam 166094 artigos para o primeiro milhão de artigos da Wiki lusófona !
Usuário:Quiumen Usuário Discussão:Quiumen Crystal Clear app kedit.png
Página Principal Discussão
Wikipedia:Tutorial Wikipedia:Página de testes Wikipedia:Coisas a não fazer Wikipedia:Café dos novatos Wikipedia:Livro de estilo Wikipedia:FAQ Wikipedia:Políticas da Wikipédia lusófona Wikipedia:Ajuda
Tutorial Página de testes Coisas a não fazer Café dos novatos Livro de estilo FAQ Políticas da Wikipédia Ajuda


Francisco Quiumento

Quiumen (D ctrib E logs BM)

Hercules holding Wikipedia.jpg

“Quando você dirige a proa visionária para uma estrela e estende a asa para tal excelsitude inalcançável, no afã da perfeição e rebelado contra a mediocridade, leva com você a mola misteriosa de um ideal. É fogo sagrado, capaz de temperá-lo para grandes ações. Cuide dele; se você deixar que se apague, jamais se reacenderá. Você só vive por essa partícula de sonho que o põe acima do real. Ela é a flor-de-lis de seu brasão, o penacho de seu temperamento. Nem todos, como vocês, se extasiam diante de um crepúsculo, sonham diante de uma aurora ou vibram diante de uma tempestade. Nem todos gostam de passear com Dante, rir com Moliére, tremer com Shakespeare, crepitar com Wagner. Nem todos emudecem ante o David, a Ceia ou o Partenon. É de poucos essa inquietude de perseguir avidamente alguma quimera, venerando filósofos, artistas e pensadores que fundiram em síntese suprema suas visões do ser e da eternidade, voando para além do real. Os de sua estirpe, cuja imaginação é povoada de ideais e cujo sentimento neles concentra toda a personalidade, formam uma raça à parte na humanidade: são os idealistas. Definindo sua própria emoção, poderia aquele que se sente poeta dizer: O ideal é um gesto do espírito no sentido da perfeição.”

José Ingenieros - O Homem Medíocre

 
"Por menos conversa e mais trabalho!"
Baustelle.svg
Diz não ao papo furado tu também
Deixar mensagem
AGENDA+

"Ataque frontal :) "[editar | editar código-fonte]

N4-acetil sulfanilamida / Tampão Fosfato-Salino / Curtimento / Desengraxe / Percloroetileno / Cromossomo sexual

A maioria das plantas e animais são organismos diplóides (2n): possuem duas cópias de cada cromossomo. N = # de cromossomos. Nos núcleos das células, os cromossomos são encontrados em conjuntos de pares idênticos, exceto por um par de cromossomos. Os cromossomos pareados são chamados de autossomos. Cromossomos não-pareados são chamados de cromossomos sexuais. Os seres humanos possuem 22 pares de autossomos e um par de cromossomos sexuais (XX ou XY). Na maioria dos organismos, o tipo de cromossomo sexual encontrado nas células determina o sexo do indivíduo.

Genética II: Ligação e a Teoria Cromossômica www.universia.com.br


Em aminoácido: Síntese de Gabriel / Síntese de aminoácido de Strecker / Rearranjo de Hoffmann


Fosfofrutoquinase 1


Ácido fosfotungstico

  • Italiano - OK
  • Inglês - Falta quase tudo - usar estrutura. -> Preparação e propriedades químicas / Usos
  • Acrescentar do inglês as questões ligadas à hematoxilina e outros corantes (lá do início, mas na pt colocar nos usos).

Ácido sulfossalicílico

  • Linkar fenol e ac. salicílico.
  • questões de segurança da MSDS. - falta providências

Tiossulfato de sódio - formiato de sódio/metanoato de sódio

Hidrossulfeto de sódio - pobrinho pobrinho


Receptor (bioquímica) do espanhol


Ácido tricloroacético

Separar USos (acrescentar do espanhol que é excelente), produção.


Haleto- completar, a partir da tradução do espanhol



Álcool ácido |

EDTA - Dar uma reforçada no verbete (sequestrante - anticoagulante)/ sais sódicos

Ligante - traduzir do espanhol


Um a me dedicar, com vasto conteúdo possível: Formação e evolução de galáxias


Spirulina - traduzir do espanhol -> http://es.wikipedia.org/wiki/Spirulina

Tanaceto - http://es.wikipedia.org/wiki/Tanaceto


Hidróxido de sódio

Nitrato de potássio -fraquinho pacas!

Sulfato de zinco

Timerosal (Mertiolato)


Tricloroetileno - verbete para a subst. que é, LAMENTÀVEL.

Ácido dicloroacético / Ácido cloroacético - corrigir bRancos , na "ficha" e acrescentar tabelas da www.cetesb.sp.gov.br www.cetesb.sp.gov.br

Definir estado sólido


Ácidos cloroacéticos [1]


Wikipedia:Projetos/Árvore da Vida

Colza -> ácido erúcico

ERVAS MEDICINAIS:

Macela Mentrasto Mil-folhas | Maracujá | Manjerona | Malva


Propionato de sódio | Ácido propiônico | Glutaraldeído |

Butiraldeído - Cheio de errinhos e necessitando um "engordada"

Naftalina - TOSCO TOSCO TOSCO!

Carbonila -comparado ao (em inglês) DÁ PENA!


modelo Randall-Sundrum | campos de Kaluza Klein / Kaluza–Klein theory

Confinamento


Projeto Reagentes[editar | editar código-fonte]

REAGENTES

Nome Aplicação

Reagente de Benedict Glicose - Qualitativo e Quantitativo

Courtone Defecação na Urina

Drabkin Hemoglobina

Ehrlich Indican

Ehrlich Urobilinogênio

Essbach Albumina

Exton Albumina - Qualitativo e Quantitativo

Fehling Glicose - A e B

Folin Ciocalteau Fenol

Folin Denis Ácido Úrico

Folin Wu Glicose - Cuprotartárica

Folin Wu Glicose - Fosfomolíbdica

Fouchet Pigmentos Biliares

Imbert Acetona

Johannessen Sangue

King Armstrong Fosfatases - Ácida e Alcalina

Kingsley Biureto

Kunkel Zinco Barbiturato

Mac Lagan Timol Barbiturato

Meyer Sangue

Nelson Glicose - Arseno-molíbdica

Nessler Amoníaco

Newton Ácido Úrico

Pandy Albumina Cerebrospinal

Paul Heller Eritrócitos

Roberts Albumina

Rothera Ross Acetona

Schiff Aldeídos

Schlesinger Urobilina

Somogyi Desproteinização - I e II

Takata Fígado - A e B

Tanret Albumina

Topfer Suco Gástrico

Weichselbaun Biureto


Wintrobe Eritrócitos


Projetão dos sais de sódio-potássio[editar | editar código-fonte]

<
Listagem de compostos de sódio e potássio a serem "atacados"
× COMPOSTO DE SÓDIO NOME EM INGLÊS CATEG COMPOSTO DE POTÁSSIO NOME EM INGLÊS CATEG
2 - - - - Potassium 2-ethyl hexanoate -
A Acetato de sódio Sodium acetate - Acetato de potássio Potassium acetate -
- Adipato de sódio Sodium adipate - Adipato de potássio Potassium adipate -
- Alginato de sódio Sodium alginate - Alginato de potássio Potassium alginate -
- - - - Alúmen de potássio Potassium alum -
- Aluminato de sódio Sodium aluminate - - - -
- Amida de sódio Sodium amide - - - -
- Azida de sódio Sodium azide - - - -
B Bórax Borax - - - -
- Benzoato de sódio Sodium benzoate - Benzoato de potássio Potassium benzoate -
- Bicarbonato de sódio Sodium bicarbonate - Bicarbonato de potássio Potassium bicarbonate -
- Bissulfato de sódio Sodium bisulfate - Bissulfato de potássio Potassium bisulfate -
- Bissulfito de sódio Sodium bisulfite - Bissulfito de potássio Potassium bisulfite -
- - - - Bitartarato de potássio Potassium bitartrate -
- Borohidreto de sódio Sodium borohydride - - - -
- Bromato de sódio Sodium bromate - Bromato de potássio Potassium bromate -
- Brometo de sódio Sodium bromide - Brometo de potássio Potassium bromide -
C Citrato dissódico Disodium citrate - - - -
C - - - Canrenoato de potássio Potassium canrenoate -
- Carbonato de sódio Sodium carbonate - Carbonato de potássio Potassium carbonate -
- - - - Cianato de potássio Potassium cyanate -
- Cianeto de sódio Sodium cyanide - Cianeto de potássio Potassium cyanide -
- Cianoborohidreto de sódio Sodium cyanoborohydride - - - -
- Ciclamato de sódio Sodium cyclamate - - - -
- Clorato de sódio Sodium chlorate - Clorato de potássio Potassium chlorate -
- Cloreto de sódio Sodium chloride - Cloreto de potássio Potassium chloride -
- Clorito de sódio Sodium chlorite - - - -
- Citrato de sódio Sodium citrate - Citrato de potássio Potassium citrate -
- Citrato monossódico Monosodium citrate - - - -
- Cobaltinitrito de sódio Sodium cobaltinitrite - - - -
- Cocoato de sódio Sodium cocoate - - - -
- Cromato de sódio - - Cromato de potássio Potassium chromate -
D Dicloroisocianato de sódio Sodium dichloroisocyanurate - - - -
- Dicromato de sódio Sodium dichromate - Dicromato de potássio Potassium dichromate -
- Dietilditiocarbamato de sódio Sodium diethyldithiocarbamate - - - -
- Ditionato de sódio Sodium dithionate - - - -
- Ditionito de sódio Sodium dithionite - - - -
- Ditiofosfato de sódio Sodium dithiophosphate - - - -
- Diuranato de sódio Sodium diuranate - - - -
- Dodecil sulfato de sódio Sodium dodecyl sulfate - - - -
E Eritorbato de sódio Sodium erythorbate - - - -
- Estearato de sódio Sodium stearate - - - -
- Estearil lactilato de sódio Sodium stearoyl lactylate - - - -
F - - - Ferrato de potássio Potassium ferrate -
- Ferrocianeto de sódio Sodium ferrocyanide - Ferrocianeto de potássio Potassium ferrocyanide -
- Ferricianeto de sódio - Ferricianeto de potássio - Potassium ferricyanide -
F - - - Ferrioxalato de potássio Potassium ferrioxalate -
- Fluoreto de sódio Sodium fluoride - Fluoreto de potássio Potassium fluoride -
- Fluoroacetato de sódio Sodium fluoroacetate - - - -
- Formato de sódio Sodium formate - - - -
- - - - Fosfato de potássio Potassium phosphate -
- Fosfato trissódico Trisodium phosphate - - - -
- - - - Fulminato de potássio Potassium fulminate -
- Fumarato de sódio Sodium fumarate - Fumarato de potássio Potassium fumarate -
G - - - Gluconato de potássio Potassium gluconate -
- Glutamado dissódico Disodium glutamate - - - -
- Glutamado monossódico Monosodium glutamate - - - -
- Guanilato dissódico Disodium guanylate - - - -
H Hexafluoroaluminado de sódio Sodium hexafluoroaluminate - - - -
- - - - Hexafluorofosfato de potássio Potassium hexafluorophosphate -
- Hexametafosfato de sódio Sodium hexametaphosphate - - - -
- Hidreto de sódio Sodium hydride - Hidreto de potássio Potassium hydride -
- Hidrosulfito de sódio Sodium hydrosulfide - - - -
- Hidróxido de sódio Sodium hydroxide - Hidróxido de potássio Potassium hydroxide -
- Hipoclorito de sódio Sodium hypochlorite - - - -
- Hipofosfito de sódio Sodium hypophosphite - - - -
I Inosinato dissódico Disodium inosinate - - - -
- Iodato de sódio Sodium iodate - Iodato de potássio Potassium iodate -
- Iodeto de sódio Sodium iodide - Iodeto de potássio Potassium iodide -
L Lauril sulfato de sódio Sodium laureth sulfate - - - -
- Lauroamfoacetato de sódio Sodium lauroamphoacetate - - - -
M Manganato de sódio Sodium manganate - Manganato de potássio Potassium manganate -
- - - - Manganito de potássio Potassium manganite -
- Metabissulfito de sódio Sodium metabisulfite - Metabisulfito de potássio Potassium metabisulfite -
- Metatitanato de sódio Sodium metatitanate - - - -
- Metavanadato de sódio Sodium metavanadate - - - -
- Metil arsenato monossódico Monosodium methyl arsenate - - - -
- Molibdato de sódio Sodium molybdate - - - -
- Monofluorofosfato de sódio Sodium monofluorophosphate - - - -
N Nitrato de sódio Sodium nitrate - Nitrato de potássio Potassium nitrate -
- Nitreto de sódio Sodium nitride - - - -
- Nitrito de sódio Sodium nitrite - Nitrito de potássio Potassium nitrite -
O Octaborato dissódico tetrahidratado Disodium octaborate tetrahydrate - - - -
- Ortovanadato de sódio Sodium orthovanadate - - - -
- Oxalato dissódico Disodium oxalate - - - -
- Óxido de sódio Sodium oxide - Óxido de potássio Potassium oxide -
P Perborato de sódio Sodium perborate - - - -
- Percarbonato de sódio Sodium percarbonate - - - -
- Perclorato de sódio Sodium perchlorate - Perclorato de potássio Potassium perchlorate -
- Periodato de sódio Sodium periodate - Periodato de potássio Potassium periodate -
- Permanganato de sódio Sodium permanganate - Permanganato de potássio Potassium permanganate -
- Peróxido de sódio Sodium peroxide - Peróxido de potássio Potassium peroxide -
- - - - Peróximonosulfato de potássio Potassium peroxymonosulfate -
- Persulfato de sódio Sodium persulfate - Persulfato de potássio Potassium persulfate -
- Pertecnetato de sódio Sodium pertechnetate - - - -
- Poliacrilato de sódio Sodium polyacrylate - - - -
- Propionato de sódio Sodium propionate - Propionato de potássio Potassium propionate -
- Pirofosfato de sódio Sodium pyrophosphate - - - -
- Piruvato de sódio Sodium pyruvate - - - -
- Selenito de sódio Sodium selenite - - - -
- Sesquicarbonato de sódio Sodium sesquicarbonate - - - -
- Silicato de sódio Sodium silicate - Silicato de potássio Potassium silicate -
- Silico-aluminato de sódio Sodium silicoaluminate - - - -
- Sorbato de sódio Sodium sorbate - Sorbato de potássio Potassium sorbate -
- Sulfato de sódio Sodium sulfate - Sulfato de potássio Potassium sulfate -
- Sulfeto de sódio Sodium sulfide - Sulfeto de potássio Potassium sulfide -
- Sulfito de sódio Sodium sulfite - - - -
- Superóxido de sódio Sodium superoxide - Superóxido de potássio Potassium superoxide -
T Tartarato de potássio e sódio Potassium sodium tartrate - Tartarato de potássio e sódio Potassium sodium tartrate -

Tartarato de sódio - Sodium tartrate | Tartarato de potássio - Potassium tartrate

Telureto de sódio - Sodium telluride

Telurito de sódio - Sodium tellurite


Sodium pareth sulfate

[[ - Sodium myreth sulfate

Potassium aluminium borate

Potassium pyrosulfate

Potassium sodium tartrate


Tetracloroplatinato de potássio - Potassium tetrachloroplatinate

Tetrafenilborato de potássio - Potassium tetraphenylborate

Potassium titanyl phosphate

Toantimoniato de sódio - Sodium thioantimoniate

Tiocianato de sódio - Sodium thiocyanate | Tiocianato de potássio - Potassium thiocyanate

Tiopental sódico - Sodium thiopental

Tiosulfato de sódio - Sodium thiosulfate

Trimetafosfato de sódio - Sodium trimetaphosphate

Tripolifosfato de sódio - Sodium tripolyphosphate

Tungstato de sódio - Sodium tungstate

Uranato de sódio - Sodium uranate

Zincato de sódio - Sodium zincate

Alcalida - Alkalide

Solução de Fowler

Sal de Krogmann

Ascorbatos minerais

Fosfato monopotássico - Monopotassium phosphate


"Pinduradinhos[editar | editar código-fonte]

Nessler's reagent

Croscarmellose sodium

Electride

Mineral ascorbates


Natron

Rongalite



Indústria lítica


Número bariônico

Singularidade gravitacional - Dar uma completada em cima do inglês, que é bem completo


Tiomersal - timerosal


Babadas alheias :([editar | editar código-fonte]

Fulminato de mercúrio - dar uma lapidada, que está uma JOÇA!


Ácido salicílico em especial, do alemão Ácido crotônico - tá uma JOSTA!


Princípio de Le Chatelier - JOSTA JOSTA JOSTA!

Ciclo CNO - O HORROR! O HORROR! :(

"Saiba filho, que escrever livros é tarefa sem fim..."[editar | editar código-fonte]

Estrela de bósons - boson star Estrela de férmions - fermion star

http://relativity.livingreviews.org/open?pubNo=lrr-2004-9&page=articlesu24.html

Magnetar - dar uma reforçada Blazar - dar uma reforçada Fulereno - dar uma reforçada

chapglyn star

Gravastar

http://en.wikipedia.org/wiki/Gravastar

Sudbury Basin

http://en.wikipedia.org/wiki/Sudbury_Basin

Ponto antipodal

http://en.wikipedia.org/wiki/Antipodal_point http://fr.wikipedia.org/wiki/Point_antipodal

Foco Antipodal - Derivar de Antípoda

Memética

Memética é o corpo conjectural de hipóteses e modelos tentando explicar o mecanismo mais profundo de funcionamento de nossa mente, através da manipulação de elementos mínimos de informação e memória, que sriam os MEMES, onde operam os nossos mecanismos de linguagem mais básicos, determinados primeiramente pela genética, a a partir dos quais constroem-se os rudimentos de linguagem, tanto de comunicação quanto de pensamento, os mecanismos da língua falada e escrita, a construção de nossos produtos culturais diversos, nossa cultura e transmitem-se de mente em mente em mente pela comunicação.

Memética, exatamente por este motivo,de tratar os fundamentos mais profundos de nossos sistemas cerebrais de comunicação, é o corpo teórico a tratarpormodelos científicos os mecanismos da linguística, de formação e modificação das línguas através do tempo.


Elasticidade -

Fundir e somar do (em inglês) e {{es}

  • (em espanhol) Elasticidad (mecánica de sólidos)
  • (em inglês) Elasticity (physics)

Spin - TÁ BRABO!

SUB-PAGINAS+

Portais:

Química A Wikipédia possui o:
Portal de Química


Portal A Wikipédia possui o portal:


Usuário:Quiumen/agenda


CEQE

A TEORIA COSMOLÓGICA DO ESTADO QUASE ESTACIONÁRIO


Domingos S.L. Soares * (29 de Setembro de 2001 - Revisto em 20 de Novembro de 2001)


O astrofísico e cosmólogo Fred Hoyle - falecido recentemente, no dia 20 de agosto de 2001, aos 86 anos de idade - contribuiu de forma fundamental para a ciência contemporânea. De sua vasta contribuição científica destaca-se aqui alguns aspectos de sua visão cosmológica, a saber, as teorias do estado estacionário e do estado quase estacionário. Apresenta-se também um relato breve a respeito das observações recentes de supernovas em grandes desvios para o vermelho, as quais confirmam uma das previsões de Hoyle e colaboradores, qual seja, a de um universo atualmente em expansão acelerada.


Introdução


Pode-se afirmar que a cosmologia, como hoje é entendida, teve o seu início em 1917, quando o físico alemão Albert Einstein propôs o seu modelo do universo. Baseado na teoria da relatividade geral (TRG), de sua autoria, e na sua percepção do mundo físico, Einstein estabeleceu um modelo do universo que, em grande escala, era homogêneo, isotrópico e estático. A idéia de um universo em expansão, tão popular hoje em dia, não era de forma alguma óbvia.

As soluções das equações da TRG que admitiam a expansão do universo foram obtidas pela primeira vez pelo russo Alexander Friedmann, tornadas públicas em artigos científicos datados de 1922 e 1924. Estes trabalhos foram seguidos, de forma independente, pelas pesquisas do cosmólogo belga Georges Lemaître, publicadas em 1927 e 1931, que também resultaram em modelos de universo em expansão.

Tais modelos alcançaram projeção no mundo científico a partir da descoberta da relação proporcional entre o desvio para o vermelho e a distância das galáxias. Esta relação, investigada por vários astrônomos, foi estabelecida de forma segura e definitiva em 1929 pelo astrônomo norte-americano Edwin Hubble. Verificara-se observacionalmente, que a luz emitida pelas galáxias possuía comprimentos de onda cujos valores eram deslocados em direção ao vermelho, no espectro de luz visível, e a relação mostrava que este desvio era proporcional à distância das galáxias. Este tipo de relação entre comprimento de onda da radiação e distância era exatamente o que era predito pelas soluções de Friedmann e Lemaître.

A invenção portanto do conceito de um universo em expansão decorreu de dois aspectos, a saber, de resultados teóricos e de observações astronômicas. Isto significa que a expansão do universo não é um fato empírico, i.e., deduzido diretamente da observação da natureza, como o é, por exemplo - e para mencionar um caso estreitamente relacionado à cosmologia -, a existência individualizada das galáxias. O grande astrônomo Edwin Hubble teve aqui também atuação decisiva. Foi ele quem mostrou, de forma brilhante e definitiva, que as chamadas "nebulosas espirais" eram objetos astronômicos independentes de nosso sistema estelar, a galáxia da Via Láctea. A sua descoberta foi baseada inteiramente em relações empíricas, obtidas a partir das observações astronômicas. Quer dizer, as galáxias não foram "inventadas" mas, de fato, descobertas.

Ao se aceitar a expansão do universo, as conseqüências são dramáticas. Uma simples extrapolação temporal da expansão do universo, para épocas passadas, leva a um estado de altas densidade e temperatura, que em princípio não tem limites. E acima de tudo estabelece um início para a história do universo como um todo.

Muitos cientistas, contemporâneos destes desenvolvimentos científicos, não aceitaram estas idéias, reputando-as como simplórias e até mesmo repugnantes. Entre eles estão os astrônomos britânicos Arthur Eddington e Fred Hoyle, este último, personagem principal da história aqui contada. Fred Hoyle tentou inclusive ridicularizar o modelo de Friedmann-Lemaître apelidando-o de universo da "grande explosão" (em inglês, big bang). O nome no entanto passou a pertencer ao jargão científico, sem as características de ridicularização que o motivaram.

Várias tentativas foram feitas no sentido de se evitar a desconfortável - do ponto de vista científico - singularidade, predita no universo da grande explosão. Menciona-se aqui apenas duas delas, das quais a segunda será o objeto de uma descrição mais detalhada. A primeira, o modelo de Eddington-Lemaître, foi proposto com o fim específico de se evitar a singularidade - eufemismo para "fase desconhecida" - inicial. Neste modelo, a extrapolação temporal para o passado termina num estado inicial com características semelhantes ao universo estático de Einstein. Em todas as outras fases ele é indistinguível do modelo com singularidade.

A segunda tentativa, de caráter mais amplo e revolucionário, foi proposta por Fred Hoyle e colaboradores. Esta segunda tentativa se ramifica em duas, separadas por quase 50 anos. A primeira, denominada "cosmologia do estado estacionário" foi proposta por Hoyle e pelos cientistas, também britânicos, Hermann Bondi e Thomas Gold, em 1948. A segunda surgiu am 1993, após o fracasso da primeira, e foi idealizada por Hoyle, por Geoffrey Burbidge e pelo físico teórico indiano Jayant Narlikar, e denomina-se "cosmologia do estado quase estacionário". A semelhança dos nomes reflete alguns pontos que elas têm em comum, como se verá em algum detalhe a seguir.


Cosmologia do estado estacionário


Em 1948, Hoyle e, independentemente, Bondi e Gold, propõem o modelo do estado estacionário. O universo é homogêneo, isotrópico e infinito espacialmente, e além disso, ao contrário do universo da grande explosão, tem uma idade infinita. O modelo expande-se, como na grande explosão, mas matéria é contínua e uniformemente criada, de forma a garantir a homogeneidade e isotropia. A teoria não indica de que forma a matéria é criada. A violação da lei da conservação da matéria, lei esta implícita na TRG, foi contornada por Hoyle através de um artifício matemático.

Os leitores interessados numa discussão introdutória destes aspectos encontrará excelente material no capítulo 18 do livro Cosmology, the science of the universe, de autoria de Edward Harrison, e para uma introdução completa às teorias cosmológicas propostas por Hoyle e colaboradores ver A different approach to cosmology, de autoria de Fred Hoyle, Geoffrey Burbidge e Jayant Narlikar, ambos editados pela Cambridge University Press, 2000.

A idéia de criação contínua de matéria foi fortemente questionada durante as décadas de 50 e 60, anos que se seguiram à sua proposição. Verifica-se, no entanto, que após os desenvolvimentos das teorias inflacionárias, a partir de meados de 1980, esta idéia tornou-se, de certa forma, muito mais respeitável. A idéia foi mantida por Hoyle e colaboradores nos seus trabalhos posteriores em cosmologia.

Hoyle propôs uma pequena modificação na TRG para permitir a criação de matéria a partir de um "reservatório" de energia negativa. À medida que a matéria é criada, a conservação da energia resulta num reservatório de energia cada vez mais negativo. A expansão do universo, no entanto, mantém a densidade de energia do reservatório e a densidade média da matéria no universo constantes. Daí vem o termo "estacionário" no nome da teoria.

Na época em que foi proposta era uma teoria bastante atrativa pois atribuía uma idade infinita ao universo. Isto era uma grande vantagem em relação à teoria da grande explosão, a qual implicava numa idade do universo cerca de dez vezes menor que a idade geológica da Terra! Esta inconsistência básica foi o principal sustentáculo, durante muitos anos, do modelo do estado estacionário. A situação mudou entretanto na década de 60.

A descoberta da radiação cósmica de fundo, em 1965, pelos norte-americanos Arno Penzias e Robert Wilson, a revisão da estimativa da idade do universo, à luz de novos dados observacionais, a descoberta dos quasares, que de certa forma, implicava num quadro consistente de evolução de galáxias, e outros desenvolvimentos teóricos, experimentais e observacionais, levaram paulatinamente a um descrédito na teoria do estado estacionário, e o modelo da grande explosão ocupou de vez o cenário cosmológico.


Intermezzo


Os modelos da grande explosão, i.e., os modelos de Friedmann-Lemaître, tornaram-se definitivamente a base do chamado modelo cosmológico padrão, que passou a ser conhecido popularmente pelo termo em inglês Big Bang.

Mas o modelo padrão logo revelou-se um celeiro de problemas. O primeiro deles é a discordância entre os valores predito e observado da densidade de matéria no universo. O valor predito decorre do ajuste da teoria, na fase inicial da expansão, tendo por objetivo o cálculo das abundâncias químicas dos elementos de massa pequena, a chamada nucleossíntese primordial. Estes elementos atômicos, deutério, hélio e lítio, foram sintetizados na fase quente e densa da grande explosão e serviram de matéria prima para a formação dos demais elementos, no interior das estrelas. O valor observado da densidade de matéria é obtido a partir do censo, i.e., da contagem de objetos luminosos (estrelas, galáxias, etc) no universo. A discrepância entre os dois valores, o predito e o observado, é da ordem de um fator de 100!

O segundo problema reside na radiação cósmica de fundo. Esta radiação é, de acordo com a teoria, a manifestação atual da bola de fogo inicial da grande explosão. As observações mostram que ela é exageradamente uniforme em intensidade. As flutuações de densidades observadas hoje na distribuição de galáxias não se conciliam com a homogeneidade da radiação cósmica de fundo, a não ser que ajustes artificiais e hipóteses ad hoc sejam introduzidos na teoria.

O terceiro problema é a "singularidade" inicial. A expansão iniciou-se no desconhecido e no inexplicável ponto onde todas as leis da física, como a conhecemos, não se aplicam. As tentativas de abordagem desta singularidade, como por exemplo, as teorias inflacionárias, são difíceis de serem testadas observacional e experimentalmente.



Cosmologia do estado quase estacionário



Os problemas delineados acima e muitos outros levaram Fred Hoyle, Geoffrey Burbidge e Jayant Narlikar, em 1993, a propor um novo modelo cosmológico, semelhante à teoria do estado estacionário mas com correções de alguns de seus defeitos. A nova teoria foi denominada cosmologia do estado quase estacionário (CEQE).

Como na velha teoria, a CEQE prevê a criação contínua de matéria no universo, ao invés da criação de toda a matéria do universo num único evento, como na teoria da grande explosão.

Matematicamente, a influência dos inúmeros eventos de criação de matéria é o estabelecimento de uma oscilação cósmica em torno da solução estacionária das equações cosmológicas. Dai o nome "quase estacionária" para a teoria.

O universo presentemente está numa época de expansão que será seguida de uma contração, e assim sucessivamente. O período de oscilação é da ordem de 20-30 bilhões de anos.

A teoria matemática subjacente à CEQE é uma pequena modificação da TRG, constituída pela introdução de um campo escalar adicional. Detalhes técnicos estão nas referências bibliográficas apresentadas nas páginas eletrônicas listadas abaixo.

A CEQE oferece cenários alternativos aos do modelo padrão para a síntese primordial dos elementos leves - todos os elementos são formados no interior das estrelas -, para a homogeneidade e isotropia da radiação cósmica de fundo - resulta da termalização da energia liberada na criação dos elementos leves -, e para a formação da distribuição de galáxias no universo, i.e., da sua estrutura em grande escala - galáxias são criadas a partir de galáxias pré-existentes.

A cosmologia do estado quase estacionário mantém acesa a chama da busca científica por um modelo consistente para o universo como um todo. Fred Hoyle foi um representante destacado daqueles que trabalham nesta busca.



Epílogo



Resultados observacionais recentes têm se mostrado consistentes com a CEQE. É oportuno portanto terminar este relato sobre as teorias de estado estacionário com uma apresentação de alguns dos últimos e importantes acontecimentos em cosmologia observacional.

Trata-se das observações de supernovas do tipo Ia, em galáxias com desvios para o vermelho próximos de 1. A partir de observações, realizadas pelo Telescópio Espacial Hubble, de estrelas variáveis cefeidas em galáxias com supernovas, mostrou-se que supernovas do tipo Ia são excelentes indicadores secundários de distâncias. A propósito, supernovas do tipo I são objetos deficientes em hidrogênio. Existem supernovas do tipo Ia, Ib (e segundo alguns pesquisadores do tipo Ic). As diferenças entre os vários subtipos são resultantes, entre outros aspectos, de diferenças nas estrelas progenitoras dos eventos e nas características da radiação emitida pelas supernovas. As supernovas do tipo Ia são intrinsecamente mais brilhantes e resultem da explosão de anãs brancas, em sistemas binários. Supernovas do tipo II são ricas em hidrogênio e originem-se de estrelas de grande massa. São caracterizadas por colapso do caroço estelar, por rebote energético induzido por neutrinos e eventualmente pela presença de jatos.

O objetivo das observações de supernovas do tipo Ia é o de estabelecer uma extensão do diagrama de Hubble, da relação entre desvio para o vermelho e distância, para grandes desvios para o vermelho (no caso, para valores em torno de 1), tendo como meta final a determinação de parâmetros cosmológicos fundamentais. Especificamente, o parâmetro relevante na presente apresentação é o parâmetro de desaceleração, crucial em modelos de universo em expansão, tais como os de Friedmann-Lemaître e a CEQE.

Esta seção está baseada em três fontes: no livro A Different Approach to Cosmology, já mencionado anteriormente, nos artigos de revisão de Michael S. Turner, Dark Energy and the New Cosmology, e de Alexei V. Filippenko, Einstein's Biggest Blunder? High-Redshift Supernovae and the Accelerating Universe. Os leitores interessados em mais detalhes, sobre o assunto abordado aqui, encontrarão farto material nestes, e a partir destes, textos.

Dois grupos de pesquisa, o Supernova Cosmology Project, liderado por Saul Perlmutter, e o High-z Supernova Team, liderado por Brian P. Schmidt, usaram amostras de supernovas Ia diferentes e técnicas de análise também diferentes, e chegaram à mesma conclusão: o universo está atualmente em expansão acelerada! O resultado é surpreendente, do ponto de vista dos modelos derivados do paradigma de Friedmann-Lemaître, os quais prevêem universos desacelerados. Em outras palavras, o parâmetro de desaceleração, usualmente representado por qo, destes modelos é sempre positivo. Incidentemente, vem dai talvez a preferência pela definição de um parâmetro de desaceleração, e não de aceleração: trabalha-se naqueles modelos com números positivos. Os valores típicos são qo<1/2, para universos abertos, qo=1/2, para o universo plano (Euclidiano), e qo> 1/2, para universos fechados.

Em termos de qo, o que os dois grupos afirmam é que as observações recentes apontam para valores negativos!

O modelo padrão pode ser reconciliado com a expansão acelerada desde que haja uma componente energética no universo responsável pela aceleração. Uma candidata, historicamente sempre à disposição dos interessados, é a velha constante cosmológica, introduzida por Einstein nas equações cosmológicas da TRG, em 1917, para manter o seu modelo de universo estático. Einstein queria, com este termo de pressão negativa, supostamente presente no universo, contrabalançar os efeitos atrativos da gravidade. Após o surgimento das evidências observacionais, especialmente a partir dos trabalhos de Edwin Hubble, em favor de modelos de universo com expansão, ele rapidamente abdicou da idéia.

Há um problema, no entanto, com a consideração de uma constante cosmológica, um problema sério de auto-consistência teórica.

Com o advento das teorias quânticas de campo, impõe-se restrições bem definidas para os valores presumíveis da constante cosmológica, que de forma quase que definitiva a excluem como solução para o problema da expansão acelerada. Este fato é conhecido atualmente como o problema da constante cosmológica. Para se ter uma idéia da gravidade do problema basta mencionar que o valor preconizado pelas teorias quânticas de campo, para a constante cosmológica, levam a um universo cuja idade seria da ordem de 10-10 do segundo e cujo horizonte de eventos estaria a 3 cm do observador!

Com o fim de se preservar o modelo padrão, recorre-se a uma alternativa energética que forneça a pressão negativa necessária à manutenção da expansão acelerada, e que não sofra das restrições impostas à constante cosmológica. Esta componente energética recebeu o nome de energia escura. O termo ``escura do nome é outro eufemismo astronômico, já tradicional, para "desconhecida". Desconhecida mas não desqualificada. Segundo Michael S. Turner, que cunhou a expressão, a energia escura tem as seguintes propriedades: não emite luz (i.e., radiação eletromagnética de modo geral), exerce uma grande pressão negativa (grande no sentido de ser comparável, em módulo, à sua densidade de energia), e é aproximadamente homogênea (quer dizer, desacoplada da matéria em escalas pelo menos tão grandes quanto de aglomerados de galáxias). Estas propriedades mostram que "energia" é o termo correto para qualificar esta nova componente escura. Ela é portanto qualitativamente bastante diferente da matéria escura.

De acordo com o modelo padrão, e a serem confirmados os resultados das supernovas, teríamos um universo constituído aproximadamente de 2/3 da suposta energia escura, 1/3 (da suposta) matéria escura (bariônica e não bariônica) e 1/200 de matéria luminosa! É importante ressaltar que nesta contabilidade está implícita a aceitação do paradigma inflacionário, o qual prevê que a soma das três componentes seja exatamente igual a 1.

Segundo Michael S. Turner, "o maior desafio da cosmologia moderna é entender o real significado desta energia escura". Deve-se acrescentar que tal entendimento é vital para a própria sobrevivência do modelo padrão.

E o que preconiza a Cosmologia do Estado Estacionário a respeito da expansão do universo? Desde o início, muito antes dos projetos de supernovas, desde a época da Cosmologia do Estado Estacionário, de Hoyle, Bondi e Gold, e apesar da quase unanimidade dos modelos desacelerados de Friedmann-Lemaître, nada mais, nada menos, que uma expansão acelerada!

  • Links externos
    • A TEORIA COSMOLÓGICA DO ESTADO QUASE ESTACIONÁRIO

Domingos S.L. Soares

http://www.observatorio.ufmg.br/pas35.htm

    • Geoffrey R. Burbidge

http://casswww.ucsd.edu/personal/gburbidge.html

    • Dark Energy and the New Cosmology

Michael S. Turner (U Chicago and Fermilab)

http://xxx.if.usp.br/abs/astro-ph/0108103

    • J.V. Narlikar's Homepage

http://meghnad.iucaa.ernet.in/~jvn/

    • Einstein's Biggest Blunder? High-Redshift Supernovae and the Accelerating Universe

http://xxx.if.usp.br/abs/astro-ph/0109399



Ciclo Próton-Próton

Para temperaturas da ordem de K, como no interior do Sol, a transformação de hidrogênio em hélio se dá principalmente pelo ciclo p-p, com . O resultado total deste ciclo transforma

A diferença de energia de ligação é de Mev, correspondendo a um defeito de massa de 0,71%. As reações se dão por:

ou Q=1,046 - com pouca probabilidade PPI, PPII e PPIII

O ciclo PPI tem Mev, com dois neutrinos de energia média de 0,263 Mev cada (0,42 MeV máxima), enquanto o PPII tem Mev, correspondendo a uma perda por neutrinos de 4%, com neutrinos de 0,80 Mev, além dos dois de 0,263 Mev. O ciclo PPIII, com Mev, corresponde a uma perda por neutrinos de 28%, com neutrinos carregando 7,2 Mev, além dos dois de 0,263 Mev.

Com uma média de energia por reação de 25 Mev ergs/ciclo, uma luminosidade solar de ergs/s, obtemos um total de neutrinos de:

neutrinos/segundo por queima de hidrogênio, que corresponde a um fluxo aqui na Terra de

Entretanto, como a secção de choque do neutrino é da ordem de:

os neutrinos raramente interagem com a matéria. Por exemplo, considerando-se o número de partículas médias no Sol, , o livre caminho médio dos neutrinos

O espectro de energia dos neutrinos produzidos no Sol, de acordo com o modelo padrão de John N. Bahcall (1934-) e Marc H. Pinsonneault em 2000. O fluxo está dado em contagens por cm2. O ciclo p-p é responsável por 98% da taxa de geração de energia no modelo padrão do Sol. As flechas no topo do gráfico indicam a energia detectável nos experimentos em andamento. [hep significa 3He(p,e) 4He].

Resultados de 2005 publicados em John N. Bahcall, Aldo M. Serenelli e Sarbani Basu, Astrophysical Journal, 621, L85 (2005) e note a grande diferença em baixas energias com a inclusão dos neutrinos gerados dentro do ciclo CNO. Veja também o artigo com 10 000 modelos de Sol calculados por eles para estimar as incertezas. O Problema do Neutrino Solar Experimento fluxo medido (SNU) razão medida/teoria (sem oscilação na teoria) energia mínimia Anos de operação Davis (Cloro) 2,56± 0,1± 0,16 0,33 ± 0,03± 0,05 0,814 MeV 1970-1995 Kamiokande (Cerenkov) 2,80 ± 0,19 ± 0,33 0,54 ± 0,08 +0,10-0,07 7,5 MeV 1986-1995 SAGE (Gálio) 75 ± 7 ± 3 0,58 ± 0,06 ± 0,03 0,233 MeV 1990-2006 Gallex (Gálio) 78 ± 6 ± 5 0,60 ± 0,06 ± 0,04 0,233 MeV 1991-1997 Super-Kamiokande 2,35 ± 0,02 ± 0,08 0,464 ± 0,005 ± 0,015 5,0 (6,5) MeV 1996- GNO (Gálio) 65 ± 7 ± 3 0,51 ± 0,08 ± 0,03 0,233 MeV 1998- SNO (Cerenkov) 1,68 ± 0,06 ± 0,05 (CC) 2,35 ± 0,22 ± 0,15 (ES) 4,94 ± 0,21 ± 0,36 (NC) 0,346 ± 0,029 (CC) 6,75 MeV 1999- SNU = 10-36 capturas/alvo/s - CC=charged current - ES=electron scattering - NS=neutral current As observações indicam que a teoria eletrofraca de Sheldon Lee Glashow (1932-), Steven Weinberg (1933-) e Abdus Salam (1926-1996), que preve que os neutrinos não têm massa, está errada, pois indicam que há oscilação de neutrinos, isto é, durante sua trajetória do núcleo do Sol até a Terra, parte dos neutrinos de elétrinos emitidos nas reações, se transforma em neutrinos dos múons e neutrinos de táons , o que só é possível se, além de terem massas, as massas de diferentes tipos de neutrinos sejam diferentes, com parâmetro de mistura do neutrinos m2=mx2-my2= (8.0+0.6-0.4) × 10-5eV2. CC: ES: NC: onde indica neutrino de qualquer sabor.

Ciclo CNO O ciclo CNO domina a queima de hidrogênio para K, usando o C e N como catalisadores, com .





ou, com menor probabilidade:




Evolução das abundâncias com a temperatura do núcleo para uma estrela com massa inicial de aproximadamente 25 MSol. T8=T/108. Triplo- A reação triplo foi proposta pelo americano Edwin Ernest Salpeter (1924-), fundindo três núcleos de hélio (partículas ) em um núcleo de carbono. Existe uma resonância no núcleo composto do carbono, 7,65 MeV acima do estado fundamental, que permite que esta reação ocorra com taxas significativas, conforme predito por Sir Fred Hoyle (1915-2001) e posteriormente observada. Para temperaturas acima de K, ocorre a queima do hélio, pelo processo chamado triplo-, com :

O decai em 2 em um tempo de vida médio de 0,067 fentosegundos.

A produção do oxigênio, por acréscimo de outra partícula ao CO, só ocorre porque o princípio da incerteza permite que uma resonância com energia um pouco abaixo do limite ocorra, quando classicamente seria proibida. A próxima reação, ONe é lenta para estas temperaturas, mas NF ocorre, seguida do decaimento de 18F para 18O. Acima de 6×108 K temos ONe, NeMg e, com menor probabilidade, NeMg.

A reação

CNCO domina a produção de nêutrons nas camadas externas, de acordo com Roberto Gallino et al. 1998, Astrophysical Journal, 497, 338. Durante a queima de hélio o processo s (slow) de lenta captura de nêutrons, produzidos nas reações com 13C, 13N e 22Ne, ocorre em estrelas massivas, produzindo os núcleons até o chumbo. Para as estrelas de massa entre 1 e 8 MSol um forte processo s ocorre por interação entre as camadas que queimam hidrogênio e hélio.

Evolução das abundâncias com a temperatura do núcleo para uma estrela com massa inicial de aproximadamente 25 MSol. Queima do Carbono Para estrelas acima de 10 massas solares, quando a temperatura central atinge K:

e, com menor probabilidade:

Para 0,8 < T9 < 1.0, a queima do carbono se dá em equilíbrio hidrostático. Para T9> 2 a queima ocorre em escala hidrodinâmica. Na explosão, o choque esquenta a matéria ainda não queimada, iniciando a queima e acelerando-a. O material queimado expande e esfria, interrompendo as reações termonucleares. Para T=1- K:

Para T=3,4-3,7 × 109 K:

Para K:




Energia Liberada nas Reações Nucleares Processo Q NA/A (MeV/nucleon)

5 a 7 
0,606 
0,902 
0,52 
0,11 
0,52 
0 a 0,31 

William Alfred Fowler (1911-1995) e Sir Fred Hoyle (1915-2001) propuseram em 1964, no Astrophysical Journal Supplements, 9, 201, que o processo de queima do silício preferencialmente sintetiza o 56Ni porque a rápida queima não permite decaimentos suficientes para produzir o 56Fe. Decaimentos posteriores, enquanto a matéria ainda está quente, formam o 56Fe. A solução da cadeia de reações simultaneas por James Wellington Truran, David Arnett (1940-) e Alastair G.W. Cameron (1925-), 1967, Canadian Journal of Physics, 45, 2315, demonstra que o 56Ni é realmente dominante para matéria pouco abundante em nêutrons. Se os nêutrons são abundantes, o núcleo dominante passa para o 54Fe, 56Fe e finalmente 58Fe, com o aumento do número de nêutrons. O fluxo de nêutrons depende da metalicidade do material.

astro ufrgs (ver primeira linha)


MIGUELITO - pequena armação de metal, multiponteaguda, com o objetivo de furar pneus e deter o avanço de veículos. Usado desde atividade policial até por forças armadas em guerra e movimentos sociais em conflitos.

FERRAMENTAS+

Por criar: Cabeçalhos padrão


construção tradução esboço-química

Símbolos em química

SETAS PARA REAÇÕES: → ⇄ ↑  \downarrow ↘ ↓ ←

 \rightleftharpoons

SETA PARA PROCESSOS E OUTROS

\Rightarrow

LIGAÇÕES: C≡N

PONTO PARA HIDRATOS: MOLEC·H2O

MARCA REGISTRADA ®

Amnstrong "A com bolinha" å / Å

DELTA & SIGMA: ∆ Σ

"CAIXA"

E_n = \frac{-13.6 \ \mathbf{eV}}{n^2} \,

INFINITO

Nova tradução

Translation Latin Alphabet.svg Esta página ou secção está a ser traduzida de es:Partículas idénticas. Ajude e colabore com a tradução.

Divisões para verbetes:

   * DESCRIÇÃO BÁSICA
   * PROPRIEDADES - pois é relacionado ao acima
   * REAÇÕES TÍPICAS - pois depois que se sabe o que é, quer se saber o que dá para fazer quimicamente com ele.
   * OBTENÇÃO - pois primeiro se obtém para depois usar
   * USOS - os usos já consagrados.
   * SEGURANÇA - pois agora que já tenho e quero usar, quais os perigos envolvidos.
   * REFERÊNCIAS - pois de onde veio o monte de bobagens acima?
   * LIGAÇÕES EXTERNAS - existe mais coisa para ler sobre isso?
   * VER TAMBÉM - pois agora que já sei disto, quero saber sobre coisas relacionadas


Tools: pt[editar | editar código-fonte]

<br style="clear:left" /> ou
{{Limpar}}                          --> harter Umbruch
<!-- -->
[[Imagem:Yes check.svg|15px]]
[[Imagem:X mark.svg|15px]]
{{~br|esporte|desporto}}            --> duas grafias...

{{Não assinou|Util|[[Usuário:Gunnex|]] ~~~~~}} --> discussão
{{Usuário2|Gunnex}}                 --> discussão

{{subst:bv-av|artigo}} ~~~~         --> discussão - ip (bv + vandalismo)
{{subst:aviso1|artigo}} ~~~~        --> discussão (vandalismo)

=={{PAGENAME}}==
[[Image:Stop hand.svg|35px|left|Pare!]]
Por favor, '''pare'''.  Se continuar a '''[[Wikipedia:Vandalismo|vandalizar]]''' páginas, a sua conta será bloqueada e não poderá continuar a editar na Wikipédia. --~~~~

{{Não elimine}} ~~~~                --> discussão (vandalismo PE)

{{subst:Cópia|artigo|2=fonte}} ~~~~ --> discussão (não copie)
{{subst:Cópia|artigo|2=fonte}}
Apesar disso, seja
{{subst:bv-ip}} ~~~~                --> discussão (não copie + bv-ip)

{{Av-test|artigo}} ~~~~             --> discussão (teste)
{{Aviso-assinatura|artigo}} ~~~~    --> discussão (assinatura no artigo)
{{previsão|artigo}} ~~~~            --> discussão {uso de previsão)
{{Av-cat|artigo}} ~~~~              --> discussão (falta de categoria)
{{aviso-biografia|artigo}} ~~~~     --> discussão (biografias)
{{subst:Propaganda|artigo}} ~~~~    --> discussão (propaganda)

{{er1|20|2=~~~~}}                   --> artigo (eliminação rápida, regra 20)
{{er1|lista|2=~~~~}}                --> artigo (eliminação rápida, +regraER -> ER-Tutorial)
{{er1|lista|2=~~~~|3=motivo}}       --> artigo (eliminação rápida, +regraER, +motivo -> ER-Tutorial)

{{subst:apagar2}}                   --> artigo (eliminação por votação) (19.04.07)

{{Má tradução}}                     --> artigo
{{Em tradução}}                     --> artigo
{{SUBST:av-matrad2}}                --> artigo (tradução, autom. + 30 dias)

{{Wikificação}}                     --> artigo
{{Wikificar-sec}}                   --> artigo (seção)
{{revisão}}                         --> artigo
{{Controverso}}                     --> artigo
{{Parcialcontroverso}}              --> artigo
{{Contextualizar}}                  --> artigo
{{Corrigir}}                        --> artigo
{{reciclar}}                        --> artigo
{{semcat}}                          --> artigo (falta de categoria)
{{Não-enciclopédico}}               --> artigo
{{Especialista}}                    --> artigo
{{Fusão|artigo}}                    --> artigo

{{Futuro}}                          --> artigo
{{Evento atual}}                    --> artigo
{{Desatualizado}}                   --> artigo

{{sem-fontes}}                      --> artigo
{{Citation needed}}                 --> artigo
{{carece de fontes/bloco|texto}}    --> artigo
{{carece de fontes2|texto}}         --> artigo
{{subst:VDA3|fonte}}                --> artigo (eliminação, autom. + 30 dias)
{{suspeito|+15 dias}}               --> artigo (+ razões --> discussão)

{{desambiguação}}                   --> artigo
{{ver desambiguação}}               --> artigo (desambiguação)
{{desambigexplicada|tex.|art. des.}}--> artigo
{{mini-desambig|outros sentidos de termo|artigo (desambiguação)}}

{{Começa correlatos}}
{{Correlato|commons|artigo}}        --> artigo (ou: {{Correlato|commons|Category:abc|abc}} )
{{Termina correlatos}}

{{Correlatos|
|commons      = 
|wikisource   = 
|wikiquote    = 
|wikilivros   = 
|wikinoticias = 
|wikcionario  = 
|wikispecies  = 
|wikiversidade= 
|meta         = 
}}

=={{Ligações externas}}==           --> artigo
* {{link|de|fonte|Página oficial}}  
* {{Imdb nome|1234567|pessoa}}
* {{imdb título|1234567|filme}}

#REDIRECT [[artigo exist.]]         --> artigo
*{{pseudo-redirect|artigo exit.}}*  --> artigo -> redirect para Wikipedia:Pseudo-redirect (14.04.07)
#REDIRECT [[:Categoria:Categoria]]  --> artigo -> redirect de categoria + cat
<noinclude>[[Categoria:!Redireccionamentos de categorias]]</noinclude><br>
+ {{categoria-afluente|nome cat-redirect}}

<ref name="ptwiki270307">[[Wikipedia]]: [[artigo]], acessado em [[27 de março]] de [[2007]] 
(versão: [http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=artigo&oldid=número número])</ref>
ou
<ref name="bbc270307">BBC: [http://news.bbc.co.uk ''Day-by-day''], [[27 de março]] de [[2007]]</ref>
{{subst:Referência}}                --> ==Notas e referências==
{{Ref-section}}                     --> ==Referências== (-secção "editar" sem sentido)     
==Referências==
{{reflist}}
{{reflist|2}}                       --> ref auf 2 Spalten verteilt
Bei gleichen Referenzen:            --> <ref name="XYZ"/>
{{ref|1}}
;Nota
{{nota|1}}

{{voto|PE}} --~~~~              --> discussão (direito ao voto)
{{direito ao voto|<small>''Tempo de registro e nº de edições insuficientes''</small>}} --~~~~

ISBN 1 23 456789 0

{{commonscat|artigo}}
{{Categoria com artigo|[[artigo]]|extra=}}
{{Categoria muito ampla}}           --> ...muitos artigos cat
{{Seminterwiki-categorias}}         --> ...sem interwiki cat
Esta [[Wikipedia:Navegue|categoria]] contém páginas relacionadas com [[xx]] da [[yyy]].
{{Cat|xyz}}                         --> Esta categoria reúne artigos sobre xyz.

[[Referência-do-projecto:nome-do-artigo]]

Projeto código
Wikipedia w Wikipedia-logo.png
Wiktionary wikt: -> {{Movedic}} e {{Movidodic}} wikt Wiktionary-logo-en.png
Wikibooks b: -> {{Movebooks}} e {{Movidobooks}} b Wikibooks-logo.svg
Wikinews n: n Wikinews-logo.png
Wikiquote q: q Wikiquote-logo.svg
Meta (Wikimedia) m: m Wikimedia-logo.svg
Wikisource s: -> {{Movesource}} e {{Movidosource}} s Wikisource-logo.svg
Wikiversidade v: v Wikiversity-logo.svg


Currículo[editar | editar código-fonte]

Estudo Química, especialmente, desde meus 9 anos de idade, iniciando em 1974.

Participante do Congresso Jovens Cientistas e Concurso Cientistas do Amanhã, em 1977.

Projeto de Iniciação Científica em Síntese de Corantes, iniciado em 1985, encerrado em 1988.

Entrei para o mercado de trabalho como técnico químico em 1986, na área de aplicações de corantes.

Engenheiro Químico, formado na PUCRS em 1989.

Extensão emEngenharia de Suprimentos, Unicamp, 2009.

Para contatos[editar | editar código-fonte]

quiumen@gmail.com[editar | editar código-fonte]

Nota: Em todas as suas comunicações comigo, desde já amigo, use XICO para tratar-me, é muitíssimo mais rápido.

Wink.png

"Campos"[editar | editar código-fonte]

Tenho interesses nas áreas:

  • Astrofísica
  • Cosmologia
  • Física
  • Química

Sendo que na primeira, segunda e terceira, sou o que os espanhóis chamam de um "AFICIONADO", embora não propriamente um "notório saber", pois sou nelas LEIGO.


Meu perfil dentro da Wikipédia[editar | editar código-fonte]

Considero-me um raro espécime na Wikipédia.

Classifiquei-me, após profunda análise, como um Troll das Cavernas, pois sou enérgico, renitente e rancoroso como um troll, abrangente e corajoso como um wikidragão, mas desprovido da imensa originalidade e audácia no novo destes. Sou dócil e servil com meus colegas, oro e obedeço de maneira cega os administradores, e sirvo à inúmeros colaboradores, assim como protejo ferozmente wikifadas e wikignomos, os nobres Oompa-Loompas da Wikipédia. Não sou de muita conversa, e talvez perturbe os elegantes wikielfos, pois quando inicio uma obra, faço apenas a parte pesada, e inclusive deixo muitos artigos órfãos e cheios de erros de digitação (trolls das cavernas, descobri, não primam pelo capricho). Sou pois, um ser destinado a empurrar pesadas cargas e usar grandes armas, as quais são clavas e maças, e não delicados pincéis.

Sou, assim, um ser capaz mas servil, muito mais um tradutor e construtor FORÇA BRUTA que um artista.

Como sou um animal de grande porte, e de grandes necessidades físicas, apenas exijo dos administradores que possa usar várias páginas para estruturar todo meu trabalho, pois meus projetos demandam grande volume de controles.

Infelizmente, como sou um ser trabalhador, posso ser um pouco irritadiço quando perturbado, e responder com urros e até fúria, incluindo alguns ininteligíveis impropérios, mas pedirei que me entendam, pois minha tarefa é, por sua própria natureza, um pesado fardo.

Devido a obrigações profissionais, seguidamente me enfio em minha caverna, quando então comporto-me como um wikiogro, de onde, repentinamente, posso ter surtos de fúria, devastando, em especial, o que considero artigos NASCO - feitos nas coxas - e artigos perigosos, como os pseudocientíficos.

Acredito, romanticamente, nos meus momentos de divagações, que a Wikipédia é uma grande e bela obra, em permanente construção e aperfeiçoamento, e seus objetivos mais profundos são os que devem nortear sua execução e cuidados.

Contribuições[editar | editar código-fonte]

Verbetes os quais colaborei "pesadamente"* :

Histórico na WIKI

10000 EDIÇÕES ATINGIDAS EM 8 de junho de 2008.

11000 EDIÇÕES ULTRAPASSADAS EM 1 de agosto de 2008.

Usuário:Quiumen/EditCounterOptIn.js

Posição entre os wikipedistas

Listagem dos artigos criados por mim

  • Defino que passei a ser um dos cotribuidores principais de um artigo quando assumo aproximadamente dobrá-lo em tamanho em relação ao estado em que o encontro.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Dou muito mais valor às críticas que elogios.

Então, visitante, faça o favor de contribuir JÁ com qualquer um dos verbetes baixo!


Astrofísica e Astronomia[editar | editar código-fonte]


Obs.: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.

  1. Artigo B²FH
  2. Binário de alta massa emissor de raio X
  3. Binário de baixa massa emissor de raio X
  4. Binário de raio X
  5. Binário emissor de raio X Be
  6. Bulbo galático
  7. Buraco negro carregado
  8. Buraco negro de massa intermediária
  9. Buraco negro de Reissner-Nordström (em espanhol)
  10. Buraco negro em rotação - Acrescentar nos desenvolvimentos os estudos teóricos de absorção de táchions por esta métrica. www.springerlink.com
  11. Buraco negro estelar (em espanhol)
  12. Buraco negro extremo
  13. Buraco negro primordial
  14. Cadeia próton-próton - acrescentar agora questão sobre neutrinos scholar.google.com.br
  15. Ciclo CNO
  16. Equação Tolman-Oppenheimer-Volkoff - Acrescentar nos desenvolvimentos:Internal structure of multicomponent static spherical gravitating fluids; Phys. Rev. D 12, 3030 - 3036 (1975) prola.aps.org - K. Strobel and M. K. Weigel; On the minimum and maximum mass of neutron stars and the delayed collapse www.aanda.org - I. A. Morrison, T. W. Baumgarte, S. L. Shapiro and V. R. Pandharipande; The Moment of Inertia of the Binary Pulsar J0737−3039A: Constraining the Nuclear Equation of State www.journals.uchicago.edu - A. Dragoa, A. Lavagnob and G. Pagliara; Structure of compact stars with color superconductivity quark phase www.journals.uchicago.edu www.sciencedirect.com - Acrescentar nas ligações: The TOV equations - bh0.physics.ubc.ca
  17. Ergosfera
  18. Erupção de raio X
  19. Espiral de Parker - (em inglês)
  20. Estrela de quarks
  21. Estrela negra (gravitação semiclássica)
  22. Estrutura estelar
  23. Gravastar
  24. Horizonte de Cauchy - (em inglês)
  25. Limite de Roche - (em espanhol)
  26. Limite de Tolman-Oppenheimer-Volkoff
  27. Magnetar
  28. Mancha estelar
  29. Matéria degenerada
  30. Matéria nuclear
  31. Matéria QCD
  32. Metalicidade - agora extrair e fundir do (em inglês)
  33. Métrica de Kerr-Newman / Buraco negro de Kerr-Newman (em espanhol)
  34. Microquasar (em espanhol)
  35. Mini buraco negro
  36. Nova quark
  37. Nucleossíntese
  38. Nucleossíntese estelar
  39. Processo de combustão do carbono
  40. Processo de combustão do hélio
  41. Processo de combustão do neônio
  42. Processo de combustão do oxigênio
  43. Processo de combustão do silício
  44. Processo Penrose (em inglês)
  45. Processo triplo-alfa
  46. Pulsar de raio X
  47. SGR 1806-20
  48. Teorema da calvície (em inglês)
  49. Termodinâmica do buraco negro
  50. Transiente emissor de raio X

Biografias[editar | editar código-fonte]


Obs.: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.

  1. Antoine Jérôme Balard
  2. Benjamin Thompson
  3. Duane Tolbert Gish
  4. Elsa Schiaparelli
  5. Erich Hecke
  6. Eubulides de Mileto
  7. George Ellis
  8. George Michael Volkoff
  9. Germain Henry Hess
  10. Guillaume-François Rouelle
  11. Gunnar Nordström
  12. Hans Reissner
  13. Harish-Chandra
  14. Helmut Hasse
  15. Herbert Fröhlich
  16. Hilaire Rouelle
  17. Hipaso de Metaponto
  18. I. Bernard Cohen - Autor do livro com os textos "extras" de Newton
  19. J. R. Partington
  20. Jacob David Bekenstein
  21. Jean-Pierre Serre
  22. Jerrold E. Marsden
  23. Johann Peter Süssmilch
  24. John Archibald Wheeler
  25. John Smeaton
  26. John Tate
  27. José Ingenieros
  28. Julius von Mayer
  29. Jürgen Neukirch
  30. Lazarus Immanuel Fuchs
  31. Lee Smolin
  32. Leonard Mlodinow
  33. Marian Smoluchowski
  34. Matthew A. Hunter
  35. Michael Berry
  36. Michael Spivak
  37. Milon de Crotone
  38. Morgan Crofton
  39. Nathan Jacobson
  40. Nicolas Leblanc
  41. Og Mandino
  42. Paul Cézanne
  43. Paul Matthieu Hermann Laurent
  44. Peter Ewart
  45. Pierre Louis Dulong
  46. Pierre Varignon
  47. Ralph Abraham
  48. Richard Chace Tolman
  49. Richard Sears McCulloch
  50. Richard Threlkeld Cox
  51. Robert Adrain
  52. Roger Cotes
  53. Roy Kerr
  54. Serge Lang
  55. Sharaf al-Din al-Tusi
  56. Stephen Hawking
  57. Sylvestre François Lacroix
  58. Thomas Simpson
  59. Tom M. Apostol

Biologia e Relacionadas[editar | editar código-fonte]


Obs.: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.

  1. Acetilação e deacetilação de histona
  2. Ácido-álcool resistência
  3. Ácido micólico
  4. Acidofílica / Acidófila
  5. Adão cromossomial-Y
  6. Agente bacteriostático
  7. Amina traço
  8. Antepassado / Ancestral comum
  9. Antipruriginoso
  10. Arabinogalactana
  11. Arborícola
  12. Archaeoraptor
  13. Ardipithecus (genus)
  14. Ardipithecus kadabba
  15. Ardipithecus ramidus
  16. Ardipithecus ramidus ramidus
  17. Aruanã prateado
  18. Ativador enzimático
  19. Basofílica / Basófila
  20. Benzeno em refrigerantes
  21. Beta-lactamase - (em inglês)
  22. Bicapa lipídica
  23. Biofísica química
  24. Bipes biporus
  25. Camada germinativa
  26. Carpolestes
  27. Carpolestes simpsoni
  28. Ceramida
  29. Cereal matinal
  30. Cerebrósido
  31. Chamaemelum nobile
  32. Chlorella
  33. Citologia de impressão da superfície ocular
  34. Citologia em base líquida
  35. Coloração (biologia)
  36. Coloração ácido periódico-Schiff
  37. Coloração ácido-resistente
  38. Coloração de Gimenez
  39. Coloração de Gomori
  40. Coloração de Kinyoun
  41. Coloração de Mallory
  42. Coloração de Papanicolaou
  43. Coloração diferencial
  44. Coloração H&E
  45. Colugos
  46. Colza
  47. Corante auramina-rodamina
  48. Corante de contraste
  49. Corante de Shorr
  50. Corante tricromo de Lillie
  51. Corante tricromo de Masson
  52. Corpúsculo de Nissl
  53. Cromossomo sexual
  54. Cronologia da evolução humana
  55. Cymbopogon martinii
  56. Deficiência de fosfofrutoquinase
  57. Descarboxilase
  58. Desintegrina
  59. DNA nuclear
  60. Dossel florestal
  61. Efeito Baldwin
  62. Efeito na saúde
  63. Eomaia
  64. Equação de Starling
  65. Euarchonta
  66. Eucynodontia
  67. Eva mitocondrial
  68. Evolução molecular
  69. Extinção massiva do Devoniano
  70. Fator de equivalência tóxica
  71. Fixação (histologia) - (em inglês)
  72. Folhelho Burgess
  73. Fosfofrutoquinase
  74. Fosfofrutoquinase 1
  75. Fosfofrutoquinase 2
  76. Fotobranqueamento
  77. FOXP2
  78. Frutose-1,6-bisfosfato
  79. Frutose 2,6-bisfosfato
  80. Gangliosídio
  81. Genética humana
  82. Glicocálix
  83. Glicolipídio - (em espanhol)
  84. Glicosaminoglicano - (em espanhol)
  85. Haikouichthys
  86. Haplogrupo
  87. Haplogrupos de ADN mitocondrial humano
  88. Haplogrupos do cromossoma Y humano
  89. Hidrólise de diacetado de fluoresceína
  90. Hidroponia
  91. Hipocaliémia
  92. Hipótese da origem única
  93. Hipótese multirregional
  94. Histogênese
  95. Histona deacetilase
  96. Homens de Kibish
  97. Hominina
  98. Homininae
  99. Hominini
  100. Homo georgicus
  101. Homo rhodesiensis
  102. Hydroida
  103. In vivo
  104. Inato ou adquirido
  105. Lamela / Lamínula - Acrescentar lamínula para câmara de Neubauer
  106. Lâmina (microscopia)
  107. Lisocromo
  108. M343
  109. Matrilinearidade
  110. Mecanismo de ação
  111. Médio Awash
  112. Metaloendopeptidase
  113. Metaloexopeptidase
  114. Metaloprotease / Metaloproteinase
  115. Metaloproteinase matriz
  116. Método de coloração hematoxilina-eosina de Carazzi
  117. Micronutriente
  118. Microscopia de fluorescência
  119. Miostatina
  120. Miótomo
  121. Mucoproteína
  122. Multicúspide
  123. Mycobacterium abscessus
  124. Mycobacterium chelonae
  125. Mycobacterium smegmatis
  126. Neocórtex
  127. Número EC
  128. Olduvaiense
  129. Ostracodermes
  130. Oxigenase
  131. Par de bases
  132. PFKM
  133. Piruvato desidrogenase quinase - (em inglês)
  134. Protarchaeopteryx
  135. Proteína ADAM
  136. Papanicolaou OG6
  137. Peixes pré-históricos
  138. Phtinosuchus
  139. Pierolapithecus catalaunicus
  140. Pikaia
  141. Placa de titulação - (em inglês)
  142. Plesiadapidae
  143. Plesiadapiformes
  144. Plesiadapis
  145. Plesiadapoidea
  146. Policromo EA
  147. Polimorfismo de conformação de filamento único / SSCP
  148. Preênsil
  149. Primatomorpha
  150. Proconsul (genus)
  151. Prosímio - acrescentar a Teilhardina e sua descoberta 55 mihões de anos, como o primata mais antigo)
  152. Proterospongia
  153. Purgatorius
  154. Queiloscopia
  155. Receptor (bioquímica) - Acrescentar Receptores e comunicação celular no googledocs
  156. Reconhecimento celular
  157. Reflexo preênsil
  158. Reflexos primitivos - nos meus googledocs, em elaboração
  159. Rhodococcus
  160. Saxonellidae
  161. Scophthalmus maximus
  162. Scophthalmus rhombus
  163. Símio antropomorfo
  164. Síndrome do óleo tóxico
  165. Sphenacodon
  166. Sphenacodontia
  167. Spirulina
  168. Tampão TAE
  169. Tampão TBE
  170. Técnicas biofísicas
  171. Teilhardina
  172. Teilhardina asiatica
  173. Teoria da catástrofe de Toba (em inglês)
  174. Thelodonti
  175. Transdiferenciação
  176. Triconodonta
  177. Turritopsis nutricula
  178. Úlcera de córnea
  179. Valor biológico
  180. Vigorexia
  181. Warrawoona
  182. Zigosidade

Cinema[editar | editar código-fonte]


  1. RKO 281


Condecorações e Graduações[editar | editar código-fonte]


  1. Bachelor of Arts
  2. Masters of Arts
  3. Ordem do Canadá

Cosmologia[editar | editar código-fonte]


Obs.: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.


Economia[editar | editar código-fonte]

  1. Renda marginal

Engenharia[editar | editar código-fonte]


Obs.: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.

  1. Abaulamento
  2. Acessórios para tubulações
  3. Agente adsorvente
  4. Alesagem
  5. Aquecedor central
  6. Auto-destruição (engenharia)
  7. Bater de bielas de motores
  8. Bimomento
  9. Bioincrustação
  10. Brasagem
  11. Cálculo de reatores
  12. Centro de cisalhamento
  13. Chicana (trocador de calor)
  14. Coeficiente de Chézy
  15. Coeficiente de pressão
  16. Coeficiente de transferência térmica
  17. Coeficientes aerodinâmicos
  18. Coluna de extração
  19. Coluna pulsada
  20. Compressor espiral
  21. Condensador (transferência de calor)
  22. Condensador de superfície
  23. Coordenadas independentes
  24. Corda média aerodinâmica
  25. Corpo sustentante
  26. Corte com jato de água
  27. Deformação transversal
  28. Densidade aparente
  29. Diagrama de Moody
  30. Diferença de temperatura média logarítmica
  31. Eixos do avião
  32. Elasticidade (mecânica dos sólidos)
  33. Elemento estrutural
  34. Epitaxia
  35. Ensaio não destrutivo
  36. Esforço cortante
  37. Esforço de compressão
  38. Esforço interno
  39. Espelho dicróico
  40. Estado estacionário (engenharia química)
  41. Fator de atrito
  42. Fenômenos de transporte
  43. Filme fino
  44. Filtro de barreira
  45. Fluido hidráulico (em inglês) - Usuário:Quiumen/Química
  46. Fluido incompressível
  47. Fluxo em pistão
  48. Fluxo tubular
  49. Foguete de combustível híbrido
  50. Foguete de combustível líquido (em inglês)
  51. Foguete de combustível sólido (em espanhol)
  52. Foguete reforçador
  53. Fórmula de Bazin
  54. Fórmula de Chézy
  55. Fórmula de Kutter
  56. Fórmula de Manning (em espanhol)
  57. Fórmula de Strickler
  58. Forno de convecção
  59. Fotografia ultravioleta
  60. Impulsor
  61. Inestabilidade elástica
  62. Isolante térmico
  63. Jateamento abrasivo
  64. Lâmpada de arco de xenônio
  65. Lavadora de alta pressão
  66. Leito fluidizado
  67. Leito recheado
  68. Limite elástico
  69. Limpeza por bala
  70. Linha de corrente
  71. Luva de segurança
  72. Luva invisível
  73. Máquina frigorífica
  74. Mecanismo
  75. Método das NTU
  76. Misturador-decantador
  77. Mistura perfeita
  78. Momento torsor
  79. Motor aeronáutico
  80. Número de Nusselt
  81. Número de Strouhal
  82. Óculos de segurança
  83. Placa de orifício
  84. Planta piloto
  85. Planta química
  86. Prisma mecânico
  87. Processamento de gás natural
  88. Processo industrial
  89. Quimiostato
  90. Raio hidráulico
  91. Reator compartimentado oscilatório
  92. Reator de fluxo em pistão
  93. Reator em batelada
  94. Reator perfeitamente agitado
  95. Reator químico
  96. Refervedor
  97. Resistência aerodinâmica
  98. Roda de Catarina
  99. Rugosidade (hidráulica)
  100. SEAgel
  101. Sorção
  102. Sustentação (aerodinâmica)
  103. Tempo de residência
  104. Teoria de placas e lâminas
  105. Torsão mecânica
  106. Troca em contracorrente
  107. Trocador de calor
  108. Trocador de calor casco e tubos
  109. Trocador de calor de placas
  110. Trocador de calor de superfície raspada dinâmico
  111. Tubulação de calor
  112. Tubeira
  113. Unidade de recuperação de calor
  114. Valor R
  115. Velocidades generalizadas
  116. Vycor

Filosofia, Filosofia da Ciência, Ciências (em conceito), Lógica e Erística[editar | editar código-fonte]


  1. Acaso
  2. Ciência observacional
  3. Complexo do pombo enxadrista
  4. Desonestidade
  5. Desonestidade intelectual
  6. Escândalo jornalístico
  7. Fenomenologia (ciência)
  8. Hipótese ad hoc
  9. Lei de Poe
  10. Lei de Scopie
  11. Lógica deôntica
  12. Paradoxo sorites
  13. Problema da demarcação
  14. Problema da indução
  15. Pseudoarqueologia
  16. Rigor
  17. Teoria científica obsoleta

Física[editar | editar código-fonte]


Obs.: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.

  1. Ângulo de Brewster
  2. Antiferromagnetismo
  3. Aproximação temperada (em inglês)
  4. Aquecimento aerodinâmico
  5. Átomo hidrogenóide - (em espanhol)
  6. Balanço de energia
  7. Bárion exótico
  8. Barreira de Coulomb - acrescentar do link a questão part. alfa e Carbono
  9. Beta termodinâmico
  10. Cálculo de variações
  11. Captura neutrônica - (em espanhol)
  12. Carga de Planck
  13. Ciclo Ericsson
  14. Ciclo Kalina
  15. Ciclo Miller
  16. Ciclo Stirling
  17. Ciência de superfícies
  18. Ciência física
  19. Cilindro hidráulico
  20. Coeficiente de difusão
  21. Coeficiente de dispersão
  22. Coeficiente de expansão térmica
  23. Coeficiente de temperatura
  24. Colisão elástica
  25. Compressibilidade
  26. Comprimento de Debye - (em inglês)
  27. Comprimento de onda Compton
  28. Comprimento de onda térmico de de Broglie
  29. Comprimento recíproco
  30. Condução térmica
  31. Concentração quântica
  32. Constante de permissividade do vácuo
  33. Constante de Planck / Constante de Dirac
  34. Convecção
  35. Convecção forçada
  36. Convecção gravitacional
  37. Convecção natural
  38. Coordenada generalizada - (em espanhol)
  39. Correlação eletrônica
  40. Corrente elétrica de Planck
  41. Covariância de Lorentz - (em espanhol)
  42. Densidade de energia (em inglês)
  43. Densidade de Planck
  44. Densidade dos estados
  45. Diagrama de fase
  46. Diagrama de Finkelstein
  47. Diagrama de Penrose
  48. Dibárion - (em inglês)
  49. Dicromatismo - (em inglês)
  50. Difusão dinâmica da luz
  51. Dispersão de Rayleigh
  52. Dispersão de Rutherford
  53. Distância própria
  54. Distribuição de Boltzmann
  55. Dose absorvida
  56. Dose equivalente
  57. Duplicação de férmion
  58. Efeito castanha-do-pará
  59. Emissão alfa
  60. Emissão protônica
  61. Energia de Fermi
  62. Energia de Planck
  63. Energia do vácuo - estou sugando do espanhol
  64. Energia livre termodinâmica
  65. Equação constitutiva
  66. Equação de compatibilidade
  67. Equação de continuidade - do (em espanhol)
  68. Equação de difusão - do (em espanhol)
  69. Equação de estado
  70. Equações de campo de Einstein
  71. Equações de Euler (fluidos)
  72. Equivalente mecânico do calor - do (em inglês) - em Google Docs
  73. Espaço de configuração - do (em espanhol)
  74. Espaço de fases
  75. Espaço-tempo assintoticamente plano
  76. Espaço-tempo esfericamente simétrico
  77. Espaço-tempo estacionário
  78. Espuma quântica
  79. Espuma de spin
  80. Estado fundamental - dar uma "garibada"
  81. Estatística de Fermi-Dirac
  82. Estatística de Maxwell–Boltzmann
  83. Estranheza (física)
  84. Excíton
  85. Fator de atrito de Fanning
  86. Fator de Gamow
  87. Fenômeno óptico
  88. Fenomenologia (física de partículas)
  89. Fixação de gauge - (em inglês)
  90. Fluido estático esfericamente simétrico perfeito
  91. Fluido perfeito - acrescentar w3.ualg.pt]
  92. Fluxo de massa
  93. Fluxo invíscido
  94. Fluxo laminar
  95. Fluxo volumétrico
  96. Força de Planck
  97. Fotodesintegração - Ver também Modelo de Hauser-Feshbach
  98. Frequência angular de Planck
  99. Frustração (física)
  100. Função distribuição - do (em inglês)
  101. Função partição - do (em inglês)
  102. Gás bidimensional
  103. Gás Fermi
  104. Gás ideal
  105. Gás real
  106. Geometria quântica
  107. Gradiente de deformação
  108. Gravidade quântica canônica
  109. Gravidade quântica em loop
  110. Grupo de Lorentz - (em espanhol)
  111. Hamiltoniano (mecânica quântica) - (em inglês)
  112. Hartree - (em inglês)
  113. Hemisférios de Magdeburgo
  114. HOMO/LUMO/SOMO
  115. Invariância / Invariante (física)
  116. Interação de configurações - (em espanhol)
  117. Laço de Wilson - (em inglês)
  118. Lei de Fick
  119. Lei de Rayleigh-Jeans
  120. Lei de Wien - acrescentar do (em espanhol)
  121. Limite Newtoniano
  122. Líquido de Fermi
  123. Liquidus
  124. Luz coerente
  125. Magnetão de Bohr
  126. Máquina de Carnot
  127. Máquina hidráulica
  128. Massa de Planck
  129. Matriz densidade
  130. Mecânica de meios contínuos
  131. Mecânica hamiltoniana
  132. Método de Hartree-Fock - (em espanhol)
  133. Métrica de Kerr
  134. Métrica de Reissner-Nordström
  135. Micromerítica
  136. Momento (física)
  137. Momento conjugado
  138. Momento magnético do (em espanhol)
  139. Motor Stoddard
  140. Movimento harmônico complexo
  141. Nível degenerado de energia
  142. Número bariônico
  143. Número de Euler (física)
  144. Número de Rayleigh
  145. Opacidade
  146. Opalescência crítica - Transições de fase e criticalidade - Flutuações críticas e opalescência crítica - cftc.cii.fc.ul.pt
  147. Operador (física)
  148. Ordens de magnitude (massa)
  149. Oscilador harmônico quântico
  150. Par de Cooper - já em revisão de últimas traduções
  151. Parâmetro de impacto
  152. Partícula composta
  153. Partícula de Planck
  154. Partícula em uma caixa - (em inglês)
  155. Partículas idênticas
  156. Pentaquark - (em inglês)
  157. Percurso livre médio
  158. Perda de carga
  159. Permissividade (em espanhol)
  160. Pico de Gamow (em espanhol)
  161. Plasma de quarks-glúons
  162. Potência de Planck
  163. Potência motriz
  164. Potencial de Lennard-Jones - (em inglês)
  165. Potencial magnético
  166. Precessão do periélio de Mercúrio
  167. Pressão de Planck
  168. Préon
  169. Problema elástico
  170. Processo p - (em espanhol)
  171. Processo-r
  172. Processo rp
  173. Processo-s
  174. Produção de par
  175. Proporcionalidade (física)
  176. Propriedade qualitativa
  177. Propriedade quantitativa
  178. Quadrimomento
  179. Quadripotencial eletromagnético
  180. Quantização (física)
  181. Química quântica - continuar tradução
  182. Rede de spin - (em inglês)
  183. Refrigeração por compressão
  184. Regime de escoamento
  185. Regra do estiramento
  186. Relação empírica
  187. Relatividade da simultaneidade
  188. Resistência elétrica de Planck
  189. Retículo QCD - (em inglês)
  190. Reversibilidade
  191. Rotação de Wick - (em inglês)
  192. Seção de choque
  193. Segunda lei da termodinâmica
  194. Segundo momento de área
  195. Série de Lyman - (em espanhol)
  196. Simultaneidade
  197. Sincronização de Einstein - (em inglês)
  198. Singularidade gravitacional - atualmente "chupando" do (em espanhol)
  199. Singularidade nua
  200. Sistema de unidade geometrizada
  201. Sistema de unidades
  202. Sistema físico (em espanhol)
  203. Sistema termodinâmico
  204. Solidus (química)
  205. Solução de fluido (em inglês)
  206. Solução do vácuo (relatividade geral) - (em inglês)
  207. SPS / Super Proton Synchrotron - (em inglês)
  208. Supercondutividade colorida
  209. Temperatura de Planck
  210. Tensão de compressão
  211. Tensão elétrica de Planck
  212. Tensão mecânica
  213. Tensor de energia-impulso
  214. Tensor deformação
  215. Tensor tensão
  216. Tensor tensão de Piola-Kirchhoff
  217. Teorema de Birkhoff (Relatividade)
  218. Teorema de Liouville (mecânica hamiltoniana) - (em espanhol)
  219. Teorema de Rivlin-Ericksen
  220. Teorema de Steiner / Teorema dos eixos paralelos
  221. Teorema dos eixos perpendiculares
  222. Teoremas de singularidade Penrose-Hawking - (em inglês)
  223. Teoria BCS
  224. Teoria Brans-Dicke
  225. Teoria de Mie - (em inglês)
  226. Teoria de tudo
  227. Teoria do calor - (em inglês)
  228. Teoria de campo reticulado - (em inglês)
  229. Teoria do funcional da densidade - (em inglês)
  230. Teoria do retículo gauge - (em inglês)
  231. Teoria de retículo gauge hamiltoniano - (em inglês)
  232. Teoria perturbacional - no momento traduzindo do (em espanhol)
  233. Teoria quântica de campos em espaço-tempo curvo
  234. Transição de fase
  235. Unidades atômicas
  236. Unidades de Planck
  237. Unidades naturais
  238. Velocimetria por imagem de partículas
  239. Verde mar (cor)
  240. Vidro de spin
  241. Vis viva
  242. Vizinhança (física)

Geologia, Geografia & Meteorologia[editar | editar código-fonte]


Obs.: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.


História e religiões[editar | editar código-fonte]


  1. Operação Crossroads
  2. Sírios nasrani-malabar

Informática[editar | editar código-fonte]


Obs.: Na Wiki, habitualmente, a Informática é tratada como "Ciência da Computação"

  1. Lei de Fitts
  2. ECDSA

Instituições, Organizações, Universidades, Empresas e Publicações[editar | editar código-fonte]


Obs.: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.


Livros[editar | editar código-fonte]

  1. Compendium of Chemical Terminology
  2. Uma Breve História do Tempo: do Big Bang aos Buracos Negros
  3. Brevíssima História do Tempo
  4. Handbook of Mathematical Functions
  5. O Maior Vendedor do Mundo
  6. The Anarchist Cookbook
  7. The Terrorist Handbook

Matemática[editar | editar código-fonte]


Obs.: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.

  1. Abeliano
  2. Adjunção (teoria dos corpos)
  3. Álgebra abeliana de von Neumann - (em inglês)
  4. Álgebra de Lie semisimples - (em inglês)
  5. Álgebra de von Neumann - (em inglês)
  6. Álgebra diferencial=
  7. Álgebra envelopante - (em inglês)
  8. Álgebra estrela - (em inglês)
  9. Algoritmo de Odlyzko-Schönhage
  10. Amostragem de Gibbs
  11. Análise assintótica
  12. Análise não padronizada
  13. Anel de inteiros
  14. Anel de polinômios - (em espanhol)
  15. Anel local
  16. [[Anel paradrômico
  17. Ângulo hiperbólico
  18. Aproximação linear
  19. Assinatura métrica
  20. B-spline
  21. Bootstrapping (estatística)
  22. Cálculo com múltiplas variáveis
  23. Cálculo com polinômios
  24. Cálculo estocástico
  25. Caminho (teoria dos grafos)
  26. Caráter (matemática) - (em inglês)
  27. Caráter de Dirichlet - (em inglês)
  28. Caráter de Harish-Chandra - (em inglês)
  29. Caráter de Hecke - (em inglês)
  30. Caráter infinitesimal - (em inglês)
  31. Caráter de um grupo - (em inglês)
  32. Categoria de grupos abelianos
  33. Categoria abeliana - (em inglês)
  34. Categoria pré-abeliana - (em inglês)
  35. Classe característica
  36. Classe de Chern
  37. Classe de conjugação - (em inglês)
  38. Classe de Pontryagin
  39. Classe de Stiefel-Whitney
  40. Cociclo (topologia algébrica)
  41. Coeficiente diferencial
  42. Cohomologia etal - (em inglês)
  43. Colatitude
  44. Conjetura de Birch e Swinnerton-Dyer (em espanhol)
  45. Conjunto imagem - (em espanhol)
  46. Conjugado transposto - (em inglês)
  47. Contagem de dados
  48. Coplanaridade
  49. Corpo ciclotômico - (em inglês)
  50. Corpo de decomposição
  51. Corpo local
  52. Corpo numérico algébrico - (em inglês)
  53. Corpo quadrático
  54. Curva algébrica - (em inglês)
  55. Curva elíptica - (em espanhol)
  56. Curva plana
  57. Curvatura gaussiana - (em inglês)
  58. CW-complexo
  59. Denominador
  60. Densidade de tensor
  61. Derivada simétrica
  62. Diferenciação automática
  63. Diferintegral
  64. Dimensão de uma variedade algébrica - (em inglês)
  65. Dimensão topológica - (em espanhol)
  66. Dualidade de Poincaré - (em espanhol)
  67. Endomorfismo de Frobenius
  68. Equação funcional (função L) - (em inglês)
  69. Elemento algébrico
  70. Escalar de curvatura de Ricci
  71. Escola italiana de geometria algébrica
  72. Esfera de Riemann
  73. Espaço afim - acrescentar agora detalhes do (em inglês)
  74. Espaço contráctil
  75. Espaço de classificação
  76. Espaço projetivo
  77. Espaço tangente acrescentar agora do (em inglês)
  78. Espiral de Arquimedes - (em espanhol)
  79. Espiral hiperbólica - (em espanhol)
  80. Espiral logarítmica - (em espanhol)
  81. Esquema (matemática)
  82. Expansão (geometria algébrica)
  83. Extensão abeliana - (em inglês)
  84. Extensão analítica - (em espanhol)
  85. Extensão de corpo
  86. Extensão de Galois
  87. Extensão normal
  88. Extensão separável
  89. Estrutura diferencial
  90. Fator de automorfia - (em inglês)
  91. Fator automórfico - (em inglês)
  92. Fatoração de inteiros - (em espanhol)
  93. Feixe invertível
  94. Fibração de Hopf
  95. Fibrado circular
  96. Fibrado cotangente
  97. Fibrado de linhas - (em inglês)
  98. Fibrado principal
  99. Fibrado tangente - (em espanhol)
  100. Fibrado vetorial holomórfico
  101. Forma automórfica - (em inglês)
  102. Forma diferencial
  103. Forma fechada (matemática)
  104. Forma modular - (em inglês)
  105. Fórmula de classe numérica
  106. Fórmula de Riemann–Siegel - (em inglês)
  107. Fórmula explícita - (em inglês)
  108. Função aritmética - (em inglês)
  109. Função campo de uma variedade algébrica - (em inglês)
  110. Função de corpo (teoria do esquema)
  111. Função digama
  112. Função especial
  113. Função generalizada
  114. Função L de Artin
  115. Função L de Dirichlet - (em inglês)
  116. Função linear em trecho
  117. Função polilogarítmica
  118. Função transcendental - (em inglês)
  119. Função zeta
  120. Função zeta de Dedekind - (em inglês)
  121. Função zeta de Hasse-Weil - (em espanhol)
  122. Função zeta de Hurwitz
  123. Função zeta local - (em espanhol)
  124. Funções definidas em trechos - (em inglês)
  125. Funções elípticas de Weierstrass - (em inglês)
  126. [[Funções implícitas e explícitas
  127. Geometria biracional
  128. Geometria de Riemann
  129. Geometria integral
  130. [[Gráfico bidimensional
  131. Grau de transcendência - (em inglês)
  132. Grupo compacto - (em inglês)
  133. Grupo de classes do ideal
  134. Grupo de Cremona
  135. Grupo de Galois
  136. Grupo de rotação - (em inglês)
  137. Grupo de simetria - (em inglês)
  138. Grupo metabeliano - (em inglês)
  139. Hipótese generalizada de Riemann - (em inglês)
  140. [[Identidades logarítmicas
  141. Independência algébrica - (em inglês)
  142. Integral abeliana - (em inglês)
  143. Integral de Darboux
  144. Integral de Henstock–Kurzweil
  145. Integral de Riemann-Stieltjes
  146. Integral paramétrica (em francês)
  147. Integral produto
  148. Invariante
  149. Invariante biracional
  150. Inverso de Drazin - (em inglês)
  151. Iteração de ponto fixo
  152. Lema de Borel-Cantelli
  153. Lei de reciprocidade quadrática
  154. Logit
  155. Mapa (matemática) - (em espanhol)
  156. Mapeamento racional
  157. Matriz unitária - (em inglês)
  158. Meio plano superior - (em inglês)
  159. Método da descida mais íngreme
  160. Método de Euler
  161. Modelo linear
  162. Modelo linear generalizado
  163. Multiplicação complexa - (em inglês)
  164. Norma de um ideal
  165. Notação de Leibnitz
  166. Numerador
  167. Ordem de magnitude - (em inglês)
  168. Ordem de um grupo abeliano - (em inglês)
  169. Origem de coordenadas
  170. [[Ortoedro
  171. Par singular e par duplo
  172. Parametrização
  173. Paridade de uma permutação - (em inglês)
  174. Partição de um intervalo
  175. Polinômio separável
  176. Ponto antipodal
  177. Ponto de inflexão
  178. Ponto genérico
  179. Ponto singular de uma variedade algébrica - (em inglês)
  180. Princípio de divisão
  181. Probabilidade de frequência
  182. Probabilidade epistemológica
  183. Produto de Euler - (em espanhol)
  184. Produto exterior (cunha)
  185. Produto semidireto
  186. Produto tensorial
  187. Produto tensorial de corpos - (em francês)
  188. Raio de curvatura - (em espanhol)
  189. Raiz da unidade
  190. Reamostragem (estatística)
  191. Regressão de Poisson
  192. Representação de grupo - (em inglês)
  193. Representação quaterniônica - (em inglês)
  194. Representação real - (em inglês)
  195. Representação unitária - (em inglês)
  196. Retículo (grupo) - (em inglês)
  197. Romboedro
  198. Sequência de feixe exponencial
  199. Setor hiperbólico
  200. Símbolo de Jacobi
  201. Sistema integrável - (em inglês)
  202. SL2(R)
  203. Soma de Riemann
  204. Subderivada
  205. Subgrupo comutador - (em inglês)
  206. Subgrupo de torsão - (em inglês)
  207. [[Técnicas para diferenciação
  208. Tensor de curvatura - (em espanhol)
  209. Tensor de curvatura de Ricci (em espanhol)
  210. Tensor de Einstein
  211. Tensor simétrico
  212. Teorema da equidistribuição de Weyl
  213. Teorema de Dirichlet sobre progressões aritméticas
  214. Teorema de Mordell-Weil - (em espanhol)
  215. Teorema de Peter-Weyl - (em inglês)
  216. Teoria da representação
  217. Teoria de Hodge - (em inglês)
  218. Teoria da decisão
  219. Teoria do caráter - (em inglês)
  220. Teorema do elemento primitivo
  221. Teoria dos corpos de classes
  222. Teoria ergódica
  223. Teorema de Cox
  224. Teoria de Dempster-Shafer
  225. Teorema de Kronecker-Weber
  226. Teorema dos zeros de Hilbert - (em inglês)
  227. Teoremas abeliano e tauberiano - (em inglês)
  228. Teoria de Kummer
  229. Topologia de operador fraco - (em inglês)
  230. Topologia de Zariski
  231. Topologia simplética - (em espanhol)
  232. Transformação de Möbius
  233. Unidade (teoria dos anéis)
  234. Variedade abeliana - (em inglês)
  235. Variedade algébrica (do italiano)
  236. Variedade analítica
  237. Variedade complexa - (em inglês)
  238. Variedade de Riemann - (em espanhol)
  239. Variedade diferenciável em trechos
  240. Variedade pseudoriemanniana - (em espanhol)
  241. Vetor potencial
  242. Zero de Siegel

Música[editar | editar código-fonte]


  1. C-Tec
  2. Cobalt 60

Química[editar | editar código-fonte]

Usuário:Quiumen/Química


Obs.: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.

  1. Abaixamento do ponto de fusão
  2. Absorbância
  3. Absorbtividade molar
  4. Absorvedor de dióxido de carbono
  5. Abstração do hidrogênio
  6. Acetato básico de berílio
  7. Acetato de cobre (II)
  8. Acetato de cromo (II)
  9. Acetato de ferro (III)
  10. Acetato de metila
  11. Acetato de potássio
  12. Acetato de uranilo
  13. Acetato de vinila - (em inglês)
  14. Acetila
  15. Acetilação
  16. Acetileto de prata - (em inglês)
  17. Acetileto metálico - (em inglês)
  18. Acetiltransferase
  19. Acetonitrila
  20. Ácido 2-aminobenzenossulfônico
  21. Ácido antranílico
  22. Ácido bromídrico
  23. Ácido calconcarboxílico
  24. Ácido ciânico
  25. Ácido cianúrico
  26. Ácido cloroacético
  27. Ácido cloroso
  28. Ácido clorossulfúrico
  29. Ácido conjugado
  30. Ácido crômico
  31. Ácido de Lewis
  32. Ácido dicloroacético
  33. Ácido erúcico
  34. Ácido esquárico - (em inglês)
  35. Ácido fosfônico
  36. Ácido fosforoso
  37. Ácido fosfotungstico
  38. Ácido hidrazóico
  39. Ácido alfa-linolênico - pau no espanhol :D
  40. Ácido eicosapentaenóico - (em espanhol)
  41. Ácido eritórbico - (em inglês)
  42. Ácido fluorídrico
  43. Ácido forte - extrair mais do (em inglês)
  44. Ácido fosfomolíbdico
  45. Ácido ftálico - extrair PRopriedades (Eigenschaften) - (em alemão)
  46. Ácido fulmínico
  47. Ácido gama-linolênico
  48. Ácido hipofosforoso - (em inglês)
  49. Ácido lisérgico
  50. Ácido mandélico
  51. Ácido metanossulfônico
  52. Ácido mucônico
  53. Ácido nítrico - em elaboração
  54. Ácido perclórico
  55. Ácido perfluorononanóico
  56. Ácido perfluorooctanossulfônico
  57. Ácido perfluorooctanóico
  58. Ácido periódico - (em inglês)
  59. Ácido pirofosfórico
  60. Ácido ricineláidico
  61. Ácido ricinoléico
  62. Ácido salicílico
  63. Ácido succínico
  64. Ácido sulfanílico
  65. Ácido sulfônico
  66. Ácido sulfossalicílico
  67. Ácido p-toluenossulfônico - (em inglês)
  68. Ácido tricloroacético
  69. Ácido urônico
  70. Ácido valérico
  71. Ácido vanilmandélico
  72. Ácidos cloroacéticos - (em inglês)
  73. Ácidos do enxofre
  74. Acilação
  75. Acoplamento diazóico - (em espanhol)
  76. Acrilo
  77. Açúcar redutor
  78. Adesão - agora chupar o (em inglês)
  79. Adição conjugada nucleofílica
  80. Adição eletrofílica
  81. Adição oxidativa
  82. Adipato de potássio
  83. Adipato de sódio
  84. Adiponitrila - (em inglês)
  85. AD-mix
  86. Aduto
  87. Anidrido ftálico
  88. Arila / Arilo
  89. Agente de tratamento de farinha - terminar (em inglês) e somar (em alemão)
  90. Agente formador de espuma
  91. Agente tamponador
  92. Água de cristalização
  93. Alaranjado de metila
  94. Alcatrão da hulha
  95. Álcool benzílico
  96. Álcool graxo
  97. Álcool polivinílico
  98. Álcool salicílico
  99. Alcóxido
  100. Aldeído graxo
  101. Aleno
  102. Alexa Fluor
  103. Alfa-olefina
  104. Alilamina
  105. Alizarina
  106. Alquilação
  107. Alquilação de Friedel-Crafts
  108. Alúmen de amônio
  109. Alúmen de potássio
  110. Alumina ativada - (em inglês)
  111. Aluminato de sódio - extrair aplic. do (em alemão)
  112. Amarelo de alizarina R
  113. Amarelo de metilo
  114. Ambligonita
  115. Amida de sódio - dar uma revisada em Segurança
  116. Amidina
  117. Amina
  118. Aminofenol
  119. 4-Aminofenol
  120. Análise gravimétrica
  121. Análogo (químico)
  122. Análogo a vinil
  123. Anel aromático simples - do (em inglês)
  124. Anelação
  125. Anidrido acético - mudar desidratação para pirólise
  126. Anidrido de ácido
  127. Anidrido maléico
  128. Anidrido propanóico
  129. Anidrido succínico
  130. Anidro
  131. Anilina
  132. Ânion enolato
  133. Antiaromaticidade
  134. Anticongelante - (em espanhol)
  135. Aromaticidade
  136. Aromaticidade metálica
  137. Aromaticidade Möbius
  138. Arsabenzeno
  139. Auramina O
  140. Auxiliar quiral
  141. Azida de chumbo - (em espanhol)
  142. Azida de mercúrio (II)
  143. Azida de prata - (em inglês)
  144. Azida de sódio
  145. Azobenzeno
  146. Azul da Prússia
  147. Azul de bromofenol
  148. Azul de bromotimol
  149. Azul de metila
  150. Azul de metileno
  151. Azul de timol
  152. Balanço de massa
  153. Base de Schiff - (em inglês)
  154. Bentonita
  155. Benzaldeído
  156. Benzamida
  157. Benzil
  158. N-Benzilacrilamida
  159. Benzimidazol
  160. Benzoato de lítio
  161. Benzoato de mercúrio
  162. Benzoato de potássio
  163. Benzofurano
  164. Benzoílo
  165. Beta-Carbolina
  166. Beta-lactama - (em inglês)
  167. Betanina
  168. Bicarbonato de potássio
  169. 2,2'-Bipiridina
  170. Bis(benzeno)cromo
  171. 1,8-Bis(dimetilamino)naftaleno
  172. Bissulfato de potássio
  173. Bissulfato de sódio - extrair algo do (em alemão)
  174. Bissulfito de potássio
  175. Bissulfito de sódio
  176. Bitartarato de potássio
  177. Bomba de Cloro
  178. Bomba de gelo seco - (em inglês)
  179. Borano - agora dar uma "pintada de bonito" com o (em inglês)
  180. Borato de trimetila - (em inglês)
  181. Borazina
  182. Borabenzeno
  183. Borohidreto de sódio
  184. Bromato
  185. Brometo de fenilmagnésio
  186. Bromato de potássio
  187. Bromato de sódio
  188. Brometo
  189. Brometo de amônio
  190. Brometo de cobalto (II)
  191. Brometo de estrôncio
  192. Brometo de lítio
  193. Brometo de níquel (II)
  194. Brometo de n-propila
  195. Brometo de potássio
  196. Brometo de sódio
  197. Brometo de tetra-n-butilamônio
  198. 1-Bromobutano
  199. Bromobenzeno
  200. Bromoetano - reconstruir os links externos das referências
  201. Bromometano
  202. Butadieno
  203. 1,2-Butadieno
  204. 1,3-Butadieno - (em inglês)
  205. Butano
  206. Butanol
  207. 1-Butanol
  208. 2-Butanol
  209. Butanona
  210. Buteno
  211. Butiraldeído
  212. Cadeia lateral
  213. Cal sodada - agora do (em inglês)
  214. Calceína - (em inglês) - acrescentar -Dose-Response Effects of 2-Methoxyestradiol on Estrogen Target Tissues in the Ovariectomized Rat e dados da Sigma sobre CAS e concentrações - The assessment of serum nontransferrin-bound iron in chelation therapy and iron supplementation e Calcein Staining Protocol for adult sticklebacks Enhanced transport of calcein into rainbow trout, Oncorhynchus mykiss, larvae using cavitation level ultrasound Effects of phosphatidylserine coatings on titanium on inflammatory cells and cell-induced mineralisation in vitro
  215. Calcon
  216. Calcona
  217. Calda bordalesa
  218. Caprolactama - (em inglês)
  219. Carbânion - do (em espanhol)
  220. Carbapenema - (em inglês)
  221. Carbazol
  222. Carbeto de lítio
  223. Carbocátion - do (em espanhol)
  224. Carbômero
  225. Carbonato alcalino
  226. Carbonato básico de zinco
  227. Carbonato de amônio
  228. Carbonato de bário
  229. Carbonato de chumbo
  230. Carbonato de cobalto (II)
  231. Carbonato de cobre (II)
  232. Carbonato de estrôncio
  233. Carbonato de lítio
  234. Carbonato de magnésio
  235. Carbonato de potássio
  236. Carbonato de zinco
  237. Carbonila
  238. Carbonilação - (em inglês)
  239. Carbono-14
  240. Carbono alfa e beta
  241. Carboximetilcelulose
  242. Carta de solubilidade
  243. Catalisador Ziegler-Natta
  244. Catálise de transferência de fase
  245. Catálise heterogênea
  246. Cáustico
  247. Cetena
  248. Cetohexose
  249. Ciamelida
  250. Cianamida de cálcio
  251. Cianato de potássio / Isocianato de potássio
  252. Cianato de sódio
  253. Cianeto de sódio
  254. Ciclamato de sódio
  255. Ciclo catalítico
  256. Cicloadição - (em inglês)
  257. Ciclobutadieno
  258. Ciclobuteno
  259. Ciclofano
  260. Ciclohexanona
  261. Ciclobutano
  262. Cicloexadieno
  263. Cicloexano / Ciclohexano
  264. Cicloexanol / Ciclohexanol
  265. Ciclohexilamina
  266. Ciclooctatetraeno
  267. Ciclopentanona
  268. Ciclopropeno
  269. Cinitaprida
  270. Cinética química
  271. Cipermetrina
  272. Citrato de cálcio
  273. Citrato de potássio
  274. Citrato de lítio
  275. Citrato monossódico
  276. Citrato de sódio / Citrato trissódico
  277. Cleboprida
  278. Cloral
  279. Cloramina
  280. Cloranil
  281. Clorato de amônio - (em inglês)
  282. Cloreto de adipoíla
  283. Clorato de potássio
  284. Clorato de sódio
  285. Cloreto de acila
  286. Cloreto de acetila
  287. Cloreto de alumínio
  288. Cloreto de amónio
  289. Cloreto de bário
  290. Cloreto de benzila
  291. Cloreto de cádmio
  292. Cloreto de cobalto (II)
  293. Cloreto de cobre (I)
  294. Cloreto de cobre (II)
  295. Cloreto de cromilo - (em inglês)
  296. Cloreto de estrôncio
  297. Cloreto de ferro (II)
  298. Cloreto de irídio (III)
  299. Cloreto de isopropila
  300. Cloreto de mercúrio (I)
  301. Cloreto de mercúrio (II)
  302. Cloreto de metanoíla
  303. Cloreto de níquel (II)
  304. Cloreto de ouro (I)
  305. Cloreto de ouro (III)
  306. Cloreto de paládio (II)
  307. Cloreto de platina (II)
  308. Cloreto de platina (IV)
  309. Cloreto de n-butila
  310. Cloreto de n-propila
  311. Cloreto de ródio (III)
  312. Cloreto de tionila - (em inglês)
  313. Cloreto de zinco
  314. Clorexidina
  315. Clorito de potássio
  316. Clorito de sódio
  317. Clorocromato de piridínio - (em inglês)
  318. 2-Cloroetanol
  319. 2-Clorofenol
  320. Clorofórmio
  321. Clorometano
  322. Cloropreno
  323. Clorosilano
  324. Coeficiente de absorção
  325. Complexo ciclopentadienil
  326. Composto alicíclico - (em inglês)
  327. Composto alifático
  328. Composto cíclico
  329. Composto insaturado
  330. Composto organobromado
  331. Composto organofluorado
  332. Composto organoiodo
  333. Composto organossulfurado
  334. Compostos perfluorados
  335. Composto polialogenado
  336. Concha de solvatação
  337. Condensação de Claisen
  338. Condensação de Dieckmann
  339. Condensação de Knoevenagel
  340. Congênere
  341. Conjugação cruzada
  342. Conrotatório e disrotatório
  343. Constante crioscópica
  344. Constante de acidez
  345. Constante ebulioscópica
  346. Contra-íon
  347. Corante
  348. Corante leuco
  349. 18-Coroa-6
  350. Corrosão
  351. Corrosão alveolar - (em inglês)
  352. Corrosivo
  353. Craqueamento
  354. Creme de barbear
  355. Creosoto
  356. Cristalização fracionada (química)
  357. Cristalografia de raios X
  358. Cromato de sódio
  359. Cromatografia gasosa
  360. Cromismo - (em inglês)
  361. Cromo hexavalente - (em inglês)
  362. Cromóforo - (em espanhol)
  363. Crotonaldeído
  364. Cuprita
  365. Curcumina
  366. Curtume
  367. Dazoprida
  368. Decalina
  369. Decapagem
  370. Decomposição térmica/Termólise
  371. Decarboxilização
  372. Degradação (química)
  373. Dehidrogenação / Desidrogenação
  374. Deidroalogenação
  375. Deionização / Água deionizada - somar mais do site da Permution
  376. Demanda química de oxigênio - agora extrair do (em inglês)
  377. Demetilação
  378. Depleção do ozônio
  379. Deprotonação - (em inglês)
  380. Derivado (química)
  381. Deslocalização eletrônica
  382. DHA - (em espanhol)
  383. DHEA/Dehidroepiandrosterona
  384. Derivado halogenado
  385. Desengraxante
  386. Dessecação - acrescentar liofilização e produção de alimentos em geral. Acrescentar microorganismos e camarões-girinos
  387. Dessecante
  388. Deutério
  389. Diacetona álcool
  390. Diamina
  391. Diaminobenzeno / Fenilenodiamina
  392. Diarilmetano
  393. Diazina
  394. Diazo
  395. Diazodinitrofenol - (em inglês)
  396. Diazometano - (em inglês)
  397. Dibenzodioxina
  398. Dibenzodioxinas policloradas
  399. Dibenzofurano
  400. 1,1-Dibromoetano
  401. 1,2-Dibromoetano
  402. Dicetona
  403. Diclorobenzeno
  404. 1,2-Diclorobenzeno
  405. 1,3-Diclorobenzeno
  406. Diclorobutano
  407. Diclorofenol
  408. 1,2-Dicloro-4-nitrobenzeno
  409. Dicromato de amônio
  410. Dieletroforese
  411. Dietanolamina - (em inglês)
  412. Dietanolamida de ácido graxo
  413. Dietilanilina
  414. Dietilenoglicol
  415. Difenilamina
  416. Difenilcetena
  417. Digoxigenina
  418. Dímero - do (em inglês) sai um balaio ainda
  419. Dimetil mercúrio
  420. 4-Dimetilaminopiridina - (em inglês)
  421. Dimetilanilina
  422. Dimetilformamida
  423. Dinitrobenzeno
  424. o-dinitrobenzeno
  425. m-dinitrobenzeno
  426. p-dinitrobenzeno
  427. Dinitrofenil
  428. Dinitrotolueno - (em espanhol) - Isômeros 2,3 - 2,4 - 2,5 - 2,6 - 3,4 - 3,5
  429. Dióxido de cloro
  430. Dióxido de manganês (IV)
  431. Dióxido de nitrogênio / Dióxido de azoto / Dióxido de nitrogénio
  432. Dipropilenoglicol
  433. Dissulfeto
  434. Dissulfeto de carbono
  435. Distância de ligação
  436. Dodecanol
  437. Dodecilbenzeno
  438. Dodecil sulfato de sódio / Lauril sulfato de sódio - (em inglês)
  439. DyLight Fluor
  440. Ebulioscópio
  441. Efeito estérico
  442. Efeito indutivo
  443. Efeito íon comum
  444. Efeito mesomérico
  445. Efeito polar
  446. Eficiência atômica
  447. Eletrocromismo - (em inglês)
  448. Eletrófilo
  449. Eletrólise de Kolbe
  450. Eletrólise ígnea - www.coladaweb.com
  451. Eletrossíntese
  452. Elevação do ponto de ebulição
  453. Empilhamento (química)
  454. Energia de Bayer
  455. Energia de dissociação de ligação
  456. Enflurano
  457. Enona
  458. Etenzamida
  459. Equação de taxa
  460. Equilíbrio de fases
  461. Ergina - muito a tirar ainda do (em inglês)
  462. Ergolina - (em inglês)
  463. Eritorbato de sódio
  464. Escatol
  465. Escória granulada de alto forno
  466. Espectroscopia rotacional
  467. Espuma de combate a incêndio
  468. Estanabenzeno
  469. Estereocentro - (em inglês)
  470. Estereoespecificidade
  471. Estifnato de chumbo - (em inglês) - acrescentar da caixa do (em inglês) que faltam alguns dados ainda
  472. Estrutura química - (em inglês)
  473. Eosina
  474. Eritrosina |
  475. Escarlate de Biebrich
  476. Espectroscopia de absorção atômica
  477. Espectroscopia de fluorescência
  478. Espectroscopia Raman amplificada por superfície
  479. Etapa de reação
  480. Éter metil-terc-butílico
  481. Éteres de difenila polibromados
  482. Etilenodiamina - (em inglês)
  483. Etionamida
  484. Etóxido de sódio
  485. 2-Etoxietanol / Etilglicol
  486. Etoxilação
  487. Eurodina
  488. Evaporador
  489. Explosivos primários e secundários
  490. Extração líquido-líquido
  491. Fenantreno
  492. Fenantrolina
  493. Fenazina - (em inglês)
  494. Fenilidrazina
  495. Fenilidroxilamina
  496. Fenol
  497. Fenolftaleína
  498. Fenóis
  499. Ferricianeto de potássio
  500. Férrico
  501. Ferrocianeto de sódio
  502. Ferrocifeno
  503. Ferroína
  504. Ferroso
  505. Fibra acrílica
  506. Físico-química - seria bom acrescentar o histórico e detalhes oriundos da (em inglês)
  507. Físico-química orgânica
  508. Floxina B
  509. Fluido de freio Usuário:Quiumen/Química
  510. Fluido refrigerante
  511. Fluoresceína
  512. Fluoreto de cobalto (II)
  513. Fluoreto de lítio
  514. Fluoreto de níquel (II)
  515. Fluorocarbono
  516. Fluoróforo
  517. Fluorona
  518. Fluoropolímero
  519. Fluorosurfactante
  520. Formiato de sódio
  521. Fórmula empírica - modificar Ver também - Fórmula de Manning
  522. Fórmula esquelética
  523. Foscarnet - acrescentar agora (em inglês) com ênfase nos efeitos mais detalhados.
  524. Fosfatização
  525. Fosfato dissódico
  526. Fosfato monopotássico
  527. Fosfato monossódico
  528. Fosfato trissódico
  529. Fosfatos de sódio
  530. Fosforina
  531. Fosgênio
  532. Fotocromismo
  533. Fotoquímica
  534. Fucsina ácida acrescentar em usos: www.sobrape.org.br e referenciar
  535. Fucsina básica
  536. Fulminato
  537. Fulminato de mercúrio
  538. Fulminato de prata - (em inglês)
  539. Fulvaleno
  540. Fulveno
  541. Fumigação
  542. Funções químicas
  543. Furanose
  544. Gás de exaustão
  545. Gasolina de pirólise
  546. Geometria molecular octaédrica
  547. Germanabenzeno
  548. Gibbsita
  549. Glicosinolato
  550. Glioxal - (em inglês)
  551. Glutaraldeído
  552. Grau de substituição
  553. Graxa
  554. Grupo acetoxi
  555. Grupo acilo
  556. Grupo alquenilo
  557. Grupo lábil
  558. Grupo protetor
  559. Guaiacol
  560. Guanidina - extrair mais de http://encyclopedia.jrank.org/GRA_GUI/GUANIDINE_CN3H5.html Usuário:Quiumen/Química
  561. Haleto de ácido/Haleto de acilo
  562. Haleto de hidrogênio
  563. Haloamina
  564. [[Haloareno]
  565. Halocetona
  566. Halocromismo
  567. Halogenação de cetona
  568. Halogenação radical
  569. Hemateína
  570. Hematoxilina - http://www.adam.com.au/royellis/haem.html (balaios por tirar)
  571. Heptafluoreto de iodo - (em inglês)
  572. Heptóxido de dicloro
  573. Hexaclorobenzeno
  574. Hexaclorobutadieno
  575. Hexafluoreto de urânio - (em inglês)
  576. Hexametilenodiamina
  577. Hexametileno-triperóxido-diamina
  578. Hidrato
  579. Hidrato de cloral
  580. Hidreto de alumínio e lítio
  581. Hidreto de alumínio e sódio
  582. Hidreto de cálcio - (em inglês)
  583. Hidreto de lítio
  584. Hidroalogenação
  585. Hidrocarbonetos aromáticos polialogenados
  586. Hidrocianação
  587. Hidroformilação - (em italiano)
  588. Hidrogeno ftalato de potássio
  589. Hidrogenólise
  590. Hídron
  591. Hidroquinona - extrair as questões de saúde, do (em espanhol)
  592. Hidroxibenzaldeído
  593. 3-Hidroxibenzaldeído
  594. 4-Hidroxibenzaldeído
  595. Hidróxido alcalino
  596. Hidróxido de alumínio
  597. Hidróxido de bário
  598. Hidróxido de césio - (em inglês)
  599. Hidróxido de cobalto (II)
  600. Hidróxido de cobre (II)
  601. Hidróxido de estrôncio
  602. Hidróxido de lítio
  603. Hidróxido de potássio
  604. Hidróxido de rubídio - (em inglês)
  605. Hidroxilamina
  606. Higrina
  607. Homoaromaticidade
  608. Imina
  609. Imínio
  610. Indeno
  611. Indicador (química)
  612. Indicador complexométrico
  613. Indicador redox
  614. Indicador universal
  615. Indolina
  616. Indoxil
  617. Inibidor de corrosão
  618. Instabilidade térmica (química)
  619. Intermediário (química)
  620. Intramolecular
  621. Iodato de potássio
  622. Iodeto de amônio
  623. Iodeto de cobalto (II)
  624. Iodeto de lítio
  625. Iodeto de níquel (II)
  626. Iodeto de potássio
  627. Iodeto de n-propila
  628. Iodofor
  629. Iodometano
  630. Iodopovidona
  631. Íon halônio
  632. Íon nitrônio
  633. Íon onium
  634. Íon tropilium
  635. Ionocromismo
  636. Isatina
  637. Isobutanol
  638. Isoelectrónicos
  639. Isoflurano
  640. Isoindolina
  641. Isomeria geométrica
  642. Isomerismo conformacional
  643. Isômero estrutural
  644. Isotiocianato de alila
  645. Isotiocianato de fluoresceína
  646. Isótopos de carbono
  647. Lactama
  648. Lactona
  649. Lauriléter sulfato de sódio
  650. Lauril sulfato de amônio
  651. Lei da partição de Nernst
  652. Lei de ação das massas
  653. Lei de Beer-Lambert
  654. Lei de Hess
  655. Ligação carbono–flúor
  656. Lipofilicidade
  657. Lipofobicidade
  658. Lisergamida
  659. Lista de alcanos de cadeia linear
  660. Lista de alcanos de cadeia linear e suas propriedades
  661. Lista de dessecantes
  662. Lugol
  663. Luminol
  664. Madeira plástica
  665. Malonato
  666. Mecanismo de reação
  667. Melamina
  668. Metabissulfito de sódio / Pirossulfito de sódio
  669. Metal de adição
  670. Metátese de olefina
  671. Metilação
  672. N-Metilanilina
  673. 5-Metilcitosina - (em inglês)
  674. 1-Metilciclopropeno
  675. Metil vinil cetona
  676. Metilindol
  677. Metilmelubrina/Dipirona
  678. Metil mercúrio
  679. 2-Metil-2-nitrosopropano
  680. Metilciclopropano
  681. Metilpirrolidona - (em inglês)
  682. Método pós-Hartree-Fock
  683. Metoxiflurano
  684. Metoxilo / Metóxi
  685. Mirceno
  686. Miristil éter sulfato de sódio
  687. Mistura eutética
  688. Mistura sulfonítrica
  689. Modelo de bolas e varetas
  690. Molécula hipervalente
  691. Molécula quiral
  692. Molecularidade
  693. Monobactama
  694. Murexida
  695. N-acetilglicosamina
  696. Naftilamina
  697. 1-Naftilamina
  698. 2-Naftilamina
  699. Naftol
  700. 1-Naftol
  701. 1-Naftolftaleína
  702. NaK - (em inglês)
  703. Nanopartícula
  704. Negro de anilina
  705. N-Hidroxisuccinimida - (em inglês)
  706. NHS-fluoresceína
  707. Níquel tetracarbonilo
  708. Níquel Raney - (em espanhol)
  709. Nitrato de cobre (II) - (em inglês)
  710. Nitrato de cromo (III) - (em inglês)
  711. Nitrato de ferro (II)
  712. Nitrato de ferro (III) - (em inglês)
  713. Nitrato de lítio
  714. Nitrato de potássio
  715. Nitrito de sódio - (em inglês)
  716. Nitroamido
  717. 2-Nitroanilina
  718. 3-Nitroanilina
  719. 4-Nitroanilina
  720. Nitrobenzaldeído
  721. Nitrobenzeno
  722. Nitroderivado - do espanhol
  723. Nitrofenol
  724. Nitroglicerina - tapar aquele buraco no meio
  725. Nitrona
  726. Nitroso
  727. Nitrosobenzeno
  728. Nitrosônio
  729. Nitrotolueno
  730. Nível aberto
  731. Nonilfenol
  732. Nova fucsina
  733. Nucleófilo - (em espanhol)
  734. Óleo combustível - ÓLEOS COMBUSTÍVEIS - www.demec.ufmg.br
  735. Óleo de coco - (em espanhol)
  736. Óleo de rícino - CULTURA DA MAMONEIRA - www.iac.sp.gov.br + GOOGLE DOCS
  737. Óleo essencial de pinho
  738. Oligômero - (em inglês)
  739. Orange G
  740. Ordem de ligação
  741. Ordem de reação
  742. Organoclorado
  743. Orotato de lítio
  744. Oxalato dissódico
  745. Oxazol
  746. Oxepino
  747. Oxetano
  748. Oxireno
  749. Oxiânion
  750. Oxidação de Jones
  751. Oxidação de Swern
  752. Óxido de bário - (em inglês)
  753. Óxido de cloro
  754. Óxido de cobalto (II)
  755. Óxido de cobre (I)
  756. Óxido de cobre (II)
  757. Óxido de cromo (III) - (em inglês)
  758. Óxido de etileno
  759. Óxido de ferro (II)
  760. Óxido de ferro (II,III)
  761. Óxido de ferro (III)
  762. Óxido de ítrio (III) - (em inglês)
  763. Óxido de lítio
  764. Óxido de mercúrio (II) - (em inglês)
  765. Óxido de prata
  766. Óxido de zinco
  767. Oxima - (em inglês)
  768. Oxindol
  769. Padrões de substituição de arenos - (em inglês)
  770. Par solitário - (em inglês)
  771. Pararosanilina
  772. Pardo Bismarck Y / Pardo Bismarck / Pardo de Bismarck
  773. Partição de um conjunto
  774. Passo determinante de taxa / Etapa determinante de taxa
  775. Pentacloreto de fósforo - (em inglês)
  776. Pentacloronitrobenzeno
  777. Pentaeritritol - (em inglês)
  778. Pentóxido de fósforo
  779. Pentassulfeto de fósforo
  780. Perclorato de amônio
  781. Perclorato de lítio
  782. Perclorato de potássio
  783. Perclorato de sódio
  784. Percloroetileno
  785. Perfluorohexano
  786. Perfluoroisobuteno
  787. Permanganometria
  788. Peróxido - (em espanhol)
  789. Peróxido de lítio
  790. Peróxido de potássio
  791. Peróxido de sódio
  792. Peróxido orgânico
  793. PETN - (em espanhol)
  794. Picrato de chumbo
  795. alfa-Pineno
  796. beta-Pineno
  797. Piperidina - (em inglês)
  798. Pirano
  799. Pirazina
  800. Piretrina
  801. Piretróide - (em inglês)
  802. Piridazina
  803. Pirimidina - do (em inglês)
  804. Piroforicidade
  805. Pirofosfato
  806. Pirofosfato de sódio
  807. Pirrolidina
  808. 2-Pirrolidona
  809. Placa de toque
  810. Plastificante
  811. Poliacetileno
  812. Poli-alfa-olefinas amorfas
  813. Poliamorfismo
  814. Polieno
  815. Poliolefina
  816. Poli(sulfeto de p-fenileno)
  817. Polivinilpirrolidona - agora, "chupar" APLICAÇÔES do (em inglês)
  818. Polpa de celulose
  819. Pólvora sem fumaça - (em inglês)
  820. Ponto de gota
  821. Potencial padrão de eletrodo - (em inglês)
  822. Preto de eriocromo T
  823. Processo Alfol
  824. Processo Cativa - (em inglês)
  825. Processo Claus
  826. Processo de Fischer-Tropsch - do (em espanhol)- muita coisa por tirar ainda.
  827. Processo do cumeno
  828. Processo Monsanto - (em inglês)
  829. Processo Raschig
  830. Processo Rochow
  831. Produto (química)
  832. 1-Propanol - (em inglês)
  833. Propargil
  834. Propilenoglicol
  835. Propionato de sódio
  836. Propriedade funcional
  837. Propriedades coligativas
  838. Protonação
  839. Psoraleno
  840. p-Toluenossulfonato de colidina
  841. Púrpura de bromocresol
  842. Quelato - extrair do (em inglês)
  843. Química do estado sólido - agora, "chupar" do (em inglês)
  844. Química fina
  845. Química quântica
  846. Química supramolecular
  847. Química teórica
  848. Quimurgia
  849. Rafinado
  850. RDX
  851. Reação ácido-base / Teorias de reação ácido-base / Teoria de reação ácido-base
  852. Reação aldólica - passar a extrair o (em inglês) que simplesmente é um tratado sobre o tema.
  853. Reação concertada
  854. Reação de adição
  855. Reação de adição de halogênio
  856. Reação de Barton
  857. Reação de Belousov-Zhabotinsky - (em espanhol)
  858. Reação de Bucherer - (em inglês)
  859. Reação de ciclização de Nazarov
  860. Reação de Finkelstein
  861. Reação de Friedel-Crafts - do (em espanhol)- muita coisa por tirar ainda.
  862. Reação de Hofmann-Löffler - (em inglês)
  863. Reação de Mannich
  864. Reação de Michael
  865. Reação de Rauhut-Currier
  866. Reação de Reed
  867. Reação de Reimer-Tiemann
  868. Reação de Ritter
  869. Reação de Sandmeyer
  870. Reação de Schmidt - (em inglês)
  871. Reação de Stille
  872. Reação de transferência de grupo
  873. Reação de transposição - (em inglês)
  874. Reação de Williamson
  875. Reação de Wittig - (em espanhol)
  876. Reação de Wohl-Aue
  877. Reação diotrópica
  878. Reação do halofórmio
  879. Reação elementar
  880. Reação eletrocíclica
  881. Reação em etapas
  882. Reação fotoquímica
  883. Reação orgânica - (em inglês)
  884. Reação pericíclica
  885. Reação quelotrópica
  886. Reação química reversível / Reação reversível
  887. Reação redox - (em espanhol)
  888. Reação sigmatrópica
  889. Reação SN2
  890. Reagente de biureto
  891. Reagente de Collins
  892. Reagente de Nessler
  893. Reagente de Schiff - (em inglês)
  894. Rearranjo 1,2
  895. Rearranjo de Beckmann - (em espanhol)
  896. Rearranjo de Claisen
  897. Rearranjo de Fischer-Hepp
  898. Rearranjo de Meyer-Schuster
  899. Rearranjo de Wagner-Meerwein
  900. Rearranjo de Wolff
  901. Refino
  902. Reforma catalítica
  903. Regra de Dühring
  904. Regra de Markovnikov
  905. Regra de Hückel
  906. Regras de Woodward-Hoffmann
  907. Reprocessamento nuclear
  908. Ricinoleato de sódio
  909. Rodamina
  910. Ruptura homolítica
  911. Safranina - (em inglês)
  912. Sal ácido
  913. Sal de Bechgaard
  914. Sal de diazônio
  915. Sal de pirilium
  916. Sal fundido
  917. Salicilaldeído
  918. Salicilamida
  919. Salicilato de metila - do (em inglês)
  920. Salicilato de sódio - do (em inglês)
  921. Saturação (química)
  922. Seleneto de zinco
  923. Silabenzeno
  924. Silicato de sódio
  925. Silicazina
  926. Síntese de carbazola de Bucherer
  927. Síntese de Feist-Benary
  928. Síntese de oxindóis de Hinsberg
  929. Síntese de Reppe
  930. Síntese malônica
  931. Síntese de Paal–Knorr
  932. Síntese química - acrescentar classificações, intermediários, passos, etc
  933. Síntese total - (em inglês)
  934. Sistema conjugado
  935. Solução aquosa
  936. Solução padrão
  937. Solução sólida
  938. Solvente prótico
  939. Substância primária
  940. Substituição eletrofílica - do (em inglês)
  941. Substituição nucleofílica - (em espanhol)
  942. Substituição nucleofílica acílica
  943. Substituição nucleofílica aromática
  944. Succinimida
  945. Succinimidil-éster
  946. Sudan III
  947. Sudan IV
  948. Sulfanilamida
  949. Sulfato de alumínio
  950. Sulfato de amônio e ferro (II)
  951. Sulfato de amônio e ferro (III)
  952. Sulfato de cobre (II)
  953. Sulfato de dietila
  954. Sulfato de dimetilo
  955. Sulfato de estrôncio
  956. Sulfato de ferro (III)
  957. Sulfato de lítio
  958. Sulfato de magnésio
  959. Sulfato de manganês (II) - do (em inglês)
  960. Sulfato de uranilo
  961. Sulfato de zinco
  962. Sulfeto de bário - (em alemão) - acrescentar ref
  963. Sulfeto de cádmio
  964. Sulfeto de ferro (II)
  965. Sulfeto de manganês (II)
  966. Sulfeto de mercúrio (II)
  967. Sulfeto de zinco
  968. Sulfito de dietilo
  969. Sulfito de dimetilo
  970. Sulfolano
  971. Sulfonação aromática - do (em inglês)
  972. Sulfonato
  973. Sulfonil
  974. Sulfônio - (em inglês) - corrigir "cloretos de alquila" para haloalcanos
  975. Superácido - agora somar do (em inglês)
  976. Superóxido de sódio
  977. Tartarato de potássio
  978. Tartarato de sódio e potássio - (em inglês)
  979. Tautomerismo ceto-enol
  980. Tela de amianto
  981. Telureto de cádmio
  982. Telureto de hidrogênio
  983. Temperatura de auto-ignição
  984. Teoria ácido-base de Bronsted-Lowry
  985. Teoria das colisões
  986. Teoria HSAB
  987. Terceira fase
  988. Terebintina
  989. Termocromismo - (em inglês)
  990. Termoquímica
  991. Terpineol
  992. Teste da chama
  993. Teste do acetato de anilina
  994. Tetracloreto de carbono
  995. Tetracloreto de titânio
  996. 1-Tetradecanol
  997. Tetrâmero de propileno
  998. Tetratiafulvaleno
  999. Tetróxido de nitrogênio
  1000. Tetróxido de ósmio - (em inglês)
  1001. Tricloreto de antimônio
  1002. Timol - (em inglês)
  1003. Timolftaleína
  1004. Tingimento reativo
  1005. Tintura de iodo
  1006. Tiocianato - (em inglês)
  1007. Tiocianato de amônio - (em alemão)
  1008. Tionilo
  1009. Tiossulfato de sódio
  1010. Tiouréia - (em inglês)
  1011. Titulação de complexação
  1012. Titulação redox
  1013. Título (química)
  1014. Toluidina
  1015. Orto-toluidina
  1016. m-toluidina
  1017. p-toluidina
  1018. Tosil - do (em espanhol)
  1019. Toxafeno
  1020. Tribrometo de arsênico
  1021. Tribrometo de fósforo - (em inglês)
  1022. Tricloreto de arsênio
  1023. Tricloreto de fósforo
  1024. Tricloreto de nitrogênio - (em inglês)
  1025. Trietanolamina - sugar Trietanolamina - www.brazmo.com.br / www.fmaia.com.br
  1026. Trietilamina - (em inglês)
  1027. Trietilenoglicol - traduzir e acrescentar da referência
  1028. Trifenilmetano
  1029. Trifluoreto de bromo - (em inglês)
  1030. Trifluoreto de cloro - (em inglês)
  1031. Tri-iodeto de nitrogênio
  1032. Trímero
  1033. Trinitrocelulose
  1034. Trióxido de arsênio
  1035. Trióxido de cromo
  1036. Triperóxido de triacetona
  1037. Tripolifosfato de sódio
  1038. Triptamina
  1039. Tris
  1040. Troca iônica
  1041. Tropona
  1042. Tungstato de sódio
  1043. Uranina
  1044. Verde de bromocresol / Tetrabromometacresolsulfonoftaleína
  1045. Verde Janus B
  1046. Verde Luz Amarelado
  1047. Verde malaquita
  1048. Verde malaquita G
  1049. Verde rápido
  1050. Vermelho de etila
  1051. Vermelho de fenol
  1052. Vermelho de metila
  1053. Vermelho Congo
  1054. Vermelho neutro
  1055. Volumetria
  1056. Volumetria de precipitação
  1057. Violeta de genciana
  1058. Violeta de metila
  1059. Xanteno
  1060. Xileno cianol
  1061. Work-up

CONTAGEM DE ARTIGOS[editar | editar código-fonte]

Data = Contagem

06/10/2007 = 147

12/11/2007 = 224

20/12/2007 = 346

12/01/2008 = 436

13/02/2008 = 569

15/03/2008 = 726

15/04/2008 = 821

22/04/2009 = 1280

11/05/2010 = 2007


ADVERTÊNCIAS[editar | editar código-fonte]

ADVERTÊNCIA - Dados ainda não Transferidos e Revisados[editar | editar código-fonte]

A tabela de propriedades deste composto ainda não foi completamente transferida! Evite o uso de qualquer um de seus dados!


Mensagem Padrão[editar | editar código-fonte]


De: Xico[editar | editar código-fonte]

Francisco Quiumento


Texto


Cordialmente, subscrevo-me

Quiumen 15h23min de 6 de Setembro de 2007 (UTC)